Car.blog.br

Pesquisar este blog

Honda HR-V x VW T-Cross: comparativo - custo x benefício

Categorias: , , , 86 Comentários

O Volkswagen T-Cross é o novo SUV compacto disponível no mercado brasileiro. Neste artigo vamos compará-lo ao Honda HRV para verificar qual a melhor opção.

Honda HR-V 2019 x Volkswagen T-Cross - comparativo

Começando pelos preços, o T-Cross é vendido em versões de R$ 84.990 (200 TSI M/T) a R$ 109.990 (250 TSI Highline A/T), enquanto o Honda HR-V parte de R$ 92.500 (LX CVT) e chega a R$ 108.500 (EXL CVT).

Honda HR-V EXL 2019 x VW T-Cross

Como o HR-V só é ofertado com transmissão automática, o T-Cross automático mais acessível parte de R$ 94.900 reais. A versão 250 TSI Highline do T-Cross ainda não tem concorrente na gama do HR-V, em função de seu motor bem superior (1.4 Turbo Flex com 250 Nm de torque), ele aguarda a chegada do futuro Honda HR-V Touring (1.5 V-TEC Turbo, com 230 Nm de torque).

Honda HR-V EXL 2019 x VW T-Cross

Assim, concorrendo com os Honda HR-V 1.8 CVT há dois modelos do T-Cross, o 200 TSI AT (R$ 94.990 reais e o 200 TSI AT Comfortline (R$ 99.990 reais), ambos com o motor 1.0 TSI Turbo Flex, com 128 cv e 200 Nm de torque, contra os 140 cv e 170 Nm de torque do Honda HR-V.

Análise de custo x benefício - vitória do VW T-Cross

Os dois modelos trazem desde as versões de acesso ar-condicionado (digital ou manual), direção com assistência elétrica, vidros e travas elétricas, freios a disco nas quatro rodas, além de controle eletrônico de estabilidade e tração.

Honda HR-V EXL 2019 - interior - painel
Honda HR-V EXL 2019 - interior - painel
Só o Honda HR-V dispõe de freio de mão eletrônico, enquanto apenas o T-Cross traz sensores de estacionamento.

Volkswagen T-Cross 2019 - interior - painel
Volkswagen T-Cross 2019 - interior - painel
A tabela abaixo relaciona os itens que consideramos diferenciais, como 6 airbags e central de informação e entretenimento compatível com Apple CarPlay e Android Auto.


Modelo
Preço
Itens de série
AirbagsSensor de EstacionamentoPiloto AutomáticoCentral Mutimídia
Honda HR-V LX 1.8 CVTR$92.5002NÃOSIMNÃO
VW T-Cross 200 TSI A/TR$94.4906SIMSIMSIM
Honda HR-V EX 1.8 CVTR$98.7004NÃOSIMNÃO
VW T-Cross 200 TSI Comfortline A/TR$99.9906SIMSIMSIM
Honda HR-V EXL 1.8 CVTR$108.5006NÃOSIMSIM
VW T-Cross 250 TSI Highline A/TR$109.9906SIMSIMSIM

O Honda HR-V parte de um preço mais baixo (HR-V LX CVT - R$ 92.500 reais), mas nessa configuração ele conta com 2 airbags e não há central multimídia, ao passo que o T-Cross 200 TSI Automático é R$ 2.000 mais caro, mas traz 6 airbags e a central multimídia compactível com Apple CarPlay, e os seguintes itens a mais que o Honda HR-V: sensores traseiros de estacionamento, faróis com função “Coming & Leaving home”, faróis de neblina com função “cornering”, banco dianteiro do passageiro com encosto rebatível, volante multifuncional, controle automático de velocidade, volante multifuncional revestido de couro com “shift paddles”, saída traseira de ar-condicionado.

Honda HR-V EXL 2019 - interior
Honda HR-V EXL 2019 - interior

O Honda HR-V EX custa R$ 98.700 reais, e traz além do LX a câmera de visão traseira, ar-condicionado digital touchscreen, volante com comandos multifuncionais e piloto automático, mas continua com menos airbags (4 no HR-V, contra 6 do T-Cross) e não tem central multimídia. Essa versão EX do HR-V concorre com T-Cross 200 TSI Comfortline básico, de R$ 99.990 reais. O T-Cross Comfortline traz de série o ar-condicionado digital Climatronic e a câmera de ré (presentes no HR-V EX), porém oferta os seguintes itens a mais: banco do motorista com ajuste lombar, indicador de pressão dos pneus (RKA), porta-luvas refrigerado, sistema “save” de variação do espaço do porta-malas, sensores dianteiros de estacionamento (além dos traseiros) e sistema de frenagem automática pós-colisão.

Volkswagen T-Cross 2019 - interior
Volkswagen T-Cross 2019 - interior 
Finalmente temos o Honda HR-V EXL, a R$ 108.500 reais, com 6 airbags, sensor crespuscular e central multimídia compatível, além de bancos revestidos em couro. Um T-Cross equivalente seria o 200 TSI Comfortline com o pacote Desing View (R$ 1.950) - que traz bancos em couro e o Pacote Sky View (R$ 4.800 reais), que além do sensor crespuscular do Honda HR-V EXL, traz ainda teto solar panorâmico, sensor de chuva e retrovisor interno eletrocrômico. O T-Cross com tais itens sai a R$ 106.470 reais.

Volkswagen T-Cross 2019 - interior - porta-malas
Volkswagen T-Cross 2019 - interior - porta-malas de até 420 litros
O T-Cross Comfortline tem ainda dois pacotes de opcionais com itens não disponíveis no HR-V. O Pacote Exclusive & Interactive (R$ 3.950) acrescenta sistema de infotainment “Discover Media” com navegador via satélite, tela de 8 polegadas, comando por voz e entrada USB no console central; iluminação ambiente em LED; seletor do modo de condução; sistema KESSY de abertura das portas sem chave e partida do motor por botão; espelhos retrovisores externos com rebatimento elétrico e tapetes adicionais de carpete. Já o Pacote Premium (R$ 6.050) inclui sistema Park Assist 3.0, faróis full-LED com luz de condução diurna em LED e sistema de som “Beats” com subwoofer.

