Car.blog.br

Pesquisar este blog

Trocando o BMW 320i por um Audi A3 Sedan 1.4 Flex - relato

Categorias: , , , , , 29 Comentários

O Audi A3 Sedan 1.4 Flex Ambiente é atualmente o modelo de "acesso" ao segmento de sedãs premiums alemães no Brasil. Neste artigo relatamos as observações de uma pessoa que trocou recentemente uma BMW 320i Active Flex pelo modelo da Audi fabricado no Brasil.

Audi A3 Sedan 1.4 Flex

Um dos aspectos que mais chama a atenção neste Audi A3 Sedan 1.4 Flex Automático é sua praticidade e facilidade no uso - o que pode ser constatamos no vídeo que reproduzimos a seguir.



Essa característica de facilidade no uso diário é um dos aspectos que levou esse colega a trocar uma BMW 320i Active Flex 2015 por um Audi A3 Sedan 1.4 Ambiente, similar à este que mostramos no vídeo e nestas imagens.

Audi A3 Sedan 1.4 Flex

Segundo as impressões dessa pessoa, o conforto em cidade foi a principal questão que o levou a trocar o BMW 320i pelo Audi A3 Sedan 1.4 Flex Automático Ambiente. Antes de se decidir pelo Audi, ele analisou também o Mercedes-Benz Classe C (veja comparativo BMW 320i x Mercedes C180 clicando aqui).

Audi A3 Sedan 1.4 Flex - interior - painel

Sendo assim, trata-se de uma pessoa que conhece bem os concorrentes do A3 Sedan, não só por ter sido proprietário de uma BMW 320i 2015, mas também por experiências com o Mercedes-Benz Classe C.

Audi A3 Sedan 1.4 Flex - espaço interno

Acabamento interno

Segundo seu relato, em termos de acabamento interno, a Mercedes Classe C é o melhor dos três carros, enquanto o A3 Sedan, apesar da ótima montagem, ainda assim fica ligeiramente atrás do BMW 320i, sobretudo pela questão da aparência mais rebuscada do BMW - que sugere mais sofisticação que o do Audi A3 Sedan.

Audi A3 Sedan 1.4 Flex - espaço interno

É importante considerar, porém, que seu antigo BMW 320i 2015 era um exemplar da versão Sport GP, que custa quase R$ 190 mil reais - R$ 70 mil acima do A3 Sedan, e conta com itens como sensor de estacionamento com display, bancos elétricos motorista e carona, ar condicionado digital com duas zonas de climatização. O modelo de acesso do 320i, o Sport, não conta com tais recursos.

Audi A3 Sedan 1.4 Flex

Audi A3 Sedan 1.4 Flex: praticidade, leveza e facilidade de uso

Dito isso, o definidor que levou à escolha do A3 Sedan foi o uso do dia a dia do carro. Nesse tipo de situação, o A3 Sedan nacional se mostra superior ao BMW 320i. "O BMW é um carro pesado, com suspensão mais firme que a do Audi, e direção igualmente pesada", diz ele.

Audi A3 Sedan 1.4 Flex

Essa característica tipicamente "alemã-esportiva" do BMW 320i o torna um carro muito cansativo de ser conduzido em cidade, especialmente por mulheres, que não se adaptam à direção pesada e à suspensão firme.

Audi A3 Sedan 1.4 Flex

Este ajuste do conjunto de suspensão, junto com os pneus runflat, é um dos principais aspectos que levam muitos compradores iniciantes de BMW 320i a devolver o carro na concessionária após poucos meses de uso. "As pessoas compram o BMW pelo status, mas não se adaptam a suas características de direção pesada e suspensão firme".

Pneus runflat no BMW 320i, convencionais no A3 Sedan

A dureza da suspensão do 320i melhora com a troca dos pneus runflat (que permitem rodar com o carro mesmo com furo) por pneus convencionais. Segundo nos reportou esse colega, "o BMW 320i com pneus convencionais é outro carro, muito mais confortável com pneus convencionais".

Audi A3 Sedan 1.4 Flex - porta-malas - estepe

Entretanto, se a substituição do pneu runflat pelos convencionais leva a um maior conforto de rodar, causa problemas adicionais. Como o BMW Série 3 é projetado para usar pneus runflat, ele não tem previsão de espaço para colocar estepe, fazendo com que os proprietários tenham que se arriscar a andar com o carro sem estepe, ou colocar uma adaptação no porta-malas para o pneu sobressalente.

Audi A3 Sedan 1.4 Flex - porta-malas

Outra questão é de natureza jurídica. Como os pneus convencionais no BMW Série 3 não são os originais, há casos de seguradoras que se recusam a pagar o sinistro de acidentes de BMW Série 3 que estão com pneus foram de especificações. Isso tudo não ocorre com o Audi A3 Sedan Flex, visto que conta com pneus convencionais e com estepe no porta-malas, além de contar com suspensão mais elevada (o nacional), confortável e robusta.

Audi A3 Sedan 1.4 Flex

Além disso, nosso colega ponderou que que o 320i tem consumo mais elevado, tanto em cidade quanto em estrada, sem que haja uma contra-partida muito evidente em termos de performance.

