Car.blog.br

Pesquisar este blog

Volkswagen T-Cross é apresentado no Salão de São Paulo

Categorias: , , , 63 Comentários

A Volkswagen do Brasil apresenta o seu novo SUV compacto T-Cross no Salão do Automóvel de São Paulo.

Volkswagen T-Cross

O modelo feito no Brasil será também comercializado na América Latina a partir de 2019.



O T-Cross é um projeto mundial, mas com ajustes locais. A versão brasileira terá o maior entre-eixos (2.651 mm).

Volkswagen T-Cross

Nas configurações topo de gama contará com painel digital (Active Info Display), faróis full-LED e teto solar panorâmico.

Volkswagen T-Cross

No Brasil, modelo será oferecido com motores TSI e terá o maior torque da categoria: 250 Nm (25,5 kgfm). Todas as versões trarão de série Controle de Estabilidade (ESC) e seis airbags, entre outros itens de segurança.

Volkswagen T-Cross

Primeiro SUV da marca Volkswagen produzido no País chegará ao mercado nacional no 1º semestre de 2019.

Volkswagen T-Cross

O T-Cross faz parte dos cinco SUVs completamente novos que a Volkswagen lançará na América Latina até 2020.

63 comentários:

  1. Esse carro será montado em São José dos Pinhais PR,
    Tem concorrentes fortes.
    A Volkswagen insiste em um câmbio manual e motor 1.0 turbo 128cv.
    Se a marca vai apenas em motores MSI.1.6 16v 117cv e TSI turbo 1.4 16v 150cv e câmbio automático com 6 marchas aí sim.
    Versões comfortline 1.6
    Comfortline e highline 1.4.
    E preços começa em 75 mil.
    Aí sim, mas a montadora vai sair bem com esse carro aqui no Brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Errado. A VW oferecerá 3 opções: 200 TSI com câmbio MT; 200 TSI com câmbio AT, e 250 TSI com câmbio AT.
      Haverá opção de transmissão mT para o 1.0 TSI, AT para o 1.0 TSI e AT para 1.4 TSI.

      Favor não relinchar idiotices.

      Excluir
    2. 1.4T seu por apenas 110 mil reais.

      Excluir
    3. ERRADO! VW já divulgou versão de "entrada" com motor 1.6 e transmissão manual.

      Excluir
    4. Cara sem noção o motor 1.0 turbo mas forte e ele querendo o 1.6. Ate onde já ki o 1.6 vai oara fora do Brasil

      Excluir
    5. 1.6 so pra PCD e mercado argentino

      Excluir
  2. Versão 1.4 era pra vir com dsg. Se vier com Aisin prehistorico mica o carro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Eita povo que reclama de tudo!
      Cambio AISIN é referência de câmbio no mundo todo, e é aplicado em vários países do mundo.
      A tecnologia aplicada nesse tipo de câmbio, apesar de, consentualmente ultrapassada, é inovadora e confiável até hoje em dia.

      Excluir
    3. Cambio DSG e mais rapido e mais esportivo que o AISIN. Mas so o fato de nao da problemas e nao ter manutencao de 60 mil km, ja e mais valida a compra. DSG nao serve pro Brasil

      Excluir
    4. Tenho o golf alemão com DSG e nunca deu problema. A maior infelicidade foi a VW dar ouvidos ao brasileiro que não sabe usar um cambio dessa qualidade e trocar pelo aisin. É claro que ela nadou de braçada, pois manteve o preço do carro com um cambio mais barato.
      Tenho o Jetta com cambio aisin, e posso dizer que o rendimento do carro, para o motor 1.4 caiu muito, além das trocas mais suaves e inteligentes (sem reduções a toa)... Mas o brasileiro não gosta de barulhos de garrafa em ruas esburacadas, mesmo que quase imperceptível.

      Excluir
    5. A caixa AISIN do Golf nacional é superior em tudo ao DSG, e tanto é assim que é mais cara, como dito pela Schaeffler, que produz as peças do DSG:

      http://www.car.blog.br/2017/09/schaeffler-vende-dsgpowershift-no.html

      A transmissão de Dupla Embreagem a Seco foi desenvolvida pela Schaeffler com o objetivo de combinar as características das transmissões mecânicas e automáticas, como maior conforto, menos consumo de combustível e menor custo, quando comparada a uma transmissão automática.

      O Golf TipTronic tem melhor desempenho em pista que o Golf DSG, veja o Golf/A3 TipTronic enrabando o Golf DSG na písta:

      http://www.car.blog.br/2016/10/audi-a3-sedan-nacional-supera-golf-14.html

      Além disso, Golf DSG tem uma revisão de 2.500 reais a cada 60.000 km, enquanto o câmbio TipTronic dos Golf/A3 nacionais não precisam de manutenção JAMAIS.

