Car.blog.br

Pesquisar este blog

Honda Civic 2017 (Ger 10): aspectos positivos e negativos

Categorias: , , , , 100 Comentários

A décima geração do Honda Civic, linha 2017, está sendo oferecida nas concessionárias da marca no Brasil com filas de espera de até 90 dias, dependendo da versão. Neste artigo mostramos os detalhes das versões Sport 2.0 CVT, EXL e Touring.

Novo Honda Civic 2017 (Geração 10)

O modelo começou a ser vendido em regime de pré-venda em junho, sendo que as primeiras unidades foram entregues no dia 25 de agosto. No dia subsequente iniciou-se a comercialização normal, e, conforme informações que obtivemos em concessionárias, as versões EXL e Touring, que são as mais caras, estão com filas de espera de 90 (noventa) dias.

Novo Honda Civic 2017 (Geração 10)

O modelo de acesso, o Sport, porém, pode ser encontrado com um prazo de entrega menor, em torno de 30 dias, no máximo, sendo que, quem fecha a compra no começo de setembro pode receber o carro ainda este mês.

Novo Honda Civic 2017 (Geração 10)

O vídeo a seguir mostra os detalhes das versões Sport, EXL e Touring



Honda Civic Sport 2.0 CVT - Preços: R$ 94.900 reais (branco); R$ 96.100 reais (metálico/perolizado); R$ 99.900 reais (branco perolizado)

Novo Honda Civic 2017 (Geração 10)

Essa versão Sport tem uma aparência mais esportiva, com grade frontal preta, e rodas de 17 polegadas com pintura diamantada escurecida.

Novo Honda Civic 2017 (Geração 10)

O interior vem com revestimento em tecido preto, mas o volante tem revestimento em couro.

Novo Honda Civic 2017 (Geração 10)

O Honda Civic Sport é o modelo de acesso, sendo equipado com motor 2.0 Flex, de 155 cavalos, capaz de acelerá-lo de 0 a 100 km/h em 10,5 segundos, e retomada de 80 a 120 Km/h em 7 segundos.

Novo Honda Civic 2017 (Geração 10)

O consumo de gasolina, em cidade, é de 12,6 km/l, chegando a 15,4 km/l em estrada.

Novo Honda Civic 2017 (Geração 10)

O modelo vem de série com faróis de halogênio e DRL (Day Running Light) em LED; faróis de neblina, freio de estacionamento com acionamento eletro-hidráulico e função Auto Hold, VSA (Assistente de Estabilidade com controle de tração e frenagem), assistente de dirigibilidade ágil, assistente de saída em rampa.

Novo Honda Civic 2017 (Geração 10)

A suspensão dianteira é do tipo McPherson com buchas hidráulicas, e, na traseira, o sistema é independente multilink com barras estabilizadoras e buchas convencionais.

Novo Honda Civic 2017 (Geração 10)

Há 6 airbags (frontais, laterais e de cortina), direção com assistência elétrica, lanternas em LED, câmera de ré, alarme e ar-condicionado digital com zona única de climatização.

Novo Honda Civic 2017 (Geração 10)

O volante é revestido em couro e conta com comandos multifuncionais, e também seletores de trocas de marchas manuais (paddle shifters). O painel tem velocímetro digital e conta com piloto automático (cruise control).

Novo Honda Civic 2017 (Geração 10)

O sistema de áudio com 160 W de potencia, 4 auto-falantes, conexão USB - Bluetooth e audio streaming.

Honda Civic EXL 2.0 CVT - Preços: R$ 105.900 reais (branco sólido); R$ 107.100 reais (metálico/perolizado); R$ 107.400 reais (branco perolizado)

Novo Honda Civic 2017 (Geração 10)

O modelo EXL é o topo de gama dos Civic equipados com motor 2.0 Flex, e só é oferecido com a transmissão automática CVT, não sendo possível optar por câmbio manual.

Novo Honda Civic 2017 (Geração 10)

Este modelo tem um aspecto externo mais sóbrio, com grade dianteira cromada e rodas com desenho mais claro, mantendo o desenho da versão Sport, e o mesmo diâmetro.

Novo Honda Civic 2017 (Geração 10)

No interior, ele se diferencia por contar com bancos revestidos em couro, e adiciona espelho retrovisor retrátil com indicador de direção em LED, ar-condicionado digital automático e duas zonas de climatização.

Novo Honda Civic 2017 (Geração 10)

Há ainda em adição ao modelo Sport um sistema de som com 180 W e quatro auto-falantes e quatro tweetrs, além do sistema multimídia com tela de 7 polegadas sensível ao toque.

Novo Honda Civic 2017 (Geração 10)

Nesse sistema há navegação por GPS com integração com o informações no painel e recepção de informações via RDS-TMC, além de compatibilidade com o Android Auto e Apple CarPlay.

