Car.blog.br

Pesquisar este blog

T-Cross Highline: com fila de espera chegando a 60 dias, VW altera mix de produção

Categorias: , , 79 Comentários

A Volkswagen do Brasil está alterando o mix de produção do T-Cross, seu SUV compacto, para adequar a oferta à demanda dos consumidores, que está diferente do planejado.

VW T-Cross Highline

A principal alteração é a ampliação da produção da versão topo de gama, Highline. As projeções iniciais da equipe de marketing da montadora apontavam que esta versão mais cara deveria responder por 40% das vendas.

VW T-Cross Highline

Entretanto, como ficou claro na pré-venda, onde as 400 unidades da versão Highline foram vendidas em menos de 1 dia, essa versão topo de gama tem obtido uma demanda bem superior à oferta. Na prática, em âmbito nacional o T-Cross Highline responde por 55% das vendas, mas em praças específicas, como São Paulo, chega a 65%.

VW T-Cross Highline

O resultado é que há filas de espera pela versão topo de gama, que chegam a 60 dias.

VW T-Cross Highline

Outra alteração que a Volkswagen planeja para o T-Cross é a incorporação, como item de série em todas as versões, do pacote Kessy, que inclui botão de partida e trancamento automático das portas sem que seja necessário de utilizar a chave.



A montadora também ofertará uma maior quantidade de T-Cross, tanto o Highline quanto Comfortline, com todos os pacotes de opcionais - configurações que está com demanda acima da expectativa.

Com informações: IG

79 comentários:

  1. UE mais o TCROSS não nasceu morto ????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A VW errou ao não colocar mais versões 1,4.
      E podem apostar, como no Golf onde o 1,0 turbo micou, o T-Cross perderá as versões 1,0 mais completas e vai ficar só com as de entrada.
      Para mim bastaria a versão 1,4 manual por 85 mil, já estaria ótimo.

      Excluir
    2. Mas ai fica muito acima da concorrencia. Certamente vc n conhece o motor 1.4 turbo

      Excluir
    3. Golf 1.0 turbo micou pq chegou só com versão manual. Quando lançaram a AT, tiraram a manual, elevaram o preço da 1.0 AT ao preço do 1.4 e subiram o preço do 1.4 para um valor pornográfico.
      Em outras palavras, micou por erro de estratégia e não por falta de aceitação do público.

      Excluir
    4. Thyagoms, conheço muito bem o 1,4 turbo da VW, não fale o que você não sabe. E, não, ele não fica muito acima da concorrência, porque o C4 Cactus 1,6 turbo é mais potente e anda muito mais rápido, além do Tracker 1,4 turbo.
      Smith o Golf micou inteiro, caro para caramba, mas a versão 1,0 turbo nunca foi bem aceita. Some-se a isso a derrocada dos hatchs dessa categoria.

      Excluir
  2. Ue, mas para a Argentina e Colômbia está vendendo somente com o motor 1.6 16v com freios a tambor traseiros para todas as versões.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca vi um comentário tão desprovido de qualquer lógica e cabimento. Vc se supurou! Parabéns!!! Sua Mediocridade é simplesmente absoluta!

      Excluir
  3. Estive num Css VW semana passada confirmando a tendencia, os clientes procuram o TCross 1,4 l, poucos se interessam pelo 3 cilindros. Bingo! O turbo 4 cilindros é melhor motor produzido no Brasil aliado ao fato da concentração de renda cada dia maior. O acabamento do Highline é impecável; havia na loja um preto ninja com painel e bancos preto e branco, muito bonito. Receita para o sucesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Outro carro que não esquenta no show-room é o New Jetta, geralmente desce da cegonha já com tag vendido. Equipado com TSI 4 cilindros, o que não é coincidência.

      Excluir
    2. Concentração de renda cada vez maior, diminui as vendas, não contrário. O que aumenta as vendas em qualquer sociedade que se diga democrática é o pleno emprego, a educação inclusiva e os salários dignos. Tudo isso NÃO temos desde a desgraça do desgoverno Temer, e agora, pior ainda, com esse desgoverno completamente incompetente e liderado por lunáticos.