      Desempenho e consumo

      http://www.car.blog.br/2016/01/golf-14-tsi-flex-automatico-2016.html

      Como podemos ver acima, o Golf 1.4 TSI TipTronic nacional anda mais, e foi mais econômico que o Golf 1.4 TSI DSG-7, segundo medições da Quatro Rodas e do INMETRO.

      Então, o sujeito que fala que o DSG é mais eficiente que o TipTronic não sabe o significado da palavra "eficiente", pois os números dos testes mostram o Golf TipTronic anda mais e bebe menos que o Golf DSG, ou seja, o Golf TipTronic é o mais eficiente.

      Fora o fato que o TipTronic não demanda manutenção, enquanto o DSG exige uma revisão de 2.500 Reais a cada 60.000 Km.

      Em resumo: Golf Tip superior em tudo!

      Excluir
    6. Talvez pra vc... Mas pra mim que tenho os carros com os dois tipos de câmbios posso dizer qual é melhor... Não é atoa que os carros com 2.0 tsi mantiveram o dsg. Muito melhor...

      Excluir
    7. Revisão de 2500 em 60.000km? Nunca paguei isso.

      Excluir
    8. Outra coisa, nos dados do Inmetro, realmente, o tip é mais econômico. Na realidade, jamais. Experiência própria. Mas vc é o mais entendido no assunto de testes e eu de usabilidade. Devo ser ignorante mesmo...

      Excluir
    9. O Golrf GTi usa o Aisin também?

      Deve usar, já que é tão eficiente...

      Excluir
  3. O que mata essa traseira com esse aspecto pesado; um tremenda concessão ao mau gosto dos estilistas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AMLADJ, vc faz parte do grupo dos 1% que nao gostaram da trazeira do carro

      Excluir
    2. Em outros sites a maioria não gostou. Pode ser que vendo o carro pessoalmente mude de ideia, mas por enquanto mantenho minha opinião.

      Excluir
    3. Eu adorei a traseira.
      Remonta à sofisticação e classe, tornando-a harmoniosa.
      Questão de gosto.

      Excluir
  4. Passaram tanto tempo p lançar o carro e colocaram essa traseira , pelo menos nas fotos achei feio demais

    ResponderExcluir
  5. A traseira está condizente com a proposta do carro que é um SUV, que deve primar pela robustez. Essa traseira transmite força e robustez. Ficou muito bom.
    Parabéns 'a VW! Ficou lindo. Qualquer avaliação # dessa é relincho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você entende muito de relincho; isso vem de família?

      Excluir
  6. Exiate um problem estético grave nesse carro. NÃO FOI PROJETADO PRA TER O TETO COM COR DIFERENTE DA CARROCERIA. Como creta e HRV, existe peça unica que junta ad partes superiores e inferiores desses carros. Esteticamente nao esta harmonioso. O kiks tem essa preparação... como a vw de Pavonne engoliu essa mosca eu nao sei, mas precisam acertar isso.
    Fora q o carro brasileiro deveria ser o mesmo do europeu em qualidade doa materiais pios hrv e renegade nao deixam nada a desejar com relação a isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vejo o carro e não vejo nada de errado , ficou bacana

      Excluir
    2. Discordo de você completamente amigo. O T-CROSS sem o teto nas versões mais básicas não fica harmonioso. Com o teto preto, combina com essa lanterna na traseira. Essa lanterna segue a nova identidade da VW, veja Audi Q8 e Audi A8 por exemplo. HR-V por exemplo já confirmou que a versão touring virá com motor turbo do CIVIC, então será uma versão bem cara já que a HR-V top de linha hoje custa R$ 108.000,00 com motor aspirado. Então o T-CROSS, tanto em design, motorização e principalmente preço, está muito bem posicionado.

      Excluir
    3. Falou o engenheiro projetista da VW...

      Excluir
    4. Fique livre para discordar. Não precisa ser engenheiro de alguma marca para poder analisar algumas variáveis, olhar para o mercado automotivo e ter um raciocínio lógico. Se não gostou, só não comprar ou comprar aquilo que mais lhe satisfaça em seus pontos para critério de uma compra.
      Agora se for discordar, que faça com propriedade.

      Excluir
    5. Reparem na coluna C que Não existe nenhum elemento de ligação que harmonize com a troca de cores. Como esse blog e os leitores cegos fã de vw nao reconhecem qd uma cagada está feita. Daqui a pouco vao dizer q o diesel gate é fraude... armação...
      Tcross nao foi feito pra ter dois tons e ponto. Kiks e captur ja tem o elemnto na coluna C que disponibiliza de forma normal a troca e emenda de cores. Mas tcros, hrv e creta nao foram concebidos assim. Vlw

      Excluir
    6. Como vc sabe se a qualidade de materiais não é a mesma que a versão européia? Já andou num?
      O carro nem lançou no Brasil e o sujeito já avalia com base em nada, pois o carro não está a venda ainda.
      As vezes o C4C tem razão.
      Relincho puro

      Excluir
    7. Boa Marchesan.
      Esse Gutemberg perdeu a chance de ficar calado.