Honda Civic Touring - Preço R$ 124.900 reais

Novo Honda Civic 2017 (Geração 10)

Esta é a versão topo, única que vem com o motor 1.5 turbo a gasolina, com injeção direta e abertura variável das válvulas, com 173 cv a 5.500 rpm, com o torque de 22,4 kgfm entre 1.700 rpm e 5.500 rpm, sempre associado ao câmbio CVT.

Novo Honda Civic 2017 (Geração 10)

Esse conjunto é capaz de acelerá-lo de 0 a 100 km/h em 7,9 segundos, enquanto o consumo é de 11,9 km/l em cidade, e 15,3 km/l em estrada, sempre com gasolina, pois este motor não é flex.

Novo Honda Civic 2017 (Geração 10)

No que respeita aos recursos de série, este modelo traz sistema que indica pontos cegos, conjunto ótico dianteiro totalmente em LED (inclusive os faróis de neblina), sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, bancos dianteiros com ajuste elétrico, sensor de chuva, retrovisor interno eletrocrômico e teto solar elétrico, sistema de partida por botão no painel ou pelo controle remoto.

Novo Honda Civic 2017 (Geração 10)

Externamente esta versão se diferencia por contar com maçanetas externas cromadas, enquanto o conjunto ótico dianteiro é diferenciado, além do teto-solar.

Pontos negativos

O Civic 2017 tem um aspecto imponente, bom espaço interno, ótimo porta-malas e, na versão Touring, um motor moderno e eficiente, que lhe confere um nível de desempenho típico de carro premium.

Novo Honda Civic 2017 (Geração 10)

Entretanto, o Civic 2017, mesmo na versão topo de gama, Touring, fica devendo em termos de acabamento e recursos para modelos até mais baratos, como o Golf, por exemplo.

Painel inteiramente de plástico duro

O Civic tem um painel feito totalmente de plástico duro, mas com arremates e inserções de couro para conferir um aspecto mais requintado.

Novo Honda Civic 2017 - interior - painel de plástico duro
Novo Honda Civic 2017 - interior - painel de plástico duro
Entretanto, a estrutura é de plástico mesmo, o que pode ocasionar ruídos com o passar do tempo.

Novo Civic 2017 - cobertura do painel em plástico duro

A imagem acima mostra a cobertura do painel de instrumentos, em plástico duro e sem o revestimento da parte superior do painel, evidenciando o material com o qual é confeccionado.

Porta-luvas não é revestido e não tem refrigeração

Outro ponto que chama a atenção negativamente no Civic 2017 é o porta-luvas, que é inteiramente de plástico e não tem revestimento interno e nem refrigeração (esses recursos estão presentes até no Golf Comfortline 1.6 MSI mais acessível).

Novo Honda Civic 2017 - interior - porta-luvas de plástico

A falta de um revestimento faz com que objetos soltos dentro do porta-luvas façam barulho e ruídos, reduzindo o conforto acústico.

Sensor de estacionamento só na versão topo de gama

Outro ponto que destona no Civic 2017 é a ausência de sensor de estacionamento dianteiro e traseiro nas versões de acesso e intermediária.

Honda Civic 2017 EXL - não tem sensor de estacionamento traseiro
Honda Civic 2017 EXL - não tem sensor de estacionamento traseiro
Honda Civic 2017 EXL - não tem sensor de estacionamento dianteiro
Honda Civic 2017 EXL - não tem sensor de estacionamento dianteiro
 Trata-se de um recuso importante e que está disponível em carros mais baratos desde a versão de acesso, como, por exemplo, o Golf 1.6 MSI Comfortline.

Porta-objetos sem revestimento

O Honda Civic 2017 tem múltiplos porta-objetos no interior, mas todos eles são de plástico duro e sem revestimento algum.

Novo Honda Civic 2017 - porta-objetos em plástico sem revestimento
Novo Honda Civic 2017 - porta-objetos em plástico sem revestimento
Sendo assim, pequenos objetos alocados dentro deles produzirão ruídos incômodos de peças soltas, algo incompatível com um carro de cerca de R$ 100 mil reais.

Novo Honda Civic 2017 - porta-objetos em plástico sem revestimento
Novo Honda Civic 2017 - porta-objetos em plástico sem revestimento
Novamente o padrão de comparação é o Golf 1.6 MSI Comfortline, que tem todos os seus porta-objetos revestidos de camurça, um recurso que deixa o interior muito mais silencioso, requintado e confortável, além de denotar atenção aos detalhes por parte do fabricante.

Não há saídas de ar-condicionado para o banco traseiro

Nenhuma das versões do Civic conta com saídas de ar-condicionado para os passageiros do banco traseiro.


Trata-se de um recurso importante para um carro familiar, e que, novamente, faz parte de carros mais baratos, como o Golf 1.6 MSI, e de concorrentes como o VW Jetta em todas as versões.