Honda HR-V EXL 2019 - interior - porta-malas
Honda HR-V EXL 2019 - interior - porta-malas de 437 litros
A conclusão da análise de custo x benefício é que o T-Cross com preços similares aos do Honda HR-V tem mais itens que o Honda, portanto o VW vence no compartivo de custo x itens.

Dimensões e espaço interno - vitória do Honda HR-V

O Honda HR-V é 13 cm maior que o T-Cross, 1 cm mais largo. O T-Cross tem a vantagem de um entre-eixos 4 cm mais longo - o que equilibra os dois em termos de espaço para os passageiros.

Honda HR-V EXL 2019 - interior - espaço traseiro
Honda HR-V EXL 2019 - interior - espaço traseiro
Entretanto, o Honda HR-V oferta mais espaço de porta-malas, com 437 litros, contra 373 litros do T-Cross (podendo chegar a 420L com ajuste no encosto do banco traseiro).

Volkswagen T-Cross 2019 - espaço traseiro
Volkswagen T-Cross 2019 - espaço traseiro
O quadro abaixo compara as principais dimensões dos dois modelos.

ModeloComprimentoLarguraAlturaEntre-eixosPorta-malas
VW T-Cross4,201,761,572,65373-420
Honda HR-V4,331,771,592,61437
Nissan Kicks4,291,761,592,61432
Hyundai Creta4,271,781,632,59431
Jeep Renegade4,231,791,662,57250-320
GM Tracker4,261,771,682,55306

O Honda HR-V tem além de mais espaço para bagagens, um recurso exclusivo, que é o sistema Magic Seat, que permite múltiplas possibilidades de configuração do banco traseiro, permitindo ampliar muito o espaço de carga, e também abrir espaço para a carga de objetos altos, com o rebatimento dos assentos traseiros.

Honda HR-V EXL 2019 - Magic Seat
Honda HR-V EXL 2019 - Magic Seat
Assim, a conclusão da análise de espaço interno é que o HR-V é o claro vencedor.

Consumo e desempenho - vitória do VW T-Cross

O Volkswagen T-Cross adota uma mecânica mais moderna, com motor 1.0 Turbo com injeção direta flex, enquanto o HR-V aplica uma configuração convencional, com motor 1.8L aspirado, sem injeção direta.

Honda HR-V EXL 2019 - Magic Seat

O resultado é claro em favor do VW, que oferece menor consumo tanto com etanol quanto gasolina em qualquer situação de uso (cidade/estrada).

Modelo
Consumo EtanolConsumo Gasolina
Média Gasolina
CidadeEstradaCidadeEstrada
VW T-Cross 200 TSI A/T 8,210,111,013,612,2
VW T-Cross 250 TSI A/T7,79,311,013,212,0
Honda HR-V 1.8 CVT7,78,611,012,311,6

Além de beber menos, o T-Cros 200 TSI Automático (1.0 TSI Automático) acelera mais rápido, retoma mais rápido e tem velocidade máxima superior ao Honda HR-V 1.8 CVT - o que é esperado pelo maior torque do motor turbo da Volkswgen.

Honda HR-V 2019 x Volkswagen T-Cross

Já o T-Cross 250 TSI tem um desempenho de carro esportivo, que está muito além do oferecido pelo HR-V (como já dissemos, concorrerá com o futuro HR-V Turbo).

Modelo
0 a 100 Km/h
Vel. Máxima
VW T-Cross 250 TSI A/T8,7198
VW T-Cross 200 TSI A/T10,5187
Caoa Chery Tiggo 5X A/T11,0180
Honda HR-V 1.8 CVT11,2175

Assim, o VW T-Cross vence a análise de desempenho e consumo, já que mesmo o modelo de acesso, com motor 1.0 TSI Turbo Flex e transmissão automática já é suficiente para ofertar melhor desempenho e menor consumo que o HR-V 1.8.

Vídeo - VW T-Cross 250 TSI Automático



Vídeo - Honda HR-V EXL 2019



Conclusão

O Honda HR-V tem como vantagem um maior espaço para bagagem, e um interior com decoração mais sóbria. Já o Volkswagen T-Cross é superior em dinâmica de condução, consumo e performance. Ele oferece também tanto espaço para passageiros como o HR-V, mas o Volkswagen T-Cross tem melhor relação custo x benefício, visto que além de mais barato, ele conta com mais itens de série e de segurança.

Honda HR-V 2019 x Volkswagen T-Cross

Em resumo, se você pode abrir mão dos 17 litros a mais de porta-malas do HR-V, o Volkswagen T-Cross é a melhor opção de SUV compacto.

86 comentários:

  1. Não se menciona custo-benefício de um produto se não tiver pós-venda minimamente adequado.

    Enquanto T-Cross não provar que tem pós-venda em níveis satisfatórios - o que certamente não concretizará - não há nenhuma possibilidade de avaliar seu custo-benefício.

    Aprendam a avaliar carros antes de vomitar esses achismo na Internet, por favor!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o jaspion está desinformado. O T-Cross é lindo, tem painel digital ("tecnológico"), será vendido em uma rede de 600 concessionárias, com o melhor pós-venda do Brasil, conforme análise da Quatro Rodas, veja:

      https://www.car.blog.br/2018/11/pos-venda-vw-no-nivel-toyota-e-honda.html 

      Além de a VW ter o melhor pós venda (segundo Quatro Rodas), o T-Cross tem as três primeiras revisões gratuitas, e ainda tem recursos como o Volkswagen Connect e o manual do proprietário Cognitivo, que o HR-V nem sonha;.

