Car.blog.br

Pesquisar este blog

Carregando...

VW Passat 2016: um sedã premium com alma de Golf GTI

Categorias: , , 53 Comentários

O Volkswagen Passat 2016 vendido atualmente no Brasil, importado da Alemanha, foi lançado na Europa em 2015 com a missão de competir com BMW Série 3 e Mercedes-Benz Classe C. Este artigo traz uma avaliação de um exemplar da versão Comfortline, cedido pela Concessionária VW V12 Motors, de Brasília, telefone (061) 4063-7429.

VW Passat 2016 Brasil

Esse novo Passat é maior, ainda mais leve e mais eficiente em termos de consumo em relação ao modelo vendido até 2015 (B7). No Brasil ele é vendido apenas com o motor 2.0 TSI de 220 cavalos e 35,7 Kgfm de torque, associado a uma transmissão automática DSG de 6 marchas. A avaliação em vídeo segue abaixo.



Itens de série

O VW Passat 2016 é vendido no Brasil em duas versões de acabamento: Comfortline (R$ 148.290 reais), objeto desta avaliação; Highline (R$ 155.290 reais) . Nesta versão Comfortline ele traz de série sistema "Kessy" - acesso ao veículo sem o uso da chave e botão para partida do motor; alarme com comando remoto; sensores de estacionamento dianteiros e traseiros; controle automático de velocidade com limitador de velocidade; sistema de áudio com 4 alto-falantes e 4 tweeters; 6 airbags (2 frontais com desativação do passageiro, 2 laterais nos bancos dianteiros e 2 de cortina); alerta de não utilização do cinto de segurança.

VW Passat 2016 Brasil

Há ainda ar-condicionado "Climatronic" de 3 zonas; banco do motorista com ajuste lombar elétrico; banco traseiro com encosto rebatível (1/3 e 2/3) e descanso de braço central com porta-copos; bancos dianteiros com aquecimento e ajuste elétrico do encosto no lado do motorista; bloqueio eletrônico do diferencial "EDS e XDS"; detector de fadiga; direção elétrica; espelho retrovisor externo eletricamente ajustável, aquecível e anti-ofuscamento automático no lado do motorista; espelho retrovisor interno com antiofuscamento automático (eletrocrômico); faróis de neblina; freio de estacionamento eletrônico com função "Auto Hold".

VW Passat 2016 Brasil

No interior este Passat Comfortline traz iluminação ambiente em LED na região dos pés dos ocupantes dianteiros e indicador de perda de pressão dos pneus; sistema multimídia com compatibilidade VW App Connect; luzes de leitura dianteiras e traseiras.

VW Passat 2016 Brasil

Completa a lista de equipamentos para-sol com espelho iluminado para motorista e passageiro; porta-copos dianteiro com cobertura; relógio analógico no centro do painel; revestimento dos bancos em couro; rodas de liga leve 18" "Dartford" com pneus 235/45 R18 auto-selantes; seleção do perfil de condução "Mode" (Normal/Esporte/Eco/Conforto) com "DCC" - Regulagem adaptável do chassi; sensores de chuva e crepuscular com função "Coming & Leaving Home"; sistema "Start-Stop" com recuperação de energia de frenagem; sistema infotainment "Discover Media" com tela touchscreen de 6,5", Buetooth, rádio CD-Player, navegação e App-Connect, e volante multifuncional em couro com comandos do rádio, computador de bordo e controle automático de velocidade.

VW Passat 2016 Brasil

Finalmente, o modelo conta com tampa do porta-malas "Easy Open" com abertura controlada por sensor sob o para-choque traseiro (pedal virtual); tomada 12V no console central e no porta-malas.

VW Passat 2016 Brasil

Essa lista de itens de série da versão "de acesso" Comfortline evidencia o posicionamento de preço competitivo do Passat frente a concorrentes como BMW 320i (R$ 165 mil) e Mercedes C180 (R$ 157 mil).

Desempenho e consumo

O quadro abaixo traz os dados de desempenho e consumo do Passat 2016 2.0 DSG-6 medidos pela Revista Car and Driver, e também os números do Honda Accord e do Hyundai Azera, com grifo em azul para o vencedor, e grifo vermelho para o pior resultado em cada prova.