Versão topo de gama sem piloto automático adaptativo, assistente de manutenção em faixa e frenagem autônoma de emergência

O Civic Touring, modelo topo de R$ 125 mil reais, procura se posicionar como carro premium. Mas além das falhas de acabamento acima (painel em plástico, porta-luvas sem revestimento, porta-objetos em plástico), esse modelo fica devendo recursos que são comuns em carros premium.


O piloto automático com controle automático de distância é um recurso importante nesse segmento, e não é oferecido no Civic Touring nem como opcional. Esse sistema está disponível (opcional) no Golf 1.4 TSI Highline e no Audi A3 Sedan Ambiente - ambos nacionais. O vídeo abaixo mostra o Golf GTI com tais recursos.



Outra ausência notável é o sistema de alerta e de manutenção em faixa, que mantém o carro na faixa mesmo que o motorista tire as mãos do volante. Novamente é um sistema presente em modelos mais baratos, como o Golf Highline.


Finalmente o Civic não tem sistema de monitoramento frontal com frenagem de emergência autônoma, outro item presente no Golf 1.4 Highline.

Teto-solar não é panorâmico

A única versão que conta com teto-solar é o topo de gama, e mesmo assim é um teto-solar convencional, e não um panorâmico, como o presente no Golf e no Audi A3 Sedan.

Conclusão

O Honda Civic 2017, modelo de 10ª geração, tem uma estética imponente, e que abusa de recortes e vincos (algo que tende a tornar seu design envelhecido de forma mais acelerada). As dimensões avantajadas contribuem para o bom espaço interno, enquanto a mecânica da versão topo de gama é moderna, mas não é flex.

Novo Honda Civic 2017 (Geração 10)

Há, porém, falhas de acabamento incompatíveis com um carro que custa em torno de R$ 100 mil reais, defeitos estes que estão presentes até na versão Touring - que se pretende premium.

Novo Honda Civic 2017 (Geração 10)

Finalmente, a versão topo de gama, apesar de ser dotado de uma mecânica moderna, não conta com recursos de conveniência fundamentais nessa faixa de preço, como piloto automático adaptativo, front assist e sistema de manutenção em faixa com alerta de saída involuntária.

Postagens relacionadas:

100 comentários:

  1. Ou seja, ignorando o fato do Civic ser um sedan, nessa faixa de preço o Golf acaba sendo melhor negócio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito melhor negocio Souza. O Golf e a Variant são opçoes imperdíveis pra quem procura um carro e não um transporte. Inconcebivel o Civic turbo nao ter esses recursos. Quem paga caro e curte automóveis quer tecnologia que auxilie a conduzir. Teto solar tipo escotilha entao é melhor nem ter. Só quem tem Golf com teto panorâmico entende a que me refiro sem similar um opcional imperdivel no Golf em clima frio ou temperado.

      Excluir
    2. Considerando as versões intermediárias, o Golf, Jetta e Cruze são mais bem equipado.
      Fiz teste drive ontem no 1.5 turbo e no 2.0 CVT. O que mais me chamou atenção nos dois modelos foi a suspensão. A Honda acertou a mão. O carro é super macio e ao mesmo tempo firme nas curvas. Tem muita estabilidade. Também tem espaço de sobra. O câmbio CVT, na minha opinião, ficou melhor do que o do Corolla. Só não achei muito legal a passagem do modo drive para o Sport. Tem que mudar a alavanca de posição. O ideal era só dar um toque na alavanca.
      Na versão Touring, o conjunto mecânico é uma obra prima. O carro é show! Anda muito! Não percebi turbo lag.
      Não tem saída de ar na parte de trás e não possui start stop.

      Excluir
  2. Também achei um tanto quanto caro, além de ter uma traseira muito feia, na minha opinião. Só não entendi a comparação do carro, que é um sedan, com o Golf, que é um hatch. Por que não compará-lo com o Jetta? Esse sim da mesma categoria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é super interessante muito menos super útil...Só tem no lado direito e quando ultrapassa...Quando da ré não aparece...ou seja,serve pra nada

      Excluir
    2. Realmente o preço é abusivo e sem muitos recursos encontrados em outros veículos com menor preço, caso do Cruze. Agora, vem aí o Jeep Compass com recursos de colisão frontal, controle de faixa, etc... Mais completo e com motor diesel e um preço competitivo: R$ 132.000, apesar de ser um SUV, outro segmento. Honda subestima o brasileiro e isso pode dar errado...

      Excluir
  3. Não tem como deixar de comprar o cruze turbo pra comprar qualquer versão intermediaria do civic.
    E olha que quando lançou o cruze achei uma piada!
    Analisando melhor, CRUZE muuito melhor negócio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pior que não. Fiz teste drive no Cruze e nos dois modelos do Civic com motorização diferentes. O Cruze anda um pouco mais do que o Civic 2.0 CVT. Por outro lado, o câmbio CVT do Civic da de dez no câmbio AT6 do Cruze, que por sinal é péssimo. Para amenizar a situação a GM poderia ter colocado alertas nos volante, mas nenhuma versão tem.
      O novo Civic está no pareo também. É veio forte!