      Excluir
    2. O japa-mala é arrogante pra caramba, ele defende a empresa (Toyota) que tem uma MERDA de pós-venda pois desliga por 3 MESES os AIR-BAGS MORTAIS porque não tem como atender a demanda da bosta que fez.
      Não tem comparação, o HR-V é evidetemente inferior ao T-Cross, exceto no porta-malas.
      As japonesas enganam o consumidor no Brasil com seus produtos caros e defasados (em particular os motores jurássicos).

      Excluir
    3. Conheço muito bem o HRV Cvt 3 nao conheço o TCross tanto quanto os senhores. Exceto o maior porta malas se for condição obrigatoria, o TCross sempre será opção melhor e maia sensata. Enquanto a HRV vier com motorzinho 1.8 aspirado e cambio Cvt e aquela central multimídia ridícula eu nao recomendo.

      Excluir
    4. Essa desculpa ai nao cola heim, VW tem uma rede de css gigantesca no Brasil inteiro maior que a Honda, falar de pos venda chega a ser piada como desculpa, nos números a t-cross ta dando um pau em todo mundo essa é a verdade

      Excluir
    5. Daqui a pouco esse Charles vem falar das pirâmides. Coitado.

      Excluir
    6. QUEM ANDA DE HONDA JAMAIS ABRE A PORTA DE UM VW. ABRAÇO

      Excluir
  2. alguém sabe me informar qual e o esportivo atual que faz uma aceleração

    8.7-segundos.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Civic Si 2.4: 0 a 100 km/h em 8,2 segundos na quatro rodas:

      https://quatrorodas.abril.com.br/testes/honda-civic-si-x-vw-golf-gti-hora-da-revanche/

      Excluir
    2. Infelizmente não temos mais esportivos, exceto o Sandero RS que não faz nesse tempo. Mas entre os SUVs o Cactus THP 1.6 faz em 7,7 segundos, e o Suzuki 1,4 turbo o Vitara faz 8,5 segundos.

      Excluir
    3. O C4 Cactus é um baita carro. Eu acho que hoje escolheria um pelo conjunto da obra. Motor? Sem dúvidas o melhor da categoria.

      Excluir
    4. C4 Cactus não é SUV. É um hatch compacto. O interior dele é uma piada. Painel de plástico de baixa qualidade, com design ridículo. Mas ridículo ainda é o painel digital xingling. Pior, o C4 Cactus não tem porta-malas, mas sim um porta-luvas. E no lugar dele, tem o T-Cross 250 TSI Automático, que humilha o C4 em todos os sentidos.

      E o design externo do C4, assim como todos os Citroen, é um design para agradar ao público LGBT. Então o C4 Cactus é um carro que fará muito sucesso na parada Gay!
      Ou seja, o C4 Cactus é um carro para as bichas que não tem dinheiro para comprar um MINI Cooper. Então fica com o C4 Cactus. Se esse é o seu metiê, ele é o seu carro. Mas para o público mais convencional, o T-Cross é superior em tudo.

      De mais a mais, francês é bom para fazer queijo. Carro não é com eles.

      Excluir
    5. E desde qdo o T-Cross é SUV ??? fala sério !! cara chato !!

      Excluir
    6. SUV de ladeira de shoppin tanto qdo o Cactus, aliás são do mesmo porte !!!

      Excluir
  3. qual esportivo que vai faz 0 a 100 em 8.7 segundos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Zurrou uma informação errada e TENDENCIOSA, como de costume.

      O Civic Touring no teste da Quatro Rodas fez o 0 a 100 km/h em 7,5s e no da Autoesporte fez em 7,9s. O Si, que pasmem, é mais lento que o Touring em aceleração, faz em 8,0s.

      Excluir
    2. Civic Si 2.4: 0 a 100 km/h em 8,2 segundos na quatro rodas:

      https://quatrorodas.abril.com.br/testes/honda-civic-si-x-vw-golf-gti-hora-da-revanche/

      Excluir
    3. Esportivo< Golf 1.4 TSI TipTronic: 0 a 100 km/h em 8,7 segundois.

      Excluir
  4. O T-Cross é claramente a melhor opção de SUV compacto no mercado brasileiro. Graças a seu motor 200 TSI Turbo Flex (mesma tecnologia do motor Active Flex da BMW), ele paga menos imposto que o HR-V, então a VW transfere esse benefício para o consumidor, colocando um carro que anda mais, bebe menos, e ainda é muito melhor equipado que o Honda HR-V;

    ResponderExcluir
  5. só mercado dirá quem será o melhor em vendas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melhor em vendas será o HR-V.
      Não há nem o que pestanejar!

      Excluir
    2. Melhor em vendas será o HR-V.
      Não há nem o que pestanejar!


      Relincho puro.

      Vamos aos fatos.

      O HR-V é derivado do Honda City, que este ano de 2019 vendeu 2.726 unidades.

      Já o T-Cross é derivado do Virtus, que este ano vendeu 6.812, 2,5 vezes mais que o City.

      O T-Cross tem relação com o Polo que vendeu este ano 10.545 unidades. Enquanto o Fit, que dá origem ao HR-V, vendeu 4.457. Ou seja, o `Polo vendeu quase 3 vezes mais que o Fit.

      Então, ficamos assim. Polo e Virtus vendem MUITO mais que o Fit e City. Polo e Virtus compartilham a plataforma do T-Cross, assim como Fit e City compartilham a plataforma do HR-V.

      Como Polo e Virtus vendem muito mais que Fit e City, T-Cross venderá mais que o HR-V.

      Questão de lógica, apenas lógica.

      Excluir
    3. Resta agora saber o valor do seguro do VW.

      Excluir
    4. Seguro do HR-V: R$ 4.800 reais.
      Seguro do T-Cross: R$ 3.100 reais.

      O seguro do T-Cross sempre será muito mais barato porque o T-Cross tem o menor índice de reparabilidade do mercado de SUVs, e esse índice é usado para calcular seguro.

