Car.blog.br

Pesquisar este blog

Toyota Corolla GLi 2017 usado: avaliação, preço, consumo

Categorias: , 38 Comentários

O Toyota Corolla na linha 2018 chegou reestilizado com mais recursos de segurança, mas seus preços subiram, com o modelo GLi indo a mais de R$ 90 mil reais, mas se você quiser economizar uns R$ 18 mil reais, pode partir para um seminovo como este GLi Upper 2017 que avaliamos com 20.000 quilômetros rodados, e que mantém motor, câmbio, espaço interno, comportamento e confiabilidade idênticas ao do modelo 2018, mas fica devendo o controle de estabilidade e tração, e dois airbags adicionais.

Toyota Corolla GLi 2017

Este Toyota Corolla GLi tem um motor 1.8 VVT-i com 139 cavalos @ 6.000 RPM e 17,7 Kgfm de torque @ 4.800 RPM (dados com gasolina) que, associado a transmissão continuamente variável, exibe aceleração suave e confiante e boa economia de combustível, mas o câmbio não tem a função "Sport", o sistema de áudio é básico, não contando com tela multimídia ou mesmo navegação por GPS. E o design é básico e quase chato. É um bom meio de transporte, mas falta personalidade.

Toyota Corolla GLi 2017

Esta geração do Corolla, a 11ª, foi lançado no Brasil em 2014, trazendo dimensões ampliadas, especialmente no entre eixos de 2,7 metros, e no comprimento de 2,62 metros, - a maiores dimensões já vistas no sedã, e que lhe renderam uma ampliação do espaço interno para os passageiros, e um porta-malas apenas mediano, com 470 litros.

Toyota Corolla GLi 2017

Essa geração adotou também uma estética mais agressiva, com uma lateral fortemente vincada e uma frente com uma grande cromada que tenta ser imponente. Nesta versão GLi ele vem com rodas de alumínio com 16 polegadas, mas fica devendo faróis de neblina, e as lanternas traseiras são convencionais.

Toyota Corolla GLi 2017

O interior do Corolla GLi Upper recebe o motorista com bancos revestidos em couro cinza, e oferece ar-condicionado de comando manual, direção com assistência elétrica, banco traseiro bi-partido 60/40, coluna de direção com regulagem de altura e profundidade, descansa braço dianteiro, sistema de som com conexão USB compatível com iPhone e Bluetooth, volante revestido em couro com comandos multifuncionais e porta-luvas iluminado.

Toyota Corolla GLi 2017 - painel

No quesito segurança, o Corolla GLi 1.8 Automático vem com cinco airbags, sistema anti-travamento dos freios com EBD - distribuição eletrônica de frenagem. Assim como nas demais versões mais caras, o Corolla Gli fica devendo ESP - Controle de Estabilidade - e ASR - Controle de Tração.

Toyota Corolla GLi 2017 - interior

Na parte de equipamentos, os itens que mais se sente falta são: controle automático de velocidade de cruzeiro (cruise control), o "piloto automático"; e o retrovisor eletrocrômico, disponíveis só a partir da versão XEI.

Toyota Corolla GLi 2017 - espaço traseiro

É um interior agradável, mas o design é antiquado. Além disso, conduzir um Toyota Corolla é algo que está longe de ser excitante (vídeo com aspectos negativos abaixo).



Desempenho e consumo

O motor oferece um desempenho correto, acelerando de 0 a 100 km/h em cerca de 11 segundos, e o câmbio CVT, com sete marchas artificiais tem um funcionamento que em muitos aspectos se assemelha a um câmbio automático convencional, de conversor de torque. O consumo de combustível, segundo o INMETRO, é de 7,2 km/l de etanol em cidade, e 9,2 km/l em estrada, melhorando para 11,4 Km/l e 13,2 Km/l, respectivamente, com gasolina.

Toyota Corolla GLi 2017

Comportamento dinâmico

Entretanto, a direção é muito lenta, e isso é um tanto irritante para quem está gosta do comportamento de modelos alemães, como os VW Golf/Jetta. Em uma tomada de curva, aponta-se o volante, e o carro demora a responder, o que chega a causar problemas se você espera uma reação direta e pronta como num Golf ou Jetta.

