Car.blog.br

Pesquisar este blog

VW Passat Highline 2016: vídeo, desempenho - avaliação

Categorias: , 50 Comentários

A atual geração (B8) do Volkswagen Passat chegou ao mercado europeu no final de 2014 trazendo um nível de sofisticação que o tornou, mais do que nunca, em uma alternativa convincente de luxo aos modelos das marcas premium estabelecidas - Audi, BMW e Mercedes. Neste artigo avaliamos a versão topo de gama, Highline (veja a avaliação do Comfortline aqui), com pacote Premium, que é um dos melhores sedãs que se pode comprar até R$ 200 mil reais.

VW Passat Highline 2016

O VW Passat é tecnologicamente inteligente, com um avançado sistema de infotainment e amplos recursos de segurança ativa, além de um sistema de som notável. E o conjunto powetrain é um dos destaques, provando-se vigoroso, mas ao mesmo tempo suave e muito econômico.

VW Passat Highline 2016

A aparência exterior é sóbria e elegante, com pouco apelo emocional, mas nota-se que o Passat subiu um degrau em termos de luxuosidade, algo que se reflete com ainda mais força no interior, onde ele é especialmente atraente. Este Passat é mais espaçoso que qualquer outro Passat de gerações anteriores, apesar de não ser maior externamente, e também é o que oferece o melhor passeio e dirigibilidade, graças à plataforma de última geração.

VW Passat Highline 2016 - interior

O Passat é uma escolha segura, que pode não ativar suas emoções mais primitivas ao vê-lo no showroom da concessionária, mas se você está procurando algo que vai lhe agradar a longo prazo, este carro não irá decepcionar. O vídeo a seguir traz nossas impressões.



O Volkswagen Passat é um dos carros mais bem estabelecidos da VW, tendo sido lançado pela primeira vez na década de 1970 e modelo atual é a oitava geração da série. O modelo já vendeu 15 milhões de exemplares de suas várias gerações.

VW Passat Highline 2016

Esta atual geração foi lançada no Brasil no início de 2015 e é baseada no plataforma MQB da Volkswagen. Essa é uma arquitetura totalmente flexível, que foi esticada para fazer deste Passat o maior que foi lançado até agora. A maior sofisticação construtiva faz dele, mais do que nunca, um carro premium, sem que o preço seja premium.

VW Passat Highline 2016 - frente

Um modelo como o das fotos tem preço sugerido de R$ 178.730 reais, mas traz itens de série que nem mesmo as versões topo de gama de BMW Série 3 e Mercedes-Benz Classe C dispõem, como, por exemplo, piloto automático adaptativo (ACC), assistente de luz dinâmico (DLA), sistema de monitoramento frontal com frenagem autônoma de emergência, assistente dinâmico de manutenção em faixa (com atuação ativa no volante) e o painel Active Display totalmente digital, entre outros.

VW Passat Highline 2016

Como resultado, embora o Passat ainda se estabeleça como concorrente de Ford Fusion, Honda Accord, Toyota Camry e Hyundai Azera, ele é um carro que está mais perto de oferecer uma experiência superior de modelos como Mercedes-Benz Classe C, BMW Série 3, Jaguar XE e, claro, do Audi A4.

VW Passat Highline 2016

A estética reflete isso: ele é discreto e é improvável que vire cabeças nas ruas, mas a atenção aos detalhes e o acabamento sofisticado é mais premium do que nunca - este é um carro ricamente acabado que justifica plenamente o preço que a Volkswagen pede por ele. E este modelo topo de gama a menos de R$ 180 mil reais é a melhor opção da gama.

VW Passat Highline 2016 - motor 2.0 TSI

Performance 

Os Passat que vêem para o Brasil são todos equipados com o motor quatro cilindros 2.0 TSI de 220 cavalos e 35,7 kgfm de torque (7 cavalos e 7 kgfm de torque a mais que o modelo anterior) associado com a transmissão automática DSG de 6 marchas com embreagens banhadas a óleo (a mesma do Golf GTI), com tração dianteira. Na Europa há mais opções de motores, diesel e variações híbridas, e também de tração integral 4 Motion.

