Car.blog.br

Pesquisar este blog

Volkswagen Up! MPI 2018: financiamento taxa zero - junho

Categorias: , , , 23 Comentários

A Volkswagen Financial Services, braço financeiro da montadora alemã, oferece condição especial de financiamento com taxa zero para o novo up! MPI (MY 17/18) em todo o Brasil. A oferta é válida até 30 de junho na rede Volkswagen.

Volkswagen Up! MPI 2018: fnanciamento com taxa zero em junho

O intuito da campanha é incentivar a aquisição de um automóvel zero quilômetro.

Volkswagen Up! MPI 2018: fnanciamento com taxa zero em junho

A instituição oferece taxa zero, com entrada de 60% e prazo de pagamento do saldo restante em 18 meses.

23 comentários:

  1. Acabei de sair da concessionária da Saga Brasília e o vendedor disse que o intuito é diminuir o número de carros no pátio. As vendas estão péssimas.

    Engraçado que a propaganda aqui é dizer que o intuito da campanha é incentivar a aquisição de um automóvel zero quilômetro.

    Brincadeira! Propaganda tosca!

    O único intuito de concessionárias é o gerar lucro. Consumidor não leva vantagem em nada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se a taxa de juros estiver abaixo da praticada normalmente, é bom para o consumidor. Mas o objetivo de toda e QQ empresa é gerar lucro obviamente, com a atividade fim da empresa. No casa da VW, vender carros.

      Excluir
    2. Tiago, você saberia informar o percentual de desconto para pagamento á vista?

      Excluir
    3. Negativo, como diz um tal de Carlos, vc está relinchando!

      A VW pensa primeiro no consumidor, somente depois que ela pensa nela, poderia ser até uma ONG

      Excluir
    4. Depende André GP

      Nem sempre a taxa de juros abaixo da praticada é boa para o consumidor.

      Somos o lado mais fraco na economia e devemos nós precaver da ânsia dos pesos pesados na balança dos perdedores, pois todo o setor financeiro se acostumou ao ganho exorbitante dos encargos cobrados nos financiamentos.

      Analistas que acompanham os índices de desempenho da economia reconhecem que os juros baixos fazem mais o bem do que representam um mal para o país, porém é preciso saber até quando.

      Só um exemplo qdo as taxas de juros mais baixos são aplicadas:

      Para o consumidor - abre espaço para troca de dívidas mais caras (dívidas contraídas no cartão de crédito e no cheque especial).

      Para a empresa - o crédito mais barato viabiliza investimentos a custos mais baixos no setor produtivo, com a geração de empregos e renda.

      Para a Bolsa de Valores - com a renda fixa perdendo atratividade, a Bolsa de Valores volta a ser uma boa alternativa para investidores no longo prazo que buscam maior rentabilidade.

      Para os exportadores - Os juros menores levam à depreciação do câmbio, uma vez que tornam menos atrativo o investimento nos títulos do governo negociados no mercado financeiro.

      Para os Bancos - Taxa de juros menores são sinônimo de queda no lucro dos bancos e instituições financeiras. Para manter os ganhos, é preciso aumentar a captação de recursos, alternativa que, em muitos casos, não é viável para pequenas e médias instituições.

      Para o Governo - A perda de atratividade de produtos de renda fixa reflete diretamente na captação de recursos pelo governo. Isso porque este passa a ter dificuldade para financiar a sua dívida, composta de títulos públicos negociados no mercado financeiro que têm a rentabilidade atrelada à variação da Selic.

      PARA OS CONSUMIDORES - Juros em queda funcionam como grande estímulo às compras. O resultado é um comprometimento cada vez maior da renda. Segundo levantamento do Banco Central, as dívidas consomem quase 43% do que os brasileiros ganham. Com taxas altas de maus pagadores, os bancos têm dificuldade em repassar, na mesma velocidade e dimensão, o corte da Selic para a ponta, o que acaba prejudicando os consumidores em geral.

      Excluir
    5. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    6. Sempre Quando se fala em juro zero é golpe:
      1º o processo começa com preço de tabela
      2º tudo é cobrado
      se vc fizer as contas. não compensa, a não ser que vc seja um duro pobre, que necessita estar sempre com um carne a perder de vista
      Agora se vc comprar em São Paulo capital ai da negócio:
      vc compra com desconto, mas observe que a entrada tem que ser acima de 55% do valor
      ai vale a pena. mas são os carros em estoque
      e ademais o Up é um excelente carro

      Excluir
  2. Uma coisa não invalida a outra, as pessoas compram carro zero, e o pátio vai esvaziado.