      Veja:

      https://www.car.blog.br/2019/02/vw-t-cross-o-suv-mais-barato-para.html

      Excluir
    5. 4 carros, você é o CARA do site, porém acho que derrapou quanto ao parecer sobre o futuro Peugeot 208 e o Citroen C4 Cactus. PSA, passou muitos anos fazendo carros horrorosos, mas agora acertaram a mão. No caso do Cactus emitiu opinião desagrádavel quanto aos LGBT. Até concordo que a tradição da PSA, ou da personalidade dos franceses seja de ter designer um tanto feminino, mas que as novas fornadas estão bonitas, estão !!! Saudações !!!

      Excluir
  6. Na casa de 110 mil o T-Cross 1.4 reina sozinho, não há nada melhor.
    Na versão 1.0 tsi de 99 mil ele só tem um concorrente, que eu compraria, que é a traker 1.4 premier.
    O GM, além de um motor mais eficiente que l 1.0 da vw tem, alerta de ponto cego, alerta de tráfico cruzado, chamada de assistência de emergência, e assistência de recuperação veicular

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sabe o significado de "eficiente", e, portanto, para variar, relinchando.

      O Tracker não é "mais eficiente". O Tracker 1.4 anda praticamente a mesma coisa que o T-Cross 200 TSI AT, só que o Tracker bebe MUITO MAIS. Por isso ele não tem nada de eficiente.

      Tanto não é eficiente, que o Tracker recebeu a vergonhosa classificação "D" do INMETRO em classificação de EFICIENCIA.

      Portanto, antes de sair relinchanbdo, pesquise, para não dizer besteiras.

      O Tracker também não tem uma carroceria eficiente. Ele pesa mais que o T-Cross tem muito menos espaço interno, com ridículos 300 litros de porta-malas, contra 420 litros do T-Cross.

      Mas não é só isso. O TRacker só tem 2 airbags (contra 6 do T-Cross). E o Tracker LT não tem controle de estabilidade e de tração.

      Em resumo. O Tracker não é eficiente, é mais caro, mais apertado, mais inseguro que o T-Cross 200 TSI. E o câmbio do Tracker é uma piada (não tem bloqueio de conversor de torque e nem desacoplamento) perto do AISIN 6 marchas do T-Cross.

      Excluir
    2. 1,1 segundo de diferença no zero a cem, ou seja, o Tracker nao anda praticamente a mesma coisa. Ele anda mais que o T-Cross 1.0

      Na média de consumo urbano e rodoviário, o tracker consome 9,41% a mais que o T-Cross, esse número sim representa “praticamente a mesma coisa” e não “bebe muito mais”

      Eu comparei com a versão premier, que é melhor que a conf do T-Cross.
      A LT 2019 sim, tem controle de estabilidade e tração. Pesquise vc antes de relinchar.

      O preço de tabela da tracker premier gira em torno de 103 mil, mas a GM tem excelentes condições de negociação, e pode tem um preço ajustado até 95 mil.

      Excluir
    3. preço de tabela da tracker premier gira em torno de 103 mil, mas a GM tem excelentes condições de negociação, e pode tem um preço ajustado até 95 mil.

      MENTIRA. Tracker Premier custa R$ 104.290 reais, e só tem ridículos 2 airbags. Se vc quiser 6 airbags como o T-Cross, precisa pegar o pacote de opcionais, que custa mais R$ 3.400 reais. E aí o preço vai para R$ 107.690 reais (que só idiotas que pagam). Nesse preço pega o T-Cross 250 TSI Highline.


      O Tracker LT custa R$ 92.500 e só tem 2 aigbags, interior absurdamente apertado com distancia entre-eixos ridícula de carro popular.

      O sujeito que fala em Tracker e Renegade em post de T-Cross é um mané. Não sabe o que fala. Não sabe de carro. nada. Aliás, esse Rafael só relincha. Só sabe dizer se o carro é feio ou bonito, mais nada.
      E quando resolve trazer algum dado, ainda relincha com dados errados (como no caso do preço).

      Excluir
    4. Tracker Premier melhor que T-Cross 1.0.
      Opinião humilde de quem tem carro, não de um apaixonado como vc que não tem, queria ter e não tem dinheiro nem competência para isso.
      Se 104,290 não for um valor “na casa dos 103” eu não sei o que é.

      Excluir
    5. Tracker Premier melhor que T-Cross 1.0.
      Opinião humilde de quem tem carro,


      Isso não é "opinião". É apenas um relincho de quem não entende nada de carro.
      Vc tanto não entende de carro, que vc pagoui R$ 87 mil em um EcoSport Powershift (que até a Ford diz que é uma bomba), e vc acha o carro maravilhoso. Essa porcaria de EcoSport toda desalinhada, uma boquetagem, com o pior câmbio do planeta, e vc acha bom.

      Esse é o seu "currículo".

      E porque vc fala que o Tracker é melhor que o T-Cross. Porque na sua mente limitada, vc só ve 1.4 Turbo do Tracker, e 1.0 Turbo do T-Cross.

      É que como vc é limitado, só olha isso. Vc não é capaz de analisar que o Tracker é mais de 100 Kg mais pesado e tem um câmbio ridículo de ruim. Então na prática o T-Cross anda a mesma coisa, os dois na casa dos 10 segundos na aceleração de 0 a 100 km/h,.

      Spó que enquanto o T-cROSS 200 TSI faz 13,6 km/l de consumo, o Tracker não passa de 11,7 km/l. Ou seja, o T-Cross é 17% mais econômico.

      Não para por aí. O T-Cross de R$ 95 mil reais já tem 6 airbags (que o Tracker de R$ 104.590 reais não tem). O T-Cross de R$ 95 mil tem sensor de estacionamento traseiro (que o tracker não tem).

      O T-Cross tem um entre-eixos de 2,65 metros, 10 cm mais que o Tracker. Resutlado, o tracker não tem espaço na traseira nem para crianças, enquanto o T-Cross é o maior da categoria.

      O T-Cross tem porta-malas de 420 litros, enquanto o Tracker é de 300 litros (um porta-luvas).