Toyota Corolla GLi 2017

A direção, além de lenta, é pouco comunicativa, transmitindo poucas informações para o condutor sobre o que está acontecendo entre o drivetrain e o asfalto. O aspecto positivo é que o nível de assistência elétrica diminui progressivamente à velocidade, conferindo segurança e boa estabilidade direcional em velocidades mais elevadas.

Toyota Corolla GLi 2017

Em relação à suspensão, o ajuste claramente privilegia o conforto, e nesse aspecto ela é exemplar, e isso fica claro ao se circular em vias com asfalto muito deteriorado ou ondulado (como nos locais próximos a pontos de ônibus), quando a suspensão absorve a maior parte das irregularidades, isolando de forma competente, na medida do possível, os passageiros do desconforto causado pelos solavancos. O vídeo abaixo mostra essa característica, entre outros pontos positivos do modelo.



Essa suspensão muito competente para lidar com buracos, ondulações, valetas e lombadas (é virtualmente impossível raspar a parte inferior do Corolla, mesmo que se esforce para isso, passando em uma lombada freando), e para oferecer conforto ao passageiros em uma condução suave, mostra suas limitações quando se impõe uma tocada mais esportiva.

Toyota Corolla GLi 2017 - interior

Em curvas de raio curto tomadas perto dos limites de aderência, o Corolla tomba demais a carroceria, e seu comportamento não é neutro - ele perde primeiro a dianteira, o que institivamente é corrigido quando o motorista tira o pé do acelerador. Mas quando a dianteira assenta, é a traseira que sai, evidenciando que o Corolla não lida bem com motoristas mais apressados.

Toyota Corolla GLi 2017 - porta-malas de 470 litros

E esse comportamento pouco amigável do Corolla não pode ser debitado nem mesmo ao esquema de suspensão traseira semi-independente por eixo de torção, pois o Golf nacional em versões TSI usa esse mesmo sistema, e é muito - muito mesmo- mais competente (veja aqui) que o Corolla em qualquer quesito de comportamento dinâmico. O Golf é plantado no chão, encara curvas com desníveis sem pregar sustos no motorista, é neutro e obediente, com limites de aderência muito mais elevados que os do Corolla, mas é menos competente que o japonês para absorver irregularidades de pisos ruins - resultando em menos conforto interno nesse tipo de pavimentação.

Toyota Corolla GLi 2017 - acabamento interno

De qualquer forma, mesmo longe de exibir as melhores credenciais em termo de comportamento dinâmico, o Corolla passeia sobre a concorrência no aspecto comercial, vendendo mais que todos os demais sedãs médios somados, o que indica que o consumidor desse tipo de carro dá menos valor ao excepcional comportamento dinâmico e ao desempenho superior do Jetta e aprecia o conforto, a suavidade e o passeio isolacionista do Corolla. E, claro, o pós venda da Toyota também.

20.000 quilômetros rodados

Este Corolla que avaliamos estava com mais de 20 mil quilômetros rodados, e o aspecto geral e comportamento do carro era de um modelo 0KM.

Toyota Corolla GLi 2017 - interior

O revestimento em couro dos bancos, volante e detalhes do painel estava como novo, e não havia ruído algum de peças soltas ou mesmo de componentes externos ou mecânicos.

Conclusão

Toyota Corolla GLi 2017

O Toyota Corolla GLi Upper 1.8 CVT Automático 2017 é um sedã espaçoso, confortável, e muito adequado à realidade brasileira com sua robusta e competente suspensão. É um carro que faz o seu trabalho de forma eficaz, exigindo pouca manutenção. Seu sucesso, porém, deriva mais da fama de confiabilidade que talento esportivo ou personalidade.

Ficha Técnica Toyota Corolla GLi 1.8 CVT

Toyota Corolla Gli 2017

Motor/Transmissão: Número de cilindros – 4 em linha, flex; Cilindrada – 1798 cm³; Potência – 139/144 cv a 6.000 rpm (gasolina/etanol); Torque – 17,7/18,4 kgfm a 4.200 rpm (gasolina/etanol); Transmissão – Automática CVT com sete posições de marcha. Suspensão: Dianteira – McPherson/Traseira – Barra de torção; Direção: Elétrica; Freios Discos dianteiros e traseiros com ABS e EDB; Rodas/Pneus Liga leve aro 16 com pneus 205/55 R16 Dimensões/Pesos/Capacidades Comprimento – 4.620 mm; Largura – 1.775 mm (sem retrovisores), Altura – 1.475 mm, Entre-eixos – 2.700 mm, Peso em ordem de marcha – 1.260 kg, Tanque – 60 litros, Porta-malas – 470 litros.