Audi A3 Sedan 1.4 Flex - interior

Em relação a esse aspecto, o quadro abaixo traz um comparativo de consumo entre o A3 Sedan 1.4 Flex, BMW 320i Active Flex, Mercedes-Benz C180 e o Corolla 2.0 Altis.


Modelo
Consumo de etanolConsumo de gasolina
CidadeMédiaEstradaCidadeMédiaEstrada
Mercedes-Benz C180
10,9013,1515,90
Audi A3 Sedan 1.4 Flex Automático7,808,759,9011,7012,8314,20
Corolla Altis 2.0 CVT-S Flex7,207,928,8010,6011,5012,60
BMW 320i Active Flex Automático6,507,769,309,4011,1613,30

Mercedes-Benz: conforto e bom consumo, mas pouca esportividade

Já o Mercedes Classe C 180, segundo o ex-proprietário de BMW 320i, tem o mesmo conforto do Audi A3 Sedan 1.4 Flex, e também um nível de consumo similar (pelo INMETRO o C180, com gasolina, é 2,4% melhor que o A3 Sedan), mas ele é muito mais caro, para ofertar os mesmos equipamentos.

E porque não um Corolla?

Par finalizar, o colega pensou também em um Corolla Altis, por R$ 104 mil, que tem alguns itens a mais que o Audi A3 Sedan, como por exemplo, bancos em couro de série, sistema multimídia com GPS de série e TV Digital, sensor de chuva, retrovisor eletrocrômico, entre outros.

Audi A3 Sedan 1.4 Flex

Entretanto, ele considera essa análise de que o "Corolla Altis é mais completo que o A3 Sedan" equivocada. O Corolla tem alguns itens "dispensáveis" a mais, mas, por outro lado, fica devendo recursos fundamentais, como controle de tração e de estabilidade, não oferecidos no Toyota nem como opcional.

Audi A3 Sedan 1.4 Flex

Além disso, o motor do Corolla é ultrapassado (aspirado), e seu câmbio CVT não traz o prazer de dirigir de uma transmissão automática convencional como a do A3 Sedan. O resultado é que o Corolla Altis tem menor desempenho que o A3 Sedan, e consome mais, sem oferecer o mesmo prazer de condução.

Audi A3 Sedan 1.4 Flex

Assim, ele considera que o Audi A3 Sedan 1.4 Flex é o sedã premium para quem quer um carro com ótima dirigibilidade, tipicamente alemã e esportiva (características ausentes no Mercedes e no Corolla), sem abrir mão do conforto, tanto em cidade quanto em estrada, e da economia de combustível.

Audi A3 Sedan 1.4 Flex

Já a BMW 320i é para quem quer esportividade acima de tudo, enquanto o C180 fica para quem valoriza o o amplo espaço interno, conforto, e não está interessado em esportividade.

Conclusão

Audi A3 Sedan 1.4 Flex

O Audi A3 Sedan 1.4 Flex nacional é um carro extremamente econômico no dia a dia, leve, ágil, e agradável de ser conduzido, e que não dá preguiça de tirá-lo da garagem. Mas se tiver com folga financeira, olhe o A3 Sedan 2.0 Ambition.

Postagens relacionadas:

29 comentários:

  1. A crise chega ate nos que só querem comprar premium kkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também me parece crise, pois foi um downgrade. Meu irmão possui um A3 Sedan modelo importado e passou algum tempo com a 320i do cunhado dele. É evidente a diferença dos dois. No caso da pessoa do post, o ideal era ter pego a versão Ambition.

      Excluir
    2. Devia ter pego um Fusion Flex que vem com tudo que a BMW tinha e até mais...

      Excluir
  2. Os sedans mencionados possuem seus pros e contras, a depender do gosto de cada consumidor.

    ResponderExcluir
  3. Tudo o que foi dito na postagem está correto, na minha opinião.
    Só achei que ficou evidente que forçaram um pouco barra para valorizar o A3.
    Até a questão do acabamento está correta. De fato, o BMW aparenta ser mais bem acabado, porque se confunde no Brasil aparência com acabamento. Os encaixes dos materiais do BMW não são perfeitos e possuem vãos, o que não é encontrado em Mercedes e Audi.
    Mas discordo quanto ao conforto. BMW 320 está longe de ser um carro desconfortável. Sua suspensão é bem acertada e filtra muito bem as irregularidades do piso, sem transmiti-las para a cabine. Lógico que não é como um Corola. Mas o A3 também não é tão neutro aos buracos quanto é o carro japonês.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em tempo: Não estão dizendo que o A3 é uma melhor opção ao 320, pelo contrário. Para mim, A3 1.4 não tem concorrente no mercado. A 320 está em uma categoria superior. E, neste degrau, pendo para C200 ou, até mesmo, A4.

      Excluir
    2. Apesar do preço mais elevado, considero CLA concorrente.