      O T-Cross é um dos carros mais seguros do País. e O tracker com 2 airbags um dos mais inseguros.

      O Tracker nem sonha com recursos como o diferencial XDS+ do T-Cross. O Tracker nem sonha com o pos colision brake do T-Cross.

      O Tracker nem sabe o que significa VW Connect e Manual Cognitivo com inteligência artificial do T-Cross.

      Em resumo, o Tracker é um ridículo perto do T-Cross. O T-Cross de R$ 95k é mais completo que o Tracker de R$ 107 mil reais. O T-Cross é mais seguro, muito melhor equipado, 17% mais econômico e tem muito mais espaço interno.

      Isso são fatos. E isto é uma análise. O resto é relincho.

      Excluir
    6. Tomou uma BENGA do c4c (pra variar) aí vem apelar pra dinheiro sem nem conhecer o cara....

      Excluir
    7. Um detalhe importante, o tracker tem mais potencia e torque mas tem uns 200kg a mais de peso que o T-cross 1.0, então o desempenho deve ser bem pouca coisa melhor.

      Excluir
  7. Era preciso fotos dos "suvs" no mesmo plano.......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim. Fizeram de modo que parecessem iguais em tamanho. Mas não é. HR-V é maior. Curiosamente, T-Cross tem maior espaço interno que HR-V. Que coisa nao?

      Excluir
    2. O HR-V não é "maior". A distância entre-eixos do T-Cross é 4 cm maior que o HR-V. O HR-V é apenas mais ineficiente em uso de espaço. Tanto que em 2019 ele cresceu 4 cm (de 4,29 para 4,33) sem ganhar nada internamente.

      O HR-V só tem 13 cm a mais que o T-Cross pelos para-choques mais emperiquitados. Só que isso não se reflete em tamanho interno. Então o T-Cross tem mais espaço interior.

      E visualmente o T-Cross parece maior, pois o entre-eixos dele dá essa maior impressão de tamanho.

      Excluir
    3. Mesmo assim Hrv ainda é maior. Não seja ridículo.

      Excluir
    4. O HR-V só é maior por fora, o que o faz menos prático no uso urbano. No interior o T-Cross oferece mais espaço para passageiros e praticamente o mesmo volume de carga (420L).

      Excluir
  8. Os seis airbags realmente fazem uma baita de uma diferença. Oferecer desde a versão de entrada foi algo digno de bater palmas.

    ResponderExcluir
  9. Particularmente escolheria o T-Cross em razão da premiada plataforma, do excelente powertrain, e do prazer de dirigir ao espelhamento do Golf.

    ResponderExcluir
  10. Renegade Diesel mandou um abraço aos 2

    ResponderExcluir
  11. Carlos, concordo contigo em muitas coisas e que o câmbio do Polo e Tcross são realmente mais rápidos e espertos que o do Tracker, além de ter paddle shift. Mas falar que o Tracker é mais lento que o Tcross 1.0 Tsi é uma baita mentira. Me desculpe mas é mentira. Eu tenho um Polo Highline e meu pai uma Tracker Premier 2. A Tracker anda bem mais que o Polo no 0-100 e retomadas. E por consequência mais que o Tcross pois o mesmo é mais pesado que o Polo. Apesar que curto muito a pegada do Polinho e dos VW. Claro que a dinâmica do Polo é melhor que o GM. E a Tracker tem sensor de estacionamento sim e 6 airbags nesta versão.... abraços

    ResponderExcluir
  12. Pelo visto e pelos comentários Carlota deve ser aquele maluco que sai de concessionária em concessionária dirigindo aí sem intenção de comprar, e pelo visto tem todos os carros da VW, será que ele tem ao menos um Celta. Pq esse caboclo para ele só VW presta, para ele nem Ferrari serve. Gosto é gosto

    ResponderExcluir
  13. Eu hoje iria de VW, porém esse lance de monte de pacotes é só para levar mais grana do cara, como que transfere redução de custo, se vende um carro pelado e para d uma roupa melhor gastar um pouco mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O T-Cross é a escolha óbvia. Ele é superior ao HR-V em tudo. O motor é superior. O acabamento do T-Cross é superior. O T-Cross anda mais e bebe menos que o HR-V. Tem muito mais equipamentos, e ainda é mais barato.
      Os pacotes de opcionais são a melhor coisa que a VW oferece. O consumidor pode personalizar seu carro com os equipamentos que deseja, e não com o que é imposto pela montadora.
      Ou seja, a VW valoriza liberdade do consumidor, enquanto as montadoras que não oferecem opcionais em pacotes são ditadoras, e só pensam no lucro. Claro, fazer uma gama mais enxuta e sem opções para o consumidor é muito mais barato. Mas isso implica entuchar no consumidor o que ele não quer.
      Já na gama da VW não. O consumidor não é obrigado a pagar por algo que não vai usar. Quer teto solar? Coloque. Não quer, não coloque. É assim no T-Cross. Quer a multimídia de 8 polegadas, ok, tem o pacote. Caso não queira, fique com a de 6,5" com Android Auto e Apple CaPlay. E por aí vai.
      Detalhe: todos os itens opcionais do T-Cross são a mais em relação ao HR-V.

      Agora, infelizmente, as pessoas burras, de baixo QI, têm dificuldade de fazer escolhas. Elas entram em pânico ao ter que decidir. É algo que sua limitada capacidade cognitiva não permite.

      Então, quando vc ver uma pessoa reclamando que tem pacotes à escolha do consumidor em um blog ou rede social, pode ter certeza que essa pessoa é oligofrênica. Mas pessoas oligofrênicas são irrelevantes, já que têm défict intelectual, jamais terão dinheiro para comprar um VW.

      Então é isso: quem reclama de opcional passa atestado de burro, pois está admitindo que não sabe escolher. Tem pânico de tomar decisões. Ou seja, é uma pessoa oligofrênica.