      Excluir
    3. Pior q o Jetta aqui já vem na cegonha vendido mesmo

      Excluir
    4. A concentração de renda nao esta maior, esta voltando a ser desigual, como nos anos 80 e 90. Quem tem mais sobe e quem tem menos esta descendo ladeira abaixo.
      Mas essa é a política liberal e conservadora que todos queriam.

      Excluir
    5. Sem falar que a renda concentrada nos mais abonados aumenta as vendas de carros sim, pois são esses que compram 0km. O que diminui é o mercado de usados e acentua a desvalorização por baixa demanda.

      Excluir
    6. Concentração de renda não tem nada a ver com crise ou governo A ou B e sim leis de mercado, hoje tem excessiva oferta de mão-de-obra. A moeda circulante é a mesma, variando em função da balança comercial. Muito dinheiro na mão de poucos, razão de carros caros vendendo bem. Quem tem grana não vai comprar carro TSI 3 cilindros, se ponde comprar TSI 4 cil.

      Excluir
    7. Smith, a concentração de renda está maior os ricos (poucos) ficaram mais ricos e os pobres mais pobres, graças ao golpe de 2016, que colocou no poder políticos que atacam os direitos sociais e o emprego formal.
      Eddie, leis de mercado? Isso não existe!
      Isso é uma abstração que os liberais inventaram para dizer que o "mercado" regula tudo.
      Isso é balela!
      Quem regula são os governos, e assim tem que ser, caso contrário viveríamos na barbarie.
      E, sim, a concentração de renda tem a ver com os governos, elas aumentam em governos liberais e de direita e são reduzidas em governos progressistas e democráticos de centro-esquerda.

      Excluir
    8. Engraçado... vejo as concessionárias VW me ligando pedindo para ir a eventos de vendas e etc, oferecendo taxas e facilidades...
      Isso é postura de encalhe, não de carro faltando!

      Excluir
    9. Isso é postura de vendas, o Css não fica mais sentado esperando cliente entrar na loja. A VWB faz isso há bastante tempo.

      Excluir
    10. 13 anos de corrupção destruíram a economia, despejando milhões de pessoas sem emprego. Não serão 5meses que consertam o estrago

      Excluir
  4. Esse seria o único T-CROSS que eu teria, mas Renagade Diesel seria mais interessante para minhas necessidades de fds, tração 4x4, mais torque e mais econômico

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Renegade Diesel x T-Cross


      O Renegade é um carro para manés. O Flex é uma lesma, anda menos que o up! 1.0 MPI, e o Diesel é caso de internação, pois pagar R$ 128 mil reais em um Jeep Renegade pelado, com 2 airbags, com acabamento fiat, só pode ser louco.

      https://www.car.blog.br/2015/04/renegade-18-flex-at-desempenho-e.html

      O Renegade 1.8 faz de 0 a 100 km/h em 15,3 segundos, 1,1 segundo mais lento que o Up! MPI.

      O T-Cross de 100 mil reais já é infinitamente melhor equipado que essa boquetagem de Renagade de R$ 128 mil. O T-Cross Highline custa R$ 109.990 reais e já é infinitamente mais completo que o Renegade Diesel, que só vem com 2 airbags e não tem faróis de LED. A central multimídia do Renegade é boqueta, e o Renegade tem porta-malas de 250 litros (na verdade um porta-luvas).

      Então, na verdade, o T-Cross Highline é R$ 17 mil mais barato que o Renegade Longitude Diesel e mais equipado.

      Fora que o O Renegade Diesel tem consumo segundo o INMETRO, em ESTRADA, de 11,5 Km/l de diesel, e, na cidade, de 9,4 Km/l de diesel.

      http://www.inmetro.gov.br/consumidor/pbe/veiculos_leves_2019.pdf

      O T-Cross 250 TSI faz 13,2 Km/l de gasolina na estrada, e 11,5 Km/l em cidade, segundo o mesmo INMETRO.

