Car.blog.br

Pesquisar este blog

Novo Ford Focus 2019 ganha suspensão por eixo de torção

Categorias: , , , 42 Comentários

A Ford revelou o Novo Ford Focus 2019 no último dia 10 - quarta geração do hatch médio que será vendido inicialmente na Europa, China e EUA. Essa nova geração é totalmente nova, baseada na plataforma C2, e traz como principais novidades mecânicas o abandono da transmissão de dupla embreagem por uma de conversor de torque, e a substituição da suspensão traseira multilink por um eixo de torção, nas versões com motor até 1.0 EcoBoost e 1.5 Turbo Diesel.

Novo Ford Focus 2019

Dessa forma, a Ford, com o novo Focus, segue a receita que a Volkswagen aplica no Golf - modelo que, mesmo na Europa, adota suspensão traseira por eixo de torção nas versões menos potentes (veja aqui). Movimento similar foi feito pela Mercedes-Benz no Novo Classe A 2019 - que também usa o eixo de torção.

Novo Ford Focus 2019

Segundo os engenheiros da Ford Europa, a adoção do eixo de torção na traseira do Focus 2019 permite uma redução de custos e também de peso, sem prejuízo para o comportamento dinâmico, já que eles juram que o eixo de torção é "tão bom" quando o multilink usado no Focus da atual geração.

Novo Ford Focus 2019

Esta é a primeira vez na história que o Focus usa eixo de torção na traseira. E também o primeiro modelo hatch médio da Ford a usar esse esquema desde a descontinuidade do Ford Escort - que foi subsitituido pelo Focus MK1.

Novo Ford Focus 2019 - suspensão por eixo de torção

Segundo a especificação do Focus 2019, todos os Focus com motor 1.0 EcoBoost, incluindo o do 125 cv e todos os Focus com motor 1.5 Turbo Diesel adotam eixo traseiro de torção na suspensão traseira, que terá características "tão boas quanto o Focus de hoje", que tem uma suspensão traseira totalmente independente, e que é impossível notar a diferença entre esse novo esquema e o multilink usado atualmente.

Novo Ford Focus 2019 - suspensão por eixo de torção

Essa nova suspensão por eixo de torção do Focus é baseada na suspensão do Fiesta ST, que também usa eixo de torção na traseira.

Novo Ford Focus 2019

Já os Focus 2019 de especificação mais alta, com motor 1.5 EcoBoost e 2.0 Turbo Diesel terão uma suspensão traseira independente, double-wishbone, destinada a melhorar ainda mais o conforto. Esse esquema - de série no crossover Active, na versão Estate e nas Vignale - oferece mais precisão e uma resposta de direção mais rápida.

Novo Ford Focus 2019 - suspensão por eixo de torção

O Focus ST-Line também conta com suspensão mais baixa e amortecedores mais duros nas versões com suspensão double-wishbone.


No caso da transmissão, o Focus também segue, em âmbito global, a solução adotada pela Volkswagen para o Golf vendido na América do Norte e Brasil.

Novo Ford Focus 2019 - câmbio automático

Ou seja, substitui a transmissão de dupla embreagem (não apreciada pelos americanos) por uma automática convencional de conversor de torque, no caso do Focus com 8 marchas. Não há mais Focus com transmissão DCT - ao contrário do Golf, que ainda adota DSG nas versões GTI, e nos modelos vendidos na Europa.

Novo Ford Focus 2019

Além dessas atualizações mecânicas, o Focus é um carro quase que totalmente novo de para-choque a para-choque, dos pneus ao teto. Novo estilo, melhorias em segurança, economia, conectividade e interior.

Novo Ford Focus 2019

O modelo está com entre-eixos mais amplo (2,7 metros) e cerca de 2 cm mais longo e um pouco mais largo - oferecendo mais espaço no banco traseiro - um problema crônico do modelo atual. Enquanto isso, sua nova estrutura frontal melhora a segurança contra acidentes sem sobrecarga.



A carroceria do Novo Focus usa mais extensivamente aços de ultra-alta resistência - o que, no geral, fez a rigidez torsional aumentar em 20%. Isso permite que a engenharia seja mais flexível no ajuste de suspensão. Os painéis da carroceria são 25kg mais leves que os do Focus anterior, o interior perde 17kg e o trem de força e o sistema elétrico perdem até 6kg e 7kg, respectivamente.

Conclusão

Novo Ford Focus 2019

A adoção de suspensão por eixo de torção nas versões menos potentes do Focus é uma clara inflexão racional, já que é uma arquitetura até melhor para ser usada em carros sem pretensão esportiva (como apontamos aqui), pois é mais barata, mais leve, mais robusta, e de manutenção mais barata e esporádica, sem qualquer prejuízo em termos dinâmicos e de conforto.