VW Passat 2.0 DSG-6Hyudai Azera 3.0 V6Honda Accord V6
0 a 100 Km/h [s]7,29,86,8
0 - 100 Km/h - 0 [s]11,313,811,5
0 a 1000 metros [s]25,530,524,9
0 a 160 Km/h [s]1823,117,2
80 a 120 Km/h [s]4,57,64,2
Frenagem 100 Km/h a 038,340,339,4
Ruído a 120 Km/h [dbA]65,565,366,4
Consumo cidade [Km/l]9,17,88,2
Consum estrada [Km/l]14,714,512,8

Os números mostram que o Passat tem um desempenho próximo ao do Honda Accord V6, porém o sedã da VW é 14,8% mais econômico em estrada e 11% melhor em cidade, evidenciando uma maior eficiência do powertrain do modelo alemão.

Preço subsidiado?

A boa relação custo x benefício do Passat também sugere que a VW pode estar "subsidiando" o preço desse carro no Brasil - tendo em vista que um modelo similar a este Comfortline custa, na Alemanha, cerca de 37.655 Euros (R$ 161 mil reais). Entretanto, somando-se os 35% de Imposto de Importação, teríamos um preço no Brasil acima de R$ 217 mil reais. Em resumo: esse Passat Comfortline está cerca de R$ 70 mil reais mais barato do que deveria.

VW Passat 2016 Brasil

Dessa forma, o preço sugerido de cerca de R$ 148 mil reais é bem interessante em face do interior de alta qualidade, excelente dinâmica de condução, desempenho de carro esportivo e robusta lista de equipamentos.

Comportamento dinâmico

O Passat com o ajuste de modo de condução, associado ao DCC (Dynamic Chassi Control com amortecedores adaptativos controlados eletronicamente),  é um carro com múltiplas personalidades. A inovação em relação ao Golf e ao Audi A3 é o DCC com amortecedores adaptativos - recurso que muda completamente o ajuste de suspensão de acordo com modo de condução selecionado. Isso significa que há uma diferença muito mais nítida entre os diferentes modos de condução no Passat relativamente ao sentido nos Golf/Audi A3 com seleção de modo de condução. Este Passat pode ser um sedã calmo, suave e econômico no modo "Eco"; passando por um cruzador confortável e macio quando selecionado o modo "Comfort".

VW Passat 2016 Brasil

Mas é no modo "Sport" do sistema de seleção/DCC que este Passat mostra todo o seu potencial dinâmico e esportivo. Nessa configuração, a mais divertida, o câmbio estica as marchas, a direção e a suspensão ficam muito mais firmes, e o carro fica muito mais ágil e estável.

VW Passat 2016 Brasil

Nessa situação ela se assemelha ao Golf GTI, e não é exagero dizer que donos de Golf GTI não se sentirão decepcionados - em termos de performance e de comportamento - com esse Passat Comfortline rodando em modo Sport, tamanho é o desempenho e a segurança que este sedã oferece.

VW Passat 2016 Brasil

Assim, ele consegue unir o desempenho e comportamento excepcional do Golf GTI com um espaço interno e de porta-malas (586 litros) de sedã grande, e tudo isso em uma atmosfera sóbria e elegante, tanto externa quanto internamente.

VW Passat 2016 Brasil

E isso não deixa de ser uma novidade desta geração B8 do Passat, já que, até o B7, o Passat sempre foi uma opção racional, mas nunca foi o modelo mais emocionante da categoria. Agora, porém, a história é outra: esta geração é baseada na plataforma MQB adaptável da VW, que sustenta carros como o Volkswagen Golf e Audi A3. Com uma distância entre eixos mais longa, baixo centro de gravidade, a melhoria da rigidez torcional, melhor distribuição de peso, este Passat está mais dinâmico que nunca.

VW Passat 2016 Brasil

Assim, além das acelerações de tirar o fôlego, este Passat tem um comportamento em curva que deixa até mesmo o Golf GTI com inveja: mesmo contornando curvas de raio longo em velocidades muito acima do que seria recomendável este Passat parece grudado no asfalto como se estive sobre trilhos.

VW Passat 2016 Brasil

O resultado é uma sensação de segurança e de domínio que é passada ao motorista que não tem paralelo em modelos concorrentes. Este Passat une - como poucos carros - o conforto e o espaço de um sedã grande com o comportamento dinâmico de um hot hatch.

VW Passat 2016 Brasil

É claro que o fato de ele ser mais leve que o anterior, o torna mais ágil, e ele se comporta em saídas de curvas de raio mais curto com a mesma impressionante dinâmica dos outros modelos baseados na plataforma MQB.

Silêncio interno

Esta geração B8 do Passat foi desenvolvida para ser o referencial no segmento. Ele acelera, freia e contorna curvas com notável competência, mas mantém uma cabine silenciosa e confortável, sem qualquer ruído da estrada e do vento. A direção é precisa e oferece absoluta estabilidade direcional.