VW Passat Highline 2016 - Painel Active Display

Esse conjunto é capaz de acelerar os 1.500 Kg do sedã de 0 a 100 km/h em 7,1 segundos, para atingir uma velocidade máxima de 246 km/h (dado da Volkswagen). A retomada de 80 a 120 km/h é feita em 4,3 segundos, enquanto os primeiros 1.000 metros, saindo da imobilidade, chegam em 27 segundos, quando o Passat estará viajando a 202 km/h.

VW Passat Highline 2016

E mesmo com tal nível de desempenho, o consumo é contido. Segundo o INMETRO, 10,4 km/l em cidade, e 12,9 km/l em estrada. O quadro abaixo compara seus indicadores com os de concorrentes.

Modelo
Motor
Câmbio
Consumo EtanolConsumo Gasolina
Média Gasolina
CidadeEstradaCidadeEstrada
Audi A42.0-16VS-Tronic-71114,312,49
VW Passat2.0-16VDSG-610,412,911,53
Mercedes-Benz C2002.0-16VAuto-79,613,211,22
BMW 320i2.0-16VAuto-86,59,39,413,311,16
Jaguar XE2.0-16VAuto-88,511,69,90
Honda Accord3.5-24VAuto-67,8129,69
Ford Fusion Titanium2.0-16VAuto-67,911,29,39
Toyota Camry3.5-24VAuto-67,610,28,77
Hyundai Azera3.0-24VAuto-6710,38,49

Comportamento dinâmico

De forma similar ao VW Golf, o Passat é muito fácil de dirigir, com uma direção de assistência elétrica ultra-precisa que, se por um lado não oferece muito feedback do que ocorre na pista, compensa com facilidade de contorno de curvas. Porque há menos peso, este Passat encara curvas com mais confiança e mais agilidade que modelos anteriores. Há muita aderência e tração também.

Novo VW Passat Highline 2016

Este Passat Highline mantém o comportamento de suspensão firme e confortável que se tornou marca registrada do modelo, mas agora está ainda melhor. Ele associa um passeio refinado aos baixos níveis de ruído de rodagem e de vento, fazendo dele um modelo executivo que oferece conforto, com pouco balanço e rolagem de carroceria, e suavidade em condução urbana. Entretanto, ele pode se tornar extremamente esportivo e firme caso de opte pela opção Sport do DCC - Controle Dinâmico de Chassi - que atua inclusive no nível de firmeza dos amortecedores controlados eletronicamente, para deixar este sedã com o comportamento muito parecido com o do Golf GTI.

Novo VW Passat Highline 2016

Dessa forma, como o sistema de modo de condução (Normal/Esporte/Eco/Conforto) com "DCC" atua também nos amortecedores, a diferença de comportamento entre os modos de condução é muito mais pronunciada que a observada no Golf GTI, que não tem amortecedores gerenciados eletronicamente. Com isso, o Passat pode se comportar como um sedã suave e silencioso em modo "Confort", mas se torna um esportivo competente em modo "Sport".

Interior, design e tecnologia

O interior deste Passat Highline é muito atraente. O design não é chamativo ou ostensivo, mas é muito bonito e ergonômico, com uma qualidade de materiais que o coloca muito acima de seus tradicionais competidores de mercado, e também em patamar bastante superior ao do Passat da geração anterior.

VW Passat Highline 2016 - interior - painel digital Active Display

O layout geral do painel é limpo e projetado em destaque para a tela sensível ao toque central, que está muito bem posicionada, com detalhes sofisticados como as belas saídas de ar cromadas e o magnificamente bem acabado volante, com revestimento em couro e excelente pega e seletores "Shift Paddles" para trocas de marchas sequenciais. O aspecto geral é tipicamente de um carro premium.

VW Passat Highline 2016 - bancos com memória e sistema de massagem

O Passat Highline vem de série com recursos como ar-condicionado digital com três zonas de climatização (uma das quais para os passageiros dos bancos traseiros), bancos revestidos em couro, sendo que os dianteiros têm ajuste elétrico, são aquecíveis e o do lado do motorista tem memória e função "Easy Entry".

