Car.blog.br

Pesquisar este blog

VW rompe contrato com fornecedor e suspende produção

Categorias: , 29 Comentários

A Volkswagen do Brasil anunciou a rescisão unilateral de contratos com as empresas do Grupo Prevent, as quais vinham interrompendo o fornecimento de peças em resposta a pedidos injustificados de aumento de preços, que resultaram em nova paralisação de produção nesta semana. Segundo a empresa, em decorrência das interrupções de fornecimento, já teve mais de 120 dias parados de produção em suas fábricas desde o o ano passado.


A Volkswagen do Brasil também entrará procedimento judicial para requerer os ferramentais de sua propriedade que se encontram em fábricas do grupo Prevent. Com a retomada desses equipamentos, será possível restabelecer a produção, atualmente interrompida em São Bernardo do Campo, Taubaté (SP) e São José dos Pinhais (PR).


Durante esse período, a Volkswagen antecipou para este mês as férias coletivas planejadas para outubro, promovendo recesso de três a quatro semanas para a maioria dos funcionários, até que a produção das peças necessárias à produção dos veículos seja retomada por novos fornecedores.

As fábricas da Volkswagen estão todas paradas neste momento. Em Taubaté (SP), a produção foi suspensa entre os dias 8 e 12 de agosto, sendo que a partir do dia 15 começam férias coletivas, com retorno em 5 de setembro.


A fábrica de São José dos Pinhais, que produz Golf, Audi A3, Audi Q3 e Fox, está parada desde 27 de julho, e deveria ter voltado a produção no dia 8, mas não ocorreu. Entre os dias 10 e 12 serão finalizados um lote de 120 modelos da Audi, mas a partir da próxima semana todos os funcionários entrarão em férias coletivas por 30 dias.

A fábrica da VW em São Bernardo do Campo, que produz Saveiro, Jetta e Gol, também está parada por falta de componentes, com início das férias coletivas de 5 mil trabalhadores prevista para começar em 16 de agosto.

A unidade de fabricação de motores em São Carlos (SP) também colocará 80% de seus trabalhadores em férias coletivas a partir de 16 de agosto.

Segundo a montadora, cerca de 100 mil carros deixaram de ser fabricados em decorrência das falhas de fornecimento das empresas do Grupo Prevent.

A Volkswagen do Brasil informou ainda que “toda a cadeia de fornecimento, composta por centenas de empresas, e os 18 mil empregados da Volkswagen do Brasil estão focados agora no retorno da empresa à sua normal operação”. E que “a Volkswagen está tomando todas as medidas possíveis para minimizar os impactos de fornecimento aos concessionários da marca e à oferta de produtos aos seus clientes, reiterando seu total compromisso com a qualidade.”

Fontes: Valor Estadão Folha

Postagens relacionadas:

29 comentários:

  1. Grupo Prevent ficou de molecagem. Acabou a paciência da VW, fi.
    Grupo Prevent, vc se F##EU!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu irmão é Supply Chain da VW aqui em Taubaté. Isto é mentira: pátio cheio, vendas abaixo do esperado. Vão trazer de um fornecedor Chinês a partir de janeiro de 2017.

      Excluir
    2. A prevent deve estar tentando aplicar os mesmos aumentos injustificados que a volks e todas as outras montadoras estão aplicando nos seus carros, pimento no olho dos outros é refresco.

      Excluir
    3. Marcio, você leu a minha mente... Entrei aqui para escrever justamente isso que você acabou de digitar.

      Excluir
    4. Parabéns Carlos!! Por isso o nosso países está assim graça a pessoas assim como você.
      Pimenta no c.dos outros é refresco.
      Vai ser fornecedor vw pra tu sentir ...

      Excluir
  2. E o quê o grupo Prevent tem a dizer sobre isso tudo,porque até agora só ouvimos a VW!

    ResponderExcluir
  3. Como pode um grupo do tamanho e poder da VWB depender 100% de um unico fornecedor mesmo que isso tenha representado no passado redução de custos. Cabeças vão rolar na VWB. Planejamento estratégico ZERO na VWB. As grandes corporações tem uma carencia enorme de bona executivos que dêem retorno aos acionistas. Já vi esta gente jogar muito dinheiro fora. Esta noticia é mais um exemplo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A VW tem um histórico de mais de 20 anos de relacionamento com o fornecedor Keiper. Ocorre que a Keiper enfrnetou dificuldades financeiras este ano e foi comprada pelo grupo Prevent. E aí começaram os problemas, já que a Prvent começou com molecagem , suspendendo o fornecimento para obrigar a VW a elevar preços e rever contratos estabelecidos. E isso é inaceitável.
      Por isso a VW tomou uma decisão dolorosa. Rompeu o contrato e vai começar a produção de peças com outros fornecedores. Não dá mesmo para trabalhar com gente que não é séria, como esse grupo Prevent.