      Ou seja, o T-Cross, que HUMILHA o Renegade em performance, consome MENOS em cidade que o Renegade Diesel em estrada.

      O T-Cross acelera de 0 a 100 km/h em 8,7 segundos, enquanto o Renegade Diesel é 4 segundos mais lento.

      Pior, o Renegade Diesel na pista foi ridiculamente lento, sendo mais lento que Jac J2, Gol rallye, HB20 1.6. O Renegade Diesel deu um vexame na pista, com 1:16.651, andando muito menos que carros lentíssimos. Uma piada, veja:

      https://youtu.be/wYQNolIumxk?t=385

      Nem como consumo o Renegade Diesel vale a pena, vejamos:

      Segundo a ANP, pesquisa de 2019, Fevereiro,
      https://preco.anp.gov.br/include/Resumo_Mensal_Combustiveis.asp, o preço médio do Diesel no Brasil é R$ 3,6 / L, enquanto da gasolina R$ 4,1 / L. Ou seja, não é R$ 1 a diferença, mas R$ 0,5.

      O custo de rodar com o T-Cross 250 TSI é o mesmo do Renegade Diesel, pois o T-Cross é mais econômico.

      Custo para rodar 1000 km com o Renegade Diesel:

      1000 km / (11,6 Km/l) = 86,2 litros de diesel. 86,2 x 4,1 = R$ 310,3 reais

      Custo para rodar 1000 Km com o T-Cross 250 TSI

      1000 km / 13,2 = 75,7 litros. 75,7 * 4,1 = R$ 310 reais.

      Ou seja, o sujeito que compra o Renegade Diesel, paga R$ 17 mil a mais que o T-Cross Highline, gasta a mesma coisa com combustível, e tem um carro infinitamente pior equipado, com menos espaço interno e porta-malas ridículo de 250 litros, e que anda ridiculamente menos.

      Ou seja, o sujeito que compra o Renegade Diesel, tendo o T-Cross no mercado, quem compra o Renegade assina atestado que é fraco intelctualmente e não sabe fazer conta e nem analisar carros, pois está comprando um produto muito pior e mais caro.

      Detalhe. Como o Renegade é vendido aos borbotões para locadoras, a desvalorização dele é imensa. O coitado paga R$ 128 mil em um Renegade pelado, e vende 1 mês depois por menos de R$ 80 mil.

      Renegade Flex: carro para manés. Renegade diesel: carro para manés que precisam ser internados.

      Excluir
    2. Parabéns provou pra todo mundo que vc é um retardado vomitando um monte de idiotices e mentiras.

      Excluir
    3. Nunca vi tanta idiotice e dados mentirosos num post só. É muita dor de cotovelo do Carlota pelo líder dos SUVs... Até no porta malas que é 320 e antes era 280 ele mentiu ora 250 l. Pelamor...

      Excluir
    4. Carlos minha família é tem sítio em Piracicaba lugar de ofício acesso sem asfalto, com grandes inclinações e lama muito escorregadia, não estou desmerecendo o T-CROSS que é um excelente produto, mas a questão aqui é tração nas 4x4, ângulo de entrada e saída em estrada ingrime e força motor

      Excluir
    5. chico nao perde tempo com a mula4carros

      Excluir
    6. O 4x4 do Renagade é uma piada. Foi criado apenas para justificar o motor diesel em carro de passeio.

      Tem desconhecer muito de carro para achar que o Renegade diesel é um carro com capacidades off-road. Piada.

      Quem quer um 4x4 que presta, as opções são Audi Q com tração Quattro, ou os VW com tração 4Motion, que são os melhores sistemas 4x4 do planeta.

      De mais a mais, o T-Cross Highline espanca o Renegade Diesel em todos os sentidos. Inclusive em trãnsito off-road.

