Car.blog.br

Pesquisar este blog

VW Polo 2018 1.0 MPI: preço, consumo, desempenho - vídeo

Categorias: , , 83 Comentários

O novo Polo 2018 foi lançado há cerca de quinze dias na Europa e no Brasil, quando pudemos fazer um teste drive com o modelo 200 TSI Comfortline Automático. Agora chega o momento de avaliarmos o Polo de acesso, com motor 1.0 MPI (precificado em R$ 49.990 reais) - um carro cedido pela concessionária V12 Motors (DF), telefone (61) 3329-9999.

Novo VW Polo 2018

Esteticamente, este Polo 1.0 MPI traz as mesmas mudanças dos demais modelos, sendo idêntico ao Polo MSI, versão com motor 1.6 (veja essa versão clicando aqui). O vídeo a seguir traz os detalhes e nossas impressões dinâmicas.



A rigor, a única diferença visual este este Polo 1.0 MPI e o Polo 1.6 é ausência do emblema MSI na parte inferior direita da tampa do porta-malas. Assim, não há qualquer indicação externa de que se trata de um Polo "mil".

Novo VW Polo 2018

Assim como as demais versões, este Polo tem 4,05 metros de comprimento, largura de 1,75 metros e uma altura de 1,46 metros. A distância entre eixos é de 2,56 metros. É claramente mais longo e mais largo do que o Polo anterior, e sua altura foi reduzida em 2,1 centímetros. E isso dá ao Polo uma aparência de Golf - mais esportivo. O coeficiente aerodinâmico é Cx 0,33.

Novo VW Polo 2018

O interior deste Polo 1.0 MPI evidentemente não tem o mesmo padrão de revestimentos do Golf, mas não deixa de ser muito bem construído. Os plásticos do painel são texturizados, com tonalidade uniforme e aparentam elevada qualidade. Ao se tocar nos mesmos sente-se peças maciças e robustas.

Novo VW Polo 2018 - interior - painel

A decoração interna é sóbria, com tonalidade em cinza escuro nas partes inferiores, e um elemento central que abriga o cluster de instrumentos e o sistema de informação e entretenimento em cinza grafite - compondo um resultado de muito bom gosto e agradável.

Novo VW Polo 2018 - interior - painel de portas

Os painéis de porta dianteiros seguem o padrão em cinza com elementos grafite. Na parte em que há contato com o braço, há um tecido de revestimento macio. Os comandos estão bem posicionados e em posição ergonômica.

Novo VW Polo 2018 - interior

O exemplar do Polo 1.0 MPI aqui avaliado conta com o pacote opcional Connect, de R$ 2.600 reais, resultando em um preço total de R$ 52.590 reais, já trazendo, além dos itens de série (ar-condicionado, vidros elétricos, direção elétrica, sistema de som, travas elétricas), controle eletrônico de estabilidade, controle de tração, sistema multimídia Composition Touch, volante multifuncional, computador de bordo e rodas de liga leve de 15 polegadas.

Novo Polo 2018 - Sistema multimídia Composition Touch

O volante está bem posicionado, mas esta versão não tem ajuste de altura ou profundidade - o que não faz falta, pois todos os Polo vem com banco do motorista com ajuste milimétrico de altura. Então conseguir a ótima posição de dirigir não é difícil, mas não será possível usar uma "posição esportiva" (volante e assento baixo).

Novo VW Polo 2018 - interior - espaço interno

No Polo a posição de direção é naturalmente mais elevada que a do Golf e de outros modelos da marca. Nesta versão de acesso os espelhos externos são ajustados por meio de um comando interno mecânico - e não contam com ajuste elétrico. O porta-malas é aberto por meio de um botão no console central, ou pelo controle remoto. Não há botão de abertura externa.

Novo VW Polo 2018 - espaço interno

Os bancos são ergonômicos e confortáveis, mas são de dimensões ligeiramente menores que os usados no Golf. Os assentos estão adequados para dois adultos e uma criança. O espaço traseiro é surpreendente para um carro compacto (oficialmente classificado como médio pelo INMETRO)- especialmente o destinado aos joelhos.

Novo VW Polo 2018 - espaço interno

O porta-malas tem capacidade de 300 litros. Caso se rebata o encosto para estender o espaço de carga, obtém-se até 1.071 litros. Sob o assoalho do porta-malas há o estepe de uso temporário. Com ele em uso, não se pode ultrapassar 80 km / h.

Novo VW Polo 2018 - painel com iluminação ambiente

Segurança

Antes de chegar ao mercado, a Volkswagen decidiu patrocinar um teste de colisão de LatinNCAP (veja aqui). A agência responsável pela avaliação da segurança dos carros vendidos na América Latina deu a pontuação máxima de cinco estrelas para adultos e cinco para crianças, com uma menção especial para também passar o teste de proteção de pedestres.

Motor e transmissão

O Polo 1.0 MPI é um carro que pesa 1.048 Kg e adota um motor com 75 cv e 9,7 Kgfm de torque com gasolina, chegando a 84 cv e 10,4 Kgfm de torque com etanol. Esse motor está associado com uma transmissão manual de cinco marchas. Tração dianteira.