38 comentários:

  1. Estava em dúvida entre Jetta e Corolla mas depois que li vcs sanaram, muito obrigado!!
    É Corolla na cabeça! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com todo respeito a sua atitude. Mas tem certeza que vai pagar uns 70 mil reais em um carro sem controle de estabilidade, item de segurança muito importante no setor automotivo mundial.

      Se eu fosse vc faria um esforço e levaria um modelo 2018 que já vem esse item de segurança. Ou leve de outra marca como uma Honda Civic usado (a partir do modelo 2016).

      Ainda mais vc que deve acompanhar carros ao ler a matéria acima e saber dá importância do ESC.

      Boa sorte, abraço.

      Excluir
    2. Vai de Corolla! Com certeza não vai se arrepender, quanto ao comportamento dinâmico, te garanto que é um carro bastante equilibrado e firme em curvas, pode confiar!

      Além do mais, é líder de mercado, o que significa que terá facilidade de vendo-lo no futuro.

      Jetta é casamento, sai fora!

      Excluir
    3. Não julgo se a pessoa coloca questões de mercado acima da engenharia (desempenho, consumo, etc)...

      Porém, um desses itens da engenharia, as tecnologias relacionadas a segurança, como controle de estabilidade, nunca deveria estar abaixo das questões de mercado.

      No entanto, não é o que vemos na prática, conforme percebemos em comentários igual ao seu acima, infelizmente.

      Excluir
  2. Deveria escrever as matérias de todos os carros dessa forma critica, quando e um VW/Audi, acabam ocultando os aspectos negativos, dando a impressão de não haver nenhum problema, mais o que escreveu esta correto, a suspensão privilegia tanto o Conforto, que para quem gosta de uma direção esportiva não vai gostar mesmo do Corolla, para meus Pais o Corolla e perfeito.

    E aquele negocio, quer conforto para a buraqueira, e um carro que dificilmente dara manutenção: vai de Corolla

    Quer algo um pouco mais Esportivo, e com uma boa fama de pos-venda: vai de Honda

    Quer algo bem esportivo e moderno, Porem que desvalorize mais: Cruze e Jetta

    ResponderExcluir
  3. 11 Segundos ? Tem algo errado aí, já tive esse carro, acelerava por volta de 9 segundos.

    ótimo carro, uma pena não ser muito seguro, estou feliz com meu Cruze LT, porém anda menos que o Corolla, mas não troco um pouco a mais de desempenho por todo conjunto do Cruze.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Putz, sai de um Corolla para um Cruze! Vai gostar de carro boqueta assim na casa da c#$A%&¨¨!

      Excluir
    2. Cruze é superior ao Corolla em conjunto. Viajando com o Cruze em longas distâncias o prazer é garantido, se eu fosse elencar algo desagradável é o desempenho, não deixa a desejar, mas quando carregado e ar ligado o carro sente, principalmente em baixa rotação.

      Downsizing tem suas limitações, pode ser mais econômico, mas em baixa rotação deixa a desejar, isso não só o Cruze.

      Meu Corolla eu vendi com 63 mil KM rodados, fiz 5 viagens ao Nordeste com ele, não fazia nenhum barulho, nada de amortecedores vazando, carro parecia 0km, nunca apresentou nenhum defeito.

      Excluir
    3. O jetta espanca os dois sem dó nem piedade. Um Jetta 1.4 TSI humilha o Cruze em tudo. Não sobra nada do Cruze. Nada. Nem do Corolla.

      Excluir
    4. Olha a naba que o Jetta enfiou no Cruze e no Corolla

      https://www.youtube.com/watch?v=XDHUxMJenGk

      O Jetta 1.4 TSI foi mais de 1 segundo mais rápido que o Cruze

      https://www.youtube.com/watch?v=4ISmu8EjPiw

      E o Jetta 1.4 TSI foi quase 3 segundos mais rápido que o Corolla 2.0!! Imagina o que faria com o 1.8.

      Cruze e Corolla são ridículos perante ao Jetta 1.4 TSI.

      Nem falo o 2.0 TSI, pois aí só tem comparação com BMW e Mercedes. Cruze e Corolla são carrinhos de crianças, de brinquedo, perto de um Jetta 2.0 TSI.

