Car.blog.br

Pesquisar este blog

Honda HR-V EX-L automático: qual o segredo do sucesso?

Categorias: , , 76 Comentários

O Honda HR-V se tornou o benchmark para se avaliar o sucesso de um lançamento automotivo: menos de três meses de mercado, um carro com preço médio em torno de R$ 80 mil reais vendendo instantaneamente cerca de 5.000 unidades por mês, filas de espera quilométricas nas lojas, algumas versões com previsão de entrega só para 2016. Afinal, por que o HR-V agrada tanto?

carro SUV Honda HR-V

O sucesso do Honda HR-V deriva de uma combinação de aspectos que passam por prestígio da marca Honda, estilo SUV "imponente", size impression, mas, fundamentalmente, pelo fato de o HR-V transmitir uma imagem de carro mais caro do que se pagou por ele.

carro SUV Honda HR-V

Essa é a principal impressão que fica depois de andar com este Honda HR-V EXL CVT - versão topo de linha, com preço de R$ 88.7 mil R$ 90.700 (já aumentou, veja aqui) - por um período mais prolongado: a sensação de "valor" superior ao preço monetário que se pagou por ele. Isso fica claro quando se coloca em perspectiva com hatchs médios até mais caros que ele.

Honda HR-V x VW Golf 2016

Exemplo, um Golf equipado com os mesmos itens de conveniência básicos do HR-V acaba saindo mais caro - um Highline Elegance tem preço de R$ 95.720 reais.

A primeira impressão é a que fica

Ocorre que, quando se para o Honda HR-V do lado do Golf, a impressão é a de que o Honda HR-V é um carro muito mais caro e de categoria superior ao Golf.

Honda HR-V x VW Golf 2016

O consumidor médio não presta atenção a detalhes como os 7 airbags do Golf contra os 4 do HR-V, ao conjunto mecânico bastante superior do Golf (1.4 TSI + DSG x 1.8 aspirado com CVT do HRV), ao interior de construção mais refinada do hatch (com painel totalmente emborrachado e iluminação ambiente em LED). Isso tudo acaba sendo secundário frente à imponência estética do Honda HR-V sobre o Golf.

Honda HR-V x VW Golf 2016

Essa impressão é resultado também de dimensões gerais mais avantajadas do Honda HR-V sobre o Golf, e do estilo mais recortado e esportivo do japonês. E o interior do Honda HR-V também não decepciona, mesmo com o painel com estrutura toda de plástico duro, ele adota truques como um arremate de material macio na parte do painel voltada para os passageiros - conferindo um aspecto de mais requinte.

carro SUV Honda HR-V - interior

Parece, mas não é [premium]

A Honda conseguiu dar ao interior do Honda HR-V um ar de carro premium. É claro que não é um carro "premium" de verdade - o painel todo em plástico que o diga, mas não só isso. Falta ao Honda HR-V requintes típicos de carros premium (que existem em no Golf TSI), como revestimento em carpete dos porta-objetos (para evitar ruídos de peças soltat), revestimento de painéis de porta em couro (no HR-V é em tecido), recursos como acendimento automático de faróis, sensores de estacionamento dianteiro e traseiros (ausentes no HR-V), um sistema de iluminação ambiente mais refinado e completo (não há iluminação interna para os pés dos passageiros e nem iluminação externa na parte inferior dos retrovisores para auxiliar o motorista perto do veículo, como ocorre no Golf Highline) e até mesmo um revestimento fono-absorvente melhor (já que o ruído do motor invade a cabine em qualquer aceleração mais forte).

Honda HR-V EXL Branco - interior

Além disso, a simplicidade mecânica do Honda HR-V denuncia o fato de não ser um carro premium. Enquanto todos os modelos premium adotam motores turbo associados com transmissões de dupla embreagem (Audi, Mercedes-Benz e Volkswagen), o HR-V ainda adota motor quatro cilindros aspirado com transmissão CVT (menos eficientes e potentes). O resultado é o desempenho limitado do HR-V.

Honda HR-V EXL Branco - interior

Outro ponto é a suspensão traseira - que adota um esquema simples e ultrapassado, semi-independente com barra de torção, enquanto todos os modelos premium, e o Golf também, confiam em esquemas independentes com multi-braços, que fornecem mais segurança e estabilidade em velocidades mais elevadas, e mais conforto e melhor absorção de irregularidades.