VW Passat Highline 2016 - teto-solar panorâmico

Há ainda "ACC" - controle automático de distância e velocidade com função de frenagem de emergência "City Emergency Brake", "Front Assist" - sistema de monitoramento frontal, "Kessy" - sistema de acesso ao veículo sem o uso da chave e botão para partida do motor, "Keyless" - sistema de alarme com comando remoto, "Park Assist" - assistente de estacionamento automático, Apoios lombares dos bancos dianteiros com ajuste elétrico e lado do motorista com função de massagem, Assistente de mundança de faixa "Side Assist", espelho retrovisor externo eletricamente ajustável, aquecível e anti-ofuscamento automático e memória no lado motorista, faróis em LED com sistema DLA (assistente dinâmico de farol alto) e luz de condução diurna em LED, painel de instrumentos digital programável "Display Active", Revestimento dos bancos em couro "Nappa", Rodas de liga leve 18" "Dartford" com pneus 235/45 R18 auto-selantes, sistema "Pro-Active" (Proteção proativa dos passageiros) e e tampa do porta-malas "Easy Open" com abertura controlada por sensor sob o para-choque traseiro (pedal virtual)

VW Passat Highline 2016 - interior

O Passat Highline com pacote Premium, vem com o sistema Discover Pro, com navegação por satélite integrada (GPS), tela de 8 polegadas com sensor de aproximação, sistema de som Dynaudio de 700W 10 alto-falantes com amplificador digital e subwoofer.

VW Passat Highline 2016 - bancos em couro Nappa

Trata-se do mais avançado sistema de infotainment da Volkswagen, que é extremamente abrangente e repleto de funcionalidades, mas a empresa também o manteve razoavelmente simples e fácil de usar. O touchscreen é particularmente inteligente em sua tela de 8 polegadas, e irá mantê-lo entretido por horas (especialmente se você emparelhá-lo com seu smartphone).

VW Passat Highline 2016 - espaço interior

O Passat é um carro extremamente confortável ao volante. Os assentos firmes e com ótimo apoio são um deleite para sentar e são feitos para longas distâncias, enquanto que a posição de condução está melhor do que nunca, com uma relação mais natural entre o assento, pedais e volante agora atingíveis para a maioria dos motoristas graças à ampla gama de regulagens dos bancos - totalmente elétricos - e do volante.

Dimensões

O Passat atual tem uma distância entre eixos muito maior que a de seu antecessor, mas comprimento total é menor. Há mais 7,9 cm para aumentar o espaço interior, mas o comprimento total foi mantido em 4,767 milímetros, com uma largura de 1.832 milímetros e altura de 1.456 milímetros. Com isso, os balanços dianteiros e traseiros são mais curtos, o que resultou em proporções típicas de carros premium ao Passat.

VW Passat Highline 2016  - dimensões

Mas o melhor de tudo é que, mesmo sendo um sedã alemão, ele dificilmente raspa a dianteira ou a parte inferior da carroceria, evidenciando um ajuste interessante para rodar no Brasil, e que confere mais confiança e segurança ao motorista - algo bastante diferente do que se observa no Fusion (veja aqui).

VW Passat Highline 2016

Outro aspecto interessante dessa mudança de proporções é que o espaço para os passageiros é impressionante. Ele oferece muito conforto e comodidade para dois adultos na parte traseira, com possibilidade de levar um terceiro, que terá como único inconveniente o túnel central.

VW Passat Highline 2016 - porta-malas de 585 litros

Sendo um modelo voltado para família, o Passat oferece um porta-malas cômodo, com 585 litros de capacidade, mas que pode ser expandido a até 1.152 litros, caso os encostos traseiros - 60:40 - sejam rebatidos.

Manutenção

O VW Passat tem estilo, mecânica, tecnologia, luxo e sofisticação de modelo premium, mas os custos de manutenção é de um modelo da Volkswagen. Os custos de revisão são muito mais baixos que seus concorrentes premium. Os preços fixos da revisões até 60.000 km (com mão de obra inclusa) são os seguintes: 1ª Revisão (10.000 km) - R$ 380,36; 2º Revisão (20.000 km) - R$ 380,36; 3º Revisão (30.000 km) - R$ 779,35; 4º Revisão (40.000 km) - R$ 485,36; 5º Revisão (50.000 km) - R$ 485,36; 6º Revisão (60.000 km) - R$ 1.584,37.

