Car.blog.br

Pesquisar este blog

Renault Twingo de tração traseira ganha aperfeiçoamentos

Categorias: , 19 Comentários

A atual geração do modelo sub-compacto francês Twingo, lançado em 2014 com motor e tração traseiros, começa 2019 com um facelift de meio de ciclo de vida e novidades.

Renault Twingo 2020

O Twingo ganha inovações estéticas e técnicas, juntamente com uma gama de motores renovada e agora está totalmente em conformidade com as nova normas de emissão da Europa, Euro 6D-Temp.

Renault Twingo 2020

A estreia ao público deve ocorrer no âmbito do próximo Salão Automóvel de Genebra, o pequeno francês apresenta as inovações estéticas mais evidentes na frente, com a máscara completamente redesenhada e as luzes com uma nova assinatura "C".

Renault Twingo 2020

Então as luzes circulares na parte inferior desaparecem, para dar maior limpeza estilística e "ampliar" a frente.

Renault Twingo 2020

As luzes de posicionamento diurno estão, portanto, agora integradas nos aglomerados de luzes principais. Na traseira, as novidades são menores e dizem respeito à nova alça do porta-malas, junto com as luzes ligeiramente redesenhadas.

Renault Twingo 2020

A carroceria está um centímetro mais baixo. Há ainda novas cores de carroceria e novas rodas de liga leve.

Renault Twingo 2020

Os designers franceses focaram mais na praticidade do que no estilo renovado, encontrando espaço para novos porta-copos e o pequeno porta-documentos na frente do passageiro que agora ganha uma porta.

Renault Twingo 2020

O console central também é renovado, mais prático no topo do qual está o monitor touchscreen de 7" para o sistema de infoentretenimento, compatível com o Android Auto e o Apple CarPlay e a capacidade de receber atualizações diretamente da nuvem.

Renault Twingo 2020

O Renault Twingo 2019 traz atualizações também para os motores. Há três escolhas possíveis: 1,0 SCe 65 cv ou 75 cv e 0,9 litros com 95 cv. Este último está disponível, assim como a clássica transmissão manual de 5 velocidades, e também com uma automática de 6 velocidades.

Renault Twingo 2020

Posteriormente, o Twingo GT com 110 cv e aspectos esportivos também será lançado.

Renault Twingo 2020

As medidas dimensionais permanecem inalteradas: 3,61 metros de comprimento, 1,64 de largura, com 2,49 de entre-eixos.

Renault Twingo 2020

E o esquema de mecânico, de motor e tração traseira, é mantido.

19 comentários:

  1. carrinho legal, aparenta bem mais superioridade do que o "SUV" Kwid. Pena que se viesse para o Brasil seria produto de "nicho" na faixa dos 60k para mais...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez seria mais caro que o Up! TSI, visto que em equipamentos esse Carrinho é superior

      Excluir
  2. Sempre gostei do Twingo, inclusive daquela versão que veio ao Brasil. Pena que aqui em terras tupiniquins o conceito de citycar não tenha caído no gosto dos consumidores. Aqui não é muito bem aceito você pagar mais por um carro menor, mesmo que seja melhor e mais equipado. Vide o exemplo do Up!, do primeiro Ford Ka e outros...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que até poderia sim ter caído no gosto do consumidor se não fossem os valores praticados... Eu por exemplo acho demais da conta Up, Ka, Kwid etc por mais de 30k. Eu por exemplo tenho um Jetta 2010 (que foi a melhor versão do seda que já tivemos no Brasil) e ele vale 30k. Então o consumidor vai preferir pegar um bom usado a gastar no minimo 10k a mais em um subcompacto capado.

      Excluir
    2. Aí que mora o detalhe, não querendo entrar no mérito do valor dos veículos novos no Brasil, que são realmente absurdos, mas na Europa o cara também consegue comprar um Jetta 2010 com o valor de um Twingo zero, porém o conceito de citycar é outro. O cara tem um Jetta 2019 na garagem pra viagens de fins de semana e o Twingo pra ir trabalhar todo dia...

      Entendo também que esse conceito deve ficar obsoleto em pouco tempo com os carros autônomos.

      Excluir
  3. Respostas
    1. Acho que o Up é mais feio. Um excelente carro, mas feio que dói kkkk

      Excluir
  4. Eu gosto desses carros de nicho, super exclusivos, o problema é o custo benefício deles no Brasil, ninguém de classe C e D consegue manter, tem que ser muito patrão pra ter um carrinho desses, vide Fiesta GT, Up TSI, 500 abarth

    ResponderExcluir
  5. Gostei do cambio, lembra muito as maquinas de fliperama.

    ResponderExcluir
  6. Motor traseiro o espaço se foi.......boqueta,..

    ResponderExcluir
  7. Bem cara de carro brasileiro e europeu .prin principalm frança Itália

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.