Car.blog.br

Pesquisar este blog

Fiat Punto T-Jet: esportivo turbinado chega ao fim em 2016

Categorias: , , , 14 Comentários

A Fiat do Brasil deixou de oferecer a versão turbinada do Punto, o T-Jet, na linha 2017. O modelo era equipado com motor 1.4 Turbo de 152 cavalos 21,1 kgfm de torque, e o preço sugerido era de R$ 75.300 reais no final de maio.

Fiat Punto T-Jet

O Punto T-Jet chegou ao mercado em março de 2009, trazendo uma estética ostensivamente esportiva, e, sob capô, o motor Fire 1.4 16V Turbo. O design externo era inspirado no Grande Punto Abarth, um ícone da esportividade italiana – com linhas agressivas.

Fiat Punto T-Jet

O propulsor Fire 1.4 16V Turbo com 152 cv de potência máxima e 21,1 kgfm de torque (encontrados já a partir dos 2.250 rpm, mantendo-se até 4.500 rpm) anunciava a tendência européia do “downsizing”, no qual motores mais compactos, com menor capacidade cúbica, atingem altos desempenhos, com mais economia de combustível.

Fiat Punto T-Jet amarelo

Com tal propulsor, o Punto T-Jet atinge a velocidade máxima de 203 km/h, com uma aceleração de zero a 100 km/h em 8,4 segundos, mas o consumo de combustível por ser até 10% menor que as versões convencionais.

Fiat Punto T-Jet - interior

Externamente, o Punto T-Jet 2009 era oferecido em branco, amarelo, vermelho e preto. Seus para-choques e grades dianteiras traziam desenhos mais esportivos, já os faróis chegam com máscara negra e as lanternas traseiras com bordas escuras.

Fiat Punto T-Jet 2009

Havia também molduras dos para-lamas, que são pretas, assim como as minissaias laterais. Para completar o visual mais esportivo, aerofólio bicolor na tampa traseira, ponteira do escapamento dupla cromada, luz de direção na cor prata, rodas exclusivas em liga leve de 17” com pneus 205/50 R17 e adesivos laterais com a sigla traseira “T-Jet”.

Fiat Punto T-Jet - interior

No interior o Punto T-Jet trazia painel de instrumentos na cor da carroceria, com pintura soft touch. Outro aspecto esportivo estava nos bancos, envolventes e em formato esportivo, revestidos parcialmente em couro preto e com a logo T-Jet.

Fiat Punto T-Jet - painel

A versão também conta com volante, pomo do câmbio, alavanca de freio e puxadores das portas em couro preto com costura em tonalidade prata. Enquanto os cintos de segurança, em tom cinza, fazem conjunto com os bancos esportivos e aos painéis da portas, também revestidos em couro preto.

Fiat Punto T-Jet 2010

A Fiat adotou uma série de modificações no Punto T-Jet para adequá-lo ao motor mais potente: suspensão mais firme privilegiando a estabilidade em manobras; inclusão de barra estabilizadora traseira de 18,5 mm, além disso, a barra estabilizadora dianteira teve seu diâmetro aumentado em 1 mm, passando para 20 mm de diâmetro.

Fiat Punto T-Jet 2010

Ademais, todo o sistema de freios foi redimensionado. Na dianteira, o Punto T-Jet recebeu discos de maior diâmetro, de 284 mm (só para referência, a versão Sporting vem com disco de 257 mm de diâmetro). Na traseira, ele adota freios a disco, de 251 mm de diâmetro (a versão Sporting, por exemplo, é equipada com freio a tambor).

Fiat Punto T-Jet Branco

Mesmo sem a exigência legal, o Punto T-Jet trazia, em 2009, de série, o sistema antitravamento ABS com EBD (Electronic Brakeforce Distribution), air bag duplo frontal, com bolsas duplo estágio de funcionamento e piloto automático.

Reestilização em 2012

Em 2012 chegava ao mercado o Punto T-Jet com facelift externo e interno e também redução de preço. O novo modelo ficou R$ 7.000 reais mais barato, passando a custar, no começo de 2012, R$ 55.740.

