Car.blog.br

Pesquisar este blog

Atlas: o novo SUV da VW para conquistar os Estados Unidos

Categorias: , , 5 Comentários

A Volkswagen apresenta no Salão do Automóvel de Los Angeles o seu crossover de tamanho gigante criado para atender especificamente as preferências dos consumidores norte-americanos: o Atlas.

Volkswagen Atlas

O nome inicialmente proposto pelos chefes da empresa em Wolfsburg, Alemanha, Teramont, foi repudiado pelos concessionários norte-americanos há alguns meses. O nome nãhá meses. "Teramont" não é de fácil pronúncia em Inglês, assim como não são os termos "Touareg" e "Tiguan". Em reunião com os concessionários da marca em março, a rejeição ao nome foi unânime.

Volkswagen Atlas

Então surgiu o Atlas, um veículo que foi revelado no mês passado e é um dos principais destaques na marca no Los Angeles Auto Show 2016.

Volkswagen Atlas

A disposição da sede da VW em permitir que executivos nos EUA façam mudanças com base no feedback dos concessionários representa uma mudança paradigmática no estilo de gerenciamento da que é hoje a maior montadora de automóveis do planeta.

Volkswagen Atlas

O crossover será feito em Chattanooga, Tennessee, junto com o Passat. Será o maior veículo da sua categoria, e que tem como destaque uma coluna "A" esbelta em torno do para-brisa, o que lhe confere a melhor visibilidade entre seus concorrentes.

Volkswagen Atlas

O VW Atlas é o primeiro modelo da marca criado especialmente para as famílias americanas. E outros virão, como uma versão alongada do Novo Tiguan, e outros SUV, que permitirá à VW cobrir dois terços dos segmentos de mercado dos EUA. O line-up da VW nos EUA hoje ainda é de nicho, pois atende a cerca de 40% dos consumidores.

Volkswagen Atlas

Uma garota universitária que é dona de um Jetta, depois de dez anos passa a ter uma vida familiar ativa, tendo dois, três filhos, e acaba deixando a marca pois não tem opções dentro da gama. Isso não vai mais acontecer, já que o Atlas e os novos SUVs da VW nos EUA são a resposta para isso.

Volkswagen Atlas

Outra novidade recente da VW nos EUA é o Golf Alltrack, que chegou ao mercado no final de setembro, iniciando o ataque da marca no segmento de modelos compactos robustos com tração nas quatro rodas. Já o Atlas vai no segundo semestre de 2017, enquanto no meio do ano chega a versão de sete lugares da Tiguan.



Além dos SUV, a Volkswagen irá apresentar uma gama totalmente nova de modelos elétricos e híbridos.

Postagens relacionadas:

5 comentários:

  1. e cadê o concorrente do HR~v, renegate e CIA?

    ResponderExcluir
  2. Pra ver como o nosso poder de compra é baixo: "uma garota universitária que é dona de um Jetta". Esse Atlas é bem do gosto americano mesmo. Mas será que seria bom para o mercado a VW dominar mais um mercado importante (EUA) já sendo a maior na Europa e grande na China?? poderia começar a aumentar margens e dificultar a competição e o preço...mas, afinal, ela estaria na dela, já que não é instituição filantrópica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O mercado mais importante não é mais o dos EUA, mas sim o da China.

      Seria ótimo a VW crescer muito nos EUA, pois elevaria o nível dos carros por lá. O carro americano em geral é pesado, ineficiente, beberrão, com baixo conteúdo tecnológico.

      É dos EUA que ainda saem aberrações como Mustang e Camaro, carros dos anos 50.

      A VW chegando com modelos de alta tecnologia e qualidade nos segmentos mais importantes dos EUA, vai ajudar a melhorar o mercado por lá.

      Excluir
    2. Quer dizer que Mustang e Camaro são aberrações???????????

      Aberração é a sua mente doentia, o mundo encantado da VW.
      Até hoje fico querendo entender o que vc ganha, se esforçando tanto para depreciar o produto das demais marcas.

      Pq não guarda a sua língua para criticar as velharias q a fracassada VW brasileira coloca em nosso mercado.

      Excluir
  3. Bom falar na "aberração" Ford Mustang, esportivo que é o 2' mais vendido na Alemanha em 2016 he he he

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.