      Excluir
  14. Eu escolheria o TCross, mas não prevejo esse sucesso nas vendas, ainda mais se tratando de VW que cobra mais quero que todas as concorrentes, acredito que
    1° Renagade
    2° HRV
    3° TCross

    ResponderExcluir
  15. Por esses preços aí eu faria mais um esforço e pegaria o Vitara 1.4 turbo. Anda mais, bebe menos, não quebra e é suv de verdade.

    ResponderExcluir
  16. Tracker tem 6 air bags....e a carlotinha fica repetindo esta mentira pra ver se ela vira verdade.rsrs.nao vejo a hora de uma 4 Rodas (ou outra revista) testar estes suuvinhos turbo co.o o T-Cross, Tracker, Cactus e o da Chery

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tracker tem 6 air bags..
      MENTIRA.

      O único Tracker que tem 6 airbags é o de R$ 108 mil reais. É o premier com um pacote adicional de R$ 3400 reais, que ninguém pede. É só para inglês ver.

      Todos os demais, incluindo todos os Tracker que estão nas concessionárias, tem apenas 2 airbags.

      Tracker é uma piada.

      Excluir
    2. Carlos vc é doente! Volte ao Caps por favor!

      Excluir
    3. T-Cross não tem painel digital? Faróis Full Led? Tem. Então Tracker tem 6 airbags.

      Excluir
    4. O T-Cross tem painel digital e faróis de full led. Tem vários nas concessionárias chegando com tais itens. Já o Tracker com 6 airbags só existe no papel, pois ele é um opcional da versão Premiur, que leva o preço dele a R$ 108 mil. Então na verdade ele não existe. Só existe para vender tracker com 2 airbags.

      Excluir
  17. Respostas
    1. Errado. Polo e Virtus são os carros com proprietários mais satisfeitos do Brasil. Portanto, o T-Cross será em breve o SUV com proprietários mais satisfeitos.

      Segundo pesquisa junto a dezenas milhares de proprietários em 2018, o Polo e o Virtus são os carros com os proprietários mais satisfeitos. O Polo alcançou mais de 100 pontos, então ele superou a expectativa dos donos. O Polo dizimou seus rivais: obteve a melhor nota em 13 das 23 que formam sua pontuação final.


      Esbanjou em porta-malas (115,2 contra 104,2 da média do grupo), design (105,1 x 103,9), velocidade de arranque (107,6 x 104,9), espaço interno (105,8 x 103,2) e modernidade (101,5 x 97), veja:

      https://quatrorodas.abril.com.br/guia-de-compras/os-eleitos-2018-estes-sao-os-hatches-premium-com-donos-mais-satisfeitos/

      Virtus foi o vencedor geral, como o carro brasileiro com proprietários mais satisfeitos.

      O Volkswagen Virtus é um vencedor com V maiúsculo. Não bastasse ser campeão da sua categoria, ele ainda conquistou o ponto mais alto da pesquisa Os Eleitos: o troféu de Grande Campeão. Ficou à frente de outros 31 rivais de diversas categorias com a avaliação final de 100,9. Aliás, ter atingido pontuação tão elevada é digno de nota.

      Pela metodologia da pesquisa, notas abaixo de 100 revelam que a satisfação do proprietário está abaixo do esperado. Quando crava em 100, é sinal de que o carro é exatamente aquilo que ele esperava. Ao ultrapassar a barreira de 100, é só alegria: indica que o dono recebeu mais do que esperava antes da compra.

      No levantamento deste ano, apenas quatro modelos alcançaram essa marca: Virtus, Polo, Civic e Kicks. E até nisso o sedã da Volks foi superior: enquanto seus três concorrentes ficaram juntinhos com uma variação de apenas 0,3 entre eles (100,1 a 100,4), o Virtus ficou à frente do melhor colocado em 0,5 ponto.

      O carro é sensacional! Nunca vi tanta tecnologia em um carro abaixo de R$ 100.000. O espaço interno é muito bom e o motor tem respostas rápidas. Ricardo Luciano de Lima, Goiatuba (GO).

      Qual foi o elemento decisivo, a resposta não é simples: foi a união de fatores, começando em um ótimo projeto de engenharia, passando pelo design atraente e terminando em um conjunto de custos comedidos.

      Dentro do primeiro critério está espaço interno (nota parcial de 108,3) e de porta-malas (112,1), modernidade do carro (103,7) e estabilidade nas curvas (102,2). O design foi muito bem avaliado, com 111. Na área financeira, destaque para seguro (100,2), consumo na estrada (100,5) e quantidade de equipamentos de série (101,8).

      https://quatrorodas.abril.com.br/noticias/os-eleitos-2018-vw-virtus-e-o-carro-mais-querido-pelos-donos-no-brasil/

      Excluir
  18. C4 Cactus THP é melhor, muito melhor que ambos Mas é francês né ? Único pecado é o porta mala. E o pós venda PSA está melhor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. C4 Cactus não é SUV. É um hatch compacto. O interior dele é uma piada. Painel de plástico de baixa qualidade, com design ridículo. Mas ridículo ainda é o painel digital xingling. Pior, o C4 Cactus não tem porta-malas, mas sim um porta-luvas. E no lugar dele, tem o T-Cross 250 TSI Automático, que humilha o C4 em todos os sentidos.

      E o design externo do C4, assim como todos os Citroen, é um design para agradar ao público LGBT. Então o C4 Cactus é um carro que fará muito sucesso na parada Gay!
      Ou seja, o C4 Cactus é um carro para as bichas que não tem dinheiro para comprar um MINI Cooper. Então fica com o C4 Cactus. Se esse é o seu metiê, ele é o seu carro. Mas para o público mais convencional, o T-Cross é superior em tudo.

      De mais a mais, francês é bom para fazer queijo. Carro não é com eles.

      Excluir
    2. Carro pra gay? Existe isso agora? Você é uma piada de muito não gosto.

      Excluir
    3. Comentário honorífico. Agora só falta mencionar raça e credo!

