Car.blog.br

Pesquisar este blog

Mercedes-Benz C180 Avantgarde: vídeo, teste e detalhes

Categorias: , , , 35 Comentários

A Mercedes-Benz Classe C é o atual líder de vendas entre os sedãs médios de luxo em âmbito global, sendo um dos principais candidatos (os outros são Audi A3 Sedã/A4 e BMW Série 3) para os consumidores que querem avançar no segmento premium. Este artigo faz uma análise de desempenho, consumo, comportamento dinâmico, equipamentos e relação custo x benefício.

Mercedes-Benz C180 Avantgarde 2016 - Branca

O atual Mercedes-Benz Classe C recebeu um "upgrade" em relação a seus predecessores: em função da entrada em linha do CLA, como sedã de entrada, o Classe C subiu de nível na gama da marca de Stuttgard, e oferece um aspecto externo contemporâneo e classudo; um interior de alto luxo, mas que é também vitrine tecnológica com componentes de esportividade - aspectos que são novidade na Classe C.

Mercedes-Benz C180 Avantgarde 2016 - Interior

O vídeo abaixo traz nossas impressões sobre o modelo.



O Mercedes-Benz Classe C se diferencia de seus concorrentes (Audi A4/BMW Série 3) por conforto, suavidade ao rodar, bom nível de equipamentos e custos de manutenção mais baixos, mas fica devendo para seus conterrâneos de luxo em termos de desempenho e comportamento dinâmico.

Mercedes-Benz C180 Avantgarde 2016 - Branca

Preços e versões

No Brasil o Classe C é oferecido no Brasil em cinco opções: C180 (R$ 135.900), C180 Avantgard (R$ 147.900), C180 Exclusive (R$ 147.900) - estas com motor 1.6 Turbo de 156 cavalos; C200 Avantgard (R$ 164.900), com motor 2.0 Turbo de 184 cavalos; C250 Sport (R$ 201.900 reais), com motor 2.0 Turbo de 211 cavalos. Todos equipados com a transmissão automática de 7 marchas.

Mercedes-Benz C180 Avantgarde 2016 - Branca

Essa caixa automática é mais lenta nas trocas que as DSG/S-Tronic da VW/Audi, e não oferece trocas imediatas as incursões no acelerador. Além disso, em algumas situações ela mantém as marchas mais curtas quando claramente poderia adotar engrenagem mais acima.

Mercedes-Benz C180 Avantgarde 2016 - Interior

Apesar de existirem os seletores de trocas manuais, não é possível deixar o câmbio operar em modo exclusivamente manual, e isso significa que o gerenciamento troca as marchas se considerar que você está errando nas trocas manuais.

Desempenho e consumo

O modelo que testamos é o C180 Avantgarde, uma espécie de intermediário na gama, com motor 1.6, que consegue acelerá-lo de 0 a 100 Km/h em 9,2 segundos, e retomar de 80 a 120 Km/h em 6,4 segundos.

Mercedes-Benz C180 Avantgarde 2016 - Branca

Em termos de desempenho, o C180 fica devendo tanto para o BMW 320i, que acelera de 0 a 100 Km/h em 7,1 segundos quanto para o Audi A3 Sedan 1.4 TSI Flex Automático, que completa a mesma prova em 8,5 segundos.

Mercedes-Benz C180 Avantgarde 2016 - Branca

De qualquer forma, o desempenho do C180 Avantgard atende ao propósito do carro, que é o de oferecer luxo e requinte associado a eficiência em termos energéticos. Segundo o teste da Revista Quatro Rodas, o modelo consegue médias de 12,5 Km/l de gasolina em cidade, e 17,8 Km/l em estrada. Já segundo o INMETRO, o consumo é de 9,2 Km/l e 13,3 Km/l, respectivamente.

Mercedes-Benz C180 Avantgarde 2016 - Branca

Em nosso percurso padrão obtivemos uma média de 10,8 Km/l - um meio termo entre os excelentes números da publicação da Abril, e os pessimistas indicadores do INMETRO. São números bons, e que, em parte, podem ser creditados ao sistema start-stop, que desliga o motor em paradas temporárias.

Mercedes-Benz C180 Avantgarde 2016 - Branca

O C180 Avantgarde vem de série com rodas de 17 polegadas, e um ajuste de suspensão que é mais macio que o da BMW Série 3, mas ainda assim um tanto quanto firme demais para as condições das vias brasileiras. Além disso, a altura da suspensão é muito baixa, ocasionando raspadas da parte inferior central da carroceria ao se superar lombadas com um pouco menos de cuidado; a frente também raspa em entradas de estacionamentos de shopping e edifícios comerciais.