      Excluir
    7. Falou a bicha recalcada.! Onde se lê "Diesel" não precisa citar mais nada.! Vai ser líder por muitos longos anos.! Chora mais carlotinha! T-Cross líder, nunca será!

      Excluir
    8. https://www.youtube.com/watch?v=KsYuUcqAAEQ

      Sim, bem inútil essa tração 4x4 do Renegade. tsc tsc tsc.

      kkkkkkkkk

      Excluir
    9. Espera ai....Sério que eu li isso? "T-Cross Highline espanca o Renegade Diesel em todos os sentidos. Inclusive em trãnsito off-road."
      Cara eu ja estou ficando assustado com sua loucura. Quer dizer que se colocarmos t cross e renegade diesel 4x4 (com 40% a mais de torque), na lama o vw se sairá melhor?
      E outra, prove que que a tração quatro e 4motion éh melhor que a da jeep.
      A jeep desenhou o mapa de veículos off road no mundo, fazendo até um veículo de guerra....

      Excluir
    10. O motor TSi 1,4 l faz 16 km/l na estrada com gasolina, preço por preço é mais econômico rodar no TSI que no diesel. A manutenção do motor diesel é mais cara que o TSI. E o desempenho, o turbo da VW é muito rápido, imbatível nas retomadas. Em suma, um TCross Highline é mais negocio que Fiat diesel, além de ser VW.

      Excluir
    11. "Fiat" Renegade Diesel nunca foi um 4x4, é apenas um 4 wheeldrive, apenas isso. Menos.

      Excluir
  5. KESSY de fato é o item mais desejado... tem que ser de série pelo menos na Comfortline!!!

    ResponderExcluir
  6. Desculpe, 60 dias para entrega? Concessionária Sorana, SP, tem 62 T- Cross para pronta entrega, sendo 27 1.4 highline. sorana.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estão tentando criar demanda de forma artificial, vai que cola, né

      Excluir
    2. tb nao entendi essa, a sorana é otima pq a gente consegue ver o estoque dos caras online atualizado e com fotos dos carros, e realmente, la ta socado de tcross 1.4 das basicas as tops.... eu fui numa css aqui de ctba e consigo a tcross top tranquilamente a pronta entrega, no maximo o carro esta em transporte.... porem nao pago esse valor nesse carro, prefiro o jetta mesmo, pego um rline top e pago menos que esse altinho com acabamento inferior ao jetta

      Excluir
    3. Exatamente @ energydrink. Aqui em Bh ta lotado de T-Cross Highline, principalmente na Carbel. Esse carro é o maior mico do ano, isso q da achar q é Honda.

      Excluir
    4. Vc acha que o Brasil inteiro vai nessa css Sorana aí em SP comprar T-Cross, eu moro em MG e não vou aí..acorda fii!!!

      Excluir
    5. O carro vendeu 3 mil unidades mesmo passado e os haters vem falar q o carro é maior mico kkkkkk

      Excluir
    6. Não sei onde é mico ..o carro vendeu 3 mil mês passado ... Tem gente q vomita pelo teclado

      Excluir
    7. Não é questão de ser Hater ou não. A VW tinha uma
      meta de 6.000 carros por mês. Foi apenas no fim de maio q ele passou o EcoSport e msm assim vendendo a rodo pra Localiza.

      Excluir
    8. Se a VW baixar mais um pouco esses preços o carro fica tranquilo com boas vendas ...eu já começo a ver nas ruas

      Excluir
    9. Não tem porque baixar o preço. O T-Cross já é o mais barato entre os concorrentes, sendo muito superior a ele. O T-Cross 200 TSI Comfortline espanca sem dó o HR-V EXL de 112 mil, e o Creta Prestige de R$ 106 mil. O Renegade é uma piada, e mesmo assim custa R$ 110 mil na versão compatível com o T-Cross Comfortline.

      O T-Cross está barato. As vendas seguem a curva de ascenção planejada.