VW Passat Highline 2016

O Passat vem com três anos de garantia ou 100.000 km.

Conclusão

O Volkswagen Passat Highline é um dos, se não o melhor, sedã que pode ser comprado no Brasil abaixo de R$ 200 mil reais.

VW Passat Highline 2016

A versão topo de gama, Highline, completa, com teto-solar panorâmico, custa menos de R$ 180 mil reais e vem com um nível de equipamentos e recursos que não são encontrados nem em versões topo de gama do BMW Série 3 ou Mercedes-Benz Classe C.

Ficha Técnica - VW Passat 2016 Highline

VW Passat Highline 2016 - Preto

Motor: gasolina, diant., transversal, 4 cilindros, 1 984 cm³, 82,5 x 92,8 mm, 9,6:1, 220 cv a 4 500 rpm, 35,7 mkgf a 1 500 rpm; Câmbio automático DSG, 6 marchas, tração dianteira; Direção: elétrica, 11,7 m (diâmetro de giro); Suspensão: McPherson (dianteira), braços múltiplos (traseira); Freios: disco ventilado (dianteiros), disco sólido (traseiros); Pneus 235/45 R18; Peso: 1.499 kg; Relação peso/potência: 6,8 kg/cv; Relação peso/torque: 42 kg/mkgf; Dimensões: comprimento, 476,7 cm; largura, 183,2 cm; altura, 147,6 cm; entre-eixos, 279,1 cm; porta-malas, 586 l; tanque de combustível, 66 litros. Agradecimentos à Concessionária V12 Motors de Brasília - Telefone (61) 3329-9999.

Postagens relacionadas:

50 comentários:

  1. Esse Passat top é o THE VERY BEST. Carro simplesmente ESPETACULAR!
    Entrei em um e é luxuosíssimo e lindo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ryu, nunca gostei de sedans, tive um na vida e não rolou... mas, sinceramente, concordo contigo: JESUS, QUE CARRO! Volks fez um top, realmente. E, antes dos mimimis de praxe, não sou FANBOY da VW. Apenas reconheço um trabalho magnífico quando vejo um. Seja de que marca for.

      Excluir
  2. Este Passat custa R$ 70 mil a menos que o BMW 328i e que o C250, e anda mais que o dois juntos. E ainda tem muito mais itens de série, e coisas que a BMW e Mercedes nem sonham, como ACC e Front Assist. Fora que é mais bonito, tem interior mais bem acabado também, e muito mais espaço interno. Ou seja, quem pensa, vai de Passat.

    E o custo de manuteção. O do passat chega a ser ridículo de tão barato. O preço de 1 revisão de Mercedes é mais caro que todas as revisões somadas do Passat junto. E BMW então 1 só é o dobro de todas do Passat.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O passat não tem um item muito importante nesse segmento de carro.
      Um símbolo da mercedes ou da bmw no capo.

      Além do mais passat e voyage seria uma boa ideia para jogo dos sete erros....

      Excluir
    2. Compra um emblema da bmw ou mercedes e cola no seu carro, pelo visto isso te fara mt feliz...
      E quem confunde Voyage com Passat nao sabe nem a diferenca de um helicoptero para um submarino.

      Excluir
    3. O passat não tem um item muito importante nesse segmento de carro.
      Um símbolo da mercedes ou da bmw no capo.


      Na realidade dentro do grupo VW têm símbolos que valem bem mais que BMW e Mercedes.
      Por exemplo: Bentley, Porsche, Lamborghini e até a Audi, que hoje é, das três alemãs, a mais avançada e prestigiada.


      E tem mais. A discrição do Passat tem muito mercado, tanto que na Europa ele é o 5º ou 6º carro mais vendido, e vende mais que BMW Série 3 e Classe C, pois oferece mais por menos.

      E mais ainda. pára muitas pessoas, a não ostenção é uma virtude e não um defeito. Aliás, em geral, quem precisa de um símbolo para ostentar, em geral é quem vive de aparência...ou seja, rico fake.