Mercedes-Benz C180 Avantgarde 2016 - Branca

Dessa forma, consideramos que, na tropicalização - o modelo será fabricado no Brasil em 2016 - poderia ser adotado, além do motor flex, uma suspensão com um ajuste um pouco mais macio e mais elevada, em torno de 1.5 cm. Seriam basicamente as alterações que a Audi fez na nacionalização do A3 Sedan, e que tornam o modelo mais adequado às vias brasileiras.

Mercedes-Benz C180 Avantgarde 2016 - Interior

Uma suspensão mais macia ajudaria a filtrar melhor as irregularidades das vias e oferecer mais conforto aos passageiros, assim como a suspensão mais elevada possibilitaria superar os típicos obstáculos das vias brasileiras sem que o motorista se preocupe em adotar velocidades excessivamente reduzidas ou manobras para evitar raladas na parte inferior.

Mercedes-Benz C180 Avantgarde 2016 - Branca

Já o comportamento dinâmico do Mercedes-Benz Classe C é notável, com o carro se mantendo neutro mesmo em curvas percorridas em alta velocidade. Caso se acelere abruptamente no interior de curvas, o controle de tração atua fortemente impedindo que a traseira saia.

Mercedes-Benz C180 Avantgarde 2016 - Branca

De um modo geral, os sistemas de auxílio à condição, como ESP - Controle de Estabilidade - e controle de tração são bastante invasivos, entrando em funcionamento ao menor sinal de perda de controle ou de aderência - algo que, se por um lado reforça a segurança, impede que o motorista se "divirta" com o carro (para isso, a BMW 320i é mais indicada). Até mesmo a tração traseira passa despercebida em uma condução mais tranquila.

Modos de condução

Em que pese o ajuste mais conservador dos sistemas de segurança ativa, o Mercedes-Benz C180 Avantgarde conta com tecla Dynamic, que permite cinco modos distintos de operação dinâmica: Eco (voltado ao menor consumo); Comfort (maior conforto); Sport (desempenho); Sport+ (desempenho extremo) e Individual (onde o condutor pode fazer o seu ajuste de resposta do acelerador, direção e transmissão).

Mercedes-Benz C180 Avantgarde 2016 - Branca

Em nosso teste, consideramos os modos mais adequados ao C180 o Eco e o Comfort, visto que os modos Sport e Sport+ deixam o motor em rotações excessivamente elevadas, reduzindo o conforto interno em função do maior ruído, além de que o câmbio fica muito arisco, trocando de marchas a todo momento.

Interior, design e tecnologia

O interior do Mercedes-Benz Classe C era o melhor de sua classe. Mas não é mais, já que o Novo Audi A4 (veja detalhes aqui) veio com uma cabine que já pode ser considerada o referencial em termos de carros de luxo, com seu virtual cockpit e um show de tecnologia e acabamento.

Mercedes-Benz C180 Avantgarde 2016 - Interior

De qualquer forma, o interior do Mercedes-Benz C180 não decepciona. Talvez adote um estilo um pouco conservador demais para alguns gostos, este modelo traz um aspecto agradável em couro preto com detalhes em alumínio nas laterais.

Mercedes-Benz C180 Avantgarde 2016 - Interior

Tudo é muito bem montado e os materiais são de qualidade - com o painel sendo inteiramente revestido em material macio. O sistema de iluminação interno noturno poderia ser um pouco mais intenso.

Mercedes-Benz C180 Avantgarde 2016 - Interior

No console central temos acabamento em metal tátil dos controles de ar condicionado e no comando rotativo do sistema de informação e entretenimento. O volante tem um pega excelente, com couro agradável e comandos multifuncionais.

Mercedes-Benz C180 Avantgarde 2016 - Interior

Os ajustes elétricos dos bancos dianteiros permitem encontrar a posição ótima de condução: com o assento mais baixo, as pernas ficam esticadas - posição tipicamente esportiva, típica de carros alemães, assim como o volante vertical e baixo. Perfeito.


No que respeita aos itens de série, o C180 Avantgarde vem com piloto automático com função de freio, controle de velocidade (o carro não passa da velocidade programada, mesmo que o acelerador seja acionado no máximo), sistema de áudio com Bluetooth, navegação por GPS.