      Excluir
    2. sem contar que a suspensão traseira do civic é independente e com buchas hidraulicas ahhh e ainda tem setas nos retrovisor coisa que eu achei que a gm errou feio

      Excluir
    3. O top Gm por 107 mil,e o cívic 125 mil?Para né, cívic turbo só a gasolina,sem alerta de colisão, condução na faixa,toda linha Cruze é turbo,este Civic Topo de linha pra quem comprar agora é pura bucha,daqui há pouco lançam o flex e o motor 2.0 do Cívic de entrada vai sobreviver até quando? Pior negócio! !Na dúvida não compre nenhum!

      Excluir
  4. É infelizmente a Honda decepcionou um pouco com esse carro 1° túnel central voltou
    2°plásticos em abundancia pelo carro todo, 3° o motor turbo nao casa com esse cambio CVT 4° muito caro em todas as versões , mas é um carro exuberante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente isso,é detalhe a versão antiga tinha matetia emborrachado nas portas e no painel,o cvt deixou o turbo com a arrancada lenta como se pode ver em testes no YouTube

      Excluir
    2. Vai vender pela exuberância, mais nada!

      Excluir
  5. PQP! Os R$ 125mil (sem ágio) do Touring já me pareciam abusivos, achando que ao menos tinha o HONDA SENSINGo. Mas, pelo visto, não há nenhuma tecnologia deste pacote de segurança!?!? Que mer**!

    Cruze, C4L e Jetta > Civic. Até o Corolla sem ESP é mais honesto.

    ResponderExcluir
  6. Sem falar que o sensor se estacionamento parece ter sido instalado numa loja de acessórios qualquer.

    ResponderExcluir
  7. e detalhe
    Civic Sport CVT cor branca perolizada a R$99.900,00
    enquanto um C4 sai por R$75.900,00(acho) o que sei o mec é R$69.900,00
    é muita diferença
    o Civic é bemmm mais caro
    e o C4 conta com um turbo
    esse 2.0 di Civic é bonzinho e nada mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. C4 Lounge já teve um reajuste de quase 3000...

      Excluir
  8. É a partir de agora que eu vejo toda aquela conversa de que não ia vender nada indo pelo ralo. O mercado se comporta bem diferente das opiniões dos bloqueios cheio de mimimi.....infelizmente essa é a realidade. Civic vai continuar em segundo mesmo com esse preço esse motor esse acabamento esse vinco exagerado na carroceria....enfim de nada adianta compara com golf mesmo o golfe sendo "melhor" galera ainda vai de civic....É o golf infelizmente definhando. No meu ponto de vista o que tá absurdamente caro é o golf. O hrv então tá mais caro que o civic levando em conta os equipamentos de série.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O cívic e muito mais bonito e robusto
      Mas não vale nunca isso
      Agora vem me falar que golf vale 135mil?!

      Excluir
    2. Aguardemos os números das vendas de setembro,segundo já faz tempo que não é mais pesquise o ranking de agosto,vcê vai dizer que caiu pois esperam o lançamento tudo bem,mas se esperava mais!

      Excluir
  9. Com mais dez mil reais vc compra um Ford Fusion com absolutamente tudo e muito mais que falta nesta 10° enganação, digo, geração do Old Cívic...foi exatamente o que fiz e estou extremamente satisfeito. Já tive um New Civic, pra nunca mais, é um carro bonitinho, mas ordinário !

    ResponderExcluir
  10. Caro demais!!!! A versão sport deveria custar uns 75k no máximo. E a top uns 100k. Passado o afã do lançamento vamos ver como as vendas se desenrolarão.

    ResponderExcluir
  11. O Cruze, para mim, ganha em todos os aspectos.

    ResponderExcluir
  12. Cruze e C4 é muito mais negócio que este civic que tenta se vender como Mercedes e BMW

    ResponderExcluir
  13. A honda e toyota tratam os brasileiros como bestas, merecidamente já que encontram burros para pagar 100 mil em um carro com interior todo de plástico rígido. Eu tenho um A4 2013 e nunca comparei qualquer carros dessas duas montadoras. Para mim sair com um carros destes da concessionária é simular a colocar uma faixa de burro na testa.

    ResponderExcluir
  14. Achei o Cruze caro quando lançou, mas depois do Civic 10 G. até que ficou com preço interessante pelo que oferece e preço. Torcendo muito pra que a Honda quebre a cara com esse carro e coma poeira do Cruze. Falar do corola é chover no molhado, tem jeito n... rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pior que não. No geral, a Honda acertou no carro. O que o Cruze tem de melhor no motor o Civic compensa no câmbios e no pós venda. Esse carro vai vender bem, mesmo com os preços nas alturas.