Honda HR-V EXL Branco - interior

De qualquer forma, o Honda HR-V consegue transmitir, à primeira vista, uma imagem de sofisticação e high-tech, especialmente nesta versão EXL, graças ao ar-condicionado digital acionado por tela touch-screen e ao display de 7 polegadas do sistema multimídia no centro do painel.

carro SUV Honda HR-V - interior - volante

O volante contribui para a sensação de luxo, pois, além de excelente pega, ele é totalmente revestido em couro e conta com comandos multifuncionais do piloto automático, do sistema de entretenimento e também de atendimento do telefone.

carro SUV Honda HR-V

Outro aspecto que acaba sendo definidor no sucesso do Honda HR-V é o espaço interno. Apesar de ter comprimento geral similar ao do Golf, o Honda HR-V tem muito mais espaço interno, tanto na dianteira, mas especialmente para os passageiros do banco traseiro.

carro SUV Honda HR-V

Chega a ser impressionante a disponibilidade espacial traseira. O porta-malas do Honda HR-V é bem interessante, com 437 litros.

Vídeo - Honda HR-V - impressões ao dirigir



Desempenho e consumo

O desempenho do Honda HR-V está longe de empolgar, mas também não é comprometedor. O motor 1.8 16V aspirado funciona em harmonia com a ótima e rápida transmissão automática CVT para dar ao crossover um desempenho adequado à sua proposta familiar e urbana. Não empolga, mas também não compromete.

carro SUV Honda HR-V

Quem está acostumado com o Golf 1.4 TSI DSG, vai achar o Honda HR-V bastante lento, já que o Golf é bem mais rápido e ágil em qualquer situação. Enquanto o Golf acelera de 0 a 100 Km/h em 8,6 segundos, o Honda HR-V faz em 11s. O desempenho do Honda HR-V é comparável ao do Golf 2.0 TipTronic, da geração anterior - o que não é ruim.

carro SUV Honda HR-V

O quadro abaixo traz os dados de desempenho da Revista Quatro Rodas, e os de consumo do INMETRO.

Honda HR-V (Gasolina)Honda HR-V (Etanol)
0 a 100 Km/h [s]1110,7
60 a 100 Km/h [s]5,85,8
80 a 120 Km/h [s]7,47,4
Frenagem de 80 Km/h a 0 [m]15,515
Frenagem de 120 Km/h a 0 [m]60,361,1
Consumo cidade [Km/l]10,57,1
Consumo estrada [Km/l]12,18,5

Comportamento dinâmico

O Honda HR-V por ser um carro de maior dimensão vertical, e, portanto, com centro de gravidade mais elevado, acaba deixando isso bem claro em curvas.

Honda HR-V EXL Branco 2016

Nesse ponto ele fica muito atrás do Golf, já que o hatch alemão baixo, com suspensão multilink independente na traseira acaba fazendo curvas como se estivesse em trilhos, transmitindo muita segurança. Aliás, para achar o limite do Golf em curvas só mesmo pilotos profissionais, tamanha é a segurança que ele transmite.

carro SUV Honda HR-V

Já o Honda HR-V é bem inferior neste aspecto, com a carroceria balançando bastante tanto em curvas, quanto em frenagens mais agressivas. Fica claro que o porte avantajado do Honda HR-V combinado com a suspensão menos refinada (semi-indepentente na traseira com eixo de torção) o torna um carro para ser conduzido calmamente, com segurança, sem qualquer pretensão de condução esportiva.

Conclusão

O Honda HR-V é um modelo que caiu como uma luva nas expectativas do consumidor brasileiro: tem porte de SUV, visual esportivo, aura de carro premium conferido pela prestígio da marca Honda, acabamento interno bem montado e que transmite sofisticação e tecnologia, e muito espaço interno.

carro SUV Honda HR-V

O resultado é um carro imponente pelo porte e design, que transmite uma imagem de ser mais caro do que realmente é. Some-se a isso a imagem de confiabilidade da marca Honda - que dá tranquilidade ao consumidor para comprar um carro desse valor - e entende-se o sucesso (merecido) que o modelo vem desfrutando.

Postagens relacionadas:

76 comentários:

  1. Ganharam altos pontos em falar "crossover", infelizmente muitos ainda insistem em chamar o Fitão de SUV. Mas vamos ao que eu acho que é responsável pelo sucesso dele: é alto e é Honda. O resto é resto, ele podia até ser 1.4, iria vender muito. Ele poderia ter um cambio de 4 marchas, iria vender muito. Ele poderia usar calotas em todas as versões, iria vender muito. A força de uma marca atropela os aspectos, positivos ou negativos e vira argumento de vendas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A fraqueza de uma marca também. Vide o Uno Way Renegade.