      E tanto está vendendo muito bem, que isso pode ser visto no nível de irritação das moças raivosas e odiosas. Pode ver como elas estão agressivas, irritadas. Elas estão vendo T-Cross subir e crescer.

      Excluir
  7. Opa, se não vai na realidade, tem que forçar na mídia mesmo... De toda forma, quem deixa de levar a impecável Tiguan pelo simplório TCross, por 8 a 10% do investimento, tem uma ótica bem surreal. Se os 2 carros estiverem lado a lado, o TC parece carro indiano...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vítima do sistema educacional brasileiro não é capaz de entender que dimensão não é o que determina a opção de um carro. Um T-Cross Highline é muito mais sofisticado e tecnológico que um Tiguan de acesso, e ambos o mesmo preço.

      Quem precisa de espaço, vai no Tiguan. Quem quer praticidade, sofisticação e tecnologia, vai no T-Cross.

      Claro que saber escolher entre produtos distintos envolve raciocínio, exercício mental de tomada de decisões. Algo que o povo menos aquinhoado no quesito QI, popularmente chamados de burros, não conseguem fazer. Então eles relincham.

      Excluir
    2. O energúmeno, sai do teclado e vai lá na concessionária procurar algum grau de sofisticação no Tcrois. Depois volta aqui e a gente conversa. A troca de algumas texturas do Highline o deixa suportável, mas para um carro de, no máximo, o Highline, 85 mil.

      Acorda zelão, ninguém aqui concorda com você. E os que ameaçam tamanha estupidez, se colocarem Tiguan e Tcróks lado a lado, mesmo se o suporte de celular viesse banhado a ouro, o Tiguan é a linha de excelência da VW. Ticois é boqueta demais... Pode colocar os R$ 15 mil em pacote, estacionar sozinho, painel digital, teto solar, tudo isso ainda não muda a boquetice dos materiais, tonalidades e ausências diante de um Tiguan.

      Comparar os dois só para retardado mesmo...
      Qual você levaria com 120 mil?
      (valor fácil ofertado pela Tiguan nas concessionárias...).
      Cuidado com sua resposta, pois outras pessoas vão ver...

      Excluir
    3. Ui....ficou brava agora...kkkk

      Excluir
    4. Não respondeu e não teve cuidado... Entregou que é uma bichona e que essa bicicleta do perfil deve ter cestinha.

      Excluir
  8. MAs como tem meninas irritadas aqui com o sucesso do T-Cross. Estão indóceis, querendo negar a realidade.

    Fiquem tranquilas. O T-Cross já é líder de vendas em SUVs compactos na região SUl.

    E em nível nacional já é o 19º carro mais vendido do Brasil. Subiu mais 10 posições neste mês.

    O T-Cross continua a vender cada vez mais, crescendo, crescendo e crescendo. E as meninas estão sentindo ele crescendo, e então ficam aí gemendo, gritando....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho que concordar com os fatos. TCross ganhando posições. A versão confortline é muito interessante. Bonita e com motor e câmbio para nenhuma outra. A segurança é total.

      Excluir
  9. Um "SUV" com interior estilo Penelop Charmosa arrebatando corações. O brasileiro é mesmo louco e as montadoras já perceberam isso... Não é, Carlota? Kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  10. baixo de R$ 100 mil, o T-Cross é o único SUV compacto com 6 airbags, o único com entre-eixos de 2,65 metros. O que tem o maior espaço para passageiros.

    É o único que tem 10 estrelas no Latin NCAP. É o ´[unico com motor turbo flex de injeção direta, com transmissão automática,

    Além disso, é o único com piloto automático, o central multimídia com Apple CarPOlay e Android Auto. O único com manual cognitivo. O único com 3 revisões grátis.

    Os concorrentes não tem chance com ele.


    T-Cross é um carro vocacionado para o sucesso. Ele não dará chances para as atuais boquetagens da Fiat (Renegade 1.8 mais lento que Up! MPI), EcoSport (pneus de R$ 2.500 reais cada), e outros.

