Car.blog.br

Pesquisar este blog

Toyota Corolla x Novo Cruze 2017: comparativo técnico

Categorias: , , 42 Comentários

O Novo Chevrolet Cruze 2017 chega às concessionárias brasileiras em julho, tendo como principal missão, neste momento, enfrentar o Toyota Corolla - líder incontestável de vendas do segmento de sedãs médios (vendeu em 2016 mais que a soma de todos os concorrentes juntos).

Novo Cruze 2017 x Toyota Corolla - comparativo

Neste artigo comparamos as respectivas versões intermediárias (Corolla XEi 2.0 CVT x Chevrolet Cruze LTZ 1.4 Turbo Flex Automático) em termos de preços, consumo e custo x benefício.

Novo Cruze 2017 x Toyota Corolla

Toyota Corolla x Novo GM Cruze 2017 - comparativo

O quadro abaixo traz um comparativo de características técnicas, dimensões, preços (estimados para o Cruze), desempenho (Quatro Rodas) e consumo (INMETRO). Os grifos em azul evidenciam o melhor resultado.

Ficha Técnica
Novo Cruze 2017
Toyota Corolla XEi 2.0
Novo Civic 2017 2.0
PreçoR$ 96.000 (est)R$ 92.000R$ 96.000 (est)
MotorTransversal, turbo, quatro cilindros em linha, 16 válvulas, bicombustívelTransversal, quatro cilindros em linha, 16 válvulas, bicombustívelTransversal, quatro cilindros em linha, 16 válvulas, bicombustível
Cilindrada (cm³)1,42.02.0
Potência (gasolina/etanol)153 @ 5.600 RPM153 @ 5.600 RPM155 @ 6.000 RPM
Torque (gasolina/etanol)24,5 kgfm @ 2.000 rpm20,3 kgfm a 4.800 rpm19,1 kgfm a 4.200 rpm
Consumo Cidade (etanol)7,87,27,3
Consumo Estrada (Etanol)9,68,88,9
Consumo cidade (gasolina)11,210,610,6
Consumo Estrada (Gasolina)1412,612,9
0 a 100 Km/h910,210,5
Retomada de 80 a 120 Km/h677
Freios dianteirosDiscos ventilados com ABS e EBDDiscos ventilados com ABS e EBDDiscos ventilados com ABS e EBD
Freios traseirosDiscos sólidos com ABS e EBDDiscos sólidos com ABS e EBDDiscos sólidos com ABS e EBD
Suspensão dianteiraIndependente tipo McPherson com barra estabilizadoraIndependente tipo McPherson com barra estabilizadoraIndependente tipo McPherson com barra estabilizadora
Suspensão traseiraEixo de torção com barra estabilizadora e molas helicoidaisEixo de torção com barra estabilizadora e molas helicoidaisMultilink e molas helicoidais
RodasLiga leve de 16 polegadasLiga leve de 16 polegadasLiga leve de 17 polegadas
Pneus205/55 R16205/55 R16205/50 R17
DireçãoElétricaElétricaElétrica
Peso em ordem de marcha (kg)132113201314
Comprimento (metros)4,664,624,63
Largura (m)1,81,771,8
Altura (m)1,481,471,41
Distância entre-eixos (m)2,72,72,7
Tanque de combustível (litros)526054
TransmissãoAutomático com conversor de torque, seis marchasCVT (continuamente variável) com simulação de sete marchasCVT (continuamente variável) com função de desligamento do overdrive
TraçãoDianteiraDianteiraDianteira

Observação: Os dados de desempenho do Civic colocados na tabela acima vieram do teste do Civic 2.0 CVT da Revista Car and Driver USA (veja aqui), e as informações de consumo são estimativas baseadas nas informações do site www.fueleconomy.gov.

Observação/atualização: Os dados de desempenho do Civic 2.0 CVT, Corolla 2.0 XI e Cruze 1.4 Turbo vieram do teste da Revista Quatro Rodas (veja aqui).

Preços

As estimativas apontam que o Novo Cruze 2017 chegará com preços a partir de R$ 86 mil na versão LT, e R$ 95 mil na LTZ 1, intermediária - esta é a que competirá com o Corolla XEi 2.0, configuração mais vendida do sedã nipônico, que custa R$ 92 mil reais.

Novo Cruze 2017 x Toyota Corolla - comparativo

O Novo Cruze 2017 adota um motor 1.4 Turbo de 153 cavalos e 24,5 Kgfm de torque, enquanto o Corolla confia em um quatro cilindros 2.0 aspirado, com os mesmos 153 cavalos do Cruze.

