A Renault do Brasil participou nesta segunda-feira (21), no Recife (PE), do lançamento do Projeto Trilha Verde, que está alinhado ao programa Noronha Carbono Zero, em evento realizado no Palácio do Campo das Princesas, sede administrativa do Governo do Estado de Pernambuco. A marca fez a entrega de dez unidades do Renault Zoe E-TECH Electric, que serão utilizadas em Fernando de Noronha pelo projeto de Pesquisa e Desenvolvimento da Neoenergia Pernambuco, companhia energética do estado.
Novo Renault Zoe E-Tech chega à Fernando de Noronha
A nova frota do modelo 100% elétrico atende o objetivo do projeto de reduzir a emissão de CO2 na ilha, bem como preservar o seu meio ambiente, e será utilizada pela equipe da Neoenergia, administração da ilha, bem como por turistas. Além da Renault e da Neoenergia, o programa conta com a participação do Governo de Pernambuco, da administração distrital da Ilha de Fernando de Noronha e outros parceiros.
Novo Renault Zoe E-Tech chega à Fernando de Noronha
O conjunto de ações do projeto contempla ainda a instalação de duas usinas de geração de energia limpa por meio de placas solares, construídas pela Neoenergia, além do desenvolvimento e avaliação de soluções e modelos de negócios aderentes à realidade da ilha.
Novo Renault Zoe E-Tech chega à Fernando de Noronha
A solenidade de lançamento contou ainda com a presença do governador do Estado de Pernambuco, Paulo Câmara, do presidente da Neoenergia Pernambuco, Saulo Cabral, e do administrador da ilha de Fernando de Noronha, Guilherme Rocha, entre outras autoridades.

Noronha com trânsito sustentável a partir de 2030

A entrega de dez unidades do Zoe E-TECH e a construção de novas usinas solares fotovoltaicas são mais um passo para reduzir a emissão de gases de efeito estufa e contribuir para o processo de descarbonização do arquipélago.
Novo Renault Zoe E-Tech chega à Fernando de Noronha
Pela Lei Estadual nº 16.810/20, baseada nos termos do programa Noronha Carbono Zero, a partir de 12 agosto de 2023 não será mais permitida a entrada na ilha de motos, carros, ônibus e caminhões movidos a gasolina, álcool e óleo diesel. E de 10 de agosto de 2030 em diante, o trânsito e a permanência no local serão definitivamente restritos a veículos com emissão zero de poluentes.

Novas plantas fotovoltaicas

As novas plantas fotovoltaicas são compostas por módulos policristalinos de 345 Wp. Elas serão construídas nos locais conhecidos como Vacaria e Laboratório Noronha, próximo à usina de tratamento de resíduos. As duas áreas somam cerca de 2.300 m².
Novo Renault Zoe E-Tech chega à Fernando de Noronha
As estações terão capacidade de gerar 155 MWh de energia por ano, quantidade que cobre em até três vezes o consumo elétrico de todos os veículos do projeto que circulam pela ilha.

Isso representa a possibilidade de cada automóvel rodar aproximadamente 16 mil quilômetros ao ano, evitando a emissão de CO2 no meio ambiente.

Com o desembarque de mais dez unidades do Zoe E-TECH, a frota da Renault em Noronha chegará a 46 veículos no total.
Novo Renault Zoe E-Tech chega à Fernando de Noronha
O projeto prevê ainda a instalação de 12 carregadores pela Neoenergia ao longo de toda a extensão da ilha. Serão pontos de recarga de 7,4 e de 22 kW. O início da montagem dos carregadores inicia logo após a conclusão da obra da primeira usina.

Mobilize

A circulação de veículos elétricos da Renault em Noronha, bem como a criação de uma infraestrutura para a mobilidade sustentável e a produção de energia limpa, está conectada às ações promovidas pela Mobilize.

A marca é a mais nova unidade de negócios do Grupo Renault, lançada em 2021, que oferece serviços de mobilidade, energia e dados para consumidores finais, empresas, cidades e órgãos públicos.

As unidades do Zoe E-TECH que serão utilizadas no Projeto Trilha Verde são resultado dessas soluções inteligentes da Mobilize para fomentar parcerias e ecossistemas energéticos sustentáveis.

Os carros servirão às atividades do trade turístico, administração distrital e operação local da companhia, além da realização de pesquisas de mobilidade envolvendo os veículos 100% elétricos.

Descarbonização de Fernando de Noronha

A presença de veículos Renault E-TECH Electric em Fernando de Noronha começou em junho de 2019, na ocasião do lançamento do Projeto Noronha Carbono Zero. De lá para cá a frota eletrificada da marca na ilha só tem crescido e ajudado na preservação do ecossistema.

Em 2021, em conjunto com parceiros, foi instalada uma garagem fotovoltaica, que gera energia limpa para o abastecimento dos veículos elétricos, e o excedente é disponibilizado para uso da comunidade local.

O lançamento do projeto Trilha Verde faz parte da terceira etapa das ações realizadas pela Renault para contribuir com a descarbonização de Fernando de Noronha.

Serão 46 carros Renault E-TECH em circulação no arquipélago. Modelos que vão desde o modelo de dois lugares Twizy, passando pelo premiado veículo de passeio Zoe E-TECH, até o Kangoo E-TECH, um utilitário elétrico de carga que caiu no gosto dos empresários locais na realização das tarefas do dia a dia.

14 Comentários

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tira seu comentário mesmo porque a VW não fez porr@ de ação de MKT voltada para temas ecológicos e nem sabemos quando a linha ID (a problemática) chegará...

      Excluir
    2. Por enquanto esquece a família ID aqui.

      Excluir
  2. Se fosse um shitID não ia nem ligar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os problemas de software do ID.3 foram resolvidos,ele levou 5 estrlas no euroncap enquanto o Zoe 0.

      Excluir
  3. https://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2022/03/22/elon-musk-inaugura-fabrica-de-5-bilhoes-de-euros-da-tesla-na-alemanha-centro-e-o-1o-da-europa.ghtml

    "O complexo pretende produzir 500 mil carros por ano, número superior aos mais de 450 mil veículos elétricos que a rival Volkswagen vendeu globalmente em 2021. Além disso, pretende gerar 50 gigawatts-hora (GWh) de energia de baterias, superando todas as outras fábricas no país."

    ADEUS JACSWAGEN. FALÊNCIA BATENDO NA PORTA ESSE ANO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. FICARAM desesperados q começaram a falar de motos, 2 materias kkkkk

      Excluir
    2. E olha que a SHITwagen fez de tudo com o governo alemão para atrasar as obras da gigafabrica.
      São desonestos em tudo que fazem.

      Excluir
  4. Em nível mundial, quem mais faz pelo meio ambiente é o Grupo Volkswagen. É o mais avançado entre os grandes mundiais na adoção da eletrificação. Renault está muito atrasada nesse aspecto e esses carrinhos em Noronha são puro marketing.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faz ?!? Como ?!? Dieselgate me diz muito sobre a VW e sua política de preços também por aqui, pra mim quem defende essa marca é muito desonesto...

      Excluir
  5. A Renault deveria rever sobre este produto. Carro feio, pequeno, acabamento ruim e preço de mais de 200 mil absurdo, somente pessoas muito ricas no brasil podem comprar. As pessoas muito ricas, raramente vão comprar um carro deste ao invés de preferirem marcas como BMW, AUDI ou Mercedes. Olhei um deste de perto e não tive vontade de fazer teste drive de tão simples que achei o carro. É acabamento nivel GOL, FOX, Polo, uma porcaria.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

Postagem Anterior Próxima Postagem