    O sucesso do T-Cross se dará pelo fato de ele ser o melhor em muitos aspectos. O carro é lindo, tem painel digital ("tecnológico"), será vendido em uma rede de 600 concessionárias, com o melhor pós-venda do Brasil:

    https://www.car.blog.br/2018/11/pos-venda-vw-no-nivel-toyota-e-honda.html 

    ResponderExcluir
  11. https://quatrorodas.abril.com.br/te...ocamos-a-prova-estes-12-suvs-de-ate-r-95-000/

    Supercomparativo: colocamos à prova estes 12 SUVs de até R$ 95.000

    Fizemos o maior comparativo da história da QUATRO RODAS para revelar quem é quem no segmento de SUVs compactos do Brasil, até R$ 95.000

    Por Paulo Campo Grande e Péricles Malheiros
    15 maio 2019, 08h29


    Nos últimos tempos, não há edição de QUATRO RODAS sem pelo menos um SUV em destaque. Não é para menos. Esse é o segmento que mais cresce no Brasil.

    Os lançamentos não param e cada novo modelo chega em diferentes versões de motor, acabamento e conteúdo, o que nos convida a avaliar os carros em suas diferentes configurações, comparando-os com diferentes rivais.

    Em janeiro, selecionamos os competidores por faixa de preço (SUVs até R$ 85.000). Em abril, foi a vez do VW T-Cross na versão topo de linha encarar concorrentes em versões completas.

    As combinações se multiplicam e cada mudança na lista de modelos produz resultados diferentes.

    O Renegade costuma se dar bem entre as versões mais sofisticadas e ficar em desvantagem entre as mais simples, comportamento oposto ao do Kicks, que se destaca entre as opções mais baratas.

    Agora, convocamos todos os SUVs compactos do mercado, neste que se tornou o mais numeroso comparativo já realizado pela revista. Foram 12 modelos reunidos.

    O único que ficou de fora foi o Suzuki Vitara, porque a fábrica não dispunha do modelo. Nem todos SUVs mostrados nas fotos correspondem às versões consideradas no comparativo (o texto avisa quando isso ocorre). Veja a seguir.

    ...

    Veredicto QUATRO RODAS

    Na amostra considerada, encontramos opções com pontos fortes e fracos em diferentes aspectos. Mas, analisando esses 12 SUVs, fizemos uma radiografia que mostra quais deles têm maiores possibilidades de atender às expectativas dos consumidores.

    Do primeiro ao último colocado, a classificação foi a seguinte: T-Cross, Kicks, Tiggo 5X, Creta, T50, C4 Cactus, EcoSport, Captur, HR-V, Tracker, 2008 e Renegade.


    Melhor SUV até R$ 100 mil: T-Cross


    Sem dúvida alguma, até R$ 100 mil, o T-Cross é disparado o melhor. O que anda mais, bebe menos, o mais seguro e bem acabado. O mais espaçoso, e o mais completo. Melhor custo x benefício.

    https://www.car.blog.br/2019/05/volkswagen-t-cross-10-tsi-tsi.html

    ResponderExcluir
  12. Renegade diesel o melhor no quesito custo benefício: melhor torque, cambio ZF 9 marchas, usado no evoque; SUV de verdade pois é 4X4; esse consumo aí do Imetro não corresponde a realidade, revistas renomadas (4 Rodas, Auto esporte, etc..) atestam uma média de cerca de 11-12 Km/litro na cidade e 15-16 km/litro na estrada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Renegade Diesel x T-Cross


      O Renegade é um carro para manés. O Flex é uma lesma, anda menos que o up! 1.0 MPI, e o Diesel é caso de internação, pois pagar R$ 128 mil reais em um Jeep Renegade pelado, com 2 airbags, com acabamento fiat, só pode ser louco.

      https://www.car.blog.br/2015/04/renegade-18-flex-at-desempenho-e.html

      O Renegade 1.8 faz de 0 a 100 km/h em 15,3 segundos, 1,1 segundo mais lento que o Up! MPI.