Fiat Punto T-Jet 2013

O motor, importado da Itália, permaneceu o mesmo, e peso total ficou em 1.263 kg, mantendo os mesmos níveis de desempenho: zero a 100 km/h em 8,3 segundos e atinge os 203 km/h.

Fiat Punto T-Jet 2013 Branco

Apesar de a mecânica ter ficando inalterada, a linha 2013 teve como novidade a adoção do sistema DNA, um sistema de modos de condução, que permitia o ajuste para "D", de “Dinâmico”, onde a sensibilidade do acelerador fica maior: pequenas pressões no pedal geram uma maior abertura da borboleta de aceleração. No modo "N", “Normal”, vale o mesmo mapeamento anterior. E em "A", de “Autonomia”, as respostas do propulsor são mais lentas, privilegiando a economia. Tanto em “Dinâmico” como em “Autonomia”, a tela do computador de bordo indica o ponto correto de troca de marcha.

Fiat Punto T-Jet interior

Em termos estéticos, o Punto T-Jet mantinha em 2013 os para-choques mais pronunciados, minissaias laterais, adesivos alusivos a versão e rodas de 17 polegadas.

Fim de linha em 2016

Fiat Punto T-Jet

De 2013 a 2016 o Punto T-Jet manteve-se inalterado, e sua fraca participação no mix de vendas do modelo determinou sua retirada de linha na linha 2017

Postagens relacionadas:

14 comentários:

  1. Jaz a alegria dos mecânicos,

    ResponderExcluir
  2. Eu já dirigi um e gostei bastante.
    O problema é que era um Fiat, montadora nem um pouco séria.

    ResponderExcluir
  3. Eu já dirigi um e gostei bastante.
    O problema é que era um Fiat, montadora nem um pouco séria.

    ResponderExcluir
  4. Vai tarde! Não deve vende 20 carros no mês....

    ResponderExcluir
  5. Uma pena... Um ótimo carro para uma montadora que não soube trabalhar com ele e nem desenvolve-lo durante os anos...

    ResponderExcluir
  6. Saiu o último lìnea da linha de produção está semana.

    ResponderExcluir
  7. Sandero RS terminou de enterrar o Tjet.

    ResponderExcluir
  8. Sempre achei os T-Jet bem ajeitadinhos para esportivo de entrada, pois apesar do motor não ser lá essas coisas todas, era o esportivo mãos acessível do mercado.
    Lembro que vi no Flatout um Project Cars de um Punto T-Jet... Não vi, e acho o que nunca verei um Punto tão bonito quanto aquele.
    Espero que com o novo projeto X6H a Fiat possa trazer um novo esportivo no naipe do Punto T-Jet, e quem sabe com o 1.4T MultiAir.

    ResponderExcluir
  9. ja vai tarde, carregue as outras versoes junto!!!

    ResponderExcluir
  10. A Fiat faz carro igual as características de um pato, anda +ou -, nada +ou - e voa +ou-...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fio, isso já tá manjado demais, de um pato, anda +ou -, nada +ou - e voa +ou-...´´

      Excluir
  11. A Fiat está deixando vários de seus modelos despencarem no ranking de vendas, por falta de novidades e tbm investimentos em motores. Strada e Toro, exceções, estão liderando as vendas na categoria esse mês. Palio, lider ha poucos anos, já caiu. Mobi, não emplacou. Uno, Weekend, Idea, Linea, Punto, tudo desatualizado.

    ResponderExcluir
  12. A verdade é, o punto T-Jet só teve fama enquanto a concorrência dormia (tava mais pra estar em coma) no que se diz em relação a Hot Hacthes, assim que o Punto T-Jet teve adversários, ela não fez nada pra acompanhar ou se impor, agora, o carro é obsoleto, e com a reformulação que a Fiat fará nos prox anos, não há mais espaço pra ele. Então, até nunca mais punto!

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.