Chevrolet Cruze 2017 x Toyota Corolla - traseiras

Nas transmissões outra diferença: o Corolla vai de CVT com sete marchas artificiais, enquanto o Cruze mantém o automático convencional de seis marchas.

Toyota Corolla 2017 x Novo Cruze

O resultado em termos de performance e consumo mostra uma vantagem média de 10% para o Cruze em termos de consumo, e em torno de 5% em desempenho - resultado que pode ser atribuído à maior eficiência e modernidade do motor 1.4 Turbo Flex do Cruze.

Novo Chevrolet Cruze 2017 - interior
Novo Chevrolet Cruze 2017 - interior
Entretanto, é importante ressaltar que o Corolla, mesmo com um motor menos moderno, consegue ser competitivo com o Novo Cruze, o que evidencia o bom afinamento do conjunto mecânico do japonês. sobretudo à eficiente transmissão automática CVT-S.

Itens de série

O Toyota Corolla XEi 2.0 vem de série com 5 airbags, faróis de neblina, interior em couro, piloto automático, sistema multimídia com GPS integrado (e TV Digital), ar-condicionado automático, volante multifuncional com ajuste de altura e profundidade, computador de bordo.

Toyota Corolla XEi - interior - painel
Toyota Corolla XEi - interior - painel
O Cruze todos os itens do Corolla e acrescenta ESP (controle de estabilidade), sensor de estacionamento traseiro, câmera de ré, monitoramento de pressão dos pneus, assistente de partida em rampa, computador de bordo com três modos.

Novo Chevrolet Cruz 2017 - interior - painel
O Cruze conta também com sistema start-stop (desligamento automático do motor em paradas temporárias), sistema MyLink II com tela sensível ao toque de 7 polegadas, também com GPS integrado e capacidade de espelhamento de tela de smartphone por meio dos aplicativos Android Auto e Apple Car Play.

Interior e espaço interno

Quando comparado ao Corolla, o novo Cruze apresenta basicamente o mesmo espaço interno, resultado de uma distância entre-eixos de 2,7 metros idêntica nos dois modelos.

Toyota Corolla 2017 - interior
Toyota Corolla 2017 - interior
O Corolla, porém, tem um porta-malas de 470 litros, contra 440 litros do Novo Cruze.

Novo Chevrolet Cruze 2017 - inteiror
Esse resultado é favorável ao Corolla, visto que consegue ofertar mais espaço de bagagem, mesmo nível de espaço para passageiros, mesmo sendo 4 cm menor no comprimento externo.

Novo Corolla

A Toyota não assistirá passivamente a chegada do Novo Cruze ao mercado. Já no segundo semestre o Corolla ganhará um facelift que lhe dará um visual mais moderno, e também um interior mais luxuoso e refinado.

Novo Corolla 2017

Além disso, o Corolla ganhará os itens de segurança ativa como ESP - Controle Eletrônico de Estabilidade, Controle de Tração e Assistente de Partida em Rampa, ficando, portanto, alinhado com o Novo Cruze nesses aspectos.

Novo Corolla 2017 - interior

Na Europa o modelo ganhará também sistema de frenagem autônoma de emergência, piloto automático adaptativo, assistente de manutenção em faixa, auxiliar de estacionamento e alerta de tráfego cruzado - itens que estarão presentes no Cruze LTZ2, de modo que a expectativa é que a versão Altis do Corolla conte com tais recursos.

Novo Civic



Toyota e Cruze terão que enfrentar também a nova geração do Honda Civic, que chega ao mercado brasileiro também no segundo semestre, com motores 2.0 aspirado e 1.5 Turbo, transmissão automática CVT e com uma carroceria e interior totalmente nova.

Conclusão

A disputa entre Novo Cruze 2017 e Toyota Corolla mostra atualmente uma vantagem para o veículo da Chevrolet, o qual conta com uma lista de itens de série mais robusta, melhor desempenho e menor consumo.

Novo Cruze 2017 - traseira

No segundo semestre, o Corolla trará um facelift e mais itens de série, e ambos terão que enfrentar o Novo Civic (veja comparativo Novo Civic x Corolla aqui), evidenciando que a competição no segmento está cada vez mais acirrada.

Postagens relacionadas:

42 comentários:

  1. Reconheço o pós venda bom e a qualidade mecânica dos Toyotas mas este interior alá anos 90 não me agrada, sinceramente prefiro o Cruze ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A velharada pira!!!