      Excluir
  15. Bela porcaria cara e cheia de plástico rígido no interior, coisa que carros verdadeiramente premium não tem. A Honda e Toyota tratam, merecidamente, os brasileiros como otários porque encontram gente disposta a pagar uma fortuna por carros normais sem nada de excepcional e com acabamento de quinta categoria.

    ResponderExcluir
  16. A avaliação das falhas do carro feito pela reportagem é perfeita. Na verdade é uma vergonha o que todas as marcas cobram pelo que oferecem. Mas temos uma demanda maior que a oferta, e no caso de carros da Honda, uma empresa que oferece um pós venda excelente. E que vai garantir, junto com uma demanda de fábrica já ajustada para as margens necessárias, que essa fila de espera continue assim por um bom tempo, o que acaba gerando um fator muito positivo para a marca. Estrategicamente eles estão certos. Vender com a maior margem possível, e tendo 100% de ocupação na fábrica.

    ResponderExcluir
  17. Carro horrivel, e extremamente caro, mas tem "fila" de espera segundo a honda. Isso faz com que eles não estejam nem ai pra quem quer comprar, sem dar o minimo de atenção para o comprador.

    ResponderExcluir
  18. A parte superior do painel é com material emborrachado. Pelo menos nas duas versões que fiz o teste drive fiz questão de verificar esse detalhe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é não. A parte superior é só revestida de material emborrachado. A estrutura do painel é inteirinho de plástico duro.
      A estrutura de plástico duro é denunciada pela cobertura do cluster, que é de plástico e não tem revestimento.

      Excluir
    2. Ah sim. Essa outra parte do painel notei mesmo os materiais de plástico. Também fiz questão de verificar que o porta luvas e de plástico duro. São pequenos detalhes que deixaria o carro mais nobre.

      Excluir
    3. mas isso que a Honda fez no Civic (e no HR-V) também é uma enganação.
      O painel totalmente emborrachado do Golf/Jetta/A3 não é uma questão de estética ou de deixar o "carro mais nobre". Isso é consequência.
      Usa-se estrutura em material soft touch para manter o carro silencioso ao longo do tempo, e com aspecto novo por mais tempo.
      Esse Civic, com painel plástico, tende a virar uma escola de samba com o tempo, e isso não tem nada de "nobre".
      No final, esse Civic novo é o "HB20" da classe média B. Design espalhafatoso, que vai envelhecer muito rápido.
      E a Honda tá limitado a produção para criar fila de espera artificialmente.

      Excluir
    4. Concordo. Muito mais negócio o jetta turbo.

      Excluir
    5. Este mesmo Civic está vendendo quase 40 mil carros mês no EUA, agora verifica quantos Jettas, Cruzes, C4 (nem existe no mercado americano) estão sendo comercializado??? Porque será heh???

      Excluir
    6. Alguém sabe me dizer se o acabamento do Civic Touring é o mesmo da versão Americana?

      Excluir
    7. Cruze tem sim nos EUA mdu jovem!!Escolha o seu,e bem mais barato! !kk
      http://www.gm.com/index.html

      Excluir
    8. Ricardo, Civic nos EUA é barato, é carro de entrada. Pelo preço que é cobrado lá, vale cada dolar e sobra. Já aqui estão cobrando preço de premium. Gosto da marca. Fazem carros robustos, confiáveis e com muita tecnologia. Sem contar o pós venda excelente. Mas não é um carro premium e não deveria ser cobrado como tal, só por causa do turbo. Aliás, como disse no comentário abaixo, o desempenho não empolga. Só é um carro que anda muito bem.

      Excluir
    9. Não necessariamente, semanalmente dirijo um Honda Civic Geração 9, pré-facelift, que possui o painel inteiro em plástico duro, sem qualquer revestimento de borracha, mas extremamente silencioso. Quando a montagem é bem feita, com encaixes precisos, a durabilidade é garantida.
      Antes de atirem pedras, não estou justificando nada, visto que, pelo preço cobrado, o painel deveria ser de espuma injetada.

      Excluir
  19. É gosto.... Eu , não pagaria 124mil nunca.... Por esse valor valor vc compra uma c180, ano 2016 semi nova...

    ResponderExcluir
  20. Preferencias:

    Classe A 200
    Audi A3
    New Cruze
    Corolla
    Golf
    C4 Lounge
    New Cerato
    CIVIC, e quando olho pra o civic lembro do que aconteceu com o new FIT, chegou com um design muito bonito mas em 4 anos parece um carro velho.

    ResponderExcluir
  21. Mas que mania de comparar carros de categorias diferentes civic e golf, tinha que comparar ele cm os concorrentes da mesma categoria,como exemplo o jetta,A3 sedan,cruze,corolla e assim vai daqui a pouco compara com o up! E realmente falta acabamento nesse carro, isso já acontece com a CR-V o painel de plástico que imita couro

    ResponderExcluir
  22. Respostas
    1. Focus com Powershift é mico até no Planeta dos Macacos ...