      Excluir
    4. Passat alemão G8 é o melhor sedan de luxo do mercado até 200 mil, venceu o prêmio de carro do ano europeu 2015 derrotando o Classe C.

      Caso fosse importado no México como o Fusion (e não da Alemanha) teria preços mais agressivos e venderia muito mais com certeza no segmento luxo (plataforma MQB espetacular).

      A resposta do Carlos foi perfeita, um ser humano inteligente prefere conforto, desempenho e discrição (tudo que o Passat oferece), quem prefere desfilar perto de periferia com Camaro ou BMW 328 não sabe se volta vivo (segurança é relevante também).

      Excluir
    5. Mandou bem carlos4carros!!!

      Excluir
    6. Quando carlos4carros disse que passat anda mais que a bmw e c 250 os dois Juntos parei de ler é muita besteira.
      Sobre passat um excelente carro, visual não me agrada muito as bmw e mb são mais bonitos ou tem concorrente interno A4 é mais bonito e o mesmo preço do passat.

      As revisares da VW são mais em conta porém o seguro é maior do que os outros além de uma desvalorização maior, pelo menos aqui na minha região pois pessoal no geral acaba optando pelos carros ''premium''.

      Excluir
    7. Olha aí o típico pensamento da " classe media " inventada nos últimos anos aqui no Brasil, que tem como lema o " Tudo pela aparência". Compra o carro de bacana para exibir sua Ascenção e paga uma fortuna para manter a pose. Isso quando paga, pois compra um BMW, MB, e não faz revisão pois não tem dinheiro, quando vê uma blitz volta de marcha ré já que o IPVA está atrasado, cheio de dívida mas com o rabo em uma "BM". Nao sei como o grupo Volks ainda não comprou essas marcas. Ano retrasado compraram a Ducati e ainda fizeram uma oferta pela FIAT

      Excluir
  3. Esse carro na estrada deve ser muito gostoso de dirigir.

    ResponderExcluir
  4. Uma verdadeira Nave luxuosa e linda!!!!!

    ResponderExcluir
  5. E um dos melhores carros do nosso mercado!

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todas as Css deixam a desejar, se vc levar ao pé da letra não compra mais carro 0km. Todas sem exceção hoje estão lá para apenas trocar peças, cobrando caro e sem precisar gastar muito tempo num problema pois resultaria em prejuízo, já que as Montadoras não reembolsam o HH excedente. Exemplo, semana passada o gerente da Css VW mandou eu procurar uma auto elétrica X, porque ele não tinha em estoque a lâmpada do farol do Up que custa astronômicos 170 reais. Resultado, fui lá imediatamente, mas precisou substituir o soquete e chicote (uma única peça) para adaptar uma lâmpada nova padrão da Phillips, gastei apenas 30 reais. Outra, a antena do Up na Css custa 220 reais e não tem pronta entrega, vou procurar no paralelo. Vou deixar de comprar VW por isso, claro que não, mas daqui pra frente vou ficar esperto para peças que poderei comprar no paralelo sem interferir na garantia. Se seguirmos nessa escalada de abuso de preços, logo não se irá mais a restaurantes, hoje fiquei indignado pela conta apresentada, eles são mais gulosos que Css de automóveis.

      Excluir
    2. Quem reclama do atendimento de VW é gente fresca e mimada.
      O sujeito paga R$ 300 reais uma revisão, passa 30 minutos a cada 6 meses na concessionária e vem reclamar de "atendimento".
      Todos esses afrescalhados saem com esse mimimi "VW nunca mais".
      Isso mané. Compra BMW e pagar R$ 3 mil a cada 2.500 km em revisão. Vão te tratar com um sultão.. é óbvio. Tá pagando para isso.
      Tem que ser muito frequinho e cheio de não me toques para reclamar de VW.