      Excluir
    4. Ele só disse verdades, maricas.

      Excluir
    5. pela resposta do carlos ele deve ter uns 3 C4 na garagem..

      Excluir
  19. Polo e Virtus são os carros com proprietários mais satisfeitos.

    Segundo pesquisa junto a dezenas milhares de proprietários em 2018, o Polo e o Virtus são os carros com os proprietários mais satisfeitos. O Polo alcançou mais de 100 pontos, então ele superou a expectativa dos donos. O Polo dizimou seus rivais: obteve a melhor nota em 13 das 23 que formam sua pontuação final.


    Esbanjou em porta-malas (115,2 contra 104,2 da média do grupo), design (105,1 x 103,9), velocidade de arranque (107,6 x 104,9), espaço interno (105,8 x 103,2) e modernidade (101,5 x 97), veja:

    https://quatrorodas.abril.com.br/guia-de-compras/os-eleitos-2018-estes-sao-os-hatches-premium-com-donos-mais-satisfeitos/

    Virtus foi o vencedor geral, como o carro brasileiro com proprietários mais satisfeitos.

    O Volkswagen Virtus é um vencedor com V maiúsculo. Não bastasse ser campeão da sua categoria, ele ainda conquistou o ponto mais alto da pesquisa Os Eleitos: o troféu de Grande Campeão. Ficou à frente de outros 31 rivais de diversas categorias com a avaliação final de 100,9. Aliás, ter atingido pontuação tão elevada é digno de nota.

    Pela metodologia da pesquisa, notas abaixo de 100 revelam que a satisfação do proprietário está abaixo do esperado. Quando crava em 100, é sinal de que o carro é exatamente aquilo que ele esperava. Ao ultrapassar a barreira de 100, é só alegria: indica que o dono recebeu mais do que esperava antes da compra.

    No levantamento deste ano, apenas quatro modelos alcançaram essa marca: Virtus, Polo, Civic e Kicks. E até nisso o sedã da Volks foi superior: enquanto seus três concorrentes ficaram juntinhos com uma variação de apenas 0,3 entre eles (100,1 a 100,4), o Virtus ficou à frente do melhor colocado em 0,5 ponto.

    O carro é sensacional! Nunca vi tanta tecnologia em um carro abaixo de R$ 100.000. O espaço interno é muito bom e o motor tem respostas rápidas. Ricardo Luciano de Lima, Goiatuba (GO).

    Qual foi o elemento decisivo, a resposta não é simples: foi a união de fatores, começando em um ótimo projeto de engenharia, passando pelo design atraente e terminando em um conjunto de custos comedidos.

    Dentro do primeiro critério está espaço interno (nota parcial de 108,3) e de porta-malas (112,1), modernidade do carro (103,7) e estabilidade nas curvas (102,2). O design foi muito bem avaliado, com 111. Na área financeira, destaque para seguro (100,2), consumo na estrada (100,5) e quantidade de equipamentos de série (101,8).

    https://quatrorodas.abril.com.br/noticias/os-eleitos-2018-vw-virtus-e-o-carro-mais-querido-pelos-donos-no-brasil/

    ResponderExcluir
  20. Zuado o hrv não ter sensor de estacionamento!

    Uma pena o valor do tcross aumentar de 110mil para um pouco mais de 125mil com os opcionais, pois a tabela fipe considera somente o valor do carro com opcionais, daí a pessoa perde muitoooooooooooooooooooo dinheiro, assim como no golf com pacote premium!

    No Brasil, pacotes de opcionais GERALMENTE não interessa ao consumidor !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como tem relichador para repetir feito um papagaio as bobagens. É uma horda de oligrofrênnicos repetindo as mesmas besteiras anos e anos, sempre os mesmos relinchos. Não são capazes de raciocinar um pingo. Típico sujeito que não tem contato com o mundo real, e fica repetindo ad eternum as idiotices de Internet.
      Uma das mais famosas é essa: "opcionais não entram na tabela Fipe". Essa é clássica da imbecilidade. Por vários motivos. O primeiro é que o mercado não se guia pela tabela Fipe. A tabela Fipe não determina o preço. Ela MEDE o preço. Ela é posterior à formação de preço. São cálculos baseados nos preços de mercado, e representam uma média de valores. E que não determinam nada. Dizer que a tabela Fipe determina o preço, é tão idiota quanto achar que o termômetro é o defindor da febre.
      Mas a idiotice de quem relincha tal bobagem não para aí. Além de não definir o preço (e os manés acham que define, pois eles são ignorantes sobre o que é de fato um indicador de preço), eles acham que as montadoras devem definir suas políticas de opcionais e de oferta baseado na tabela Fipe.

      É falta de entendimento básico de como funcionam as coisas. Eles não entendem que funciona assim: uma empresa coloca um carro no mercado. Esse carro depois vai para o mercado de usados. São medidos os preços transacionados, calculados a média, e aí esse carro entra nos preços de usados.

      Os manés acham que deve ser o contrário: a tabela Fipe determina o valor, e os opcionais, e aí as fabricas lançam suas linhas de produtos baseados no que a tabela Fipe acha.

      É uma piada. Sim, é. Mas, basicamente, esse é o resumo da idiotice que esses oligofrênicos ficam relinchando todos os dias. Muitos e muitos relinchando as mesmas idiotices, sem pensar na besteira que estão falando. Não tem capacidade para isso.

      Mas é compreensível. A curva de Gauss mostra que a maior parte das pessoas tem QI baixo. E pessoas de QI baixo repetem o que outras de QI baixo relincham, e não tem capacidade de formar suas próprias opiniões. E também não tem capacidade de decidir. Eles tem horrror a tomar decisões.

      Os pacotes de opcionais são a melhor coisa que a VW oferece. O consumidor pode personalizar seu carro com os equipamentos que deseja, e não com o que é imposto pela montadora.