42 comentários:

  1. Putz...vida de orelha leitor de ficha técnica é difícil. Muitos auto-entitulados "jornalistas automotivos se incluem nessa categoria de orelha.
    Quer ver? basta procurar avaliações de Golf 1.0 TSI no Brasil e verá que tem um monte de "jornalista" dizendo que o Golf 1.0 TSI "mimimi perdeu a multilink"...
    BUUMMMMMMMMMMMMM!!!!!! Levou BOMBA! Golf 1.0 TSI tem eixo de torção no mundo inteiro.

    Todos os orelhas e idiotas de plantão repetiam como papagaios amestrados o mimimimi "downgrade no Golf"...mimimimi..."mimimi"...mimii"

    Repetem a baboseira pois não entendem PORRA NENHUMA de aspectos técnicos. Zero. São uns orelhas que só repetem baboseira.

    Eu sempre defendi as alterações no Golf brasil e dos EUA. Mas tem orelha repetindo o mimimi até hoje.

    Agora vemos que a VW, como sempre, foi visionária. Que tinha um line-up muito mais racional e adequado no Golf.

    Resultado: Ford e Mercedes-Benz seguiram a receita trilhada inicialmente pela VW há mais de 5 anos.

    Mas, os orelhas, como bons orelhas, do alto de suas ignorâncias, vão continuar a relinchar o coro dos ignorantes, dos manés e leitores de ficha técnica, afinal eles acreditam em tudo que os deptos de marketing vendem. Eles são mesmo inacreditáveis...kk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Redução de custos, igual a VW ponto final!

      Excluir
    2. Igual à Mercedes também?

      Qualquer consideração sobre custos de montadoras é orelhada. Esses são segredos industriais.

      Mas há uma lei de microeconomia que trata de economia de escala. Quando mais se produz um produto com mesmas características, o custo cai. E há o custo de projeto também.

      Então, projetar e fabricar dois tipos de suspensão para o mesmo carro é mais caro que projetar um só.

      De qualquer forma, o esquema "multilink", que é o grande fetiche dos idiotas repetidores de baboseiras, está em desuso no Classe A e no Focus.

      Tiraram o multilink e colocaram o double wishbone.

      Excluir
    3. Carlota Vittar aceita que dói menos!

      Excluir
    4. Ei Carlota4patas, no Carplace deu que o PASSAT triplicou em vendas.

      Excluir
    5. Moçoila revoltada... Então nem a Mercedes pensa na otimização dos cuatos... Sei... E focus agora é parâmetro para o Golf... Sei... Vittar, aceita que dói menos!

      Excluir
    6. a lógica é clara: redução de custos.

      Excluir
    7. Qual o problema de redução de custos? Todas as empresas do planeta e todo momento e a todo instante estão procurando reduzir custos.
      E aí um monte de mané fica repetindo obviedades: "mimimi redução de custos".
      Bom, reduzir custos com dois projetos e dois esquemas para o mesmo carro? Acho difícil, pois reduz economia de escalas.
      Mas economia de escala é algo que vai além da compreensão dos repetidores amestrados de baboseiras.

      Excluir
    8. "Repetem a baboseira pois não entendem PORRA NENHUMA de aspectos técnicos. Zero. São uns orelhas que só repetem baboseira."

      Isso mesmo, igual aquele teu link do Inmetro sobre o Polo ser um hatch médio huahauhauhauhuahuahahhaha

      Excluir
    9. Quando o concorrente reduz custos é detonado, já quando é a VW tudo bem... é tão bonito ver a imparcialidade do Carlos4Calois...

      Excluir
  2. Impossivel fazer uma materia sem citar a VW?

    ResponderExcluir
  3. Parabéns vw pela invenção do exi de torção a 5 anos.

    ResponderExcluir
  4. Mais uma montadora reduzindo os custos de produção em seus modelos de entrada "pé de boi", regressão de tecnologia para aumento do lucro, logo a fórmula 1 adotara também eixo de kombi e tiptranco em seus carros!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falando em tiptranco, hoje em dia da pra dizer qual câmbio automático é melhor entre os tipos existentes no mercado?

      Estou querendo comprar um carro automático, mas sempre leio comentários sobre tiptronic ser bom, ruim...
      O mesmo acontece com o CVT e os de dupla embreagem.
      Só dirigi carro com câmbio tiptronic e achei as mudanças de marchas normais.

      A única certeza que tenho é que carro automatizado como o da Fiat eu tô fora!

      Excluir
    2. O tiptronic não é ruim, a parodia aqui é que a VW tirou o DSG7 do Golf TSI, era um cambio excelente, porém uma bomba relógio, e o blog insistiu que o carro equipado com este cambio, possuía desempenho melhor, mas não tem. Em relação ao DSG7, o tip tem tranco, mas não é nada absurdo, é um bom cambio.

