Car.blog.br

Pesquisar este blog

Carros até R$ 50 mil são os mais vendidos do Brasil - 2016

Categorias: , , 16 Comentários

Os veículos com preços entre R$ 40 mil reais e R$ 50 mil reais são hoje os preferidos do consumidor brasileiro, respondendo por 40% do total de vendas, evidenciando um avanço sobre 2014, quando essa faixa de preço representava 19% do mercado.

Novo Chevrolet Onix 2017

Essa faixa de preço é a dos modelos mais vendidos do Brasil. O Onix 2017, que é o líder de vendas, começa em R$ 44.890 reais, na versão 1.0 LT, enquanto sua versão LT 1.4 sai a R$ 49.590 reais.

Novo Chevrolet Onix 2017 Automático - interior

Se o consumidor quiser um Onix Automático, porém, terá que desembolsar R$ 54.790 reais, um valor acima da faixa mais vendida no Brasil.

Hyundai HB2017

Já o Hyundai HB20, segundo modelo mais vendido do Brasil, tem uma oferta mais ampla na faixa entre R$ 40 mil e R% 50 mil reais. O modelo sul-coreano começa em R$ 41.655 reais, enquanto sua versão Turbo, na configuração Comfort Plus, é vendida a R$ 48.855 reais.

Hyundai HB2017 Automático

Um HB20 Automático, porém, também extrapola os R$ 50 mil reais, já que o mais em conta é o HB20 1.6 Comfort Plus, a R$ 55.905 reais.

Toyota Etios Automático 2017

A Toyota é a única montadora no Brasil a oferecer um carro automático nessa faixa de preço, que é o Etios Hatch X 1.3 Automático, com preço sugerido de R$ 48.400 reais.

Toyota Etios Automático 2017

Esse posicionamento de preço competitivo do Etios Automático explica a aceleração de vendas que experimenta o modelo da Toyota desde a chegada ao mercado da linha 2017, já figurando entre os 10 carros mais vendidos no Brasil.

Carros abaixo de R$ 40 mil - 6% do mercado

O crescimento dos carros entre R$ 40 mil e R$ 50 mil reais se deu em detrimento dos modelos precificados abaixo de R$ 40 mil reais, que, em 2014 respondiam por 59% das vendas, hoje representam apenas 6%.

Fiat Mobi - abaixo de R$ 40 mil reais

Nessa faixa de preço, abaixo de R$ 40 mil reais, é onde está a maior parte da oferta do novo modelo da Fiat, o Mobi.

Fiat Mobi - abaixo de R$ 40 mil reais
O novo sub-compacto está sendo comercializado na versão Easy On, com ar-condicionado e direção hidráulica, por preços abaixo de R$ 34 mil reais, sendo o modelo mais vendido nessa faixa de mercado.

Carros entre R$ 50 mil e R$ 60 mil - 23% do mercado

Outra faixa de preços que cresceu foi representada por modelos entre R$ 50 mil e R$ 60 mil reais. Dos 10% de participação em 2014, hoje responde por R$ 23% das vendas.

Hyundai HB20S 2017 Automático

Nesse segmento quem reina são os compactos "premium", como o Hyundai HB20 e Chevrolet Onix em versões mais sofisticadas.

Volkswagen Fox Highline

Há também opções da Volkswagen, como o Fox, mas sem o mesmo apelo dos dois best-sellers.

Acima de R$ 60 mil reais - 31% do mercado

Em 2016 os carros com preço acima de R$ 60 mil reais já são 31% do mercado - avanço significativo sobre os 12% que esses modelos representavam em 2014.

Toyota Corolla 2016

Sendo assim, não é surpresa o fato de que, dos 10 carros mais vendidos do Brasil, pelo menos três estejam com todas as suas versões com preços acima de R$ 60 mil: Toyota Corolla, Honda HR-V e Jeep Renegade.

Crédito

Essa "elevação" relativa do mercado automotivo brasileiro tem relação com a crise que a economia brasileira passa desde 2014, e as consequentes restrições de crédito.



Há perspectivas de que, com flexibilizações futuras no crédito, os modelos abaixo de R$ 40 mil possam observar uma aceleração de vendas, mas sem chegar ao protagonismo que tiveram em anos anteriores.

Com informações: Febrabrave / Auto Data

16 comentários:

  1. Considerando que mais de 50 pilas é muita grana, dá para entender que não se espere pouco por tanto.

    ResponderExcluir
  2. Considerando que todos os carros no Brasil aumentaram os preços em mais de 30% de 2014 pra cá é natural e óbvio que essa relação também acompanhe.
    Carros que custavam na faixa dos 30 mil a 2 anos hoje estão na faixa de 40 e assim por diante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pagar mais por menos....rsrsrsrs

      Excluir
    2. E depois a indústria reclama que as vendas diminuíram, mas aumentam os preços muito acima da inflação.

      Excluir
    3. Faça que nem eu, não compre carro zero... dar um belo boicote nessas montadoras vai resolver o problema. Tem muito carro com menos de 15000km uns 15% mais barato que um zero km

      Excluir
  3. Se vc quer ser inteligente. Pega seus 50 mil e compra um usado 2015 que foi vendido ano passado por 60 a 70 mil reais zero. É a faixa de veículos zero que mais se desvaloriza. Ainda vai levar IPVA, emplacamento e tanque cheio. Além do seguro ser bem mais barato. Carro amaciado. Só pesquisar com calma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Peguei o meu 12/13 por 49k. Tem 6ab, esp, ar bizone digital, sensor chuva e farol, volante multifuncional, 500l de mala, assentos traseiros independentes. Ou seja, se tivesse comprado um novo estaria andando de up.

      Excluir
  4. Os preferidos não, os que tem a disposição kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Admiro quem ainda encara um 0/km... pagar 40.000 num 1.0 disfarçado de bom negócio. Realmente esses compradores são de uma coragem impressionante!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sergio, isso dependendo de qual será o uso do carro... Eu queria um JETTA TSI, poderia ser 2012, mas uso o carro pra ir pro trablho, que ida e volta somam 80km! O JETTA tem o custo operacional e a manutenção mais cara que um UP! TSI 0km, mesmo custando basicamente o mesmo ( JETTA TSI 2012 e CROSS UP! TSI 0 km ). Um tempo atras, a empresa tinha onibus pra transporte de funcionários, daí, se ainda fosse hj, o JETTA estaria na minha garage só pra andar no FDS.

      Excluir
  6. Caros ou não pior está a Venezuela que não vendeu mês passado nem 200 carros. Isso mesmo, o país inteiro não comprou 200 carros. Olha até onde pode levar a esquerda. E a Venezuela não é um paizinho pequeno, tornaram-no pequeno.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Calma, pq chegaremos lá!! Se continuarmos aumentando os impostos, um ONIX 1.0 vai sair por R$100K em breve, sendo R$80k só de tributos!!!!

      Excluir
  7. Acho que o onix vendeu mais quando custava menos de 40 mil. Sem falar nos descontos. Esse modelo 2017 por 44 mil vai despencar as vendas.

    ResponderExcluir
  8. Por isso que é bom, pesquisar pesquisar e compra um semi novo sai muito mais em conta.

    ResponderExcluir
  9. O problema é o custo do seminovo, sei que há carros muito melhores por 40 mil, mas e como vamos sustentar? Não adianta andar de audi e não ter dinheiro para cobrir os custos do carro, por isso se compra um 1.0 de 40 mil, até porque carro tem que acompanhar o bolso e não o sonho...

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.