      Excluir
    3. 3 mil numa revisão??? E uma Ferrari e? 490 reais uma revisão de uma BMW aqui mesmo no blog tem essa matéria

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    5. Lindenberg, sugiro que tu troques de concessionária. Faço minhas revisões na VW Guaibacar, o atendimento é muito bom, e o carro vem sempre lavado. Inclusive quando eles não resolvem algum problema na hora (um grilo, por exemplo), pedem para eu deixar o carro com eles novamente, no dia seguinte, para continuarem o serviço.

      Excluir
    6. Eddie, tenho 2 carros, um é um GTI, estou a 6 meses esperando a CSS me ligar para fazer o upgrade do software do DSG.

      Na boa, o sujeito diz que tem GTI e não sabe nem escrever, cometendo atrocidades no vernáculo. É óbvio que é mentira. Não tem GTI nem porra nenhuma. É apenas mais um hater que idolatra o Golf GTI e está aqui destilando ranço.

      Estou na quarta revisão do Golf, até agora não teve nenhuma abaixo de R$ 800, nem lavar o carro a VW faz, na última revisão perguntei ao consultor o motivo pelo qual eles não lavavam o carro, a resposta foi economia de água.

      Mais mentira. As revisões do Golf segundo o site da VW são:

      260 reais
      260 reais
      589 reais
      327 reais
      327 reais
      589 reais

      Todas com mao de obra inclusa. E o mané, que não sabe escrever direito, vem falar que paga mais de R$ 800 reais.

      MENTIRA. Não tem Golf porra nenhuma. É só um hater que não tem dinheiro para comprar o Golf e vem falar besteira.


      140 mil em um carro, no mínimo tem que ter uma atendimento razoável. É por isso que BWM, Audi, etc... Acabam se saindo melhor que as "populares" como a VW, que acho deveria continuar vendendo apenas carro popular.

      Pagou 140 mil em um Golf GTI, paga revisões de R$ 800...

      Sei sei...esse Golf tá com cara de Golf com couro de vaca alemã...klkkkk

      mané. Vai mentir em outro lugar, vai...vai...vai...

      https://youtu.be/hV76KXU1x6g?t=41s

      Excluir
    7. Lindenberg, suas revisões custaram todas mais de 800 reais? Estranho isso. Tenho um Golf Highline alemão com 25.000 km e todas as revisões foram a preços excelentes, aliás consigo descontos sobre a tabela.
      1 revisão - 220 reais; 2 revisão - 240 reais; 3 revisão- 590 reais; 4 revisão - 330 reais.
      Acho que estão te enrolando nessas revisões aí, pois a tabela é fixa...

      Excluir
    8. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    9. Moreira, o meu Golf é um TSI que nunca precisou de atualização de software, o DSG está perfeito, e as revisões (já fiz 5) não passaram de 430 reais cada. Vc deveria trocar de Css, minha sugestão. Sds

      Excluir
    10. Lindberg,

      Tenho vários amigos (e 3 familiares) que possuem o novo Golf (incluindo GTIs) e todos dizem a mesma coisa: tem um carro Premium com revisões mais baratas que alguns populares, uma beleza!
      Tenho um Corolla AT em casa com revisões muito mais caras que as do meu Golf, que é muito mais carro é muito mais tecnológico.

      Sugiro que vc procure outra concessionária urgente, porque tem alguma coisa de muito errado com esses valores que vc disse pagar.

      Excluir
    11. Lindberg,

      Tenho vários amigos (e 3 familiares) que possuem o novo Golf (incluindo GTIs) e todos dizem a mesma coisa: tem um carro Premium com revisões mais baratas que alguns populares, uma beleza!
      Tenho um Corolla AT em casa com revisões muito mais caras que as do meu Golf, que é muito mais carro é muito mais tecnológico.

      Sugiro que vc procure outra concessionária urgente, porque tem alguma coisa de muito errado com esses valores que vc disse pagar.

      Excluir
    12. Tao convarde que apagou as msg, alguem pode me dizer o que ele disse depois?

      Excluir
  7. Este Passat é o carro exato para empresas e seus executivos. Sóbrio, tecnológico, espaçoso, econômico em todos os quesitos e o principal, muito seguro.