      Mas essa velharada tem deslocado a faixa etária que antes começava aos 50 e hoje muita gente abaixo de 30 tem levado o Corolla para casa ...

      Excluir
    2. Incrível né o Corolla é ultrapassado interior dos anos 90 e vende mais que todos os outros sedas somados.
      Vá entender ... e isso não vai mudar em 2016 ou 2017 ... será Corolla vovo na cabeça

      Excluir
    3. Bom dia a todos.
      Gostaria apenas de fazer uma pequena correção na matéria acima. A informação prestada em relação ao desempenho do modelo da Honda é incorreta. Consultando a fonte indicada pelo próprio autor verifiquei que o desempenho atribuído ao Civic foi calculado em milhas por hora e não em quilômetros por hora como foi feito em relação aos modelos Cruise e Corolla. O sistema de medição americano é feito em termos de 0-60 milhas por hora (aprox. 97 km/h), enquanto que no Brasil a medição é feita em termos de 0-100 quilômetros por hora. Um equívoco que claramente beneficia o modelo da Honda. É preciso mais profissionalismo e atenção para escrever matérias que têm como objetivo esclarecer o consumidor.

      Excluir
    4. @Paz Alegria, os dados foram atualizados. Os dados de desempenho vieram do teste da Quatro Rodas com os três modelos. E os de consumo do INMETRO.
      A estimativa de preços estava correta.

      Excluir
  2. Os dados de desempenho e consumo do civic 2.0 estão corretos? Estão melhores q os do Cruze!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os dados de desempenho do Civic 2.0 são os medidos pela Car and Driver norte-americana com o Civic 2.0 CVT vendido nos EUA.
      O consumo do Civic 2.0 é estimado da seguinte forma: aplicamos a evolução obtida pelo Civic 2.0 CVT 2016 (EUA) relativamente ao Civic 1.8 AT5 (EUA) nos dados de consumo do Civic 1.8 AT5 brasileiro e estimamos o consumo do Civic 2.0 CVT Flex brasileiro.
      Ressaltamos que a nova transmissão CVT do Civic está proporcionando grande ganhos de performance e consumo nos EUA. E isso deve se repetir no Brasil, já que o modelo nacional abandonará o câmbio at5 pela nvova CVT.

      Excluir
    2. Esses dados são do Civic 1.5T e só inocente ou desconhecedor de carros que irão acreditar que é do civic 2.0.
      Na car and drive americana o civic 1.5T fez o mesmo tempo do que o Cruze 1.4T no 0-60 mph que foi de 7.6 segundos.

      Excluir
    3. A C&D aferiu o tempo de 6,8s no 1.5T CVT (M-CVT) na prova dos 0-60 mph.
      O Cruze 1.4T conseguiu 7,6s, mesmo tempo do Civic 2.0 MT-6. O 2.0 CVT (LL-CVT) fechou em 8,2s.

      Certamente o Civic tupiniquim fará o 0-100 km/h ao redor de 9,5s ...

      Excluir
    4. https://www.youtube.com/watch?v=BNwsKhbN-YE
      Olha esse vídeo do Cruze 1.4T acelerando e depois o do Civic 1.5T.
      No final eles falam do tempo obtido em algumas revistas.

      Excluir
    5. A mudança de AT5 para CVT trouxe um ganho de 0,3 seg (teste do car and driver em um 1.8). Não é uma diferença tão grande. A redução de peso também não foi grande. O 2.0 CVT 2016 no car and driver aponta 8,2 a 8,5 seg de 0 a 60 mph. O problema é que comparando um 1.8 at5 no teste americano e no brasileiro (o mesmo carro) a diferença de performance é monstruosa (será o combustível?). No EUA eles apontaram 9,1 seg de zero a 60 mph e no brasil deu de 11,00 a 11,5 seg de zero a cem. Mesmo corrigindo a conversão de MPH para km/h é uma diferença de até 20%. Portanto tem alguma coisa errada. Eu acredito que ele vai fazer mais de nove segundos de zero a cem, cravo entre 9,0 e 9,5 seg, lembrando que o 2.0 at5 nacional dava de 9,9 a 10,5 seg de zero a cem (conforme a reportagem). Vamos ter que esperar os testes reais no segundo semestre, mas eu acho que o Cruze vai bater o civic 2.0, mas o 1,5 turbo vai superar o cruze em mais de 1,5, vai fazer em menos de 8 seg.

      Excluir
    6. Impossível o Civic 2.0 bater o Cruze 1.4T.
      Também é impossível o Cruze 1.4T bater o Civic 1.5T.

