Car.blog.br

Pesquisar este blog

Ford Versailles: fotos, consumo, desempenho e preços

Categorias: , , , , , , 19 Comentários

O Ford Versailles, carro de luxo da Ford que chegou ao mercado em 91 para suceder o Del Rey, foi produzido pela Volkswagen, mesma plataforma do Santana. Neste artigo relacionamos os dados técnicos, de consumo e desempenho deste sedã.

Ford Versailles Ghia 1996
Ford Versailles Ghia 1996
O modelo era um sedã médio com 4,57 metros de comprimento, 1,69 metros de largura, 2,55 metros de entre-eixos e altura de 1,42 metros. O porta malas comportava 362 litros e o peso em ordem de marcha era de 1.130 Kg.

Ford Versailles Ghia 1991
Ford Versailles Ghia 1991
O modelo usava a mecânica Volkswagen, com motor 1.8 ou 2.0 a gasolina ou álcool (não havia motor flex). Em relação ao modelo a álcool, em 1994, o Versailles 1.8i foi o primeiro carro a álcool da Ford a receber injeção eletrônica de combustível no lugar do carburador. O sistema era do tipo monoponto (com um só bico de injeção de combustível para os quatro cilindros) e foi desenvolvido no Brasil.

Ford Versailles Ghia 1991
Ford Versailles Ghia 1991 - painel
O Versailles 1.8 (92 cv e 14,9 kgfm) com transmissão manual acelerava de 0 a 100 km/h em 12,2 segundos, e atingia 172 km/h. O consumo de gasolina era de 9,5 km/l em cidade, e 12,2 km/l em estrada.

Ford Versailles Ghia 1991
Ford Versailles Ghia 1991
Já Versailles Ghia 2.0, também manual, com motor de 112 cv e 17,6 kgfm de torque acelerava de 0 a 100 km/h em 12 segundos e atingia 188 km/h. O consumo em cidade era de 8,6 km/l, enquanto em estrada melhorava para 12,4 km/l.

Ford Versailles Ghia 1991 - interior
Ford Versailles Ghia - interior
Em 1995 o design do Versailles ganha novos detalhes, com mudanças estéticas.

Ford Versailles Ghia 1996
Ford Versailles Ghia 1996
A frente ganhou nova grade, inspirada no desenho oval que era usado nos carros mundiais da marca.

Ford Versailles Ghia 1996
Ford Versailles Ghia 1996 - interior
A traseira perdeu a moldura em plástico das lanternas, mas ganhava aerofólio (asa traseira) com terceira luz de freio elevada (brake-light), na versão Ghia.

Ford Versailles Ghia 1996
Ford Versailles Ghia 1996
No final de sua vida, começou a receber grandes descontos para ser desovado, tanto no sedã quanto na perua Royalle.

Ford Versailles Royale Guia 1992
Ford Versailles Royale Ghia 1992
Essa perua foi vendida como zero km pela última vez em 1996, com descontos que atingiam 13%. Um modelo 2.0, com ar-condicionado, trio elétrico e vidros verdes, era oferecido por R$ 25 mil (R$ 99 mil reais em valores atualizados pelo INPC) - enquanto a tabela era de R$ 28,6 mil (R$ 113.300 reais).

Vídeo - Comercial de lançamento do Ford Versailles 1991

19 comentários:

  1. Isso aí foi o seguinte. A VW pegou o carro dela e disse para a Ford: "Ford, quer um carro de luxo de verdade para você? Então faz o seguinte: pega o Santana, e você está autorizada a mexer apenas em partes irrelevantes, como parachoques, painel de instrumentos e volante. Mecânica, estrutura, nada, jamais. Não mexa nisso que você não sabe".

    Muito bem, e aí foi a Ford e mexeu só no que estava autorizada a mexer. Design da frente, traseira e interior. Piorou tudo, tudo mesmo. Ficou ridículo. E ela achou o máximo e colocou para vender um Santana piorado com emblema Ford e nome Versailles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mesma coisa que aconteceu com o Apolo. Pegaram o Verona e o resto todos já sabem.

      Excluir
    2. Exato carlos igual a vw vai fazer com a ford, pegar a Ranger, pegar uma pocape de vdd pra fazer sua amarok

      Excluir
  2. Versailles Royale famoso pega caixão.

    ResponderExcluir
  3. Os matérias utilizados em bancos e portas de Versailles, Santana e Monza desse época ainda colocam muito carro "de luxo" no chinelo ainda hoje. Aquilo sim era tecido de qualidade, melhor do que a imitação de couro muito utilizada atualmente.

    ResponderExcluir
  4. Olá! O Apolo, na verdade, foi o caminho inverso. Era o Ford Escort seda com o emblema vw... Note que a frente lateral painel etc eram identicos ao Ford europeu... Mas no Brasil vinha com o motor VW.... :-)

    ResponderExcluir
  5. Off: 2019 será o último ano de fabricação da Montana.

    ResponderExcluir
  6. meu pai teve um desse 1.8 , o acabanto do banco era de veludo, bem confortável, no documento dizia ser 99 cv, achava engraçado, ficava pensando, porque não ser 100 cv de uma vez caramba? kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pq naquele epoca existia uma alíquota maior de imposto para carros com 100cv ou mais, por isso muitos carros tinham 99cv.

      Excluir
    2. interessante, obrigado pela resposta, ele andava até bem, o motor poderia render mais que 99 vc, a famosa burrocracia brasileira

      Excluir
  7. O último ano da Royale foi 1996. Em 1992 nem existia plano Real ainda. Em 1996 um carro popular valia 12.000 reais,a Royale não chegou a valer mais que 2 populares.

    ResponderExcluir
  8. Seria hoje Virtus x Arizzo.
    Neste ano o Santana era quadrado com o apelido de robôcop. Depois ganhou nova estética , com muito sucesso.

    ResponderExcluir
  9. 4,57 de comprimento sendo que 1/3 era o capo do carro.

    ResponderExcluir
  10. Se você comparar com um carro de 100 mil de hoje, vai ver quanto os carros ficaram mais baratos, em relação ao passado.

    ResponderExcluir
  11. Na época o Versailles custava aproximadamente 200 salários mínimos. Hoje um carro da mesma categoria não passa de 120 salários.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.