Novo VW Polo 2018 - motor 1.0 MPI - 84 cv

Segundo dados da VW, o Polo 1.0 MPI, com gasolina, acelera de 0 a 100 Km/h em 13,3 segundos (13 segundos com etanol), e atinge 166 Km/h (170 Km/h com etanol).

Novo VW Polo 2018 - interior

O Polo 1.0 MPI pesa 1.058 Kg, cerca de 130 Kg mais pesado que o Up! MPI, que usa o mesmo motor. Entretanto, o motor do Polo tem um pouco mais de potência e torque, e a transmissão tem relações de 1ª, 2ª e 3ª mais encurtadas. Com isso, na prática, conseguiu-se um desempenho praticamente no mesmo nível do Up! MPI - que é um dos melhores carros 1.0 não turbo do mercado em termos de performance. Quem está acostumado com o Up! MPI, perceberá que este Polo 1.0 anda igual ao excelente e ágil irmão sub-compacto.

Novo VW Polo 2018 - interior - espaço traseiro

O motor do Polo oferta bom torque em baixos regimes, e continua a disposto quando se continua a se acelerar o carro, mantendo a disposição tanto em baixas quanto em altas rotações.

Novo VW Polo 2018 - dianteira

É um comportamento diverso do observado no Fiat Argo 1.0, que, com seu com seu motor FireFlye de apenas 2 válvulas por cilindro, perde vitalidade quando se passa de 3.500 RPM - acima dessa rotação a oferta de torque do Argo "morre", enquanto no Polo isso não se verifica. Isso é resultado da arquitetura mais moderna do motor VW EA-211 1.0 12V com quatro válvulas por cilindro, além dos comandos com variação de fase na admissão e escape.

Novo VW Polo 2018

O resultado é um desempenho adequado para um carro 1.0, mas há opções para quem demanda desempenho adicional, como o Polo MSI, com motor 1.6 e transmissão manual, quase 4 segundos mais rápido na aceleração de 0 a 100 Km/h.

Novo VW Polo 2018 - traseira

Voltando a esta versão 1.0 MPI do Polo, sua performance é adequada para uso em cidade, com acelerações e retomadas corretas, sem ser esportivo. Fica claro, porém, que as marchas mais curtas exigem trocas mais constantes que no Up! MPI, mas em termos de agilidade o Polo deve muito pouco para o irmão menor, como pode ser verificado nos dados oficiais da VW para os dois modelos, que relacionamos na tabela abaixo.

VW Polo 1.0 MPI - Desempenho e Consumo

Modelo - Motor
DesempenhoConsumo [Km/l] - Gasolina
0 a 100 Km/h80 a 120 km/h Vel. Máxima [km/h]CidadeRodovia
VW Up! MPI12,616314,215,3
Polo 1.0 MPI (75/84)132017012,914,3
Chevrolet Onix13,32216712,915,3
Fiat Argo 1.013,416214,215,1
Hyundai HB20 1.014,62516112,514,1

O resultado cerca de 3% pior no Polo 1.0 MPI em relação ao Up! MPI na aceleração de 0 a 100 km/l foi obtido por meio de um incremento de potência (84 cv no Polo contra 82 cv no Up!) e de torque (10,4 Kgfm no Polo contra 10,2 Kgfm no Up!). No quadro abaixo mostramos os dados dos dois modelos, e suas respectivas relações peso/potência e peso torque (quanto menores, melhores).

VW Polo - Relação Peso / Potência e Peso / Torque

Modelo
Motor
PesoPotência (E)Torque (E)Peso/potênciaPeso/torque
VW Up! MPI9228210,411,288,7
Hyundai Hb20 1.09908010,212,497,1
Polo 1.0 MPI10588410,412,6101,7
Chevrolet Onix 1.01034809,812,9105,5
Fiat Argo 1.011057710,914,4101,4

Em relação aos seus concorrentes, o Polo 1.0 MPI oferece uma melhor relação peso/potência e peso/torque que o Fiat Argo 1.0 e que o Onix 1.0, mas fica atrás nesse quesito em relação ao Hyundai Hb20 1.0. Curiosamente essa "vantagem" do HB20 não se reflete na prática, já que o modelo sul-coreano é que tem os piores números de desempenho e consumo.

Dinâmica de Golf, conforto de Corolla

Uma das grandes novidades do Polo 2018 é que ele se tornou o modelo de suspensão com ajuste mais confortável da marca. E, apesar disso, e da altura de rodagem 2 cm mais alta, o comportamento em curva permanece referencial, neutro e previsível, e com limites de aderência muito elevados. Isso é resultado também de o Polo brasileiro adotar barras estabilizadoras com de 18 mm, mais espessas que as usadas no europeu.

Volkswagen Polo 2018

Para efeito de comparação, a suspensão desse Polo 2018 está com um ajuste muito similar ao usado no Corolla - que é um dos carro mais bem adaptados para a realidade das vias de baixa qualidade e esburacadas brasileiras. É um ajuste que tende a agradar a imensa maioria dos consumidores pelo conforto oferecido aos passageiros.

