Car.blog.br

Pesquisar este blog

Novo VW Gol 2018 será apresentado em abril, diz jornalista

Categorias: , , , , 58 Comentários

A Volkswagen do Brasil prepara a apresentação do Novo Gol 2018 para o próximo mês de abril, segundo o jornalista Roberto Nasser.


Novo VW Gol 2018
O modelo se diferenciará do modelo atual por mudanças frontais em grade, para-choques e grupo óptico.

Novo VW Gol 2018

No interior haverá também aperfeiçoamentos, com novos revestimentos e também ampliação das possibilidades de conectividade.

Novo VW Polo 2018

Além do Novo Gol 2018, a Volkswagen do Brasil terá também o Novo Polo, em carroceria hatch e sedã. Esse novo modelo será baseado na plataforma MQB A), já usada no Ibiza 2017 lançado no Salão de Genebra.



A versão três volumes do Novo Polo se chamará Virtus, e também está confirmada.

Conclusão

As últimas informações sobre a nova gama de compactos da Volkswagen começam a ficar claras. Havia uma dúvida se o hatch baseado na plataforma MQB A0 seria chamado de novo Gol ou de Polo, e agora está claro que será Novo Polo, em versões hatch e sedã (Virtus).



Além disso, o Gol atual também terá atualização, com apresentação prevista já para o mês que vem, mantendo a plataforma atual. A nova geração do Gol deve estrear entre 2019 e 2020, baseado na plataforma do Up!.

Fonte: Roberto Nasser / Fotos meramente ilustrativas

Postagens relacionadas:

58 comentários:

  1. Também queremos o lançamento da versão esportiva do Gol ( a versão mostrada no salão, GT Concept), inclusive com aqueles belos Bancos Esportivos e motor 1.0 TSi de 125cv.

    ResponderExcluir
  2. Com esse novo Gol e os outros lançamentos previstos a VW tem tudo para voltar à liderança no Brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe, mas ainda não será desta vez.
      Acredito que o que ocorrerá daqui pra frente será uma troca de líderes constante.
      O mercado tornou-se muito mais dinâmico.

      Excluir
    2. Ta msi otimista que a carlota...

      Excluir
    3. Ele não disse que vai voltar à liderança, disse que tem tudo para voltar à liderança....vamos interpretar pessoal!

      Excluir
    4. A VW irá continuar patinando na lama que ela mesmo criou. Ela deveria ter aplicado o câmbio AT6 no gol, fox e voyage há uns 3 anos atras já. Agora, se ela não fizer isso dessa vez, esquece. Eu pretendo comprar um carro AT e pelo jeito não será VW. Fiquei curioso para saber o que será do fox, será o fim da linha pra ele? Pelo jeito, acho que sim.

      Excluir
  3. Só não concordo com esse modismo de "novo" ou "new" usado pela indústria.
    "Novo Gol", "New Civic", "New Fiesta", "New Tucson"....
    É Gol, Civic, Fiesta e Tucson e acabou. Os carros mudam e evoluem, são modernizados e reestilizados desde que foram inventados. E não havia essa febre de colocar adjetivos antes dos nomes para identificar a novidade. E quando vierem as novas versões? Serão o "New" ou o "Novo" substituído por "Novíssimo"? Ou "New ao quadrado"?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E outra.... depois de 3 anos da última reestilização, ainda anunciam o carro para venda como "New alguma coisa", "Novo Tralalá"....

      Excluir
    2. Concordo! Mas, enquanto a indústria, ao invés de descontinuar as antigas versões, continuar as empurrando para os trouxas, o termo "new" servirá para diferenciar as versões! Ridículo sim! Mas, compreensível...

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. Também não concordo com isso, mas o que acho pior ainda, porem acaba explicando o porque deste modismo, é o fato do consumidor aceitar que a cada mudança o preço do mesmo carro fique muito maior.
      Em mercados onde existe concorrência de verdade, as mudanças, melhoramentos e evoluções nos carros são feitas para mantê-lo no mesmo nível de seus concorrentes lançados depois, mas o seu preço se mantem quase inalterado.
      Agora aqui, na maioria das vezes a mudança é apenas cosmética, mas o aumento no preço é absurdo.

      Excluir
    5. O civic de 2008, quase 10 anos de uso, ainda chamam de new civic, para mim já virou new, old, old, old civic. Isso mostra que por o new no nome da certo, faz o carro parecer menos velho do que é.

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. o que vende é marketing... o carro pode ser uma bosta, mas se passar 200 vezes no horário nobre vende q nem banana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Renegade q o diga, há uns 3 anos vejo propaganda dele todos os dias na TV.

      Excluir
    2. Nossa, foi lançado há menos de 2 anos e há 3 já havia comerciais dele na TV?
      Meio estranho, né?

      Excluir
  6. Acredito que o Gol não tenha agradado muito com a última mudança, o para choque frontal ficou meio exagerado, mas, a traseira e o interior melhoraram bastante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não gostei do para-choque frontal atual. Mas tbm, não me agradaram as novas lanternas. Eu achava mais bonitas no anterior. Vamos ver se, nesse 2018, volta a ficar tudo mais harmônico.