      Ou seja, a VW valoriza liberdade do consumidor, enquanto as montadoras que não oferecem opcionais em pacotes são ditadoras, e só pensam no lucro. Claro, fazer uma gama mais enxuta e sem opções para o consumidor é muito mais barato. Mas isso implica entuchar no consumidor o que ele não quer.
      Já na gama da VW não. O consumidor não é obrigado a pagar por algo que não vai usar. Quer teto solar? Coloque. Não quer, não coloque. É assim no T-Cross. Quer a multimídia de 8 polegadas, ok, tem o pacote. Caso não queira, fique com a de 6,5" com Android Auto e Apple CaPlay. E por aí vai.

      Detalhe: todos os itens opcionais do T-Cross são a mais em relação ao HR-V.

      Então, quando vc ver uma pessoa reclamando que tem pacotes à escolha do consumidor em um blog ou rede social, pode ter certeza que essa pessoa é oligofrênica. Mas pessoas oligofrênicas são irrelevantes, já que têm défict intelectual, jamais terão dinheiro para comprar um VW.

      Então é isso: quem reclama de opcional passa atestado de burro, pois está admitindo que não sabe escolher. Tem pânico de tomar decisões. Ou seja, é uma pessoa oligofrênica.

      Excluir
    2. comprei o virtus a 88mil versão 18/19 , na fipe aparece agora a 75mil !!!

      caso queira vender , se pedir 80mil vou esperar muito tempo para a venda se concretizar.

      a volkswagen tem que retirar do portfólio a parte de opcionais!
      e com o tcross será pior ainda!

      e vc tem qual carro Carlos4Carros?

      Excluir
    3. Não relincha cara. Eu sei que é difícil, e pensar um pouco pode até gerar alguns odores desagradáveis.

      Dizer esse tipo de besteira é a mesma coisa que dizer que a causa de um quadro com febre é o termômetro, e não a infecção. Ou que a causa da obsesidade é a balança, e não o excesso de comida ou a falta de exercícios. É uma besteira enorme. O termômetro mede a fabre, a balança mede o peso e a tabela mede os preços. Não o contrário.

      É interessante como os relinchadores não conseguem entender coisas básicas. E aí continuam a relinchar ad eternum. Casos perdidos.

      Excluir
    4. O T-Cross será uma das minhas opções quando for trocar de carro... Até lá estará consolidado no mercado... Impressionante como o Kics se mantém alto na avaliação de seus proprietários... Sou o dono de um e compactuo com a boa avaliação deste carro. Não é um primor de desempenho, mas é muito confortável, econômico e não dá problemas. Já estou com ele há quase 3 anos. Instalei o piloto automático e ficou show de bola para viagens... Economia absurda!
      Outro carro que está me agradando muito é a Ecosport 1.5 Freestyle. Não é tão econômica quanto o Kicks, mas anda mais e o acabamento, opcionais são melhores que o Kicks. Em termos de segurança, se equivalem: 6 e 7 airbags, controle de tração e estabilidade. Vou aguardar a resposta do mercado ao T-Cross.

      Excluir
    5. Carlos4rodas como vc vende seus carros vw cheios de opcionais acima da tabela fipe? Kkkk

      Excluir
    6. nao é por nada nao, mas vendi meu golf 15/15 ano passado com pacote exclusive e a fipe era 76 e vendi por 84, 8 mil acima da fipe, coloquei na loja de um amigo e falei pra colocar esse valor, vendi em 2 semanas, luma outra coisa que ajudou tb foi o km baixo, mas foi bem acima da fipe, existe alguns modelos de carros que consegue pegar acima da fipe, no meu caso, justamente pq o meu era a versao completa com bi-xenon, teto, etc....

      Excluir
    7. Tem que avisar paras concessionárias isso que o Carlos4Carros disse, porque desconheço uma que não use a tabela FIPE como parâmetro de limite máximo a ser pago em um usado, e só pagam o preço total da FIPE em raras promoções

      Excluir
  21. Esse Carlos é a diversão desse site, acho que ele tem um jumento e ferrou o coitado com VW. KKKK DIVERSÃO
    Gosto de VW mas esses opcionais elevam muito o preço.

    ResponderExcluir
  22. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  23. seria interessante colocar um comparativo dos valores dos seguros e cesta de pecas basicas.

    ResponderExcluir
  24. HRV e maior que o TCRoss em tamanho pode nao ser em espaco

    ResponderExcluir
  25. O T-Cross na versão 1.0 Tsi tem consumo e potência do motor 1.8 da Honda, o destaque do T-Cross e a possibilidade de ter Teto Solar e a possibilidade de ter um excelente motor 1.4 Tsi que os concorrentes não tem por enquanto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Errado. O t-cross 1.0 tsi e 1 segundo mais rápido no 0 a 100 km/h. E é 10% mais econômico que o hrv 1.8. Ou seja o T cross 1.0 tsi anda muito mais e bebeu menos
      .

      Excluir
  26. O pessoal reclama muito do acabamento do T Cross, mas isso dá pra resolver fácil. Eu fui na concessionária e testei HRV 2019 EX e T Cross Confortline. O T cross realmente parece muito pobre no acabamento, porém quando se adiciona o pacote design view que custa 1950, ele acrescenta banco de couro, detalhes em marrom no painel e uns cromados, o aspecto do acabamento melhora muito mesmo. Vale lembrar que o HRV também não vem com couro na versão EX e pra colocar custa 2800! No final das contas o Tcross sai um pouquinho mais barato. Comparando os 2 carros com pacote de couro, esse impacto da diferença no acabamento diminui bastante, por outro lado o T Cross tem melhor performance, mais itens de utilidade/multimidia (que faz muita diferença no dia a dia) e segurança. Pra completar a VW ofereceu 10 mil a mais no Ecosport que vai entrar no negocio, enquanto a Honda além de oferecer 10 mil a menos, ainda exige que o carro seja transferido pro Rio de Janeiro pra ficar com ele. Não tem jeito, vou comprar o T Cross

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.