      Excluir
  3. A gm tem a maior rede de concessionárias.... falta só gestão para melhorar o atendimento, preço de revisões , etc

    ResponderExcluir
  4. Nesses preços o Cruze vai apanhar feio do Civic e Corolla. Eu mesmo estava pensando em comprar o Cruze, visto que o Civic turbo só viria na versao touring, acima de 110 mil, mas se o Civi 2.0 for quase 1 seg mais rapido que o Cruze de 0 a 100, como diz a matéria, bem provável que acabe optando pelo 2.0 msm. E outra, esse banco de couro do Cruze é horrivel, parece de pessima qualidade. Vi as fotos do Cruze vendido nos Estados Unidos, o banco de couro é lindo, material muito bom, aqui eles fazem isso...além de la, o freio de mao ser elétrico e aqui esse OBSOLETO mecânico.
    Aguardava ansiosamente o Cruze, mas estou vendo que deverá ser decepçao. Talvez se vier na faixa dos 70 mil possa vender razoavelmente bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sonhe, se o sentra com o insonso cvt e beberrão a 80.000, o cruze virá por no mínimo de 85.000.

      Excluir
    2. Não sonhe, se o sentra com o insonso cvt e beberrão a 80.000, o cruze virá por no mínimo de 85.000.

      Excluir
    3. Como é que um motor turbo com bem mais torque e potência semelhante vai perder para um motor aspirado?
      Esse número de desempenho é do Civic 1.5T eu não tenho dúvidas.
      No car and drive americano o Civic fez 1.5T fez o mesmo tempo no 0-96 mph do que o Cruze 1.4T, ou seja, 7.6 segundos.
      E outra. o Civic 2.0 virá ainda mais caro do que o Cruze de entrada.
      Espere o Civic partindo de 90 mil, conforme já foi divulgado.

      Excluir
    4. Como que um Cruze virá por 70 mil se uma Saveiro Cross top de linha custa mais do que isso?

      Excluir
    5. Simples assim: o custo desse Novo Cruze é de no maximo 30 mil reais, mais 23 mil de impostos, total de 53 mil. Nao vou falar 70, mas 75 mil da pra vender perfeitamente, lucrando a GM 17 mil e a Concessionaria uns 5 mil. Como que vendem com melhor qualidade a partir de 17 mil dolares nos Estados Unidos? A resposta é simples, por causa da cabeça de consumidores como vocês que pagam. Se n vier no preço que acho justo e compatível eu nao compro, continuo com o meu ou compro outro zero ou semi novo, simples assim.
      O Sentra so vendeu bem pq era 65, 70 mil. Veja se a 80 mil ira vender alguma coisa, no maximo 300 unidades por mes, sendo que o Sentra com preço bem menor, vendia 1200 por mes.

      Excluir
    6. FAV, o freio do Cruze é no pé, não fala besteira, o nosso é melhor que o deles nessa parte só por ser o OBSOLETO freio de mão, sim, o nosso é melhor, ou você queria o freio no pé? Outra, o custo do Cruze deve ser uns 45 mil NO MÍNIMO, mais 25 de imposto, mais 15 mil da concessionária (sim, é esse o valor que fica com eles, saiu documentos na Car and Drivers sobre o valor do Golf, procure), tirando a parte que a concessionária tem suas contas a pagar, funcionários, merchandising, sobra para a loja uns 4/5 mil, de lucro, e o lucr da montadora já está no preço sem imposto.

      Excluir
  5. 0 a 100 do civic é da versão turbo. A matéria está errada!

    ResponderExcluir
  6. assim: o custo desse Novo Cruze é de no maximo 30 mil reais, mais 23 mil de impostos, total de 53 mil. Nao vou falar 70, mas 75 mil da pra vender perfeitamente, lucrando a GM 17 mil e a Concessionaria uns 5 mil. Como que vendem com melhor qualidade a partir de 17 mil dolares nos Estados Unidos? A resposta é simples, por causa da cabeça de consumidores como vocês que pagam. Se n vier no preço que acho justo e compatível eu nao compro, continuo com o meu ou compro outro zero ou semi novo, simples assim.
    O Sentra so vendeu bem pq era 65, 70 mil. Veja se a 80 mil ira vender alguma coisa, no maximo 300 unidades por mes, sendo que o Sentra com preço bem menor, vendia 1200 por mes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O novo sentra 2017 veio para concorrer e não vai ficar atrás. Os opcionais são sempre além dos demais, além do preço menor. A cara de tiosão ficou para trás na reestilização. A concorrência está boa.