      Excluir
    2. Vintage mesmo, é do tempo em que câmbios automatizados e automáticos eram rejeitados pelo mercado em razão dos constantes problemas.

      Excluir
  23. Existe o fator Honda nessa escolha também, revisões mais acessíveis, menor desvalorização e a facilidade na revenda.... Compradores desse tipo de veículo, principalmente o touring, dificilmente ficam mais de 3 anos com o mesmo carro...
    E são coisas que estão longe de ser realidade em c4 lounge, focus e afins.
    Isso traz segurança para o comprador

    ResponderExcluir
  24. Muito caro! Uns 45 mil seriam muito bem pagos

    ResponderExcluir
  25. Carro ridículo,ruim e caro...Quem compra é trouxa
    Opções muito melhores no mercado do que esse monte de plástico mal acabado...

    ResponderExcluir
  26. Respostas
    1. Pior que não. De CVT, só o nome. É quase imperceptível o funcionamento para um câmbio normal. Fiz teste drive nele ontem. E o olha que tenho um câmbio DSG na garagem.

      Excluir
    2. Na minha Opinião quando testei eu senti que foi um tiro no pé
      Sem mais

      Excluir
    3. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Tiro no pé!?!?!?
      Entende muito de mercado.
      Nenhum concorrente dotado de conjunto mecânico 1.4T ao 1.6T tem similar desempenho.
      Esse 1.5T M-CVT faz muito bonito.
      Anda pouco atrás do Jetta Highline e muito à frente do Cruze, C4 THP, Jetta 1.4TSI ...

      Excluir
    4. Em números, sim, Charles. Mas atrás do volante, não é essa a impressão que passa.

      Excluir
  27. Os modinhas que falaram que o Corolla era caro e não viável(ou que era lixo) falam nada agora....Deem as caras hipócritas

    ResponderExcluir
  28. Com esses valores pedidos pela Honda e o carro tem fila de espera? Meu Deus!Como o consumidor brasileiro é ignorante!Investir mais de 100 mil reais em um Civic de entrada? ( Sport ).Coitados de nós!Desse jeito vai se tornar cada dia mais difícil comprar carro no Brasil...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fila de espera também pode ser incompetência da marca ou estratégia (burra) de lançamento com ágio.

      Excluir
  29. O consumidor de fato não entendi totalmente de carro. Mas ainda acho que o que realmente vale a pena eh o que está sendo vendido mais. Porque será que vende mais corola X demais sedans da categoria. Desculpe, mas esse Civic ja eh sucesso e c4, por exemplo só tem o motor que presta.

    ResponderExcluir
  30. Fila de espera para ser assaltado o paisinho humanamente desgraçado esse nosso. Isso é carro de estudante americano, puta que pariu.

    ResponderExcluir
  31. O consumidor de fato não entendi totalmente de carro. Mas ainda acho que o que realmente vale a pena eh o que está sendo vendido mais. Porque será que vende mais corola X demais sedans da categoria. Desculpe, mas esse Civic ja eh sucesso e c4, por exemplo só tem o motor que presta.

    ResponderExcluir
  32. Pois eh Ricardo Lacerda, enquanto você é outros não se derem conta de que moramos no BR E não tem como comparar com USA viveremos de reclamação. Do contrário à sugestão éh morar lá, o que acha?

    ResponderExcluir
  33. Gostei mais do Cruze LTZ mas faltou o paddle shift . Não gostei da forração interna escura no teto do Civic 10 .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente o carro ficou muito escuro no interior, moramos em um País onde prevalece o clima quente, no verão vai demorar para o ar esfriar interior, fui na concessionária para tocar e me decepcionei com a cor do interior, por este motivo desisti de comprar.