      Excluir
  7. Como é bom, enfim, ver a vw renovando sua gama de produtos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Renovar? Vc leu bem? Será apenas um face-lift, que aliás, já é o 3º!
      Depois falam da Fiat...

      Excluir
    2. Up renovado, Golf renovado e lançamento do Polo. Isso não é renovação?

      Excluir
    3. Up ta perdendo do mobi
      Golf male male vende 300 por mês. Sendo que chegou a vender 1000 no lançamento
      Polo é uma incógnita...
      Melhor repensar nessa renovação.

      Excluir
    4. Up vende mais que o mobi.
      http://www.car.blog.br/2017/03/ranking-217-veiculos-mais-vendidos-1.html
      Up! em março: 1140
      Mobi (R$ 10 mil mais barato que o Up!): 1.111

      fatos, apenas fatos.

      Excluir
    5. No acumulado do ano o Mobi vendeu mais que o Up, fatos apenas fatos. Pegar um período de 10 dias dentro de um mês é ser muito parcial.

      Excluir
    6. Tirou as palavras dos meus dedos Vitor...
      Agora gostaria de entender qual o motivo que leva o consumidor a comprar mais o Mobi do que o Up, pois comparando os 2 não consigo ver nada em que o Mobi seja superior; promoções, formas de pagamento ????

      Excluir
    7. RENOVANDO, sim. algumas publicações falam em apenas maquiagem, mas a plataforma do novo gol será mesmo a MQB A0 e não a PQ25. O visual do Novo Gol pode ser visto nas imagens que já circulam do Novo Polo este mês, acreditem nisso!

      Excluir
  8. Resumindo: O Gol continuará a ser uma gambiarra sem futuro. Polo sim, vai ser um carro, mas vamos ver o fator preço.

    ResponderExcluir
  9. A lateral está idêntica a do Golf. Curioso que a traseira está mais bonita do que a do Golf, esperar agora para ver a frente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse não é o carro! Isso é apenas uma projeção que já corre a uns 3 anos pelos sites automotivos.

      Excluir
  10. Cara se for subir de patamar chama logo de Polo, se for manter o padrão de popular, deixa como Gol.

    ResponderExcluir
  11. Enquanto o Gol permanecer com esse motorssauro 1.6 de 8v, a VW pode banhá-lo a ouro, que ainda sim, vai continuar tomando naba do Etios 1.5 16v Dual VVT-i e do motor 1.6 16v do HB20. Até quando a VW vai ficar nessa de oferecer esses motores fossilizados? Pior, combinados com câmbio automatizado. Pagar 61 mil num Gol Highline 1.6 i-Motion com direção elétrica em vez de dar o mesmo valor num Etios 1.5 automático de verdade e com direção elétrica, é a maior insensatez que um ser humano pode cometer na vida.

    ResponderExcluir
  12. E não terminaram com o mico, infelizmente mais uma vez mais do mesmo, carro de plataforma da década passada, 3 estrelas latin cap, câmbio i-motion totalmente defasado, melhor mesmo era deixar como está, e ano que vem estrear na nova plataforma.

    ResponderExcluir
  13. Esse jornalismo mente, a VW já disse q gol só em 2020 oq vem eh o pólo

    ResponderExcluir
  14. Com as rodas da primeira foto fica ótimo... mas quando chegamos na loja e encontramos o carro com pneu linguiça, desanima... hehe

    ResponderExcluir
  15. O Gol merece muito mais atenção e respeito da VWB do que ela dispende a ele hoje...
    Sinceramente eu ficaria com um portfólio mais enxuto e menos "confuso" se fosse a VW (minha opinião) como segue:
    Citycar: Up! (excelente, tecnológico, econômico...);
    Hatch pequeno: Gol e suas variações como Gol GTI, Voyage GLS (imagina resgatar esse nome com acabamento condizente??? Seria um baita concorrente para Cobalt e City) além da Parati (muito melhor que a Spacefox);
    Hatch pequeno "premium": Polo e suas variações;
    Hatch médio: Golf (a oferta já está boa);

    O Gol foi sonho de consumo para a maioria de pessoas com 30 e poucos anos e que viu em sua adolescência as versões maravilhosas que esse carro tinha e o delicioso motor AP2000 com a transmissão manual irrepreensível que possuía...
    Hoje inclusive uma DSG em banho de óleo seria coisa linda num Gol GTI com motor 1.4 acima de 150cv...
    Imagina só!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Eduardo zacchi tenho muitos amigos que falam muito bem dos gols dessa época. Infelizmente a VW não acordou para esse público.

      Excluir
  16. Dificilmente pode ser chamado de "novo gol" pois se mantém essencialmente o mesmo, não passa de um facelift da já cansada atual geração até a chegada da próxima.