VW Passat 2016 Brasil

As rodas de 18 polegadas podem parecer um pouco exageradas para o nosso piso "lunar", mas o fato é que a estética do Passat pede esse tipo de roda. O fato de ser de série em todas as versões o Dynamic Chassis Control (DCC) com amortecedores adaptativos é digno de nota. Esse tipo de recurso não é oferecido nem como opcional no BMW Série 3 e Mercedes Classe C vendidos no Brasil.

Interior, design e tecnologia

É possível argumentar que este novo Volkswagen Passat ecoa o design do seu antecessor, mas ao alinhá-los lado a lado verifica-se que este B8 é o mais elegante e adulto.

VW Passat 2016 Brasil

A distância entre eixos do novo carro foi prolongada em 7,9 cm, mas o comprimento total ficou 2 cm menor. Assim, os balanços dianteiro e traseiros mais curtos combinam com as linhas mais esticadas deste Passat, e dão ao modelo uma postura mais dinâmica do que antes.

VW Passat 2016 Brasil

Com o motor montado na parte inferior do carro, o capô foi rebaixado e o pára-brisa inclinado para trás, o que ajuda a dar à dianteira um visual mais jovial, enquanto a grade cromada e os faróis dão o toque de sofisticação e de confiança ao Passat.

VW Passat 2016 Brasil

No interior a aura "premium" continua. Como seria de esperar de um Volkswagen, a qualidade do material é de primeira linha em toda a cabine e um passo à frente dos rivais e alinhado com o padrão de acabamento visto no Audi A3 e até no A4 da geração passada.

VW Passat 2016 Brasil

O desenho interno é simples, mas atraente. O painel é dominado por um respiradouro de ar horizontal de largura total, e definido por linhas retas e bordas afiladas. Nesta versão Comfortline temos detalhes em prata que conferem uma sensação de luxo.

VW Passat 2016 Brasil

Outro ponto de destaque são os assentos "Ergo Confort" da Volkswagen, com ajuste de encosto elétrico para o motorista (no Highline todos os ajustes dos bancos dianteiros são elétricos, e há ainda aquecimento).

VW Passat 2016 Brasil

Esta versão, porém, não conta, nem como opcional, com o Active Display - item opcional para o Highline (veja detalhes desta versão clicando aqui). No lugar dele temos um quadro de instrumentos convencional, mas muito nítido e funcional, sem exageros cromáticos ou de grafismos.

VW Passat 2016 Brasil

A distância entre-eixos alongada significa que o espaço interior cresceu para os passageiros traseiros. Quando você está sentado na parte de trás há uma abundância de espaço para as pernas e de altura livre, que permite a dois adultos podem viajar com conforto real.

Conclusão

VW Passat 2016 Brasil

O Passat 2016 Comfortline é dono de uma dinâmica impecável, desempenho de carro esportivo, espaço de sedã de luxo e preço muito competitivo.

53 comentários:

  1. Respostas
    1. não é não os carros da VW tem a mesma cara, o que diferencia é detalhes que só os fanaticos e entusiastas identificam
      E esta ai o calcanhar de aquiles desse carro ;
      não empolga
      e portanto não é pareo nesse quesito aos Bmw w MB

      Excluir
    2. Voyage ? absolutamente nada a ver.

      Excluir
    3. É verdade. As pessoas compram um carro pra se mostrar pras outras. A verdade é que nessa faixa de preço ele realmente é muito superior aos concorrentes. Pra se ter uma idéia a BMW e a MB de entrada não têm nem sensor de estacionamento. O brasileiro quer tirar onda de BMW ou MB pelada do que andar de Passat com o triplo de equipamentos de segurança e tecnologia.

      Excluir
    4. É o retrato da nossa população medíocre. Não sabe, por exemplo, nem mexer direito no celular, nem usa tudo o que ele pode oferecer, mas gasta 3mil nele, pra tirar onda. Pena.

      Excluir
    5. É verdade. As pessoas compram um carro pra se mostrar pras outras. A verdade é que nessa faixa de preço ele realmente é muito superior aos concorrentes. Pra se ter uma idéia a BMW e a MB de entrada não têm nem sensor de estacionamento. O brasileiro quer tirar onda de BMW ou MB pelada do que andar de Passat com o triplo de equipamentos de segurança e tecnologia.