      Excluir
    3. a VW tirou o DSG7 do Golf TSI, era um cambio excelente, porém uma bomba relógio

      O DSG-7 é um câmbio excelente mas não é bomba alguma. Câmbio confiável. Foi tirado do Brasil pois o povo reclamava do barulhinho.

      Relincho:

      o blog insistiu que o carro equipado com este cambio, possuía desempenho melhor, mas não tem.

      Vamos aos fatos:

      O Golf TipTronic tem melhor desempenho em pista que o Golf DSG, veja o Golf/A3 TipTronic enrabando o Golf DSG na písta:

      http://www.car.blog.br/2016/10/audi-a3-sedan-nacional-supera-golf-14.html

      Além disso, Golf DSG tem uma revisão de 2.500 reais a cada 60.000 km, enquanto o câmbio TipTronic dos Golf/A3 nacionais não precisam de manutenção JAMAIS.

      Desempenho e consumo

      http://www.car.blog.br/2016/01/golf-14-tsi-flex-automatico-2016.html

      Como podemos ver acima, o Golf 1.4 TSI TipTronic nacional anda mais, e foi mais econômico que o Golf 1.4 TSI DSG-7, segundo medições da Quatro Rodas e do INMETRO.

      Então, o sujeito que fala que o DSG é mais eficiente que o TipTronic não sabe o significado da palavra "eficiente", pois os números dos testes mostram o Golf TipTronic anda mais e bebe menos que o Golf DSG, ou seja, o Golf TipTronic é o mais eficiente.

      Em resumo: Golf Tip superior em tudo!

      Isso são fatos. O resto é relincho de orelha que não sabe nada e fica repetindo baboseira como um papagaio amestrado.


      Excluir
    4. De cada 10 pessoas que eu converso que tenham o golf dsg7, 7 tiveram problema com o câmbio. Realmente, não é uma "bomba relógio".

      Excluir
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
  6. Respostas
    1. Gustavo pimenta. Quase nunca acesso o blog. Mas todas as matérias tu fala do Carlos. De duas uma, ou tu tem raiva do cara ou vc só pensa nele.... Brother um concelho procura um psicologo.

      Excluir
    2. Quase não acesso o blog. Mas uma coisa é certa, toda publicação vou ver um comentário seu citando o Carlo. No mínimo estranho, de duas uma, ou ele te "machucou" te deixando com muita raiva ou tu não consegue ficar sem atenção dele. Chama o cara PM brother é é solve isso. Jkkkkkkkk

      Excluir
    3. "Quase não acesso o blog"...
      Sei...

      Excluir
    4. Melhor acessar mais o blog e acompanhar os cometários do "Carlo" , né ?

      Excluir
  7. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Vergonha como a Ford copiou descaradamente a traseira do Citroen DS5 !!! O DS5 entrou em produção em 2013 e depois de 5 anos, a Ford cópia. Uma pena a falta de criatividade de uma montadora desse porte. Viva os carros japoneses dos anos 90s, pois estes tinha alma e criatividade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, lembra demais a traseira do DS5, tive essa impressão também

      Excluir
    2. O pior que copiou do carro errado, essa traseira ficou simplesmente horrorosa. O carro perdeu toda a personalidade. Dá-lhe Golf!!!

      Excluir
    3. Cara, vc só olhou a lanterna? A traseira do Focus é muito mais Chapada (reta), só a lanterna lembra um pouco. Se foi cópia, está mais para Volvo v40.

      Excluir
  10. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  12. Vamos lá haters, critiquem a Ford, como fizeram com a VW quando fez as mesmas alterações no Golf.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os haters não tem capacidade de crítica. Eles não criticavam o Golf, apenas repetiam como papagaios amestradinhos as baboseiras de alguns "jornalistas" que não sabem nada.
      Haters = idiotas. Não se pode pedir deles o que eles não podem entregar: pensar, raciocinar e tirar conclusões lógicas.

      Excluir
    2. Se intitulou de idiota kkkkk vc é hater de tudo que não é VW
      Seu idiota assumido!

      Excluir
  13. Acredito que para a realidade do brasil o eixo de torção seja mais robusto e sendo assim ofertando menos manutenção e quando ocorre é bem mais em conta mas dizer que o eixo de torção é melhor ou que oferece a mesma resposta de ação ai já é blablabla a verdade é uma só redução de custo em prol das montadoras e menos dor de cabeça para nós brasileiros em que os carros devem possuir suspensão de 4x4 para suportar nossas vias, simples assim daqui uns dias Ferrari vendida no Brasil será ofertada tambem com a mais alta tecnologia em suspensão o tão moderno eixo de torção.....

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.