      O T-Cross de 100 mil reais já é infinitamente melhor equipado que essa boquetagem de Renagade de R$ 128 mil. O T-Cross Highline custa R$ 109.990 reais e já é infinitamente mais completo que o Renegade Diesel, que só vem com 2 airbags e não tem faróis de LED. A central multimídia do Renegade é boqueta, e o Renegade tem porta-malas de 250 litros (na verdade um porta-luvas).

      Então, na verdade, o T-Cross Highline é R$ 17 mil mais barato que o Renegade Longitude Diesel e mais equipado.

      Fora que o O Renegade Diesel tem consumo segundo o INMETRO, em ESTRADA, de 11,5 Km/l de diesel, e, na cidade, de 9,4 Km/l de diesel.

      http://www.inmetro.gov.br/consumidor/pbe/veiculos_leves_2019.pdf

      O T-Cross 250 TSI faz 13,2 Km/l de gasolina na estrada, e 11,5 Km/l em cidade, segundo o mesmo INMETRO.

      Ou seja, o T-Cross, que HUMILHA o Renegade em performance, consome MENOS em cidade que o Renegade Diesel em estrada.

      O T-Cross acelera de 0 a 100 km/h em 8,7 segundos, enquanto o Renegade Diesel é 4 segundos mais lento.

      Pior, o Renegade Diesel na pista foi ridiculamente lento, sendo mais lento que Jac J2, Gol rallye, HB20 1.6. O Renegade Diesel deu um vexame na pista, com 1:16.651, andando muito menos que carros lentíssimos. Uma piada, veja:

      https://youtu.be/wYQNolIumxk?t=385

      Nem como consumo o Renegade Diesel vale a pena, vejamos:

      Segundo a ANP, pesquisa de 2019, Fevereiro,
      https://preco.anp.gov.br/include/Resumo_Mensal_Combustiveis.asp, o preço médio do Diesel no Brasil é R$ 3,6 / L, enquanto da gasolina R$ 4,1 / L. Ou seja, não é R$ 1 a diferença, mas R$ 0,5.

      O custo de rodar com o T-Cross 250 TSI é o mesmo do Renegade Diesel, pois o T-Cross é mais econômico.

      Custo para rodar 1000 km com o Renegade Diesel:

      1000 km / (11,6 Km/l) = 86,2 litros de diesel. 86,2 x 4,1 = R$ 310,3 reais

      Custo para rodar 1000 Km com o T-Cross 250 TSI

      1000 km / 13,2 = 75,7 litros. 75,7 * 4,1 = R$ 310 reais.

      Ou seja, o sujeito que compra o Renegade Diesel, paga R$ 17 mil a mais que o T-Cross Highline, gasta a mesma coisa com combustível, e tem um carro infinitamente pior equipado, com menos espaço interno e porta-malas ridículo de 250 litros, e que anda ridiculamente menos.

      Ou seja, o sujeito que compra o Renegade Diesel, tendo o T-Cross no mercado, quem compra o Renegade assina atestado que é fraco intelctualmente e não sabe fazer conta e nem analisar carros, pois está comprando um produto muito pior e mais caro.

      Detalhe. Como o Renegade é vendido aos borbotões para locadoras, a desvalorização dele é imensa. O coitado paga R$ 128 mil em um Renegade pelado, e vende 1 mês depois por menos de R$ 80 mil.

      Renegade Flex: carro para manés. Renegade diesel: carro para manés que precisam ser internados.

      Excluir
    2. So queria saber qual conta que vc fez pra converta 86,2 x 4,1 = 310,00 nao seria 353,42

      Excluir
    3. Comprar um Renegade diesel para tirar a diferença do custo com economia de combustível? Só retardados falam uma asneira dessas. Os clientes de verdade querem tração 4x4 e torque de 35 Kgfm em um carro seguro, bem equipado e bem acabado. E claro, na hora da revenda o valor será maior.