      Excluir
    6. nada a ver com voyage, acho que você curte usar melancia na cabeça pra chamar atenção.nossa só fala bosta mesmo, vai andar de celta cara

      Excluir
    7. Me mostre um elemento que seja igual ao voyage e eu nunca mais comento nada aqui. Brasileiro as vezes e muito babaca mesmo, absolutamente nada haver. Esse rapaz deve ser daquele tipo que ver uma belina e chama de caravan. Fale merda a vontade, o passat e lindo e imponente e tem muita tecnologia em todos os aspectos

      Excluir
    8. O carro tá lindo. Devia valer a metade do preço, como muitos por ai.

      Excluir
  2. Espetáculo esse Passat. Não iria nem pensar 1 vez se fosse para escolher entre esse Passat, BMW 320i e Mercedes C200. Não perde em nada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O detalhe que na hora de vender, um VW de luxo sofre uma desvalorização muito forte, diferentemente de um alemão premium. Para se gastar este montante, é melhor partir para linha premium da VW: um Audi. A mecânica pode ser quase a mesma coisa , mas o acabamento?

      Excluir
    2. Agostinho, na verdade, a desvalorização e praticamente a mesma pra todas as marcas. Hoje você encontra uma BMW 335i 2014 por 200 mil, a zero custa 290 mil, uma desvalorização de 45%. Uma das vantagens da VW é o custo de manutenção.

      Excluir
  3. LINDo hein se as condiçoes economicas melhorar vou pensar nele com carinho show de tecnologia e potencia e qualidade com o teto claro

    ResponderExcluir
  4. lindo de se ver mas o emocional não deixa você optar por ele nessa faixa...! passat, valeu, foi bom, adeus.

    ResponderExcluir
  5. Interior pobre, parece do golf confortline =////

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem o que comentar, fica quieto

      Excluir
    2. Também acho que a VW poderia ter caprichado mais e sim, com o acabamento prata está igual ao Golf confortline, o que não é um demérito, se não fosse a faixa de preço em que o Passat atua.

      Excluir
  6. Como diz o meu pai..... E um automóvel!!!

    ResponderExcluir
  7. Mecânica impecável, mas interior e exterior esses sim parecem cansados... Linhas tão sóbrias que o tédio chego ali e parou.

    ResponderExcluir
  8. Um excelente carro.
    Pena que tem a cara da Vw (que se incia no up). Logo, nenhuma exclusividade.
    Mas o ponto negativo é a desvalorização alta e o mercado ruim do carro.
    Paga 160 e dois anos depois compram por 90....

    ResponderExcluir
  9. 150 mil num carro que não tem nem Farol com DRL nem Bi-xenon? Por isso parece o Voyage. De resto, muito top.

    ResponderExcluir
  10. Como da vontade de chutar o balde e comprar um bichão desse, mesmo seminovo com pouca rodagem e esquecer do preço de seguro cesta de peças e etc...Bela máquina, isso é um automóvel de verdade, não esses improvisos que temos por ai...hehehe..

    ResponderExcluir
  11. Um bom carro, com uma mecânica interessante. Pena o visual genérico da Volks e o preço muito alto. Em relação ao painel achei o visual melhor do que o Active Display, que parece com videogame xing-ling.

    ResponderExcluir
  12. Carro bom mas é um casamento pois depois pra vender.....alta desvalorização....

    ResponderExcluir
  13. Sóbrio, eficiente e lindo! Anos luz do papagaiado Fusion (que ficou mais papagaiado pós facelift)! A central me pareceu desproporcional ao espaço destinado a ela no painel, uma tela maior ocuparia mais espaço e deixaria o painel mais elegante. E, além disso, é claro!, faltou um eixo de torção na traseira e um câmbio tiptronic para torná-lo perfeito! A dupla multlink + DSG6 deixa o carro muito pouco robusto para nossas condições! Deve desmanchar em pouco tempo...

    ResponderExcluir
  14. Para um powertrain de entrada o 2.0 TSI de 220 cv ficou muito bom.
    Mas merecia uma versão com upgrade de 280~300 cv.

    Outro ponto que a VW deveria ter dado mais atenção é no desenho da traseira.
    Ficou muito simplória. Todo o restante ficou bem acertado com a proposta sóbria do modelo, mas a traseira remete à pobreza de linhas.
    O VW CC tem uma traseira linda. Este sim, a VW acertou em todos os aspectos ...

    ResponderExcluir
  15. Se fosse comprar um carro nesse segmento, essa seria a minha escolha.
    Carrão!

    ResponderExcluir
  16. Tem uma mecânica excelente, nota máxima em segurança, design muito sóbrio.
    Mas se eu fosse comprar um carro dessa categoria, iria de Fusion, ainda mais o novo que vai chegar!

    ResponderExcluir
  17. Sabia que já tinha visto o volante só novo Gol em algum lugar.