Volkswagen Polo 2018

Essa suspensão do Polo, assim como a do Corolla 2018 (veja avaliação aqui), encara vias esburacadas e onduladas, absorvendo as irregularidades, isolando a cabine das oscilações. A elevada altura em relação ao solo também permite que se passe por lombadas, valetas e crateras sem que a suspensão chegue nem perto do fim de curso e sem risco de raspar qualquer parte inferior do carro.

Volkswagen Polo 2018 - interior

A direção elétrica é muito macia, e a progressividade correta quando se aumenta a velocidade. Dessa forma, ele é confortável em manobras, e seguro em velocidades mais elevadas.

VW Polo 2018 MPI

Por fim, o câmbio é o tradicional da VW, referencial em termos precisão de engates, mas neste Polo ele parece ainda melhor, com curso mais curto que o do Golf 1.0 TSI (veja avaliação aqui), mantendo a precisão do engate.

Garantia e revisões

O Polo 2018 é vendido com garantia de 3 anos para o veículo completo, e de 6 anos para perfuração de chapa por corrosão. As revisões são programadas, com custo fixo e realizadas a cada 10.000 Km ou 1 ano.

Conclusão

Volkswagen Polo 2018 - traseira

O Polo 1.0 MPI confirma o que já tínhamos observado na versão Comfortline: é um carro que sobe muito o nível do segmento, com espaço, dinâmica de condução e refinamento de acabamento ainda não visto nessa faixa de preço.

Ficha Técnica - VW Polo 1.0 MPI

Ficha Técnica - VW Polo 1.0 MPI
Ficha Técnica - VW Polo 1.0 MPI

83 comentários:

  1. Carro muito legal ease Polo mpi. Sem duvida alguma a melhor opção até 53k. Como tem plataforma MQB deve ser considerado como médio e nao compacto entendo eu. Vai vender muito bem basta usar a inteligencia na hora da escolha do 0km até 50k vc vai de Polo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MonstrEtios XS AT de entrada custa 57.170,00 se vc pagou 51.500,00 mostra o desespero da Toyota para conseguir vender... Agora comparar um Etios com Polo vc está de brincadeira neh... acho que dá para comparar os pneus... Tadiiiiiinho

      Excluir
    2. Paguei 51500 no etios hatch 1.5 automático e esse carro aí é 1.0 e câmbio manual poe 53 mil??

      MENTIRA. Simples assim. Não passa de um mané querendo o Polo e sem dinheiro para tal.

      Excluir
    3. O Etuos concorre com o Gol. E em breve teremos o Gol 1.6 automático bem superior ao Etios 1.5 at.

      Excluir
    4. Entre Move Up Tsi que é exelente e Polo mpi aspirado eu pegaria o Polo.

      Excluir
  2. Minha única restrição na versão é essa alavanca para regulagem do retrovisor externo. É muito pobre para um carro de mais de 50 mil.
    Quanto aos plásticos dos acabamentos, tá no mesmo nível do Polo atual, que é muito bom.
    Quem gosta de paninho nas portas que procure o outro. Mas cuidado que o puxador das portas vai ficar batendo nas suas pernas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa cara,ninguém percebeu que você esta falando do Argo!

      Excluir
    2. Que estupidez esse mimimi de sistema de ajuste do retrovisor externo do Polo MPI.
      Em um modelo de entrada tem que se priorizar o que é essencial. Detalhe. Nenhum concorrente do Polo tem isso que ficam de mimimi neste Polo. O Argo nem vidro elétrico atrás tem.

      O Polo tem vidros elétricos nas quatro portas, com one-touch, sistema de som de série, e ainda os seguintes itens:

      Computador de bordo
      "ABS" - freios com sistema antitravamento
      "Aerowischer" - palhetas do limpador de para-brisas com design aerodinâmico
      "Easy drive" - direção elétrica
      "Keyless" - sistema de alarme com comando remoto
      "Sit & Adjust" - banco do motorista com ajuste milimétrico de altura
      1 luz de leitura dianteira e 2 traseiras
      2 airbags dianteiros com desativação do passageiro e 2 laterais para os ocupantes dianteiros
      3 apoios de cabeça no banco traseiro com ajuste de altura
      4 alto-falantes
      Antena no teto
      Apoios de cabeça dianteiros
      Ar-condicionado com filtro de poeira e pólen
      Banco traseiro com encosto rebatível
      Cintos de segurança dianteiros com ajuste de altura, pré-tensionador e limitador de carga
      Cintos de segurança traseiros automáticos de 3 pontos (inclusive o central)
      Colunas centrais externas com aplique preto fosco
      Desembaçador, limpador e lavador do vidro traseiro
      Faróis duplos
      Fixação da cadeirinha de criança com sistema ISOFIX® / Top tether
      Iluminação interna
      Limpador do para-brisa com temporizador
      Maçanetas das portas e espelhos retrovisores na cor do veículo
      Motor 1.0 MPI
      Para-sóis com espelhos iluminados para motorista e passageiro
      Pneus 185/65 R15
      Revestimentos dos bancos em tecido
      Roda sobressalente compacta
      Rodas de aço aro 15" com pneus 185/65 R15 e super-calotas "Sports"
      Sistema de infotainment "Media Plus" com rádio AM/FM, CD-player, bluetooth, MP3 player e entradas USB, SD-card e AUX-IN
      Transmissão manual de 5 velocidades
      Travamento elétrico e remoto das portas, porta-malas e tampa de combustível
      Vidros elétricos dianteiros e traseiros com função "one touch" nos dianteiros

      E ainda assim, tem tem mané que fica de mimimim por conta de uma irrelevância do controle elétrico do retrovisor.

