Car.blog.br

Pesquisar este blog

Volkswagen T-Cross esgota 800 unidades da pré-venda

Categorias: , , , 23 Comentários

A Volkswagen do Brasil vendeu as 800 unidades reservadas da pré-venda do seu novo SUV compacto, o T-Cross, em uma semana. Anunciada no lançamento do modelo, em 19 de fevereiro, todas as unidades das versões Highline 250 TSI Automática e Comfortline 200 TSI Automática já foram comercializadas. A partir de agora, os compradores podem acompanhar o andamento de seus pedidos por meio do site vw.com.br/prevenda.

Volkswagen T-Cross - SUV

As primeiras unidades começam a ser entregues aos clientes Volkswagen já em abril, com os brindes especiais que estavam disponíveis na pré-venda. Os clientes que compraram o T-Cross na versão Comfortline 200 TSI receberão também o VW Connect (plataforma digital que conecta as principais informações do veículo em um aplicativo) e um cooler personalizado.

Volkswagen T-Cross - SUV

Além do VW Connect e do cooler personalizado, a versão Highline 250 TSI tem como brinde uma bicicleta dobrável da marca Volkswagen.

Volkswagen T-Cross - SUV

O T-Cross faz parte dos cinco novos SUVs a serem lançados pela Volkswagen na América Latina até 2020 e é produzido sobre a plataforma Modular MQB (usada no Golf, Jetta, Polo, Virtus, Tiguan, Passat, entre outros) - a qual traz requisitos de performance, segurança e tecnologia.



O T-Cross vem equipado sempre com motores TSI, turbo flex. Os modelos de acesso contam com o motor 200 TSI, de até 128 cv, enquanto o Highline adota o 250 TSI, de 150 cv, ambos com injeção direta.

Volkswagen T-Cross - SUV

O T-Cross tem entre-eixos de 2,65 metros, o que resulta em um bom espaço para passageiros e bagagem (373L a 420L). Há ainda no interior, dependendo da versão, painel de instrumentos totalmente digital (Active Info Display), seletor de perfil de condução e Park Assist 3.0. De série em todas as versões há Controle de Estabilidade (ESC)bloqueio eletrônico do diferencial, suporte para smartphone no painel, quatro entradas USB (inclusive para o banco traseiro), iluminação ambiente em LED e acabamento com apliques decorativos no painel.

Volkswagen T-Cross - SUV

A lista de itens contempla ainda faróis full-LED, seis airbags, saída de ar-condicionado para o banco traseiro e teto solar panorâmico, entre outros recursos.

Volkswagen T-Cross - SUV

O T-Cross chega ao mercado em março, em quatro versões: T-Cross 200 TSI (a única a trazer o câmbio manual de seis marchas) - R$ 84.990 reais; T-Cross 200 TSI Automático - R$ 94.990 reais; T-Cross Comfortline 200 TSI Automático - R$ 99.990 reais e T-Cross Highline 250 TSI Automático - R$ 109.990 reais.

23 comentários:

  1. genti.....que sucesso!!!! estou apoplético!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é pra menos... O melhor disparadamente disparado na categoria...

      Excluir
  2. Demorou para vender, talvez se fossem 800 da versão 1.0 TSI, teria vendido rapidamente, uma vez quê, no mesmo dia acho que teria acabado...
    O T-Cross é o carro dos sonhos do Carlos4C, vindo com uma bicicleta... A VW deveria dar uma bike dessas para ele!
    Campanha uma Bike VW para o Carlos! Tem que ter Versão especial, com Active Info display, central multimídia e suporte para celular rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Demorou para vender, talvez se fossem 800 da versão 1.0 TSI

      Relincho puro. A que acabou primeiro foi exatamente o T-Cross 250 TSI (1.4 TSI). Essa aí acabou no primeiro dia. E depois em menos de 1 semana, vendeu as demais 400 unidades.

      nesta semana foi o SUV mais vendido do Brasil, disparado. Vendeu sem que o comprador o veja. Um carro de mais de R$ 100 mil reais.

      Excluir
    2. Por isso eu falei que teria vendido rapidamente se fossem 800 da 1.0 TSI, uma vez que no primeiro dia já tinha sido vendidas as 400 unidades...
      Ou talvez o preço esteja muito salgado... Quem quer gastar 110 mil em um carro, o quer completo. Os equipamentos do T-Cross de série são bons, porém para o carro ficar completo, o comprador terá que investir mais 15-16 mil reais... Provavelmente por conta disso que demorou para vender, além disso, já no 1° dia, as unidades Highline só tinha como opcionais liberados o do Active info Display (sei disso porque cheguei a ver, mais por curiosidade do que para comprar)...
      Sobre relincho, isso aí é sua atribuição...

      Excluir
    3. Por isso eu falei que teria vendido rapidamente se fossem 800 da 1.0 TSI, uma vez que no primeiro dia já tinha sido vendidas as 400 unidades...

      Continua relinchando.

      No primeiro dia foram vendidas 400 unidades da Highline 250 TSI de R$ 125 mil. Essa esgotou no primeiro dia, na verdade esgotou em menos de 10 horas. Logo, se tivessem mais dessa versão, a venda do lote de 800 unidades teria acontecido em 48 horas.