      Excluir
  7. Poderia explicar melhor pois creio que todas as montadoras utilizam painéis laterais completos (alto a baixo, inteiros, com os vãos das portas) que serão soldados ao teto. Esse vídeo da fabrica da Nissan em Resende me pareceu isso ( youtube.com/watch?v=Xh5uRMvHWec ). Que peça é essa? Alguma chapa estampada nova?

    ResponderExcluir
  8. Freio de mão de alavanca. Afff.... Pecado mortal.

    ResponderExcluir
  9. Poderia explicar melhor pois creio que todas as montadoras utilizam painéis laterais completos (alto a baixo, inteiros, com os vãos das portas) que serão soldados ao teto. Esse vídeo da fabrica da Nissan em Resende me pareceu isso ( youtube.com/watch?v=Xh5uRMvHWec ). Que peça é essa? Alguma chapa estampada nova?

    ResponderExcluir
  10. Grande momento da VW. Deve chegar à liderança do mercado. Talvez roube algumas vendas de Polo e Virtus.. mas do Golf é certo... esse sim pode chegar a 6000 unidades mês.

    ResponderExcluir
  11. Carlos 4 Patas sempre presente...

    ResponderExcluir
  12. esse marron cafe ficou linnndoooo

    ResponderExcluir
  13. Só na cor preta pra ficar bonito... disfarçar um pouco essa lanterna compridona...

    ResponderExcluir
  14. Espero que a VW mude essa traseira (retirando esse aplique horrível) até à sua fabricação no Brasil...aí sim ficará harmonioso, de bom gosto e bonito, agradará Gregos e Troianos!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nao vai tirar, a trazeira e o destaque do carro e ficou harmonioso, e difere ela dos demais SUVs. Quero ver nego dizer traseira de virtus, traseira de gol. Ficou jovem, esportivo e original.

      Excluir
    2. nao tomara q não, vw e pegeout com essa tendencia , e ficou massa

      Excluir
  15. O PROBLEMA É O PREÇO MUITO SALGADO O 1.4 TSI COM TODOS OPCIONAIS $$$ 125.000,00

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E o que vc sugere, então?
      Qual concorrente no mercado, que tenha o que esse VW tem, em termos de modernidade e alta tecnologia embarcada, vc compraria no Brasil pelos 125k, conforme vc afirmou, pedidos pelo carro??
      Nenhum amigo, nenhum....

      Excluir
    2. O lance pode não ser esse Victor... A maior parte dos carros no Brasil é vendida por preço e pelo que aparentam ser (design geral), não necessariamente pelos recursos que tem. Se não, o Golf deveria ser o mais vendido desde 2014... Resumindo: preço e "porte". Lógico que é preciso um conjunto mínimo, dentro da compreensão do público leigo, mas o valor e o que o carro aparenta ser são decisivos no Brasil.

      Anota aí: a menor altura do TCross (alguém acreditou que Cactus é SUV?) pode "diminuí-lo" na visão do público geral, que ainda pode considerar os mais vendidos hoje como "superiores". Tem também, nesse segmento, todo o histórico de vendas e relacionamento das outras marcas, ajudando muito na recompra. Do mesmo, tem a falta de histórico da VW, que sempre penou muito com o Tiguan (está melhorando agora...) e no público acima de 80, 90 mil.

      Enfim, ainda prefiro esperar os valores do TCross para saber se vai brigar lá em cima, no meio ou talvez lá em baixo... O preço será decisivo.

      Excluir
  16. Aproveita e troca essa roda horrível inspirada na do jetta americano/mexicano.

    ResponderExcluir
  17. Belo jipinho, a Volks acertou ao procurar dar uma identidade visual mais própria e original a ele, fugindo um pouco do padrão alemão, de carros muito parecidos entre si, o chamado "family face". Gostei do conjunto óptico traseiro, deve impressionar bastante ao vivo com os leds acesos.
    Não curto SUV, mas esse já nasceu campeão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No aplique entre as lanternas não há leds, apenas refletores.

      Excluir
    2. Sim, tem um design diferenciado, maior entre-eixos e melhores motores da categoria. Tem tudo para decolar nas vendas se tiver preços competitivos.

      Excluir
    3. Ahh sim Julio, pensei que fossem extensões dos leds das lanternas.

      Excluir
  18. Pode ser meu próximo carro quando for trocar. Gostei.

    ResponderExcluir
  19. Tbm tenho Golf dsg alemão, nota 100, quanto ao freio de mão estilo Brasília já era

    ResponderExcluir
  20. Caio Conceição, por favor procura no google Nissan Kicks 2018 com cor do teto diferente do restante da carroceria e faça a comparação com a T-CROSS. Ou vá até o salão do automóvel e olhe pessoalmente o Kicks e a T-CROSS.

    ResponderExcluir
  21. Ficou bem legal, esse interior ficou muito bacana.
    Vamos esperar para ver os preços.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.