      Então, faz o seguinte: procure outro carro que tenha o retrovisor com ajuste elétrico.

      Se o retrovisor com botãozinho elétrico é tão importante para vc, pode ootar pelo Chery Celer, que tem isso, e custa R$ 10 mil a menos que o Polo.

      Vai la´, compre o Celer e seja feliz. E para de mimimi.

      Que povo chato. Putz.

      Excluir
    3. Não é chatura não "bicicleteiro",é falta de ergonomia.Veículo automotor que custa mais de 50kk e não tem retrovisor elétrico é mancada da montadora.Mas nem por isso o Polo deixa de ser a melhor compra nesse valor,mais que é mancada deixar passar esse item,há isso é...

      Excluir
    4. QUANTO mimimi desse Carlos viu,se retrovisor elétrico não é importante manda as marcas premium tirar então..carinha chato viu.

      Excluir
    5. Excelente consumo, os caras não tem coragem de mostrar o modelo de R$49.990 devido ter vergonha do painel do gol G5( mega moderno com design dos anos 2000) rs...

      Excluir
    6. Excelente consumo, os caras não tem coragem de mostrar o modelo de R$49.990 devido ter vergonha do painel do gol G5( mega moderno com design dos anos 2000) rs...

      Fio, o interior desse Polo aí da reportagem é EXATAMENTE o interior do Polo de R$ 49.990 reais. A única diferença é que o de R$ 49.9 mil tem uma multimídia com alguns botões a mais no centro. Só isso. O resto é exatamente igual.

      Excluir
    7. Acredito que não. No Polo mpi básico é um radio CD USB tipo Up muito bom também.

      Excluir
    8. Eu concordo com quase tudo que o Carlos4carros disse. Só acho que ele não deve ficar tão nervoso com as opiniões dos demais. Parece até que está sendo gratificado pela VW. Mas ele sabe o que fala.

      Excluir
  3. O carro ficou legal.... Faltou uns faróis de neblina para que o visual ficasse mais bacana, pois as rodas já ajudaram bastante.

    ResponderExcluir
  4. Kia Rio vai ser mais um concorrente nessa faixa de preço.

    ResponderExcluir
  5. Kia Rio vai ser mais um concorrente nessa faixa de preço.

    ResponderExcluir
  6. Se o polo MPI tivesse tudo o que o pessoal fala que deveria ter, custaria 100 mil!!
    É teto solar, soft touch, daqui a pouco tão pedindo condução autônoma...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perfeita sua intervenção! Perfeita!

      Excluir
    2. Exatamente!

      Pior que esse pessoal fica se apegando a irrelevâncias e mimimim...povo limitado...

      Excluir
  7. Fábio,eu verifiquei aqui no manual do meu High UP! e ele tem 10,4 kgfm de torque no Etanol.

    Eu estou para trocar meu High UP!, acredito que este Polo 1.0 MPI seja muito interessante olhando meu estilo de condução, mas a tentação é grande de pegar a versão TSI, mesmo que vc adote um comportamento mais conservador ao dirigir.

    O interior está adequado a proposta do carro, o impacto que alguns tiveram certamente foi pelo fato da VW ter mostrado a versão TSI Highline, então quando chegaram a MSI e 1.0 MPI acabou fazendo uma comparação injusta.

    A única coisa que deveriam rever é a cobrança de 450 Reais se não me falhe a memória pelas cores vermelha e branca, certamente minha escolha seria o vermelho, adoro esta cor.

    Vou fazer um teste drive nesta versão 1.0 MPI, espero que haja na concessionária tal versão, o que me frusta muito é quando vc quer comprar uma versão mais simples e oferecem como teste drive a versão mais sofisticada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bacana o seu comentário!

      Também achei estranho a VW está cobrando 450,00 nas cores sólidas Branco e Vermelho.
      Agora fica a curiosidade se essa cor sólida Vermelho da VW fica rosa com o passar do tempo, quando o carro fica muito tempo exposto ao sol e chuva.
      Tem carros da Fiat que a cor sólida Vermelho fica meio laranjado quando exposto a situação acima.
      Ah, é chato ver que as empresas ainda vendem o jogo de tapetes como acessório.
      Pelas imagens o Polo de entrada não vem com tapetes nas medidas do carro.
      Talvez as concessionárias possam dar de "brinde" aquele tapete universal que sobra borracha pra todos os lados no carro.

