Car.blog.br

Pesquisar este blog

Mercedes-Benz Classe A 2019: detalhes e especificações

Categorias: , 56 Comentários

A montadora alemã de carros premium Mercedes-Benz apresenta a nova geração do seu modelo de acesso, o Mercedes-Benz Classe A - completamente reformulado em design interno e externo, novo conceito de interação com o usuárop MBUX - Mercedes-Benz User Experience.

Mercedes-Benz Classe A 2019

Este novo Classe A já incorpora funções de condução semi-autônoma, faróis MULTIBEAM LED são opcionais. As encomendas na Europa começam em março, com as primeiras entregas ocorrendo ainda no primeiro semestre.

Mercedes-Benz Classe A 2019

Em termos dimensionais, o novo Classe A mede 4,42 metros de comprimento, 1,8 metros de largura e a distância entre-eixos é de 2,73 metros. A altura é de 1,44 metros. Em resumo, ele é mais longo, mais largo e mais baixo que o predecessor.

Vídeo - Novo Mercedes-Benz Classe A 2019



Design exterior

O design dessa nova geração é purista, limpo e fundamenta-se na filosofia de design Mercedes-Benz "Sensual Purity. A dianteira traz um design mais progressivo com um farol baixo, faróis de LED planos com elementos cromados e luzes de condução diurnas em formato de tocha garante uma aparência emocionalmente atraente.

Mercedes-Benz Classe A 2019

A grade do radiador com a estrela Mercedes, cuja silhueta se abre para a base em uma reinterpretação do seu antecessor. O veículo é prolongado visualmente pela distância entre eixos e a linha de caracteres ao longo da lateral.

Mercedes-Benz Classe A 2019

Na lateral há arcos de roda maiores para rodas de 16 a 19 polegadas. O veículo tem um olhar mais amplo na parte traseira. As lanternas são divididas em duas seções.

Interior

O interior da nova classe A é completamente redefinido - trazendo um aspecto moderno e vanguardista. A Mercedes-Benz adotou uma abordagem completamente nova, trazendo uma sensação de amplitude.

Mercedes-Benz Classe A 2019

A arquitetura interior única é moldada em particular pelo design do painel de instrumentos: pela primeira vez, um elemento de proteção acima do cockpit foi completamente dispensado. Como resultado, o corpo principal em forma de asa do painel de instrumentos se estende de uma porta da frente para a outra sem descontinuidade visual. A tela Widescreen é completamente independente. As saídas de ar de uma turbina esportiva são outro destaque.


O painel é dividido em duas seções horizontais tridimensionais: a seção inferior é visualmente separada da principal. A iluminação ambiente tem opções de 64 tonalidades diferentes.

Novo Mercedes-Benz Classe A 2019 - interior

A central de informação e entretenimento está disponível em três versões: com duas de 7 polegadas (17,78 cm), e uma de 10,25 polegadas (26 cm) e duas telas de 10,25 polegadas.

MBUX - Mercedes-Benz Experiência do usuário

O novo A -Class é o primeiro modelo de Mercedes-Benz a caracterizar o sistema multimídia completamente novo MBUX - Mercedes-Benz User Experience, que também inaugura uma nova era na conectividade da Mercedes. Uma característica única deste sistema é a sua capacidade de aprender graças à inteligência artificial.

Mercedes-Benz Classe A 2019

O MBUX pode ser individualizado e adaptado para o usuário. Há ainda tela de navegação com tecnologia de realidade aumentada, além de controle de voz inteligente com reconhecimento natural de fala, que é ativado com a palavra de código "Hey Mercedes". Uma display head-up também está disponível.

Espaço interno

A classe A cresceu. Apesar do seu aspecto esportivo, há mais espaço para ombros, cotovelos e joelhos. A capacidade do compartimento de bagagem atrás dos bancos traseiros é de 370 litros - 29 litros de mais que no modelo anterior.

Mercedes-Benz Classe A 2019

Graças às luzes traseiras de duas secções, a abertura de carregamento é 20 cm maior do que antes.