      Excluir
    3. Esqueçam essa tabela de consumo, pois tenho um Golf Gti e meu pai tem o novo Corolla 2.0. Moramos no Rio e fomos à Aparecida do Norte, ele com o dele (andando rigorosamente a 110 km/h) e eu com o meu, chegando lá paramos no posto e mandamos completar o tanque, dividi os km percorridos pela quantidade de gasolina abastecida. Resultado, fiz 15,1 km/l e meu pai 16,6 km/l.

      Excluir
  4. Rico não se adapta com o runflat, pobre não se adapta com o carnê. Kkkk

    ResponderExcluir
  5. Só tenho um comentário sobre esta avaliação realizada "por terceiro": hahahahaha

    ResponderExcluir
  6. A parcela do financiamento devia estar pesando no bolso. Não dá para comparar os dois carros.

    ResponderExcluir
  7. Hoje em dia GPS original é dinheiro jogado no lixo, são 99% das vezes mapas desatualizados e que atualizam com baixa frequência e custam pequenas fortunas para tal, fora que são extremamentes pouco intuitivos, se comparar com os apps é uma dificuldade absurda para colocar um endereço, resumindo, fica bonitinho no painel mas não funciona, qualquer pessoa hoje com um Waze ou outro recurso no telefone está muito melhor servido! Sem contar recursos como identificação de radares e etc que já nos acostumamos a usar ou mesmo consideração do trafego local que até o Google maps considera na hora de traçar rota.
    Se o som não tem espelhamento ou um sistema hi end de áudio é melhor ficar com a versão mais barata de áudio que será melhor negócio.

    ResponderExcluir
  8. isso é o painel de um carro premium? pqp até o gol g3 é mais bonito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo,
      Não confunda beleza com qualidade.
      Carro "premium" tem que ter materiais de excelente qualidade e montagem perfeita.
      Se é bonito ou não, já é uma outra história, de cunho pessoal.

      Excluir
  9. 320i cansativo? 2.0 turbo vs 1.4 turbo? Fala serio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cansativo pela dureza caracteristica dos BMWs, não pelo motor.

      Excluir
  10. Hum, trocou mal ein? Se fosse pelo A3 2.0 blz, mas pelo 1.4 andou pra trás.

    ResponderExcluir
  11. Ele trocou um carro 2015 por um 2016, se ele quisesse teria ficado com o BMW que estava praticamente novo...

    ResponderExcluir
  12. Realmente, ele tem razão quanto ao acabamento interno. Se você entra num c180 e depois num a3, e até no novo a4, fica evidente o abismo entre o MB e o Audi. O a3/a4 tem acabamento de carro popular, quando fica perto do MB.
    Um ponto que não foi tocado: o chassi do c180 é quase todo de alumínio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As pessoas confundem o acabamen6o rebuscado do c180 com sofisticacao. Ate ai tudo bem.

      Mas o acabamento interno e externo do novo a4 esta em um nivel muito acima do classe c.

      Excluir
  13. Para mim isso foi um baita downgrade, o mínimo era um A3 2.0

    ResponderExcluir
  14. Tanto ele não conhece os concorrentes do A3 que NENHUM dos carros citados, concorre com o Audi...

    ResponderExcluir
  15. Chamar um motor aspirado de ultrapassado é um desconhecimemto de mecânica ou mostra alguma tendência do autor do texto. Tenho grande admiração pelo refinado conjunto mecânico do A3 1.4. Assim como admiro outras soluções mecânicas com elevado grau de refinamento, como o Suzuki SCross. O próprio Corolla, apesar de pecar ao não trazer itens essenciais de segurança (controles de estabilidade e tração), possui sim um trem de força eficiente. Sim, menos eficiente que a solução do A3, porém, respeitável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É igual um Lamborghini com seu V10 aspirado, muito ultrapassado!

      Excluir
  16. Downgrade. Se tivesse comprado o 2.0 Ambition, diria que foi por mérito da Audi, mas trocar a 320 pelo A3 de entrada sugere que o que mais pesou foi o lado financeiro...

    ResponderExcluir
  17. Como vários já expuseram acima, não há comparação. O mínimo correto seria o A3 2.0 e fim de conversa.

    ResponderExcluir
  18. Besteira essa mania de comprar modelo de entrada dessas marcas premium.

    Vai ter menos tempo de garantia (2 anos contra 3 da média das marcas comuns), vai pagar seguro e revisões mais caras e vai ter maior desvalorização.

    Se queria um carro sem runflat mas com espaço e desempenho mais próximos da 320i, deveria ter comprado um Jetta TSI.

    ResponderExcluir
  19. Vou repetir pois conheço (já tive) Jetta TSI, Passat TSI, Golf GTI e outro dia aluguei um 320i da Localiza. O 320 consegue "surpreender" com seus 184 cv mais o bom câmbio ZF. Não andei no A3 2.0 mas pelo fato de ter a mecânica do Golf GTI, inclusive 'modo de condução', que no modo Sport reduz o turboleg em +ou- 50% tenho certeza que é o Audi 2.0, sem expor os 2.0 AMG. Esses sim, são verdadeiros foguetinhos...

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.