      Excluir
  8. genti...o carro esteticamente está muito lindo...adorei esse designer...a frente e do passat e a traseira de bmw série 1 angry birds...que eu, particularmente, acho mais bonita que a atual.

    gostei do acabamento interno...o cinza é de muito bom gosto....com alguns detalhes em cinza escuro...mais o que me impressionou mesmo são as peças bem encaixas...sem rebarbas...não tem os mesmos materiais do Golf...mais está muito bom!
    acabamento dele muito melhor que o do argo, e designer idem.
    e gostei também que ele é mais pesado que Onix e HB20 1.0 e bebe a mesma coisa em cidade! que coisa, não? Modernidade esse motor.
    na estrada e´stá bom, o ônix é melhor, mais é pura enganação...aquela 6ª marcha...lá.;...looonnnnnngggggggggaaaaaaaaaaaaaaaa...kkkkk me engana que eu gosto.
    axo ke quê esse carro por menos de 50 mil está ótimo custo x benfício...gente.,.esse carro aí é do tamanho do golf 2013....um porte bem imponente!

    ResponderExcluir
  9. me parece um bom carro, acho eu que a compra mais racional seria a versão 1.6.

    ResponderExcluir
  10. Meu primo tem um Cruze ano 2013, e sinceramente, o acabamento interno perde para o Polo. Sem contar o desempenho que perde de longe para o meu Up TSi, e o consumo que arece um Opala 6 canecos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tiago ...Cruze G1 não é parâmetro pra nada...em viagens vc precisa ser escoltado por um caminhão tanque...

      Excluir
    2. Já o Cruze 2017 é muito bom, tanto que o sedam é o 2º e o hatch o 1º em vendas.

      Excluir
    3. Realmente o Cruze 2017 é um bom carro.... mas vendas nao quer dizer muita coisa... esqueceu que o Vovorola é o 1º em vendas... fora que a GM já está praticando em um carro reém lançado descontos de até 7Mil

      Excluir
  11. No começo da semana passei na Saga aqui em Brasília pra falar com um amigo e aproveitei para dar uma olhada no 1.6. Carro muito bom, não gostei apenas de alguns detalhes mas coisa pouca, certamente uma boa compra pro segmento.

    ResponderExcluir
  12. Esperava mais do consumo desta versão do Polo.
    E outra de novo estes botoes de fogão como controladores de ar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esperava mais? É o mais econômico 1.0 em cidade. O Argo tá 14,2, mas isso é fake. Por conta do Start-Stop, que exige uma bateria de R$ 2.5000 reais. Então vc economiza uma merreca em cidade, fica com a enchição de saco de motor desligado a todo momento, e a cada ano gasta R$ 2.500 reis na bateria.
      O Polo é bem mais racional. Bateria que dura 10 anos e custa R$ 250 reais.

      E em estrada, o Onix só deu 15,3 por causa da 6ª marcha, que na prática não é usada, pois é muito longa.

      No fim, o Polo é o mais econômico na prática, mesmo sendo o maior e mais pesado, e o que mais anda também.

      isso são fatos. O resto é mimimii.

      Não tem dinheiro para comprar. para de chorar e vai trabalhar!

      Excluir
    2. Esse Start-Stop é uma bomba!

      Excluir
    3. Se a sexta do onix não é usada imagina a sétima e a oitava da Amarok....

      Excluir
    4. Se a sexta do onix não é usada imagina a sétima e a oitava da Amarok....

      para quem acha que já viu tudo em matéria de idiotices, pronto, temos aí uma prova que não há limites para o nível de idiotia que uma pessoa pode alcançar.

      Mas sabe o que é isso, né? Eu disse que ele só sabe comentar "é feio"..."é bonito"..."parece com tal caro"...que é a única coisa que esse sujeito comenta aqui, e aí ele deve ter ficado complexado, e resolveu opinar tecnicamente.

      E vem com essa pérola da transmissão ZF de 8 marchas da Amarok, que é a mesma da Porsche Cayenne, dos BMW, e etc.

      Meu deus, que mané. Só fala bosta. Só bosta. Não sai nada que preste. Nada. Só bosta.


      A 6ª marca do cãmbio mt do Onix 1.0 só foi colocada para dar número baixo de comsumio em estrada no INMETRO, e, com isso, a GM conseguir redução tributária do INOVAR Auto. Só isso.

      Esse Rafael não tem solução. kkkkkk

      É um caso perdido!

      Excluir
    5. Aperta no calinho dela que ela fica toda doloridinha !!!!!!

      kkkkkkkk

      "E vem com essa pérola da transmissão ZF de 8 marchas da Amarok, que é a mesma da Porsche Cayenne, dos BMW, e etc. "

      BMW não tem tecnologia dos anos 90?

      Fiquei na dúvida agora....



      Excluir
    6. Chola mais carlitos, relincha mais aí que tá pouco.

      Excluir
    7. Kkkkkk Carlotinha a maior pérola é a sua, dizer que uma bateria de carro dura 10 anos, kkkkkkkkk no máximo uma bateria dura 3 anos o que vc não faz pra proteger sua querida VW meu Deus.

      Excluir
    8. Leonardo, ele nunca teve que comprar uma bateria de carro. Pois nunca teve, não sabe da vida real de quem tem carro. Aí relincha que a bateria da VW dura 10 anos.

      Se ele tivesse dito que as marchas da shimano são boas, VC poderia acreditar. Caloy usas essas marchas

      Excluir
    9. Na verdade a Caloi usa S-ram também, usa ambos em suas diversas classes e combinações.