Condução semi-autônoma

Pela primeira vez o Classe A é capaz de conduzir de forma semi-autônoma em determinadas situações. Para fazer isso, observa de perto a situação do trânsito: uma câmera e sistemas de radar permitem ver até 500 m à frente. A Classe A também usa mapas e dados de navegação para funções de assistência. Por exemplo, o Active Distance Assist DISTRONIC como parte do pacote Driving Assistance é capaz de suportar o piloto em várias situações específicas da rota e ajustar de forma previsível e conveniente a velocidade, ao aproximar curvas, junções ou rotatórias.

Mercedes-Benz Classe A 2019

Também a bordo há a Assistência de parada de emergência ativa e Assistência de mudança de pista ativa. O novo Classe A vem com suporte de frenagem ativo estendida como padrão. Dependendo da situação, isso pode efetivamente ajudar a mitigar as conseqüências das colisões traseiras com veículos mais lentos, parado ou estacionários à frente, e mesmo com pedestres e ciclistas de cruzeiros, ou evitá-los completamente.


O PRE-SAFE® PLUS pode reconhecer um colisão traseira iminente. Se o perigo de uma colisão persistir, o sistema também pode aplicar firmemente os freios do veículo quando estacionados, minimizando o risco de lesões reduzindo o choque direto causado por um impacto da parte traseira.

Mecânica

O novo Classe A chega à Europa em quatro versões: A200 MT6, A200 7G-DCT, A250 tG-DCT e A180d 7G-DCT. O motor dos 200 oferta 160 cv e 250 Nm de torque, e acelera de 0 a 100 km/h em 8 segundos.

Mercedes-Benz Classe A 2019

Já o A250 usa um motor de 225 cv e 350 Nm de torque, capaz de acelerá-lo de 0 a 100 Km/h em 6 segundos, para atingir uma velocidade máxima de 250 Km/h.

Mercedes-Benz Classe A 2019

Finalmente o diesel tem 116 cv e 260 Nm de torque e chega a 100 Km/h em 10,5 segundos, e atinge 202 Km/h.

Motor Renault e suspensão por eixo de torção

Outra novidade do Mercedes-Benz Classe A 2019 é que os modelos A200 e A180d passam a usar suspensão traseira por eixo de torção em substituição ao multilink usado até então. O A200 ainda troca o motor 1.6 turbo por um quatro cilindros 1.4 Turbo produzido pela Renault-Nissan.

Motor Renault e suspensão por eixo de torção

Os modelos do Novo Classe A mais potentes, como o A250, e os equipados com tração integral 4Matic mantém a suspensão traseira multilink.

56 comentários:

  1. Ainda esta a baixo de seu concorrente Golf mk7 mas agora sr equiparou com golf 4.5

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkkkkkkk só piadista pra dizer isso

      Excluir
    2. Afinal, essa Mercedes é concorrente do Golf ou do Polo!?

      Excluir
    3. Realmente, vai continuar levando pau do Golf.

      Excluir
    4. Já concorre com o Polo, mesma categoria, mesmo sendo 37cm maior

      Excluir
    5. Que tipo de drogas vocês estão usando??? Mercedes é infinitamente superior a Volks. NÃO EXISTE COMPARAÇÃO !!! Concorrente !?!?!? KKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      Excluir
  2. Será se vai conseguir fazer frente ao seu maior rival, o lendário VW Golf?
    Acho difícil, mas vamos aguardar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está longe o golf passar esse ai vcs são loucos

      Excluir
    2. Louco porque, se informa um pouco, o Golf ganhou todos os comparativos da geração anterior. Ganhou dele e ganhou do BMW.

      Excluir
  3. Fez com que as outras centrais multimidias ficassem obsoletas!!!

    ResponderExcluir
  4. Criou uma lacuna entre seus concorrentes A3 e série 1.
    O que esperar da A45 ,o 2.0 mais forte da atualidade se precisarem apelar para mais 1 cilindro vão cobrir os túmulos dos rivais com concreto.

    ResponderExcluir
  5. Vai continuar muito inferior ao Golf, referência do segmento.

    ResponderExcluir
  6. O painel a Mercedes claramente copiou o conceito de integração do cluster com o multimídia que a VW aplicou no Polo, e no novo jetta. Cópia na cara dura, só que a solução da VW ficou melhor.
    Está bem esquisito essas duas telinhas soltas aí em uma prateleira no Classe A. Já no Polo Highline e Jetta, ambos com Active Info Display, a integração estre as duas telas está lá, só que envoltos no painel, muito mais integrados e sem cara de improvisação tem nesse Classe A.
    E esse Classe A com esse monte de cor no painel parece mais desenho da Galinha Pintadinha...bem infantil.