    ResponderExcluir
  8. Podiam trazer tbm a Passat Variant

    ResponderExcluir
  9. Fusion (FWD ou AWD) bebe muito mais e anda muito menos que o Passat Alemão (e olha que ainda tem a versão de tração integral 4 motion de 280cv, por enquanto não vendida aqui).

    E outra, Passat não raspa no chão, valetas e lombadas, e tem o melhor custo de manutenção. Banheira na verdade é o Fusion, Passat é um sedan grande imponente e elegante.

    ResponderExcluir
  10. banheirona alemã!!!
    por muito menos vc leva um fusion tão equipado quando o big Voyage.
    inventaram tanto no desenho do banco que da pra ver que as ultimas costuras estão emboladas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Passat é 20 cm menor que o Fusion, 200 kg mais leve, tem muito mais espaço interno, 150 litros a mais de porta-malas, acelera de 0 a 100 km/h em 1,4 segundos menos, e consome 30% menos.
      Mais ainda: o Passat tem ACC, Front Assist e é Top Safety Pick + no IIHS. E é para poucos, pois a VW traz apenas 200 unidades por ano dele.

      Excluir
    2. o Fusion também tem ACC, Front Assist e também é Top Safety Pick + no IIHS
      Também tem motor turbo, hibrido, tração 4WD.
      http://carplace.uol.com.br/ford-fusion-2017-top-safety-pick/

      tudo isso por 70 mil a menos, disparado o melhor custo benefício da categoria.

      Excluir
    3. o Fusion também tem ACC

      Não tem o ACC do Passat que para o carro em congestionamento. O do Fusion só funciona acima de 30 km/h. Ou seja, bem rudimentar perto do do Passat.

      Front Assist e também é Top Safety Pick + no IIHS

      Não tem Front Assist pois ele não para em congestinamento e nem tem frenagem autônoma de emergência. E o TPSP+ é o 2017, que no Brasil ainda não foi lançado.

      tudo isso por 70 mil a menos, disparado o melhor custo benefício da categoria.

      Para ter esses recursos rudimentares, só no Fusion de 145.400 reais, e, portanto, a diferença é de R$ 33 mil, o que deixa claro q vc andou faltando nas aulas de matemática, já que não sabe fazer conta de subtrair.

      Excluir
    4. Fusion tem acabamento porco, como todo Ford. Além de ser desalinhado. Não combina com o segmento de luxo.

      Excluir
    5. Kkkkkkk
      Acabamento torto....
      Esse Ryu é uma maritaca que repete tudo q o calos diz...
      Piada do mês.

      Excluir
  11. E grande desse jeito pelo que entendi ao leva 4 pessoas com conforto.
    Vai vender umas 15 unidasea por mês enquanto o fusion vai emplacar uns 300 como sempre.
    O mercado será o juiz de qual realmente é a melhor opção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é 20 cm mais curto que o Fusion, tem mais entre-eixos, mais espaço interno e mais porta-malas.
      Acabamento nem falo, pois o Fusion vem torto de fábrica.

      Excluir
    2. Vc pode estar certo Leandro, mas não esqueça a máxima que não falha - a maioria é burra. O Passat é mais carro que o Fusion, isso é inquestionável, talvez também mais caro, mas é o melhor da categoria, melhor relação custo x beneficio.

      Excluir
    3. Sempre tive essa visão quando via o golzinho reinando por 25 anos no mercado brasileiro.
      Mas o passat realmente é um carrão, mas custo beneficio o grande campeão é o Fusion.
      O Rubens barrichello inclusive o cita como o melhor opção para quem tem pouco dinheiro e quer um carro de luxo.
      https://www.youtube.com/watch?v=cx6SbOtwvXY
      agora o passat se destaca no custo beneficio comparado as demais marcas premium

      Excluir
    4. Também nunca tive Gol, meus VWs foram Polo, Fox, Golf e Up, e vou continuar na VWB enquanto puder ter um bom automóvel. Estou 100% satisfeito com o Golf TSI DSG e o Up aspirado, só trocaria hoje meus carros pelo Golf GTI e pelo Up TSI.

      Excluir
  12. Matéria espetacular sobre um primor da tecnologia veicular germânica! 👏🏻👏🏻👏🏻 Mal vejo a hora de dirigi-lo no VW DRIVING EXPERIENCE! 💥 No mais, as falas do Carlos são procedentes!