      Excluir
  13. Eu estava em cogitações para adquirir um Argo 1.0, mas declinei de minha opção depois de dois eventos. Um foi observar o interior do Argo, que é de qualidade muito questionável. Os plásticos tem aparência muito ruim, e muitas peças soltas.

    Mas relevei o acabamento ruim em prol de coisas que julgo mais importantes, coo espaço interno e desempenho. Gostei do espaço interno do Argo, mas do desempenho, não, muito fraco, deixando claro se tratar de um carro muito pesado.

    Quando começaram surgir informações sobre o Polo, puxei o freio e fiquei em stand-by para ver o que viria. Gostei do design do modelo europeu, mas suscitei a hipótese de que no Brasil, no mais das vezes, o preço seria impraticável.

    Qual não foi minha surpresa com o preço de R$ 49,9 mil para este Polo, e gostei do que vi. Já tinha analisado uma versão 1.6 no Vila Lobos, em SP, e agora este exemplar 1.0 MPI me pareceu bem apessoado.
    Me agradou a sobriedade do interior. Os materiais parecem de qualidade bastante superior aos demais carros dessa faixa de preço. O desenho interior e exterior está bem agradável.

    Sobre o motor, é certo que o 1.0T tem potência suficiente pra ultrapassagens em segurança. Fiz um test drive nesse 1.0 MPI para averiguar, e carro me agradou muito. O desempenho do Polo 1.0 é o mesmo do Up! MPI, que reputo bastante alvisseiro!

    O rodar do Polo é muito sólido, sugerindo tratar-se de um Golf, para os mais desaviados. No mais das vezes, deti-me absorto em apreciar o rodar macio e refinado deste Polo!

    Pensando com meus botões, e, dentro de uma óptica mais teórica, reputo fato de o motor ser 12V é uma vantagem e tanto sobre o motor 6V do Fiat Argo, senão vejamos.

    Pense que intuitivamente, numa ultrapassagem em pista simples, tende-se a pisar fundo. E nesse caso o motor 12V responde muito melhor em altos regimes rotacionais que o FireFly 1.0 6V da Fiat. Ponto para o VW!

    Ademais, aponto, com evidências empíricas, e sem procurar delongas, os motoristas comuns não sabem administrar a curva de torque, e o motor 4V faz isso melhor, já que oferta uma curva mais plana.

    Quando do momento em que fiz uma avaliação em sede de test-drive com o Argo imbuído de motor 1.0 da Fiat, o tal "vagalume", me deixou mal impressionado pois o torque some após 3.500 RPM.

    Já neste Polo temos um exórdio diferenciado. O motor é tão bom quanto o Firefly em baixa, todavia superior e mais disposto acima de 3.000 RPM, fruto inconteste do cabeçote muultivávlvulas.

    Acredito que com o tempo pontos criticáveis no Polo surgirão, mas, à primeira vista, em uma análise preliminar, após um pormenorizado test-drive, e com muitos aspectos subjetivos, considero este Polo uma peça de engenharia de 1ª linha como poucas vezes se vê nestas plagas.

    Desta feita, sinto-me positivamente confortável em dispendeu meus recursos monetários neste carro com motor 1.0, o qual reputo, dentro as opções até este limiar de preço de R$ 50 mil reais, o que mais agrega predicados racionais e objetivos vantajosos sobre seus competidores.

    No mais, será certamente o meu próximo carro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aí Valéry, vá fundo no Polo e lembre-se que é um MQB, isso não tem preço, a melhor e mais segura plataforma do mercado mundial ao seu alcance por 50k.

      Excluir
    2. "Já tinha analisado uma versão 1.6 no Vila Lobos, em SP".
      Ah é, em qual dia que você analisou a versão 1.6 no Villa Lobos? Eu estive no Villa Lobos nos dois dias abertos ao público, 30/09 e 01/10, e só tinham versões 200 TSI para o público conhecer.
      Você esteve no Villa Lobos nos dias reservados para a imprensa?

      "O rodar do Polo é muito sólido, sugerindo tratar-se de um Golf, para os mais desaviados. No mais das vezes, deti-me absorto em apreciar o rodar macio e refinado deste Polo!"
      O rodar do Polo é mais áspero que o rodar do Golf, está uma categoria abaixo. As sensações ao volante e o ronco do modelo 200 TSI lembram muito mais o UP TSI do que o Golf 1.0 TSI.

      "Pense que intuitivamente, numa ultrapassagem em pista simples, tende-se a pisar fundo. E nesse caso o motor 12V responde muito melhor em altos regimes rotacionais que o FireFly 1.0 6V da Fiat. Ponto para o VW!"
      O Polo 1.0 MPI tem 12V e duplo comando no cabeçote, o Argo 1.0 6V tem comando simples. Em baixa rotação o Argo responde melhor, em alta rotação o Polo responde melhor. Agora, nenhum dos dois é indicado para ultrapassagens em rodovia de pista simples. Nenhum dos dois tem força para isso.