    ResponderExcluir
  18. Relógio analógico? Está claro que é para o público maduro, pois os "novinhos" mal sabe olhar a hora no digital e não fazem a mínima ideia do que são algarismos romanos, kkk

    ResponderExcluir
  19. Muito bacana! Eu queria ver esse interior no Audi A3, seria infinitamente melhor.

    ResponderExcluir
  20. A audi tinha os melhores carros na década de 90 ....no final ....hj em dia acho os audi muito simplório....carro de emergente mesmo.....sou mais um passat desse , apesar da alta desvalorização, do que um a4

    ResponderExcluir
  21. Não concordo com a designação premium para o passat, é um sedã médio generalista como qualquer outro, mas isso não o impede de concorrer com os premium, o mesmo acontece com a concorrência.
    Claramente trata-se de uma proposta racional.

    ResponderExcluir
  22. Não entendo o passar confortline. Mas sou fã do Highline com pacote premium, esse sim tem todas as tecnologias mais modernas e vale cada centavo.

    ResponderExcluir
  23. Por que grifaram o Accord como pior consumo na cidade sendo que ele faz 8,2 e o Azera 7,8?
    E foi forçado DEMAIS esse ''VW não visa lucro com o Passar''.

    ResponderExcluir
  24. Visual muito genérico da VW, deveria ter mais particularidades para diferenciar dos outros modelos (mais baratos). Por exemplo a lanterna traseira é muito semelhante ao jetta e golf. E o volante então, até o Gol 2017 receberá esse volante...

    ResponderExcluir
  25. A traseira desse carro ficou feia e quadrada, parecendo aqueles Fusion G1. No geral, é um excelente carro, mas eu não compraria.

    ResponderExcluir
  26. Existe um abismo enorme entre a VW Brasileira e a Alemã.

    ResponderExcluir
  27. Ficou schou bem acabado e com muito mais equipamentos de série do que os concorrentes,eu já tive um 2010 e era muinto bom,esse ficou ainda melhor,carro para quem é realmente apaixonado por carro e sabe o que quér.

    ResponderExcluir
  28. Ficou schou bem acabado e com muito mais equipamentos de série do que os concorrentes,eu já tive um 2010 e era muinto bom,esse ficou ainda melhor,carro para quem é realmente apaixonado por carro e sabe o que quér.

    ResponderExcluir
  29. Estranho... a VW deveria ter a obrigação de fazer este motor beber menos na estrada. No comparativo, o Azera (3.0 V6) faz 14,5 e o Passat (2.0) faz 14,7. Palmas para a Hyundai por fazer um V6 beber quase a mesma quantia que um 2.0.

    ResponderExcluir
  30. Carrão, pena que a VW não dará importância para ele, pois como disse o carlos4carros meses atrás, esse carro não é para a VW vender, apenas deixar de enfeite nas concessionárias!

    ResponderExcluir
  31. Seria interessante uma versão de entrada trendline com motor 1.4 TSi. Como a plataforma é a mesma do Golf, poderia muito bem ser fabricado aqui.

    ResponderExcluir
  32. Essa versão mais simples do Passat não vale nada a pena se comparar com o topo de linha. A diferença de preço de 148.000 (sem teto) para 165.000 da versão com todos os opcionais compensa. O topo de linha é outro nível perto desse.

    ResponderExcluir
  33. Meu sonho de consumo, muito lindo o carro, especialmente na versão Highline!!!

    Mas não podemos começar a falar em carro subsidiado, se não a VW vai querer “Melhorar” o Passat...

    Para começar um Apezão 2.0 que “Evita Multas”; um câmbio TipTronic mais “Robusto e Silêncioso”; para que suspensão Multlink, se o eixo de torção é “melhor” para as ruas do Brasil?; e não podemos esquecer de um freio de mão de acionamento mecânico, pois aquele de acionamento elétrico “só da problema”!!!kkk

    Mas agora falando sério, e mudando de assunto, fiz um Test Drive no Golf 1.6 MSI semana passada e VW ta conseguindo enganar muito bem com esse carro, tirando o fato da engasgada que o TipTronic dá na terceira marcha, a falta de potência bruta do TSI, e o barulho do motorzinho 1.6 sendo esguelado... parece que vc anda num Golf mexicano ou alemão, ele continua sendo um carro muito bom de guiar, a dirigibilidade ainda é show, só não compraria esse 1.6 pois acho um absurdo pagar R$ 92... num carro desses "1.6", ai sim a VW deveria subsidiar...#FicaDica

    ResponderExcluir
  34. É impressão minha ou essa versão do passat não conta com borboletas para troca de marcha?

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.