    ResponderExcluir
  17. Eu lembro de uma vergonha, uma vez... Em que o Jetta veio como reestilização... por uma mudança de LEDs na lanterna traseira... Onde a fileira de LEDs acendiam pra baixo... E passou acender pra cima... Sem mexer no desenho do carro. Foi tido como uma das poucas novidades do modelo, na ocasião, para justificar aumento de preço.

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Gol mais parecido com Golf do que nunca. Golf de desenho com cara de Gol como sempre. VW e seu design "sóbrio".

    ResponderExcluir
  20. Tenho a impressão que a VW lançará um combo de lançamentos da linha 2018 em Abril. Gol (com a dianteira da Saveiro em toda linha? tomara que não!), up! com mudanças pontuais e o Golf 2018 com novos faróis e lanternas. Nesse último caso, seria muito bem vinda a versão 1.0 TSI automática. Mas ninguém comenta sobre isso por aí. Talvez a marca não arrisque o investimento numa categoria com vendas cada vez mais pífias. Infelizmente hatch médio no Brasil virou carro de (preço de) luxo.
    Para 2019, ou o up! cresce ou o Gol o elimina com a plataforma NSF. Acho que um modelo ao estilo do abortado Taigun teria sido mais bem sucedido por aqui nesse nicho de subcompactos. Com o sucesso do Kwid, a VW pode adotar estratégia semelhante e tornar o up! um pequeno pseudo-aventureiro de série, mais robusto que o CrossUp atual, reservando ao Gol o seu papel de sempre, o de carro de entrada da linha. Ótima notícia essa de relançamento do Polo. A marca carece de um compacto realmente premium no Mercosul há tempos. Que venha em boa hora!

    ResponderExcluir
  21. Vai causar um Rocambole no mercado kkk quem viver verá

    ResponderExcluir
  22. Respostas
    1. Sim, só depois disso vai usar a plataforma do up, já foi dito pelo diretor de marketing da VW

      Excluir
  23. Está tudo muito confuso...ainda é só especulação..."mata a cobra e mostra a cobra morta"

    ResponderExcluir
  24. Se o escapamento vier do lado direito eu acredito nessa notícia, se não são apenas um bando de mentirosos envenenando designs baratos para enganar as pessoas..

    ResponderExcluir
  25. O gol não mudou acho que não faz um ano e ja vai mudar de novo? Acho que houve um puta de erro de estrategia por parte da VW.

    ResponderExcluir
  26. Ja entendi a da VW.Empurrou o preço do golf la pras alturas pra poder colocar o novo polo. Polo vai vir no preço que veio o golf em 2013 podem anotar ai

    ResponderExcluir
  27. A Volkswagen " abandonou" o gol, deixou o carro de lado, enquanto as outras montadoras investiram pesado em seus modelos compactos a Volkswagen simplesmente não se mexeu. Deixou o carro que foi o modelo mais vendido no Brasil por 27 anos " degradar" sem nenhuma novidade de peso, motor, design, espaço interno.

    ResponderExcluir
  28. Vw é a montadora mais atrapalhada em termos de lançamento de carros, sempre uma versão matando outra, troca de câmbio, troca suspensão, motor mono combustível! Golf tsi manual, Golf msi fora de linha, VW? Tô fora...

    ResponderExcluir
  29. Se a VW fosse esperta adaptava um Air bag e ABS no antigo Fusca e venderia a R$25.000,00 Venderia horrores.

    ResponderExcluir
  30. Apos o lançamento da nova geração do gol, o up! deve ser aposentado, pois nao correspondeu às expectativas de vendas. Ficaria o gol como carro de entrada e o polo concorrendo com o Fiesta, Palio, Sandero etc.

    ResponderExcluir
  31. Interessante é saber que o modelo VW Gol será, aqui no Brasil, a versão tupiniquin do Novo Polo, semelhante em vários aspectos (além da Plataforma MQB A0). Em matéria de design, será tecnicamente idêntico. Alguma diferença deve ser encontrada na parte traseira e talvez nos detalhes da lateral do carro, além, claro, da parte interna. Mas dizer que o novo VW será uma versão da plataforma PQ25 rejuvanescida é exagero. Apenas como exercício de imaginação, bastaria observar a versão do Polo atual na Alemanha e do nosso Gol. São praticamente o mesmo carro, com algumas diferenças nos conjuntos óticos dianteiros e traseiros. A mesma coisa acontece com o Voyage / Polo Sedan. O que deve acontecer é que a aposta da VW é, agora, em cima de uma família diferente de carros, que vai pegar o Gol, fará a Saveiro partir para uma linhagem-solo, que independe do Gol para brilhar, um carro maior no modelo de Sedan (que seria o Santana chinês, mas a VW preferiu um novo modelo, que se chama Virtus) e uma dupla antes impensada, que se trata de um SUV e uma picape maior, inspirada no sucesso da Toro e talvez o fim do Voyage (já que a Parati já não deve mais voltar). O novo mix de plataformas globais da VW, planejada pela Porsche, possibilita isso. MQB, MSB, MLB e MEB vieram realmente pra ficar.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.