Mercedes-Benz C180 Avantgarde 2016 - Interior

Além disso, há ar-condicionado de comando digital com duas zonas de climatização, 7 airbags, faróis de full LED, bancos em ARTICO e sistema Attention Assist - que mede o nível de atenção do motorista na condução, emitindo alertas e sugerindo paradas para descanso.

Mercedes-Benz C180 Avantgarde 2016 - Interior

A conectividade Bluetooth permite atender e fazer ligações e acessar a Internet (com o carro parado), além de streaming de áudio (tocar as músicas armazenadas no celular no sistema de som do carro). Mas o sistema não conta com função de espelhamento de tela do tipo Mirror Link - item presente em carros bem mais baratos, como o VW Fox.


Em termos de espaço interno, com seus 4686 milímetros de comprimento e 1,810mm de largura, associado com a distância entre-eixos de 2.840 milímetros, e observa-se que o Classe C é o atual líder do segmento em termos de espaço interno. O porta-malas, com 480 litros, está na média.

Aspectos negativos
  • Suspensão poderia ser um pouco mais macia;
  • Altura da suspensão 1,5 cm mais elevada ajudaria a evitar batidas e raladas da parte inferior da carroceria;
  • Falta piloto automático adaptativo (ACC) - item presente em carros mais baratos, como o Golf e oferecido no Audi A3 Sedan;
  • Falta sistema de frenagem autônoma em cidade com monitoramento de tráfego frontal em cidade;
  • Falta sistema ativo auxílio de manutenção do carro em faixa;
  • Falta sensores de estacionamento dianteiros e traseiros - inadmissível ausência em um carro com 4,7 metros de comprimento e que custa quase R$ 150 mil;
Conclusão

O Mercedes-Benz C180 Avantgarde é um sedã premium confortável e distinto, oferecendo ótimo acabamento, bom espaço interno e bom consumo de combustível.

Mercedes-Benz C180 Avantgarde 2016 - Branca

Entretanto, em que pese ser o modelo mais caro do segmento, fica devendo um motor mais potente, e itens tecnológicos como piloto automático adaptativo, assistente de manutenção em faixa, frenagem autônoma de emergência, o que evidencia que sua relação custo x benefício não é favorável.

Postagens relacionadas:

35 comentários:

  1. Esse carro faria sentido se tivesse um motor de pelo menos 180 cv e um câmbio no padrão audi /bmw

    ResponderExcluir
  2. Vem cá, vc já entrou no novo audi A4 pra comprovar que o acabamento é melhor que o da classe c? O novo A4 já está a venda no Brasil? Não! Então, atualmente, a classe c tem sim o melhor acabamento da categoria. Sem contar o espaço, muito, mas muito maior que série 3 e A4. Quem vos fala é homem de 1,9 metro de altura. Parade lamber os ovos da VW, Mercedes é muito mais sofisticado que Audi e BMW... Isso é fato...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Audi A4 que era vendido no Brasil até pouco tempo atrás já tem acabamento superior ao dessa Classe C.
      Essa Classe C está melhor que o BMW, mas ambas não conseguem chegar na Audi. Nem no A4 da geração anterior.

      Nesse novo A4 2016 a Audi fez o que se chama "partir para a ignorância". Colocou o carro em um nível de acabamento, tecnologia e sofisticação que é simplesmente INALCANSÁVEL pelas demais marcas.
      Em resumo: quem vai pagar R$ 148k nesse Classe C, melhor esperar fevereiro pois terá A4 nesse preço, MUITO superior em TUDO.

      Excluir
    2. Vem cá, vc já entrou em um audi A4 e em uma classe C? Pq pra falar isso, tenho certeza que tu só viu foto...

      Excluir
    3. Não entende nada de BMW, nada de MB e vem falar de a4 fantasma.

      Excluir
    4. daqui a pouco vão falar que o Up! tem acabamento melhor e que é mais bonito e confortável que a Mercedes C180

      Excluir
    5. "Colocou o carro em um nível de acabamento, tecnologia e sofisticação que é simplesmente INALCANSÁVEL pelas demais marcas."

      Esperem! Para tudo! Depois dessa, o Pasquale4Carros merece o prêmio Nobel de literatura, além de uma vaga na ABL. Vamos premiar o nível de conhecimento INALCANSÁVEL (sic) que esse mestre da língua portuguesa atingiu.

      Excluir
    6. Se ele não sabe escrever agora deve achar o up feio! Kkkkkk

      Excluir
    7. Temos visto que ditadores de upsinhos!!!, gostam de criticar quem escreve mal, então, corroborando com o RTS, que bem abordou o assunto, segue fundamentação da afirmação acima: http://www.dicionarioinformal.com.br/inalcans%E1vel/
      Incansáveis saudações !

