Car.blog.br

Pesquisar este blog

Chevrolet Cruze LT 1.4 Turbo: preço, consumo - vídeo

Categorias: , , , , 46 Comentários

O Chevrolet Cruze da atual geração chegou ao mercado brasileiro em 2016, momento no qual passou a ser fabricado na Argentina, e passou a contar com um motor 1.4 Turbo Flex, associado sempre com transmissão automática.

Chevrolet Cruze LT 1.4

Neste artigo relatamos nossas impressões com um exemplar da versão de acesso, LT - que tem preço sugerido de R$ 96.790 reais com pintura sólida, e de R$ 98.290 reais no modelo das imagens pintado na cor Prata Switchblade.


Chevrolet Cruze LT 1.4 Turbo

O Chevrolet Cruze já está no mercado há dois anos, e nota-se que sua estética ainda é atual e moderna - graças às linhas sóbrias adotadas nesta geração. A GM fez do Cruze um carro mundial, de modo que ele precisa agradar consumidores norte-americanos, asiáticos e sul-americanos - o que exigiu um cuidado excessivo na estética.



O resultado é um desenho pouco inspirado, anódino e sem identidade, mas funcional, já que seu coeficiente aerodinâmico (Cx 0,29) é um dos melhores da classe.

Chevrolet Cruze LT 1.4

Com o passar do tempo, porém, aprende-se a identificá-lo de perfil, com suas linhas afiadas e suas rodas de 17" (nesta versão pintadas em prata). A traseira é harmoniosa, com suas lanternas horizontais.

Chevrolet Cruze LT 1.4

Quando se entra no Cruze LT, o ambiente surpreende agradavelmente pela qualidade geral, e detalhes de requinte, como os elementos cromados envolvendo as saídas de ar. Nesta versão de acesso ele vem com revestimento dos bancos em preto - enquanto a LTZ tem revestimento claro.

Chevrolet Cruze LT 1.4

O painel, pórém, é inteiramente confeccionado em plástico duro (apenas com uma inserção em couro na parte inferior). É uma falha grave para um carro de quase R$ 100 mil reais.

Chevrolet Cruze LT 1.4

Ele vem de série com ar-condicionado automático de zona única de climatização, central de informação e entretenimento com tela de 7" compatível com Apple CarPlay e Android Auto, piloto automático, e um sistema de áudio competente.

Chevrolet Cruze LT 1.4

Mas fica devendo itens de conveniência como um porta-óculos e saídas de ar-condicionado para os passageiros traseiros - ausências críticas para um carro desse valor.


O painel de instrumentos agrada, com quatro indicadores com ponteiros transparentes e uma tela centro onde diferentes informações são listadas, como a pressão dos pneus e dados de viagem. Há múltiplas opções de informações, configuráveis quanto ao modo de exibição.

Comportamento dinâmico


O Cruze LT 1.4 vem sempre com transmissão automática de seis velocidades, mas é uma transmissão básica: não tem modo "Sport" e tampouco seletores para trocas sequenciais no volante - recursos oferecidos em modelos de acesso, como o Gol Automático (veja aqui).

Chevrolet Cruze LT 1.4

O desempenho impressiona. Segundo a GM, abastecido com etanol ele vai da imobilidade aos 100 km/h em 9 segundos, e atinge 214 km/h de velocidade máxima. O consumo, segundo o INMETRO, é de 7,6 km/l de etanol em cidade, e 9,6 km/l em rodovia. Com gasolina melhora para 11,2 km/l e 14 km/l, respectivamente.

Chevrolet Cruze LT 1.4

A direção elétrica é confortável em cidade, e segura em estrada, enquanto a suspensão, com ajuste que prioriza o conforto, filtra bem as irregularidades dos pisos de baixa qualidade brasileiros.

Chevrolet Cruze LT 1.4

A transmissão funciona bem, com trocas precisas, mas com alguns trancos em reduções. O funcionamento deste câmbio é satisfatório, mas aquém da suavidade e precisão da caixa AISIN usada no Gol/Polo/Virtus e Golf.

Aspectos positivos
  • Comportamento motor e transmissão
  • Segurança (6 airbags + ASP e Controle de tração)
  • Boa lista de itens de série (relação custo x benefício)
Aspectos negativos
  • Estepe temporário (velocidade limitada a 80 km/h)
  • Porta-malas pequeno, com 440 litros ( o pior do segmento)
  • Ausência de shift paddles para trocas de marchas sequenciais
  • Painel inteiramente de plástico duro
  • Falta de porta óculos
  • Câmbio automático muito simples, sem opção "Sport"
Conclusão

Chevrolet Cruze LT 1.4

O Chevrolet Cruze LT 1.4 Automático é um sedã com estética sem identidade, e com porta-malas reduzido. Levando-se em consideração seu nível de preço, ele fica devendo recursos importantes, mas é um carro confortável, bem acabado e com ótimo desempenho.

46 comentários:

  1. Esteticamente falando e provavelmente até custo x benefício eu iria de Focus Fastback.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Custo x benefício com um câmbio problemático e um dos piores pós-venda do segmento?

