Car.blog.br

Pesquisar este blog

VW Golf faz 45 anos e foca em esportividade no Brasil

Categorias: , 11 Comentários

O Volkswagen Golf, um dos maiores ícones da indústria automotiva mundial, está fazendo 45 anos. Em 29 de Março 1974, a fábrica da Volkswagen em Wolfsburg começou oficialmente a produção do que se tornaria o seu bestseller. No Brasil, o modelo segue firme, agora com um posicionamento de mercado que reforça sua aura de esportividade e tecnologia.

Novo VW Golf 2019 GTI

Há 45 anos atrás, ninguém na Volkswagen tinha qualquer ideia de que o sucessor do lendário Beetle faria. Em termos puramente matemáticos, um novo Golf foi encomendado em algum lugar do mundo a cada 41 segundos, todos os dias, sem interrupção, desde o início da produção. Há 45 anos, a Volkswagen vende em média cerca de 780.000 veículos Golf por ano.


Novo VW Golf 2019 GTI

Ralf Brandstätter, diretor de operações da Volkswagen Alemanha afirma: "O Golf é o cerne da nossa marca. Ele representa o progresso e tecnologia como nenhum outro carro. Por exemplo, o Golf fez a tecnologia de segurança acessível a milhões de pessoas pela primeira vez. Em gerações anteriores, o Golf contribuiu para o desenvolvimento da Volkswagen como marca e como grupo - um dos mais importantes produtores de automóveis no mundo."

Novo VW Golf 2019 GTI

O VW Golf é historicamente, há décadas, o carro mais vendido da Europa. E nos últimos anos consolidou-se como o segundo carro mais vendido do planeta. Na próxima geração a Volkswagen promete que o Golf continuará a ser um pilar fundamental na sua gama de produtos. A nova geração, que será vendida na Europa em 2020, terá o "estado da arte" em termos de assistência à condução, infotainment e "proporcionará um impulso decisivo para o futuro da mobilidade".

Novo VW Golf 2019 GTI

No Brasil, o VW Golf segue firme no mercado, agora com posicionamento de esportividade e tecnologia. A montadora retirou de linha as versões mais baratas do Golf (Comfortline e Highline), e mantém à venda apenas o Golf GTI.

Novo VW Golf 2019 GTI

Para este ano, a linha Golf no Brasil será reforçada com a chegada do Golf GTE, híbrido plug-in (que pode ser carregado na tomada), com maior autonomia, e que inaugura a Volkswagen no segmento híbrido no Brasil.

11 comentários:

  1. Como sempre, o Golf fica, e os outros passam. O Golf é vendido no Brasil há mais de 20 anos, segue forte. Enquanto Focus saiu de linha, e Cruze definha.
    Com isso, o Golf mais uma vez mostra sua superioridade. Só um carro premium e icônico como o Golf a se manter em um mercado desafiador como brasileiro.
    E olhe que não é para pouco. O Golf mais barato agora vai custar R$ 150 mil. Se antes já era um carro premium, agora fica ainda mais.
    E merece. Golf tem que ser caro mesmo, para selecionar os compradores. Não pode ser qualquer mané a andar em um carro desse.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas depois de uns 15 anos qualquer mané está andando.

      Excluir
    2. Nem vc Carlos,não aceitam vale transporte para compra.

      Excluir
  2. Somente quem tem um Golf sabe o que é um carro bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Errado. Todos sabem que o Golf é um dos melhores carros do planeta. A questão é que ele é um carro premium, caro, e que exerce enorme fascínio em quem gosta de carros, mas nem todos podem comprá-lo.

      Excluir
  3. VW Golf, nao há nada nada igual a esse carro, de longe o melhor carro produzido no mundo até hoje.

    ResponderExcluir
  4. Golf é um mito.
    Basta ver que, quando um novo modelo é lançado, ou mesmo uma nova geração de algum modelo, a referência é SEMPRE o Golf. E dificilmente chegam ao mesmo patamar na mesma geração. Estão sempre uma geração atrás. Até marcas dentro do próprio grupo VW o utilizam como referência.
    Infelizmente é um carro caro para os padrões brasileiro. Ainda bem que a VW lançou o Polo, que é praticamente um Golf simplificado.

    ResponderExcluir
  5. Mico para os compradores. A nova geração será lançada antes do salão de Frankfurt e virá ao Brasil importada. Aí sim será uma bela compra.Novo Chassi, tudo novo.

    Na Argentina eles ainda tem o Golf GTI R com tração integral e motor mais forte que o vendido no Brasil.
    Mataram o Golf para poder vender o Polo SUV, Chamado de T Cross por uma fortuna.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O chassis, ou melhor, a plataforma será a mesma, apenas alongada. O GTI G7 hoje no Brasil é uma excelente compra.

      O TCross é melhor e mais seguro que os SUVs ofertados, vale quanto pesa. Todo SUV é caro porque é modismo feito pra classe media tupiniquim. É o momento pras montadoras fazerem bastante dinheiro.

      Excluir
  6. Antes de 2021 não veremos a geração 8 por aqui. E o preço será consideravelmente maior, já que virá importado da Alemanha, com mais potência, fala-se em 250 a 290 cv, e tecnologia embarcada. Deve bater nos 200 mil. GTI 7.5 é uma ótima compra no momento para quem busca um esportivo. O melhor custo beneficio.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.