    ResponderExcluir
  3. Ontem esta vendo vídeos de um brasileiro que mora nos EUA e trabalho com cegonha, o carro independente de que parte do mundo seja fabricado, já vem com uma tabela colada no vidro com os opcionais e “preço” ai você vê como o tratamento com os consumidores é outro, claro que tem lei especifica para tal, mas onde que nosso pais faria algo parecido.

    ResponderExcluir
  4. Sigo com meu dinheiro aplicado, meu UP! está quitado, econômico, 17 mil Rodados, vou ficar com ele por longos anos.

    O valor subiu tanto que o IPVA hoje é uma facada acompanhado por seguro, outra novidade é a desvalorização, se você vai até a concessionária um carro de 55 mil em 2 anos cai para 40 ou até menos, então gera todo aquele transtorno de ter que vender carro por fora, honestamente não quero essa dor de cabeça.

    Carro 0km hoje é para quem tem recursos sobrando, a maioria ainda não entendeu o quanto se perde nos dias de hoje.

    ResponderExcluir
  5. Comprei meu carro zero em 2009, estou com ele com 70.000 rodados, gastando com revisão e peças de desgaste. Não penso em trocar ainda.

    ResponderExcluir
  6. É o efeito de carros encalhando.
    Não é exclusividade da VW, todo mundo tem problemas pra dispersar seus produtos no mercado!

    ResponderExcluir
  7. Eu fico emocionado de ver a VW fazendo ações cidadãs como esta.

    Abdicando de seus lucros em prol da coletividade.

    Taxa zero é uma ação muito cidadã, pois tem grande impacto social, já que permite ao consumidor comprar seu sonhado carro 0, sem ter que pagar juros.

    Um show! parabéns VW.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaahhhhh gente, agora eu entendi qual é a do Carlos heheheh ele ta sempre ironizando, aí sim, parabéns pela crítica social, Carlos!

      Excluir
    2. Aaahhhhh gente, agora eu entendi qual é a do Carlos heheheh ele ta sempre ironizando, aí sim, parabéns pela crítica social, Carlos!

      Excluir
    3. E se estiver falando sério, já é caso de internação compulsória.

      Excluir
    4. Esse Carlos é um Miiiiiiiiiito!!! kkkkkkkkkkk

      Excluir
  8. AF, cada vendendor aplica um desconto.
    A pior compra é aquela feita no impulso. A Abefin, Associação Brasileira de Educadores Financeiros, orienta que o consumidor deve visitar várias concessionárias "mais de uma vez" e converse com vários gerentes.

    Negócie no final do mês, depois do dia 20.
    Para bater a meta, os lojistas costumam ser mais flexíveis nesta época. Os descontos podem ultrapassar 2% do valor do carro.

    Cuidado com as taxas que não podem ser cobradas: TAC, TEC, CET, TLA, TEB, taxa de retorno, tarifa de análise de crédito e tarifa de cessão.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só acredito nessa taxa 0 se eu for la, negociar para pagamento a vista, daí na hr de fechar o cara fizer o mesmo preço parcelado, senão é conversa pra boi dormir e bobo acreditar...
      Meu carro que comprei em 2015, negociei até o último dia do mês, fiz leilão em umas 3 ou 4 concessionárias e consegui oito mil de desconto para pagamento a vista.
      A VW tem muita margem nesses preços, a honda e toyota não tem choro...

      Excluir
  9. Todo mundo falando de mercado e taxa mas não percebem que a vw arriscou uma estratégia estranha ! Você passa um carro de popular para Premium reestilizando ? Essa estratégia e meia furada denunciar lado ela tem estratégias boas como acabar com oferta de opicionais por outro ela realmente acha que reestilizando o up e explodindo o preço ele venderia melhor ? Não sei na América latina mas no Brasil up digno a 48000 não vai vingar só olhar o ranking já caiu pra vigésimo se a vw pensa que ele vai vender muito aqui no Brasil está enganada agora se a estratégia não inclui o mercado interno ai é outra história

    ResponderExcluir
  10. Mas a principal estratégia da VW ė a exportação de carros fabricados aqui

    ResponderExcluir
  11. UP TSI não devia ter aquele parachoque preto piano, prefiro mais sóbrio apenas com a faixa vermelha seria bem mais interessante... A move poderia vir com o sistema save do porta malas, e rodas de 15 como opcionais, a versão High não teria sentido se existissem estes opcionais sem depender do pacote connect na minha humilde opinião,- muito carnavalesco.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.