      "Quando do momento em que fiz uma avaliação em sede de test-drive com o Argo imbuído de motor 1.0 da Fiat, o tal "vagalume", me deixou mal impressionado pois o torque some após 3.500 RPM.
      Já neste Polo temos um exórdio diferenciado. O motor é tão bom quanto o Firefly em baixa, todavia superior e mais disposto acima de 3.000 RPM, fruto inconteste do cabeçote muultivávlvulas."

      Em baixa rotação o Argo responde melhor, em alta rotação o Polo responde melhor.

      Excluir
    3. Colega Eddie, obrigado pelo conselho. Você já tem histórico de avaliações empíricas em utilizações de múltiplos usos de automotores com tal plataforma VW?

      Ricardo, eu fui ao Vila Lobos nos dia 26/09 para convivas, e pude avaliar em pormenores a versão 1.6 MSI, e muito me agradou aos olhos, ao tato, ao olfato e também à audição.

      O interior e as posições e designs de peças e componentes bem harmonizados, com noção de contexto. Tudo suscita um design pensado no todo. Os materiais, que, desta feita, inobstante não serem da mesma categoria dos empregados ao Golf, são belos e com texturas agradáveis ao tato. Os cheiros e as fragrâncias escolhidas me apeteceram.

      O rodar, todavia, pude apreciar em sede de teste de direção, em curto trajeto, mas bastante variado, reportei um rodar suave e liso, relembrando-se tratar do Polo 1.0 MPi, o qual tive a oportunidade de o conduzir.

      O silêncio interno me apeteceu a audição, a suspensão mostrou-se notavelmente macia e muito isolativa das defecções de pista normais por tais plagas. Não percebi vibrações, mas suavidade e silêncio.

      Quanto ao Argo, data vênia, discordo veementemente de sua arguição. Não! O Argo não responde melhor que este Polo em todas as situações que presenciei. Reputo tal fato ao maior peso, do Argo, conjugado ao motor de menor potência e torque.

      Fiquei deveras mal impressionado com a lentidão e dificuldade de aceleração e retomadas do Argo. Senti-se, inclusive, inseguro com tal falta de desempenho, mesmo em baixos regimes.

      Um panorama diametralmente diverso experimentei ao Polo 1.0 MPI, desta feita, ágil em baixa e em alta, e, simultâneo, suave e silencioso.

      Pormenores acerca de acabamento e qualidade de peças e finalizações, novamente percebi-me auscultando boas sensações ao entrar em detalhamentos do Polo, em contraste às decepções do Argo com alguns desvios, entendíveis em carros deste nicho. Mas o Polo não se permite tais deslizes

      De tudo que vi, senti acerca de Argo e Polo, reputo impossível colocá-los em mesmo patamar.

      Argo emana improvisação, brasilidade, jeitinho e, em alguns casos, gambiarras.

      O pequeno alemão, o Polo, por seu turno, suscita uma imagem de qualidade, solidez e precisão típicas de carros premium.

      Excluir
    4. Colega Valéry, as minhas avaliações da MQB são na prática mesmo, baseado na experiencia em rodovia e cidades, tenho Golf7 há exatamente 4 anos. Não existe nada igual, nem perto diria. Pra não magoar muita gente eu diria, talvez só o Civic 1.5T chega perto do Golf7 e agora do Polo.

      Excluir
  14. Preço por preço na versão 1.0, o polo é melhor que todos os concorrentes.

    ResponderExcluir
  15. Impressionante é o fato de ele pesar "apenas" 130kg a mais que um Up, que é um modelo bem menor. Isso deixa bem claro a qualidade do projeto e da plataforma MQB.

    Ainda acho que a versão 1.6 é a ideal. Com maior reserva de potência e torque vai dar pra desfrutar melhor de todas as qualidades do carro. Mas sem dúvida alguma esse 1.0 não é dos mais fracos, deve ter um desempenho satisfatório. Ainda vou fazer um test-drive nele.

    Visto de traseira ele me lembra o Golf. A largura dele já denota um carro bem assentado em curvas, sensação de dirigir que modelos médios proporcionam.

    Gostei da matéria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apesar do 1.0 mpi andar bem e ser muito econômico e iria de 1.6 litros se não tivesse bala para um 200Tsi.

      Excluir
  16. Acho bonito, o consumo deveria ser melhor um pouco

    ResponderExcluir
  17. Respostas
    1. De acordo com o nosso amigo Caloi.

      Excluir
    2. Gostaria de saber que bateria é essa que o Carloscecizinha fala que dura 10 anos se ele puder falar a marca? É cada uma!!

      Excluir
    3. Olha, meu Golf TSI completou 4 anos de uso e a bateria ainda é a original e não demonstra fadiga ou fim de vida, faço as medições em todas as revisões, start-stop e autohold sempre ativados. Se não estou enganado é uma Varta. Excelente.

      Excluir
    4. Seu carro tem Start stop? E pq o do FIAT Argo que o Carloscecizinha fala não presta ? Só pq é FIAT?

      Excluir
    5. Só rodo na cidade com start stop estimo entre 5 e 7% a redução de consumo alem da consciência menos suja sabendo que parado no farol nao estou queimando um grama de petróleo. Muito bom.