      Para começar a pensar em custo x benefício é necessário pelo menos um pós-venda ordinário. Coisa que Ford BR está longe de ter ...

      Excluir
    2. Já tive dois focus G3 e não tive problema nenhum e tenho o melhor pós venda do meu estado.

      Excluir
    3. Ok, Itallo.

      Traz pra nós os valores das cestas de peças para manutenção preventiva até 60 mil km; cesta de peças de reparo (desgastes); cesta de peças emergenciais;
      Traz para nós também os indicadores de Matriz de Confiabilidade e Pirâmide de Ocorrências, por favor.

      Depois voltamos a conversar o que é pós-venda decente ...

      Excluir
    4. Em 2017 comprei um LT e em 2018 troquei por LTZ.
      A postagem não menciona o ON Star que ótimo, você pode trancar e destrancar o carro pelo telefone alem de enviar rotas do telefone diretamente pra central multimidia do carro.
      Ambas as versões possuem DRL, a LT com lampadas halogenas e a LTZ com LEDs.
      Quanto ao cambio basta voce colocar no modo sequencial que ele entra no modo esportivo, não tem aletas no volante mas voce pode trocar na alanvanca do cambio, eu particularmente usei 1 vez só.
      O Carro é bem acertado mecanicamente com a suspensão calibrada corretamente.
      Pra mim é o carro com melhor custo x Beneficio do mercado em seu segmento.
      O LT 2017 que tive fez exatos 14 km/l de media geral nos 20 mil km que fiz com ele, seu motor vinha dos EUA. Não tinha nenhum barulho interno nessa quilometragem.
      O LTZ 2018 tem motor fabricado na Argentina e a média geral, até hoje com 5 mil kms, não passou de 13 km/l nas mesmas circunstancias do 2017. Esse 2018, com apenas 5 moil kms apresentas alguns barulhos no forro na parte de trás do carro que pretendo relatar na revisão dos 10 mil kms.
      Em suma, é um bom carro, economico e confortavel, com muita tecnologia embarcada, pra mim a melhor compra.

      Excluir
    5. Quem compra carro já pensando no pós venda, nem é gente...

      Excluir
    6. Júnior Oliveira, quando você, num sábado à noite, com sua família, ficar na rua, sem apoio, talvez esse pensamento limitado e pequeno mude...
      Volte para o mundo real que no país das maravilhas essa não cola!!!

      Excluir
  2. Esse carro não faz muito sucesso por causa do design e por ser chevrolet. Um civic, corolla e sentra tem mais cara de sedan médio os quais tem mais vendas.O único porem é o sentra que quase não vende pois é excelente!

    ResponderExcluir
  3. A GM agora vai ter que dar descontos nesse carro em virtude do lançamento do Voyage MSI automatic.

    ResponderExcluir
  4. Melhor sedan médio da categoria. Já dirigi um, recomendo! Excelente suspensão. O Sentra é um pouco mais duro. Compensa gastar mais e pegar um cruze

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkkkk
      Pelo jeito, só andou nele.

      Nunca andou num Jetta Highline, muito menos no Civic Touring, atual referência da categoria ...

      Excluir
    2. Só que você está querendo comparar um carro de quase 130k (preço da CSS) com outro que se encontra por 90k?
      É fácil ser melhor quando se cobra quase 40 mil reais a mais!
      A vantagem do Cruze é oferecer bastante por um preço justo, considerando a média de preço dos carros nacionais!
      Por 90k não se compra nem um Civic Sport CVT, que ainda usa o motor 2.0, bem menos eficiente que o 1.4T do Cruze, e sequer tem bancos de couro!

      Excluir
  5. Ue no polo plastico duro é sinônimo de sem frescura e mimimi. No cruze é ponto negativo, vai entender...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se o Cruze fosse um VW, nesta avaliação seria um carro melhor que Audi, BMW e Mercedes.

      Excluir
    2. Simples de entender.
      Polo = R$ 62k
      Cruze = R$ 96k
      Quer um desenho?

      Excluir
    3. Polo popular
      Cruze pessoal da grana

      Excluir
    4. polo chega perto dos 100k em algumas versoes e mesmo assim nao tem qualidade de acabamento

      Excluir
    5. Relincho puro. O Polo Highline completíssimo custa menos de R$ 80 mil reais. Esse mané só sabe mentir. Ele acha que todos são idiotas como ele.
      Idiotas sendo idiotas, nada além de idiotas.

      Excluir
  6. Vovoiage 1.6 automatico é muito melhor...

    ResponderExcluir
  7. Falta de porta óculos ??? P que se não uso óculos! 😄😄😄

    ResponderExcluir
  8. No polo coisas cruciais como farol de neblina e retrovisor com ajuste elétrico era mimimi e coisa de quem ñ tem condição de comprar.
    e agora no cruze o porta óculos é "CRUCIAL"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O pior foi falar do painel em plástico duro, sendo que o painel do polo parece de plástico descartável e nada foi falado na matéria dele.

