Car.blog.br

Pesquisar este blog

Ford Territory chega ao Brasil em 2020 para enfrentar o Jeep Compass e VW Tiguan

Categorias: , , , 24 Comentários

A Ford do Brasil confirmou hoje (07/08) o lançamento de um novo veículo para o mercado nacional: é o Territory, o novo SUV da Ford. O lançamento oficial será em 2020 também para a Argentina. O modelo virá importado da China.

Ford Territory - Brasil

O novo SUV da Ford para a região foi revelado no Salão de São Paulo de 2018, e devido à reação positiva que recebeu do público, rapidamente se tornou um grande candidato para alcançar o mercado sul-americano.

Ford Territory chega ao Brasil em 2020 para enfrentar o Compass e Tiguan

Desenvolvido pela Ford na China em parceria com a Jiangling Motors Corporation (JMC), o Territory incorpora tecnologias como carregador sem fio para celular, câmera de 360 ​​° com vista aérea, centro multimídia e painel de instrumentos com tela de 10 ”.

Ford Territory - Brasil

Além disso, contará com assistência de estacionamento, controle de velocidade de cruzeiro adaptativo e alerta de ponto cego.

Ford Territory - Brasil

O interior será o maior do segmento em relação ao espaço para passageiros na segunda fila de assentos, segundo a Ford.



A marca não informou detalhes sobre a mecânica que será oferecida. Na China, o Territory é oferecido com três motores: naftera (1,5 turbo 163 hp), híbrido e plug-in híbrido.

Ford Territory - Brasil

Nos últimos meses, houve muitos rumores sobre a possibilidade de fabricar o Territory na Argentina ou no Brasil.

Ford Territory - Brasil

A marca não descartou essa alternativa, mas na primeira etapa virá importada da China. Só mais tarde, se a demanda justificar, poderia ser montada na Argentina.

24 comentários:

  1. Interior muito bonito e bem feito e o motor é digno, ta ai um suv para brigar de verdade com o Compass mas deve fracassar igual todos os rivais do Jeep Americano, único a diesel.

    ResponderExcluir
  2. Se vier, será pelo preço que deveria ser o da edge.

    ResponderExcluir
  3. Em termos de acabamento, o compass é muito fraquinho.

    ResponderExcluir
  4. o mais bonito se vier e com melhor interior

    ResponderExcluir
  5. Pode ser o único à altura de competir com o Compass, pois o Territory aparenta muito requinte, o Compass é só porque é da Jeep e virou modinha...

    ResponderExcluir
  6. A Ford fez um bom trabalho com esse SUV, mas sei lá, não consigo imaginar esse SUV sendo um sucesso, pois na categoria dele todos os SUV são globais e ele é projeto local, eu não digo chinês, mas esse SUV só vendido em alguns mercados asiáticos e agora no Brasil, ou seja, a ideia da Ford é lançar esse SUV para competir com nomes como: Compass, Equinox, Tiguan (versão 05 lugares), RAV4, 3008, CRV e entre outros, vai ser difícil colar.

    ResponderExcluir
  7. Já Queria pegar esse carro e sair dando um Rolê, putz deve ser perfeito em dirigibilidade...se vier, vem logo.

    ResponderExcluir
  8. Compass não seria concorrente, já que o volume dele é assustadoramente maior que do Tiguan.
    Será mesmo competidor apenas do Tiguan.
    Mesmo assim, o Ford leva a pior por vir da China (suposição, pode ser que venha a bater no Tiguan).
    Não deve ter volume superior a 1000/mês.

    ResponderExcluir
  9. Mais uma opção no mercado, concorrência boa p clientes!

    ResponderExcluir
  10. Pra fazer frente ao Compass, precisa de versão a, no máximo, R$ 115 mil.
    Acima disso, vira figurante.

    ResponderExcluir
  11. É a Ford cada vez mais se preparando para deixar o Brasil, como produtora de carros... Só tem em linha aqui, Eco e Ka. O primeiro, aumentou de preço, bastante, perdeu equipamentos e ficou tão fora da realidade que, agora, tiveram que fazer uma "promoção" para tentar conter a queda de vendas. Ka, melhorou em algumas coisas, em outras tá igual, mas encareceu também e NUNCA será um substituto a altura de Fiesta no dito segmento "compacto premium". Colocar o Territory aqui, sinceramente, prenuncia mesmo, para mim, que NUNCA veremos o Kuga/Escape em nosso mercado, pois são de segmentos praticamente idênticos e me parece, inclusive, que o Territory é algo maior. Nada contra carros chineses, mas carros chineses, nesse formato, não são Ford, mas a adaptação de um produto local com marca Ford. Quase como a própria Ford sendo "xing ling" da Ford.
    Falar em produção local, primeiro, eu como consumidor, preferiria o Kuga/Escape, mas independentemente disso, a questão é SE ISSO VAI SE CONCRETIZAR, o que só ocorrerá em caso de sucesso de vendas, que eu ainda duvido. Preferiria ver aqui é o Puma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Escape também virá, e ficará acima do Territory, fazendo a escadinha: ECO, TERRITORY, ESCAPE, EDGE.

      Excluir
  12. A Ford já baixou o preço do Ecosport justamente para encaixar o Territory no patamar acima, deve começar em 110 mil reais e ir até 130 mil.
    Com o DNA da Ford, com certeza, será um SUV de melhor dirigibilidade da categoria.

    ResponderExcluir
  13. Se a fabricação do carro não for muito barata aqui só resta a montadora importar mesmo, e ainda damos graças por isso. O Rota 2030 e algumas modificações na previdência, importação e área fiscal permitirão ao setor de autopeças e consequentemente montadoras a fabricarem alguns modelos para nosso mercado sul-americano e talvez africano. Uma boa dose de oferta de credito também ajudará.

    ResponderExcluir
  14. Acho que a Ford deveria mudar o catálogo, Ecosport, puma, territory, escape, Everest e Edge, aí sim teria um bom portfólio.

    ResponderExcluir
  15. Eita carro feio,pelo menos o interior se salva

    ResponderExcluir
  16. O interior é muito bonito, mas tem uma quantidade insana de botões. Grande potencial para ser o meu próximo carro. Vou aguardar para ver se o conjunto compensa.

    ResponderExcluir
  17. Lembrando que isso não é um Ford, e sim um Yusheng S330. Quem comprar assina atestado de incapacidade.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.