      Excluir
  34. Tenho um golf Highline 1.4 tsi. Com teto. Partida a botão. O carro é um espetáculo em acabamento. Sóbrio como todo bom alemão, sem chamar tanto a atenção como o futurista do civic. Mas como a matéria fala, em termos de acabamento o golf dá um baile no Civic e em todos os carros da mesma faixa de preço. 100% revestido, com iluminação interna em led nas portas, no assoalho, e muito mais. Mas vou defender o Civic pra corrigir algumas injustiças da matéria. O painel do civic, apesar de ser um marerial mais duro que o do golf, e em sua maioria em espuma injetada. Com exceção da parte superior do visor atrás do volante. As portas são em espuma injetada até nas portas dos passageiros. Ponto pro civic visto que as portas do golf atrás são em plástico duro na parte de cima próxima ao vidro. Outro fato que merece ser citado é que o Golf pode ser mais barato, porém, nas versões que oferecem ACC, lane assist, entre outros mimos (pacote premium), mesmo no 1.4 TSI highline (nem falo do GTI), chega próximo aos 140 mil! Bem mais caro que o Civic. Peca o civic por não ter sequer Faróis de Led na traseira. Nas fotos até que parecem ser de Led. Mas pessoalmente vocês perceberão que é uma simulação de Led no vidro apenas, mas com lâmpadas halogenas normais. Concluindo, o que falta de tecnologia no Civic, tem no novo Cruze por um valor bem menor. Em compensação, o civic traz melhor mecânica. Concluindo: pra ser um sedan perfeito, hoje eu gostaria de um carro com a beleza do Civic e pós-venda, mecânica e acabamento do golf (achei o 1.4 tsi mais bem casado com o Cambio dsg que o casamento do 1.5T com o CVT do civic) e tecnologia e preço do Cruze 2017 (o onstar é sensacional e o preço então nem se fala).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. entre outros mimos (pacote premium), mesmo no 1.4 TSI highline (nem falo do GTI), chega próximo aos 140 mil!

      Bobagem.
      Um Golf 1.4 TSI Automático Highline + Pacote Exclusive + ACC (piloto automático adaptativo + front assist + lane assiste) + Teto Solar panorâmico, sai a R$ 124.900 no site da VW. EM concessionária esse carro sai por uns R$ 110 mil. Ou seja, o Golf completasso com muito mais itens que o Civic, sai mais barato.

      Excluir
  35. Muita grana para um carro decepcionante e broxante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faça o teste drive e depois volte a comentar. Pode ser caro, mas decepcionado não.

      Excluir
    2. Cara, você reclama muito. Tá andando de quê? C250 2017?

      Excluir
  36. Essa frente ficou parecendo o City. Mas sério, por 125k no 1.5 turbo me parece que o Golf GTI é muito melhor opção... muito mais motor, nelhor acabado, mais opcionais. Sinceramente não consigo entender esse preço do Civic.

    ResponderExcluir
  37. Tenho atualmente um Golf Highline alemão com teto solar (sem opcionais).

    Estou procurando um sedan por questões de espaço (se não fosse isso não trocaria). Já fiz o test-drive no jetta 1.4 TSI, no novo cruze, no c4 lounge, no novo civic exl 2.0...

    Os preços finais das concessionárias são:
    Jetta 1.4 TSI Comfortline (com pacote exclusive + teto) = R$ 98,9k
    Cruze LTZ1 = R$ 98,5k
    C4 Lounge Exclusive + Xenon = R$ 92,8k
    Civic EXL 2.0 = R$ 107,1k

    Outros carros como Corolla, 408, Fluence, etc... nem cheguei a olhar porque acho que não vale a pena... (?!)

    E ai? Qual seria a melhor opção pra uma pessoa que está saindo do Golf pra um Sedan?

    ResponderExcluir
  38. Amigo,
    Tem certeza que precisa tanto de mais espaço no porta malas ?
    Teu carro é melhor do que todos os outros que você citou, e ainda é o modelo alemão que é o Golf de verdade.
    Fique com ele mais 1 ano.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  39. o novo Cívic deveria chegar para brigar com o Corolla com a missão de tentar roubar-lhe a primeira posição:mas com esses preços e essa produção mensal vai ficar difícil.O consumidor , se não ficar esperto e quem vai pagar o pato!Tenho uma Mecedes A 200 pela qual paguei R$130k que não troco pelo Cívic tubo é um Corolla gli upper com couro pelo qual paguei R$77k que não troco pelos Civics de entrada e intermediários.

    ResponderExcluir







  40. Roberto Antonio Rodrigues4 de setembro de 2016 15:51

    O consumidor de fato não entendi totalmente de carro. Mas ainda acho que o que realmente vale a pena eh o que está sendo vendido mais. Porque será que vende mais corola X demais sedans da categoria. Desculpe, mas esse Civic ja eh sucesso e c4, por exemplo só tem o motor que presta.

    Só motor não!!! Tem o mais premiado motor 1.6 turbo do planeta...Prince BMW/PSA

    ResponderExcluir
  41. "na versão Touring, um motor moderno e eficiente, que lhe confere um nível de desempenho típico de carro premium."
    Não concordo! Fiz um teste drive e não empolgou. Anda bem, claro, mas não empolgou. Não vale o preço que se pede. R$ 110.000,00, no máximo.

    ResponderExcluir
  42. O problema da Citröen nunca foi tecnologia e sim resistência . Se na Europa são considerados carros fracos,imagine nas condições brasileiras!Quanto ao motor do C4 ter sido desenvolvido junto com a BMW mais uma vez ótimo para a Europa,mas aqui alguns motores BMW nao suportarão a nossa gasolina com mais de 25% de etanol!Nao adianta,no Brasil tudo é diferente até os nossos carros!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tenho visto reclamações ´de usuários sobre o motor turbo THP do C4 Lounge...pelo contrário...considerado o melhor 1.6 turbo do planeta por vários anos. Veja o ranking internacional.