      Excluir
  9. Quando acho q nada poder superar as m .. Do caloi4vittar vem o blog e solta essas perolas
    Espelho e neblina = mimimi
    Falta de porta oculos = ponto negativo

    ResponderExcluir
  10. Esta cheio de vendedor de Volkswagen que falam cada asneiras sem controle os lambe botas da volks

    ResponderExcluir
  11. O carro tem a estética dos piores carros chineses, todo recortado, os faróis com aspecto torto e linhas tortas descontinuas, o interior também torto e volumoso, estética carregada já cansou.

    ResponderExcluir
  12. Realmente, vi o Focus fastback e achei um luxo.

    ResponderExcluir
  13. Eu tenho im cruze lt e e show de bola... o pessoal reclama de im monte de coisa nada a haver.. o bom e andar de gol.... compra um e depois fala..

    ResponderExcluir
  14. Prá mim o Cruze merecia melhores vendas pelo carro que é.

    ResponderExcluir
  15. Tenho um Cruze LTZ 2017 e acho ele um ótimo carro, motor turbo com excelente desempenho, muito boa economia, itens de
    segurança como controle de estabilidade e tração, 7 airbag,
    assistente de partida,ABS... confortável de dirigir principalmente nas Rodovias. Experimente um só para sentir o gostinho

    ResponderExcluir
  16. Uma boa opção, mas o acabamento é pobre, não se pode desligar o start-stop e o preço é um absurdo.. Ficaria com o Golf.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não acho o preço do Cruze um absurdo! Esses 96 só são na tabela...nas CSS se encontra à vista até por 87k!

      Que carro com motor 1.4T com 24,5kgfm de torque, AT6, couro, ESP, 4AB, android auto/carplay, ar digital, volante multifuncional em couro, piloto automático, DRL entre tantos outros itens se compra por esse preço?

      Excluir
  17. Se não me engano, essa versão tem apenas 4 airbags... Enfim, o design externo do Cruze é impecável. Design não é só uma questão de gosto. As proporções do carro, formas, detalhes de ligação das peças, o Cruze é muito bem resolvido e pessoalmente agrada mais até que as fotos. Ao entrar no carro, a primeira impressão também é positiva. Mas e só começar a analisar as faltas do carro e o se preço que a compra fica inviável. Não vale 85 mil... Mas isso comprando o carro como se fosse supertrunfo... No aspecto emocional, na primeira impressão e para quem tem grana, o carro deve agradar sim. Pra quem não tem oculós, claro.

    ResponderExcluir
  18. O Civic geração 10 é muito mais bonito e confiável.giz teste drive nos dois...o cruze é mais ágil mas no restante o Civic é muito melhor.

    ResponderExcluir
  19. com certeza civic geração 10.. e mais carro do que jetta e cruze. so não acho melhor que corolla altis 2018/2019

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ''...com certeza civic geração 10.. e mais carro do que jetta e cruze. so não acho melhor que corolla altis 2018/2019"
      Esses comentários cheios de mimimimimi pra cá, mimimimmi pra lá...não adianta...Corolla continua e, por muito tempo, continuará espancando todos sedãs verdadeiramente médios no Brasil(acima de 4.60m).O CVT do Corolla é simplesmente imbatível em relação a todos os automáticos convencionais(inclusive o CVT do Honda Civic)existentes nesse seguimento. Antes que alguém aqui venha relinchar, façam um teste driver em todos e, depois relinchem à vontade!!!

      Excluir
  20. Carro feio, por isso vende pouco.

    ResponderExcluir
  21. qse 100 mil nisso aí??? segue o fluxo

    ResponderExcluir
  22. "É uma falha grave para um carro de quase R$ 100 mil reais." o polo chega perto dos 100k e é bemmmmm pior hehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Relincho puro. O Polo Highline completíssimo custa menos de R$ 80 mil reais. Esse mané só sabe mentir. Ele acha que todos são idiotas como ele.
      Idiotas sendo idiotas, nada além de idiotas.

      Excluir
  23. ...Com isso, a oferta de modelos com câmbios automáticos também tem crescido no País. O problema é que as fabricante não conseguem oferecer caixa automáticas de alta qualidade nos carros mais em conta. Sim, os melhores sistemas que podem ser encontrados no mercado brasileiro estão nos importados de maior valor, com apenas duas exceções: o câmbio de 9 marchas dos SUVs da Jeep e o CVT do sedã Toyota Corolla.
    1 – Toyota Corolla, CVT, de 7 marchas
    Fonte: Carros - iG @ https://carros.ig.com.br/2018-06-07/cambios-automaticos.html

    ResponderExcluir
  24. Conheça os 5 melhores câmbios automáticos que experimentamos
    0
    Por Carlos Guimarães | 07/06/2018 16:06 - Atualizada às 07/06/2018 16:22
    Fonte: Carros - iG @ https://carros.ig.com.br/2018-06-07/cambios-automaticos.html

    ResponderExcluir
  25. Até o Virtus aparenta ter mais porte que o Cruze

    ResponderExcluir
  26. Uma coisa que acho interessante é pintar as rodas do LT de grafite, a cor das rodas do LTZ...fica muito mais bonito!

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.