      Excluir
    6. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    7. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    8. um poser ecochato aqui! kkkkkkkk

      Excluir
    9. Muito bom. Motor desligado. Silencio total os vidros do Golf tem tratamento antiruido. Basta triscar no acelerador o motor. Vc já calculou qto tempo ou horas anuais o motor start stop fica desligado no farol ou engarrafamento ?

      Excluir
  18. 50 mil e não tem ajuste de altura do volante nem como opcional. O Up tem de série.

    ResponderExcluir
  19. Este Novo POLO parece ser um excelente carro em todos os aspectos. mas acho que a versão 1.0 MPI é boa para a cidade e tem um custo benefício melhor. Já para quem vai pegar estrada, com certeza a versão 200 TSI é a melhor de todas, aliando desempenho e consumo. A versão 1.6 tem um desempenho melhor que a 1.0, mas não tem um consumo tão bom. Por isso, acho eu a melhor versão, a 200 TSI do POLO, aliando o consumo de 1.0 e desempenho de 1.8

    ResponderExcluir
  20. o que vai ter galera tentando colocar essa frente no g5 , kkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VAI MORRER TENTANDO ATE PQ TUDO É MAIOR ,MAIS LARGO E PELO AMOR O FAROL É NITIDAMENTE DIFERENTE (DO POLO MAIOR E MAIS FINO )

      Excluir
  21. Carlos, neste MPI como é a comando para abertura do tampa de combustível? elétrico ou tem q dar a chave canivete para o frentista com mãos sebosas?

    ResponderExcluir
  22. Carlos, neste MPI como é o sistema de abertura da tampa de combustível? elétrica ou temos que dar a chave canivete para o frentista?

    ResponderExcluir
  23. Gosto deste blog, mas deveria chamar-se Carlota blog. Sujeito mal educado, já virou assunto até em outros sites de automóveis.

    ResponderExcluir
  24. Existe gente que faz de tudo para ter seus 5 min de fama nesta vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a reciproca é verdadeira hein! poser ecochato!

      Excluir
  25. Se não fosse o carlos este blog estaria falido, eu por exemplo só venho aqui para ler as asneiras dele. kkk

    ResponderExcluir
  26. Por esse preço melhor pegar o up tsi.

    ResponderExcluir
  27. Os botões do ar são iguais ao do meu antigo gol bolinha.

    ResponderExcluir
  28. Como o Polo é mais leve que o Golf, o 1.6 MSI com câmbio automático ficaria bem adequado; acho que com isso, a VW abriu uma lacuna com a falta dessa versão...Argentina foi agraciada com essa versão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ser que nesta " lacuna " que a volks tem aqui no Brasil, ainda se posiciona o FOX, que relativamente ainda vende bem. Mas, provavelmente, se o POLO vender bem e mais que o Fox, será lançado esta verão MSI com câmbio automático para preencher a lacuna e dar fim ao FOX.

      Excluir
  29. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  30. Estou pensando seriamente nesse Polo mpi ser o meu primeiro carro, a única duvida seria entre o UP!TSI

    ResponderExcluir
  31. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  32. Senhores... para conhecimento de todos, acabei de trocar meu UP MPI por um POLO MPI. Comparando os dois, no que diz respeito ao conforto, o POLO é infinitamente melhor (suspensão, ergonomia e conforto ao dirigir). Achei a direção elétrica muito mais leve no POLO.

    Tinha a dúvida com a relação ao 1.6 MSI, fiz o test drive e, sinceramente, não achei o motor 1.6 tão mais esperto... que justificasse eu para 5k a mais.

    Claro que devo salientar que o meu uso será quase sempre urbano, andando 98% do tempo sozinho no carro. Mas por incrível que pareça, achei que o motor 1.0 MPI é mais esperto até os 3.000 rpm. O motor 1.6 não tem torque de baixa, achei ele muito "lento" para um 1.6. Acredito que o 1.6 fará muita diferença na estrada com a família e carregado...

    Comparando o UP MPI e o POLO MPI... achei que ambos são muito parecidos quanto a performance. Comparei a quantidade de giro do motor com relação às marchas utilizadas e a velocidade do veículo e ACREDITO que as relações das marchas NÃO foram encurtadas como sugere a matéria.

    Enfim, sem sobra de dúvidas o POLO é um produto superior em conforto, dirigibilidade e segurança (+ 2 airbags / ESP) se comparado ao UP.

    Comparar o POLO com Onix e afins... na minha humilde opinião... é burrice.

    Espero ter contribuído de alguma forma!

    ResponderExcluir
  33. Poderia custar a partir de 47900,00.
    A crise pegou trabalhadores com nível médio, curso técnico e superior, micro empreendedores individuais e até concursados de nível médio ou seja a grande massa ! Dá pra baixar mais 2 mil reais, inclusive há isenções, produtor rural, mei, uber, pcd etc pra baixar mais ainda.
    Outra coisa Cadê a porra da sexta marcha ??? para fazer os 14 km/litro na estrada tens que manter 90km/h sem ar-condicionado.
    Como é que fica o consumo com duas pessoas e com ar ligado ? não deve passar de 11km/litro.
    6 marchas não é luxo é necessidade hoje em dia com a gasolina a quase 5 reais o litro !

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.