    O design externo, a frente tá parecida com a do i30 novo. Não gostei.

    A traseira não disse ao que veio. Eu olho a traseira e parece uma bunda na seção com o ânus ao centro...com as lanternas fazendo o papel das pregas do ânus..

    ficou muito esquisito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, sério mesmo que você acha que a mercedes iria perder tempo copiando o painel de polo e jetta? Eu particularmente achei esse painel diferente de tudo que já vi. Mas uma coisa é verdade, a audi conseguiu fazer um layout de painel mais intuitivo, principalmente na linha S e RS, que o conta-giros fica ao centro, mas fora isso o painel desse mercedes deixou obsoletos todos os painéis que temos no mercado!

      Excluir
    2. Mercedes já usa esse conceito no classe S desde 2014...

      Excluir
    3. A MB traz o mesmo conceito de painel do Classe S, como já fez nas classes E e C, além disso, traz um designe contemporâneo, simples que vai demorar para envelhecer, mas tudo isso possui um custo. O que nós, desta republica, precisamos aguardar é o tipo de motor que serão utilizados aqui, se a suspensão dianteira melhorou e os preços que serão praticados. Vindo da Mercedes de ultimamente, não me surpreendeu e vai com certeza estar longe de seus concorrentes diretos. Ficou muito bonito...

      Excluir
    4. Cara, você só fala merda. Mas sobre sua definição da traseira, hahahahahahahaha, morri de rir!!! Da onde você tira tanta asneira??

      Excluir
    5. Quando o cara perde os argumentos, parte para os insultos. Típico comportamento de uma criança de 3/4 anos mimada.

      Excluir
    6. Esse Carlos deve ser uma versão daquele filme "Fragmentado", com várias personalidades...

      Excluir
    7. Tenho que rir! comparar uma Mercedes com Polo, Jetta ou qualquer VW chega a ser piada. É o legitimo comentário de quem nunca teve um carros desses nas mãos.

      Excluir
  7. Não gostei, prefiro o atual. Estes faróis muito japas.
    Dentro também não agrada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você.
      Apesar dos materiais de ótima qualidade da Mercedes, o interior do Pólo ficou melhor resolvido. Acho que a Mercedes devia manter a tela da direita, centralizando na saída de ar e ter feito um painel independente tradicional.

      Excluir
  8. Colocando seus concorrentes no bolso. Já era de se esperar isso da melhor marca automotiva do planeta.

    ResponderExcluir
  9. Gostei do design e do painel digital. É a refência na categoria agora. Vamos ver o que a bmw e audi vão fazer.

    ResponderExcluir
  10. Vamos torcer... pra agora um concorrente a altura do Golf...pq A3 ja era.. (ironc mode on) TNC VW/OOOO

    ResponderExcluir
  11. Só quem tem Classe para entender o que é elegância e requinte!

    ResponderExcluir
  12. Achei o carro lindo, deve chegar a partir de 150k, mas será um bom concorrente para o Mercado.

    ResponderExcluir
  13. Achei o design bonito e fino...
    agora só os motores bem potentes sao da Mercedes os outros são da Renault

    ResponderExcluir
  14. The best or nothing.
    The best or nothing.
    The best or nothing.

    Os "olhos" afilados já indicam a superioridade do design. Imponência, agressividade e coragem.

    As linhas laterais reforçam a ideia de sobriedade, limpas e ascendentes.

    A traseira fecha o pacote transmitindo a sensação de sofisticação e bom gosto, denotando as características de intrépidos, invejados, bem sucedidos e resolvidos proprietários de veículos Mercedes-Benz.

    Não é um carro. É um outdoor ambulante indicando que você tem sangue puro, provém de linhagem, tem pedigree, e não ficou "riquinho" por mera sorte na vida.

    ResponderExcluir
  15. Novo concorrente para o POLO/GOL.

    ResponderExcluir
  16. Design arrebatador, dependendo das versões e preço, vai vender razoável.

    ResponderExcluir
  17. Há não muitas gerações atrás, o sedã da Classe C tinha os mesmos 4,4m de commprimento desse hatch!