      Excluir
    2. Carlos, meu pai, meu irmão e eu trabalhamos na VW da Anchieta.
      A situação é a seguinte.
      O fornecedor não tá conseguindo entregar no prazo e a VW não está fazendo questão de receber no prazo. Então a sitação é essa...o pequeno não ta conseguindo e o grande ta pouco se fudendo pro pequeno.

      Então a piãozada toda ta em casa. Eu sou um deles, da ala 13, pintura.
      Pode acontecer de meteram uma coletiva pra geral.

      Excluir
    3. Exatamente Carlos, por isso reafirmo que foi um erro primário de estratégia dos executivos da VWB. Não há justificativa para TODAS as fabricas paralisarem, o tamanho do prejuízo. Erro imperdoável da VWB. Claro, minha analise é superficial baseada apenas nessa noticia, mas cheira acomodação ou mesmo presunção pela alta gerencia da VWB, porque certamente os atritos com o fornecedor começaram faz tempo, não foi ontem. Na minha experiência profissional é inconcebível um grupo inteiro parar por falta de insumos (peças), surreal.

      Excluir
    4. Com a informação do Kao poderá mudar toda a analise do caso, não sei mais nada.

      Excluir
  4. Vocês viram que a CAOA tá sendo acusada de sonegação de bilhões em impostos?! Com esquemas com o PT também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Limpeza geral neste país, muito bom.

      Excluir
    2. nunca fui com a cara da CAOA... bando de cretinos e pilantras

      Excluir
    3. Compram carros produzidos na Argentina ou México, que estão indo de vento em popa e, deixam esses malucos se fu%$rem

      Excluir
  5. Caro Douglas e praticamente impossível produzir todas as peças para qualquer produto industrializado. Um carro existem vidros, plásticos, metais e outros. E isso só falando em matéria prima. O custo do investimento aumentaria muito mais do que uma simples montadora. Pode até estimar que seria como construtora umas 10 montadoras. E lembre se nenhuma montadora produz os próprios componentes salvo alguns específicos. Por isso mesmo que levam o nome de montadoras

    ResponderExcluir
  6. A Volkswagen está como o kao disse ela não é incompetente apenas não está ligando muito afinal seu estoque com certeza atende as demandas dos mercados estabelecidos. Caso contrário o presidente da vw brasil com certeza seria afastado.

    ResponderExcluir
  7. A VW esguelou a Kaiper até a morte, daí veio a prevent que devolveu o modus operandi. A VW não gostou e rompeu o contrato. Pimenta nos olhos dos outros é refresco né?

    ResponderExcluir
  8. Alguém sabe o que deu daquela outra treta da VW com um fornecedor de auto peças? Acho que era Metazul o nome.
    Lembro que a VW devia uma grana para essa empresa e a mesma estava a beira da falência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É amigo ela faz igual a globo manipula o fato real e depois quem é o culpado????

      Excluir
  9. Aposto que no final a VW vai fechar uma acordo com a Prevent e continuar com ela. Isso tudo é encenação para barganhar, pois ambas sabem que se a VW fechar com outra empresa vai sair mais caro do que aceitar o aumento que a Prevent quer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucas é isso que nesse momento está acontecendo na Alemanha.

      Excluir
    2. Lucas é isso que nesse momento está acontecendo na Alemanha.

      Excluir
  10. Carlos e pessoas mais por dentro da VW, há uma previsão mínima de volta à normalidade? Porque não é possível que a VW não tenha um plano B.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aq em tbt está previsto p gente voltar dia 5 de setembro, mais os funcionários acima de 50 anos de idade já assinaram uma nova férias de mais 20 dias depois desse retorno preventivamente, não quer dizer q iram mesmo.

      Excluir
  11. a VW disse que rompeu por aumentos injustificados...kkkkk...que pais ela pensa que esta?....tudo subiu no ultimo ano, as empresas que não aguentam mais essas grandes montadoras espremerem os fornecedores e a VW ta se lixando para o consumidor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já ela a cada 3 meses ela sobe quase R$1.000 o preço do Up...
      Já trabalhei com compras, isso é jogo de empurra, situação tá ruim, atraso vira desculpa, às vezes existe mesmo e prejudica mas normalmente o financeiro querendo enxugar custo de qualquer maneira sempre foca na compra (obvimante uma grande despesa e qualquer % de ganho lá na frente faz um dinheirão) e acha que é só bater um papo com o fornecedor que ele vai abrir as pernas, porém não pensa que já foi bem negociado ou que não tem tanto poder de barganha, aí apertam, fornecedor da uma moleza mas logo já recupera o custo e vão pra um outro mal informado que dá preço para pegar a boca mas logo já vai voltar para o mesmo ciclo pois tem que manter o padrão de qualidade, aguentar o atraso no pagamento e os prazos malucos, tudo isso aumenta custo porém há história que está empresa comprou vários fornecedores da Vw logo tem um cheiro de trust e a Vw entrou de patinho.

      Excluir
  12. Isso é tudo balela não vende nada e eles não sabe que vão fazer com os carros que estão nos patios

    ResponderExcluir
  13. Não vende e bota a culpa no fornecedor. Vw é uma fábrica de piadas.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.