      Então, para quem gosta de carro de criança e ridículos, Cruze e Corolla são um prato cheio.

      Quer um carro? Vá de Jetta.

      Excluir
    5. Carlos vc anda de Ceci e quer falar mal de Corolla? Hahhaahhaha piada pronta

      Excluir
    6. Pra quem anda de Corolla o jetta que é um carrinho boqueta! Carro com acabamento tosco, cheio de barulho interno, manutenção caríssima, duro, feio, alta desvalorização e revenda horrível! Jetta? Que piada!

      Excluir
    7. Espanca em vendas também, 1/10 do Corolla, por espancar nisso.

      Excluir
    8. Errado. O Jetta vende mais também que o Corolla Sedan três volumes.
      O jetta sozinho vendeu 1 milhão de unidades no mundo em 2016. O Corolla tres volumes não chegou a isso.
      E se somar Jetta + Jetta Hatch (Golf) temos 1.8 milhão de unidades para o Jetta/Golf, contra 1.3 milhão do Corolla/Corolla Hatch.
      http://www.car.blog.br/2017/02/ranking-dos-40-carros-mais-vendidos-do.html

      Excluir
    9. Parece um papagaio esse Carlos. Repete a mesma coisa 100 mil vezes. O melhor, não convence ninguém. Na prática, o livre arbítrio sempre prevalece.

      Excluir
    10. Carlos,uma camisa de força cai bem pra você! !

      http://caranddriverbrasil.uol.com.br/carros/comparativo/novo-cruze-encara-corolla-e-jetta-14/12187

      Excluir
    11. Jetta só tsi 2.0 pra cima meu jovem,como tá tua conta bancária??Vais precisar rapar tudo pra pegar um kkk,1.4 come poeira do cruze e corolla

      Excluir
    12. Menos orelhadas. Recorro à Sua Excelência, o Fato:

      Naba que o Jetta enfiou no Cruze e no Corolla

      https://www.youtube.com/watch?v=XDHUxMJenGk

      O Jetta 1.4 TSI foi mais de 1 segundo mais rápido que o Cruze

      https://www.youtube.com/watch?v=4ISmu8EjPiw

      E o Jetta 1.4 TSI foi quase 3 segundos mais rápido que o Corolla 2.0!! Imagina o que faria com o 1.8.

      Cruze e Corolla são ridículos perante ao Jetta 1.4 TSI.

      Excluir
    13. Vendas no mundo? que idiotice!

      O que importa é o mercado interno, pois isso reflete diretamente no comércio do carro quando estiver usado.

      A não ser que vc compre um Jetta aqui e depois venda ele no Afeganistão.

      Mais uma orelhada do carlota.

      Pare com essa história de desempenho, a maioria das pessoas não procuram isso.

      O motor do Corolla atende a maioria dos brasileiros.

      Excluir
    14. Para quem mora no Brasil, não interessa o que vende na China ou em outro lugar, cada mercado tem suas peculiaridades. Compra aqui, vende aqui, o resto é mimimi.

      Excluir
    15. Qual a diferença 1 segundo faz para o motorista comum?

      Quando se trata de carros de passeio fatores como custo de manutenção, revenda e seguro é mais levado em conta q o carro fazer 1 segundo mais rápido no 0 a 100...

      E nesses fatores o Corolla destrói qualquer VW...

      Excluir
    16. E nesses fatores o Corolla destrói qualquer VW...

      Errado. Na hora da Revenda o Jetta é o sedã médio que menos desvaloriza, veja:

      http://www.car.blog.br/2013/06/vw-jetta-e-o-seda-medio-que-menos.html

      Excluir

    17. Pós venda do VW Jetta superior ao Toyota Corolla

      O pós venda do Jetta é muito superior. A VW tem mais de 600 concessionárias, e a Toyota não passa de 150 concessionárias. Só por aí já se vê que a rede da VW é mais de 4 vezes maior.

      Mas a VW tbm precisa baixar o preço de revisões e manutenção.

      O custo do pacote de revisões do Jetta até até 60.000 km é de R$ 2.952,30, enquanto do Corolla dá R$ 2.744. Diferença irrisória de R$ 208 reais em 6 anos de uso.

      Mas o Jetta tem peças muito mais baratas, já que a VW tem a linha Economy de peças originais, muito mais baratas que todas as outras.