      A que demorou mais foi a versão de R$ 100 mil reais.

      E aí o espécime vem em diz que se tivesse mais da versão que demorou mais para vender, teria vendido mais rápido.

      Esses espécimes não sabem nada de lógica. É relincho atrás de relincho.

      E de mais a mais, tá muito preocupada com vendas do T-Cross. Não sei qual o motivo. Não tem qualquer relação com o produto. Não o vende, não o desenvolveu, e nem tem dinheiro para comprá-lo. Tá preocupado com uma coisa que não é da sua conta. Fofoca pura. Fofoqueira.

      Excluir
    4. Poderia ter colocado a 200 mil que venderia tudo; brasileiro adora ser o primeiro a ter.

      Excluir
  3. Precisou de 7 dias para vender APENAS 800 unidades?
    Pré-venda do Creta, HR-V, Kicks, foram muitos melhores e superiores.

    Não chegou nem perto da expectativa que a VW BR aguardava ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pré-venda do Creta, HR-V, Kicks, foram muitos melhores e superiores.

      Creta, Kicks e HR-V não tiveram pré-venda.

      Excluir
    2. Tiveram, sim.
      É alguns até com ágio, diga-se de passagem...

      Excluir
    3. Deixa o Carlos continuar nos relinchos !

      Excluir
    4. vamos aos fatos. O Creta foi lançado em dezembro de 2016. Em janeiro de 2017, um mês depois de lançado, o Creta vendeu 637 unidades.

      https://www.car.blog.br/2017/01/lista-50-suvs-mais-comprados-do-brasil.html

      Ou seja, o T-Cross vendeu mais em 1 semana que o Creta em 1 mês depois do lançamento.

      O HR-V foi lançado em janeiro de 2015. Em fevereiro vendeu 8 unidades. Em março, 3º mês de vendas, vendeu 2.382 unidades. O T-Cross em 1 semana vendeu 800 unidades, o que corresponde a 3.300 no mês, 1.000 unidades a mais que o HR-V.

      fatos. apenas fatos. O resto é relincho de jaspion.

      Excluir
    5. O fato é que essa pré-vendas do T-Cross ficou muito aquém das expectativas.

      Qdo passar o efeito novidade e conseguir vender +3 mil unidades mensais a VW BR tem mais é que comemorar ...

      Excluir
    6. Ficou "aquém das expectativas" e mesmo assim vendeu mais que o HR-V e o Creta juntos no primeiro mês de vendas.
      Por essa frase vemos que o Jaspion aí está se borrando todo com o T-Cross e está com elevadas expectativas do SUV da VW...

      Excluir
  4. Normalmente essas campanhas de vendas antecipadas são um sucesso. No caso do Kwid, por exemplo, vendeu 4 meses de produção antecipada e deu até problemas de entrega. O Polo vendeu uma barbaridade antes de ser lançado. De qualquer forma o T-Cross tem potencial para o sucesso. Não acredito que seja o SUV mais vendido, mais vai ficar no Top 5 com certeza.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A questão do Kwid foi que teve muitos que desistiram ao ver o carro pessoalmente (notar que era apertado)... Além é claro da Renault ter dado mole com problemas com recall e atrasos de entregas...

      Excluir
  5. O T-Cross é um SUV, não existe nada demais nisso, SUV's estão vendendo muito em qualquer lugar do planeta. O Honda HR-V na sua estreia tinha fila de espera de 90 dias. SUV vendem bem de qualquer forma, no Brasil só não vendem mais porque são possuem preços bem salgados.

    ResponderExcluir
  6. Carlota está desesperada, 1.000 unidades mensais e olha lá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ^^ vítima do sistema educacional brasileiro passando atestado que não sabe fazer conta. O mês tem 4 semanas, 800 vendas em 1 semana, correspondem a 4,28 semanas. Logo ao longo mês os 800 correspondem a mais de 3.400 unidades.
      Povo que não sabe fazer conta e analfabetos é complicado. Não sabem nem escrever, nem ler, e querem se manifestar, mas só conseguem relinchar.

      Excluir
  7. Vamos ver quantos veículos serão vendidos .
    Hrv e Creta continuarão líderes .
    Esse VW lutará no máximo pela 2 posição .
    Apesar de parecer ser mais carro .

    ResponderExcluir
  8. Eu acho que o VW tem qualidade para se tornar lider, assim como up!, como polo tem. Mas a VW nao pode ser esquecer, que a compra do brasileiro e puramente emocional, entao a decisao nao vai ser o valor e sim se vai cair no gosto do brasileiro. Eu acho que vai brigar com lideres sim do segmento, vamos ver as cenas dos proximos capitulos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certamente que o T-CROSS tem potencial pra ser líder de vendas. Mas a VW adota medidas estranhas daí, só esperando pra ver. Tipo o Up!, largado pela marca. Fui numa CC da marca e nem tinha pra mostrar, muito menos andar. Fora a falta de um câmbio automático com o bom motor TSI ( exigência atual do mercado ) e até mesmo, vidros elétricos nas portas traseiras. Com isso tudo, optei pelo bom e velho Fox connect. Que atende e está com excelente CxB.

      Excluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.