      Excluir
  7. Kkk Simples assim,o Corolla nao tem concorrência!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É é o pior carro em tudo, só é melhor no pós vendas.
      Mas tem seu público fiel.

      Excluir
    2. Verdade.Chevrolet revisões carissimas,carro depois de 3 anos de uso já está com sinais de desgaste, Corolla vc usa 10 anos e nem parece

      Excluir
    3. Erradíssimo!
      No teste de longa duração da QR, após 60 mil km rodados o Cruze foi desmontado, todo desmontado.
      E estava em estado de 0km.
      Já o Corolla teve até carbonização do motor.
      Mecânica do Cruze se mostrou mais robusta do que a do Corolla, a suspensão do Cruze foi superior.

      Excluir
  8. O pior cego é o que não quer ver.

    ResponderExcluir
  9. Esperem o teste do cruze por aqui, vai surpreender muita gente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem é preciso.
      Inmetro já divulgou os números de consumo: nota A.
      Desempenho não é de se esperar nada surpreendente.
      0-100 km/h se estiver na casa de 9,0s está bom. Pouco acima disso está na média ...

      Excluir
    2. A tendência é o Cruze daqui, assim como o Civic serem um pouco mais rápido devido ao Etanol.

      Excluir
  10. Este novo Cruze está incrível. Tem tudo para ser o líder. Civic virá caro demais.

    ResponderExcluir
  11. Tá ai algo que faz tempo que não vejo um GM econômico, o ultimo era o meu celtinha da 1 geração (antes mesmo do VHC), aquilo vc enchia oi tanque e até esquecia!

    Já sobre o comparativo, o corola vai ter que se apoiar totalmente na sua confiabilidade e revenda pra aguentar o cruze, talvez seja a hora da Toyota pensar um seguir essa tendencia de donwsinzing turbo.

    ResponderExcluir
  12. É difícil destronar os japoneses. O cruze vai dar algum aperto nos 03 primeiros meses. Depois vão aparecer o probleminhas ocultos, consumo alto - como todo GM - aí o povo deixa de comprar. O Civic sim, vai se aproximar do Corolla. Mas é incrível o nível de confiabilidade que chegou este carro. Às vezes, comentando com conhecidos, que eram aficcionados na VW (motor AP), sonham em ter um corolla. Pode não ser o melhor em tudo, mas é um mito.

    ResponderExcluir
  13. Temos em casa minha esposa e eu um Cruze 2015 e um Corolla 2016. Posso dizer com isenção que não há comparação. O Cruze pula em qualquer irregularidade da pista, não sei se por conta do ato 17 o Cruze é muito duro e o câmbio automático da trancos. O Corolla é muito, muito mais macio, anda mais, gasta menos e o câmbio CVT com simulação de marchas é muito bom, difícil descrever como é a troca de marchas é como se tivesse um amortecedor no câmbio,

    ResponderExcluir
  14. Temos em casa minha esposa e eu um Cruze 2015 e um Corolla 2016. Posso dizer com isenção que não há comparação. O Cruze pula em qualquer irregularidade

    ResponderExcluir
  15. Temos em casa minha esposa e eu um Cruze 2015 e um Corolla 2016. Posso dizer com isenção que não há comparação. O Cruze pula em qualquer irregularidade é um carro duro e o câmbio dá trancos. O Corolla é muito, muito mais macio, gasta menos e anda mais. O câmbio do Corolla CVT com simulação de marchas é difícil descrever, parece que por exemplo antes de entrar a próxima marcha, na troca o CVT suaviza a mudança, é incrível.

    ResponderExcluir
  16. Se meu objetivo fosse revenda compraria com certeza o Corolla, agora falando em segurança, tecnologia e conforto, vou no novo Cruze.

    ResponderExcluir
  17. Gente, um cruze a 86 mil, na versão de entrada, é um absurdo. Vai perder muita venda. Podia baixar um pouco mais e ultrapassar o corolla e o civic, que se não fosse aquela traseira ridícula seria um carro lindo.

    ResponderExcluir
  18. Andei no Cruze LTZ2 e LTZ1.No primeiro muita tecnologia embarcada como ponto positivo.No segundo alguma tecnologia.Mas , no que diz respeito a dirigibilidade e conforto de bancos bem como acusar as saliência da pista, deixa a desejar. Ao voltar para o meu Corolla, com bancos confortáveis, ótima dirigibilidade,sem se importar com as saliência da pista,desisti da troca e fiquei com meu Corolla mesmo, esperando o que certamente estará à mostra no salão de automóveis em novembro.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.