    ResponderExcluir
  13. Virou moda aumentar os preços na calada da noite? Acompanho o mundo automotivo quase que diariamente e não sabia que o Passat já custava quase R$ 180 mil. A Mitsubishi fez a mesma cosia com o preço do Outlander, e eu não vi lugar algum noticiar isso.

    ResponderExcluir
  14. Alguem sabe me dizer se a versão confortline conta com paddle shift?

    ResponderExcluir
  15. Só vou chover no molhado aqui, mas os carros VW nunca me encantaram no quesito design, porém nesse a VW acertou a mão, principalmente no interior. Lindíssimo !

    ResponderExcluir
  16. Esse carro é um espetáculo, lindo demais...

    ResponderExcluir
  17. Simplesmente fantástico. O único defeiro deste carro é que estou ha 3 meses tentando comprar e não tem nem em estoque de fábrica! Nem sob encomenda eles estão vendendo. Absurdo.

    ResponderExcluir
  18. Nunca compraria um A4 no lugar desse Passat, mesmo o Audi ostentando mais grife esse Passat não deixa nada a desejar, e ainda anda mais, pois tem 220 CV contra 190cv.

    ResponderExcluir
  19. Boa noite galera.

    Desde o seu lançamento no Brasil, o novo Passat B8 lançado no começo do ano, meados de janeiro 2016, vem causando ótimas impressões, principalmente em sua versão Highline com pacote Premium. Todos os reviews costumam ser unânimes quanto à relação custo/benefício, conjunto motor/câmbio, niveis de conforto e por apresentar ítens que muitos alemães concorrentes não possuem nem mesmo como opcionais. Caso do modo seletivo do comportamento dinâmico do carro, entre Sport, confort, Econômico e individual, que regula, além do comportamento motor câmbio, suas suspensões de maneira eletrônica.  

    Como bom brasileiro, sonhar nunca é demais...surgiu oportunidade de ir atrás de um. Versão escolhida - Highline com pacote Premium. Ao meu ver, o custo do pacote (cerca de R$5.700,00) adicionava ao carro, como destaque, o cluster digital (semelhante ao apresentado no audio TT primeiramente, e agora também no A4), Park Assist 3.0, Side Assit (ponto cego no retrovisor), assistente de faixa, controle de distância do carro à frente, frenagem automática se identificado obstáculo até 30km/h, Som Dynaudio Confidence (10 autofalantes + 1 subwoofer).

    Recentemente, coisa de 2 semanas, o site configurador do Passat Highline retirou das opções o pacote Premium, ficando apenas opcional de teto solar. Questionei um consultor sobre isso e ele me disse que este pacote havia sido "incorporado" à versão Highline nos modelos 2017 (o que me parecia muito coerente, já que pelos itens adicionados por cerca de 6mil, não havia sentido comprar sem o pacote premium) .  Além do mais, o modelo 2017 parte agora de R$173.450,00, completo chegando a mais de 181mil reais.

    Hoje, fui chamado pra ver um modelo/cor que estava procurando. Primeira coisa que me chamou a atenção, era a falta do logo "Dynaudio" nos autofalantes. Questionando sobre isso, o vendedor achou uma nota de orientação interna da VW com as diferenças entre o modelo 2016 e 17.

    Concluindo: os modelos Highline 2017, com o suposto pacote premium Incorporado agora estão vindo SEM os seguintes itens:
      1) Assitente de mudança de faixa
      2) Park Assist 3.0
      3) Side Assist
      4) Dynaudio sound system
      5) 10+1 auto falantes
      6) Amplificador digital e subwoofer

    Porém, o valor do carro subiu.
    Desisti da compra, por essa depenação não ser compatível com a elevação do preço e também pelo ágio rolando de maneira absurda (coisa de R$10mil), já que a VW não se preocupa em mandar muitos carros pra cá mesmo (se não me engano, coisa de 300 carros ao ano).

    Se você possui o pacote premium como opcional, até o ano 2016, considere-se um felizardo!

    Parabéns VW!!! (SQN).

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.