    ResponderExcluir
  18. Painel ridículo, nunca vi coisa tão cafona. Só falta um mané no volante com óculos espelhado.

    ResponderExcluir
  19. Carro bem resolvido, porém o painel me fez lembrar o da F1000...

    ResponderExcluir
  20. Aquela estrela de três pontas faz muita diferença!

    ResponderExcluir
  21. Tem que ri com esses fã Girls. Não tem um tostão para comprar um adesivo da Mercedes. Golf nunca será concorrente dessa obra de arte. Golf concorre com focus civic i30 308 etc. Quanto recalque e inveja. Não tem dinheiro pra comprar, melhor ficar calado. A Mercedes nem sabe que vos existem. A opinião de vcs é o mesmo que zero a esquerda. O carro ficou perfeito externamente e internamente. Com um interior futurista desse carro, realmente tem q ter condução autônoma. Difícil não se distrair com tanta tecnologia a mostra. Um carro desse vc não cansa de dirigir. Parabéns a Mercedes. Líder mundial no segmento premiun.

    ResponderExcluir
  22. MERCEDES NÃO CONCORRE COM VW! O PRODUTO É DESENVOLVIDO NA ALEMANHA COM FOCO NOS MERCADOS DESENVOLVIDOS, ou seja, o americano, alemão, inglês, etc. A Mercedes não quer saber do Brasil ou o que pensa os brasileiros sobre seus produtos porque o volume de vendas aí é ínfimo. A montadora posiciona seus produtos no mercado buscando a manutenção do seu "valor agregado" como marca, disputando diretamente com BMW e ponto!

    ResponderExcluir
  23. O caro ainda nem foi lançado, ninguem testou o carro e tem expert no assunto aqui no forum dizendo que dificilmente ele vai ser concorrente para o Golf. Fico pensando por que existe revista automotiva, canal no YouTube e site especializado. Basta vir aqui no CarBlog que você fica sabendo de antemão como vai ser o carro.

    ResponderExcluir
  24. Ao tal Carlos, o Golf não é premium em mercado algum no mundo e o fato de 2 carros terem o mesmo tipo de carroceria não significa automaticamente que são concorrentes entre si. Chamar o Golf de premium é mera ação de marketing de concessionária de terceiro mundo. No exterior o Golf é carro popular, de universitário, e seu potencial comprador considera o C4, Auris, Civic Hatch ou Giulietta. Já o consumidor de Classe A é também potencial comprador do Série 1, Lexus CT ou Mini. Todos esses carros mencionados são hatchs e não concorrem entre si, bastando ver que seus preços diferem bastante entre ambos os grupos.

    ResponderExcluir
  25. As ridículas borrachas de vedação pegam mal em um Mercedes

    ResponderExcluir
  26. Esse carro cresceu 90cm da primeira a quarta geração... em mais 20 anos será maior que um Landau

    ResponderExcluir
  27. NINGUÉM TEM DINHEIRO PRA COMPRAR ENTÃO... XIUUU!!!

    ResponderExcluir
  28. Kkkkkkkkk chorei de rir com essa disputa entre os dois. Ri alto.
    Ambos têm argumentos válidos. O Golf com certeza concorre com o Classe A da geração atual e o motor 1.4 turbo já foi provado ser superior ao 1.6 turbo da Mercedes. Na minha opinião, sou mais o Golf, ou era. Esse Classe A novo ta demais, Gezuis!! Quero ver o Golf 2019 acompanhar!
    O comentário do sangue puro pedigree foi ridículo, o que foi aquilo..

    ResponderExcluir
  29. Quanto será que vai custar no Brasil a versão equivalente ao A 200 ff?

    ResponderExcluir
  30. Bom carro, mas comparar com Golfinho é brincadeira sem graça... Nesse seguimento de hatch-médio nada se compara com o BMW Série 1: Tração traseira, motor longitudinal e afinado com câmbio ZF de 8 marchas!

    ResponderExcluir
  31. Deve ser um excelente carro, mas comparar com Golfinho é brincadeira sem graça.. Nesse seguimento de hacth-médio nada chega aos pés de um BMW Série 1: Tração traseira, motor longitudinal e afinado com câmbio ZF de 8 marchas!

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.