      Excluir
    8. RTS: Nobel e ABL são méritos irrisórios para pessoas cuja "mente" e alta "cultura" consegue uma erudição de brilhantismo inalcansável.

      Excluir
  3. Quem compra Mercedes não preza tanto pela esportividade...

    ResponderExcluir
  4. Design by Germany......!!!!! Show de carro...!!!!

    ResponderExcluir
  5. Essa classe C esta tão a frente, que os concorrentes são audi A6 e bmw serie 5

    ResponderExcluir
  6. Essa Mercedes da a impressao de ser um carro de uma categoria superior... Esses dias vi uma c180 com as rodas pretas e cor meio chumbo.... Era de parar o trabsito...
    Agora entre Mb 180 e 320 I eu iria de Bmw pelo simples fato de custar menos e ter bem mais itens que essa Mb e o desempenho da Bmw é animal!
    O unico problema é que a 320 i vai teceber o Facelift.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dirigi, numa recente viagem, um C180 turbo e também tive a impressão de ser um carro de maior categoria, como relatado acima, carro super confortável e de ótima pegada.

      Excluir
  7. porque não dizer que preferem A, B, OU, C qual quer um desses seria um sonho.

    ResponderExcluir
  8. Você esqueceu que tem a C 180 de entrada por 119.900...um pouco mais pelada que essa, mas mesmo assim ambas falham em não vir com sensores de estacionamento, que é como você relatou, inadmissível num carro dito premium e, nesse preço. É lamentável.

    ResponderExcluir
  9. Matéria completamente tendenciosa. Concordo que pelo preço mais opcionais deveriam estar disponíveis, agora comparar com o A3 e A4 que sequer foram lançados, e ainda mais, que não possuirão o câmbio DSG é persuadir os menos informados.
    Hoje o classe C é o melhor de sua categoria de forma uníssona, mesmo com motorização um pouco menor a o dos concorrentes, compensando com conforto, dirigibilidade e acabamento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rapaz, tens de entrar no clima. Por cá, é consenso que o vindouro A4 já é superior a qualquer sedan já testado.

      Foto ".JPG" do futuro A4 > BMW 335i xDrive, em desempenho;
      Foto ".JPG" do futuro A4 > MB C180 Exclusive, em luxo e conforto;
      Foto ".JPG" do futuro A4 > Volvo S60, em segurança.

      Excluir
  10. Não tem sensor de ré é absurdo.
    A ausência de motor flex no Mercebes pesa a favor do BMW na hora da escolha.

    ResponderExcluir
  11. Compara o desempenho desta versão 1.6 com a BMW 320 é um erro grotesco. O modelo C 200 é que deveria ser o parâmetro de comparação. Uma hora compara com o A3 (menor e menos pesado) e depois com o A4; um carro deve ser comparado com os de sua classe. Comparativos devem obedecer a parâmetros objetivos, não a este subjetivismo todo.

    ResponderExcluir
  12. Não ter sensores de proximidade é absurdo mesmo. Mas, o que dizer de Audi que reserva itens triviais tais como retrovisor fotocrômico às versões mais caras apenas? Outro absurdo, não?

    ResponderExcluir
  13. Audi e BMW nunca vão chegar aos pés da MB em termos de acabamento, NUNCA!
    Agora, desempenho...
    Aí é outra história!

    ResponderExcluir
  14. Se fosse só desempenho, até o Passat 2.0 entraria na briga, portanto, na comparação, temos sim que levar em conta o acabamento primoroso e a qualidade/quantidade dos acessórios, que a Mercedes aplica em seus carros, na minha humilde opinião.

    ResponderExcluir
  15. Nesse blog é praticamente impossível algum carro ser melhor que AUDI/VW. O fanatismo chega a ser hilário.
    Já tive A3 sedan e tenho uma 320i. Em resumo, gostei dos dois. São excelentes carros.

    ResponderExcluir
  16. Meu pai tem uma MB idêntica a essa e o carro é simplesmente fantástico! A única ressalva é o motor que agora é 1.6, o antigo 1.8 como os mesmos 156cv andava bem mais sem dúvida alguma.

    ResponderExcluir
  17. Parabéns ao blog por mais uma vez fazer matérias imparciais. Destaco:
    -comparativo com BMW e principalmente Audi A3 e A4, obviamente os Audis sobressaem.
    -o Classe C não tem aspectos positivos, só negativos.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.