      O jogo de pastilhas originais do Jetta é Código JZW-698-151. Preço R$ 251 reais em qualquer concessionária VW. Ou seja, R$ 150 reais mais barata que a do Corolla, que custa mais de R$ 400..

      http://www.itacuapecas.com.br/pecas-listagem/jg-pastilha-c-sensor-jetta-golf-polo-nfu/JZW698151

      Excluir
  4. "E o design é básico e quase chato. É um bom meio de transporte, mas falta personalidade." Essa frase traduz o que penso do Corolla. Tive tres Corolla sendo um hatch. Realmente é um excelente meio de transporte mas falta algo mais, que um Golf ou Jetta ou Civic tem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, mas parece que 90% dos consumidores dessa categoria de carro (sedan medio) não pensam assim.

      Excluir
  5. o corolla é só designer e mais nada mais na europa as pessoas podem comprar golf audi a3 e outros carrões e vao achar o que do vovorola? afff.
    aqui no brasil o corolla e tipo o pior tb. menos motor q jetta citroen c4. gosto do designer do corolla por fora mais dentro com relogio de del rey tou fgora.
    esse carro na europa é o pior ...claro né...onde tem a3, golf , corolla nao veiz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com seu português risível você não tem vez nem no Brasil.

      Excluir
  6. Jetta 2.0 com motor boqueta de 120cv uksausksuksku
    Corolla melhor sedan médio do mundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade foi eleito o segundo pior carro da Europa.

      Excluir
  7. É difícil para o Sr Carlos4carros falar bem de Corolla, tendo como referencia apenas textos

    de publicações ou da internet.

    O Sr Carlos4carros poderia nos presentear com a avaliação do carro que ele possui, e assim

    teríamos mais condições de dar maior credibilidade aos seus comentários!

    ResponderExcluir
  8. Os caras do canal Topspeed disseram que o comportamento dinâmico foi sim alterado, pois foi mexido na relação entre volante e rodas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aquelas crianças do top speed ainda cheiram a leite, não vejo qualquer credibilidade nas suas matérias...

      Excluir
    2. Sim, mas será que alguém pode confirmar essa informação deles ?

      Excluir
  9. Já tive um corolla 2011 e gostava muito do carro. Ano passado (2016) resolvi que trocaria por um zero km. Fui na css, fiz o teste drive e achei o carro muito bom, mas não fechei o negócio naquele momento.
    A noite em casa, já muito entusiasmado com a certeza da breve aquisição, liguei p um amigo e contei os fatos.
    Ele disse, "Vc está certo, está na hora de trocar seu carro, vc quer um sedan mesmo?"
    -Sim, gosto de sedan, conforto e porta malas.
    -"certo, vc tentou mais algum modelo?"
    - Não, só o Corolla.
    -"Faz o seguinte, tenta fazer um teste drive no Jetta 1.4 TSI, acho que vai te surpreender."
    -Mas eu gosto do Corolla... e me atende bem e carro é muito bonito.
    -"Experimenta o Jetta depois vc resolve."
    No dia seguinte, estava eu lá na css VW p fazer o teste no Jetta.
    Quando acelerei, colei no banco, foi uma experiência que nunca tive no meu Corolla. Aí sim, gostei de verdade.
    Aquela coladinha nas costas é única, ainda mais no preço q eu podia pagar (casa dos 90,00).
    Fechei negócio.
    Jetta c 12.000km inteiraço. Um veneno p andar. Só alegria, o carro é realmente um T.
    Detalhe, nem é beberrão: Estrada a 120/hora, 16 a 17 km/litro. Super econômico.
    Quem nunca dirigiu um TSI, tem q dirigir, tem q conhecer, sentir o carro, é muito motor (estou falando do 1.4, imagina o TSI 2.0)
    Troco meu Jetta por nada, só por outro quando chegar a hora.

    Abraço a todos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem legal seu relato, mas desculpa, 12.000 não é parâmetro para dizer que o carro está inteiraço. 12.000 é mais que a obrigação de qualquer carro. Eu por exemplo ando isso em 3 meses.

      Excluir
    2. Comprar novo com usado, é como comparar laranja com melancia.

      Excluir
    3. Carro usado? Não, obrigado.

      Excluir
  10. O fundador da VW ficaria radiante com esta matéria. Mas só fica uma dúvida, se até ele só andava

    de Mercedes Benz!

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.