      Excluir
    2. O motor pode ser o melhor do mundo mas e as outras quinze mil peças que compõem o carro será que são do mesmo nível.Precisa ver o conjunto da obra!

      Excluir
    3. O Brasil é o único país do planeta que usa 27,5 % de etanol na gasolina e Etanol puro,lá fora usa-se o E85 que é Etanol + 15% de gasolina pura!E aí que o bicho pega!O que é o melhor do mundo pode virar problema aqui!

      Excluir
    4. Então, é comum pra todos meu amigo!!!
      Quanto as outras "quinze mil peças" está páreo com seus concorrentes...

      Excluir
    5. Se for assim RollsRoyce é igual a Hb20!

      Excluir
  43. Quem é fã do motor prince do C4 que aproveite já pois a aliança psa/BMW acabou agora é com a GM!Sera que o prince vai virar sapo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses acordos só as montadoras sabem...agora virar sapo,rã,cobra,pernilongo...com certeza não vira não meu amigo!!!
      Tirando o 2.0 TSI da VW, ele é o melhor turbo do mercado.

      Excluir
    2. Só as montadoras não !Ja está em toda mídia!vc é que está sendo o último a saber!

      Excluir
  44. Eu entrei nesse novo Civic em todas as versões e seu acabamento interno não se compara a carros de luxo premium como BMW 320, M C180 ou Audi A4. Claramente o carro é um sedan compacto projetado para jovens americanos (principal país de venda). O objetivo da honda foi proporcionar maior esportividade, melhor handling aliado a conforto o que conseguiu com maestria. O carro proporciona prazer ao dirigir aliado a desempenho e baixo consumo, além de ter um ótimo espaço interno e porta-malas (o do golf tem apenas 313L, é pouco para quem tem família ou vive nos EUA onde os carros são maiores). A grande sacada da honda/toyota é conquistar um público cativo através da confiabilidade mecânica e ótimo pós-vendas, conseguindo manter um nível de vendas que sustentem seus lucros e a fidelização de seus clientes à marca. Quem compra toyota ou honda costuma sempre comprar carros da marca. Quem compra bmw, c180 e Audio quer exclusividade e excelência de construção germânica. Quem compra Golf Gti quer esportividade. Quem compra Cruze quer preço, e assim por diante. Se o carro está caro, é porque tem gente disposta a pagar por isso.

    ResponderExcluir
  45. Pessoal, estou trocando de carro e gostaria da opinião de vcs (qt mais melhor). Estou entre uma 320 2014 de baixo km ou um civic 17 EX, ambos na faixa de 100k. Pensando tbm no custo pos venda tipo seguro, ipva, revisões, revenda etc... O que me dizem? Ass: Fernando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai de 320..... Muito mais carro e muito mais elegante.

      Excluir
  46. Vi um Civic 2017 cinza nas ruas do meu bairro e me decepcionei com o que vi..!!! Claramente um fit sedan que esqueceu a elegância...!!! A traseira parece um paredão com dois bumerangues encravados e a frente é o Fit escrito...!!!! Muito oba oba para um fitivic...!!!! Apenas questão de gosto. Continuo achando o Corolla, o Jetta, o A3 entre outros muito mais discretos e ao mesmo tempo elegantes..!!!

    ResponderExcluir
  47. Não gostei da cor interna preta, o carro ficou muito escuro por dentro, moramos em um País tropical. Tenho um modelo 2014, fui na concessionária para trocar, mas com acabamento interno preto nem pensar, vai virar um forno no verão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O carro tem ar condicionado!!!!

      Excluir
    2. Ah... e seu 2014, se tiver o interior claro, deve estar bem encardido.

      Excluir
  48. tambem desanimei com o interior preto...

    ResponderExcluir
  49. Eu vejo aqui um monte de gente frustrada, que gostaria de ter um Civic, mas não está ao alcance. Dizer que o carro é feio, é um insulto. Comparar com carros de outras categorias, não faz sentido algum. Quando se fala boa revenda, manutenção a custo baixo, confiabilidade, etc., a Honda sai na frente em todos os aspectos. Só um louco compraria um Audi A3 por mais de 120.000, pra vender por 40.000 depois de 2 anos. O mesmo acontece com qualquer Citroen, Peugeot, Hyundai, Ford (no caso do Fuion), etc. Os únicos concorrentes do Civic, de fato, são o Corolla e o Jetta. Dentre eles, todos pecam em um detalhe e se sobressaem em outros, mas nada que os desabone. Podem comprar o Civic. Ele é o carro do ano. E os outros também são excelentes. É só uma questão de gosto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perfeita a sua avaliação, Maurício.Comprei o Touring no pré-lançamento e estou muito satisfeito.

      Excluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.