      Excluir
    4. fãdecarro, eu tenho um renegade th diesel que no trecho de BH a congonhas fez 20 km por litro.
      O motor diesel 2.0 é muito para o renegade. Dos três carros que tem esse motor (toro, compass e renegade) o renegade é o mais leve.
      Quando estou a 140 por hora, a rotação não passa dos 2000 rpm, por isso tem tanta economia.
      Hj um renegade longitude chega a quase 130 mil, se tiver cnpj ou cartão de produtor rural, consegue 8% de desconto, o que leva o carro a 119600 reais. Ou seja, excelente negócio.

      Excluir
    5. onde em qual lugar o brasil o preço do diesel é o mesmo da gasolina? Essa Carlota...
      é pra gente rir mesmo. kkkkkk

      Excluir
    6. A carlota ta pirada pq o T-Cross não levou a VW a liderança de mercado, assim como o Virtus, o Polo e o Jetta. Todos estes ele falava q iriam liderar o segmento. Não passam de meros coadjuvantes.

      Excluir
  13. Alguém pode dar o Revotril para a Carlota.

    ResponderExcluir
  14. O dono do blog tem um inveja da JEEP que pelo amor de deus...

    Tudo isso é falta de dinheiro pra comprar o renegade mais basico?

    continua com seu golzinho bola e nao enche o saco

    ResponderExcluir
  15. Aqui em Ribeirão Preto, não está vendendo bem, especialmente na dita altamente requisitada versão Highline.

    ResponderExcluir
  16. As moças raivosas e irratadissas estão bravas com as vendas do T-Cross. Então elas ficam agressivas, mal educadas. O que não deixa de ser curioso, porque elas não ganham nada ou perdem nada com vendas do T-Cross.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A senhora que está raivosa pois a VW fica só no cheirinho da liderança. Achou que Polo, Virtus, Jetta e T-Cross poderiam ajudar, enganou-se!

      Excluir
    2. MICO, vejo estrategia errada no lançamento deste carro, a versao mais top é a mais vendida, mas concorre com compass, que é mais desejado infinitamente do que o tcross..e a versao mais basica,nao vende porque nao tem um visual que faça mudar de ideia quem procura um SUV, TCROSS se parece com um carro normal nao se destaca, nasceu visual pobre, duvidam? so olhar vendas e a historia do jetta, que foi o mico da historia depois do ultimo facelift

      Excluir
  17. fui pra monte verde,MG vi somente 2 tcross somente, se fosse febre , teria mais carros... tinha mais kwid outsider do que tcross. kkkk vejo o mico futuro , igual o UP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grande coisa esse Kwid..
      Vc não viu foi nada então.
      Kwid nem carro é.

      Kwid não serve nem p limpar as botas do T-cross, quanto mais falar que isso é carro.
      Aff.

      Excluir
    2. Sandro... Estamos falando de carro!!!! Carro que respeita o consumidor !!!! Carro 05 estrelas!!!! LAMENTÁVEL A SUA COMPARAÇÃO!!!!! ESTE kwid Renault é lixo perto da T-CROSS... Zero estrela.... Lamentável pessoas com este tipo pensamento... brasil

      Excluir
  18. Na capital paulista não está faltando. Está cheio de Highline esperando comprador.

    ResponderExcluir
  19. Tenho um golf 14/15 1.4, de tanto a patroa encher, fui ver esse carro na CC. Que acabamento horrivel ! O highline com interior branco, parece carro de brinquedo, de (menina) as outras versões acabamento sofrivel. A única coisa que salva e o conjunto mecânico, e mesmo assim achei o 1.0 um pouco manco. Sinceramente a VW matar o golf para colocar esse carro, nem gostando da marca vai... Vou ficar com meu carro mesmo e esperar a FCA atualizar os motores do renegade. T-Cross não da.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Vamos atualizar..." escuto isso desde 2015... com a receita global em baixa, a atualização será adiada novamente pela Fiat

      Excluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.