      Excluir
    2. Tão fraca que estava vendendo Grand Cherokee à rodo, enquanto a Honda não consegue emplacar nenhum carro de mais de 100 mil, CR-V e Accord não vendem nada nem nunca venderam...

      Excluir
    3. A marca é Fiat. E o Renegade vende metade do que queriam.

      Excluir
    4. Engraçado, não vi nenhum lugar no Renegade o logo da Fiat...

      Excluir
    5. Emblemas da Jeep...em Fiat's...

      Excluir
    6. Procurei imagens aqui e... Não vi nenhum logo da Fiat no Renegade, acho que só sai com eles os carros das concessionárias, depois vou dar uma olhada e confirmar.

      Excluir
    7. Ravel... de uma olhada sob o capô do Renegade e verá um motor E.TorQ do fiat Linea, não precisa de logo o Renegade tem coração Fiat!!

      Excluir
  2. Carro bonito, bom espaço interno, bom porta-malas, proposta de ser um SUV (segmento que em crescimento), confiabilidade da marca Honda (que além da confiabilidade mecânica, seus carros são econômicos, resistentes, e a marca possui um bom pós-venda). Tudo isso contribui para o sucesso do HR-V. Além disso, muitas pessoas que iriam comprar um sedan (Corolla ou Civic), ou até mesmo um hatch médio (Golf ou Focus), já partem pra um SUV, pois os preços são próximos. Hoje, um hatc médio ou sedan médio bate nos 80 mil reais. Muitos que antes compravam carros desse segmento, partem pra um SUV. E o Honda HR-V é um dos mais interessantes do segmento.

    ResponderExcluir
  3. E ai aprendeu Up. Por esses detalhes eu comprei um Hb20. No Brasil agente pagar caro pelo um produto mediano para os padrões internacionais por isso preferimos um produto que se paresse mais caros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só parece mesmo. Pois mecanicamente, o UP não perde em nada pro HB20. O UP tem um ótimo motor, ótimo câmbio. É o compacto mais seguro do mercado. Tem melhor desempenho e é mais econômico que o HB20. O UP tem uma boa dirigibilidade. Do HB20, acho que apenas em design é mais interessante que o UP.

      Excluir
    2. Não desmerecendo as qualidade do Up porém quando você entrada no carro você se sente em um caro barato bem o contrário de quando você então no HB20. Isso se reflete também nas vendas. No mês passado o Hb20 ficou em terceiro mais vendido o Up nem está entre os dez. Se a WV tevesse feito com um design mais atraente e tivesse tirado essa cara de caro barato com certeza seria um dos líderes de venda. Porque nos restantes do requisitos ele é um ótimo produto.

      Excluir
    3. UP! é subcompacto... HB20 não...
      UP! da impressao de ser um carro de entrada, já o HB20 é acima da media em seu segmento!
      E o 1.6 anda bem e é economico!

      Excluir
    4. Tenho um UP, paguei 33 mil (com ar + direção elétrica + vidros e travas elétricas).
      O HB20 com esses itens sairia por 37 mil na época. / O HB20 de entrada é bem simples. Cheguei a olhar um HB20 Comfort 1.0 numa loja de seminovos.
      O UP tem um interior bastante simples, mas funcional. O meu carro, por exemplo, tem o necessário: um ar condicionado que refrigera bem a cabine, uma direção elétrica leve e precisa, um câmbio de engates curtos e precisos. A dirigibilidade do carro é muito boa. Muito fácil de manobrar e estacionar (cabe em qualquer lugar). Tem um desempenho muito bom pra carro 1.0 e é muito econômico. Faço 14 km/litro de gasolina na cidade. Na estrada, já fiz 21,9 km/litro em viagem.
      Estou satisfeito com o UP. Compraria também um HB20 ou Ford Ka.
      Em design, acho o HB20 mais bonito, mas fora isso, não vejo muitas diferenças.
      Já o HB20 1.6 pode chegar a 60 mil reais. Acho muita grana. Mas sem dúvidas, é um carro interessante, carro leve e com 128 cavalos.

      Excluir
    5. Não desmerecendo as qualidade do Up porém quando você entrada no carro você se sente em um caro barato bem o contrário de quando você então no HB20. Isso se reflete também nas vendas. No mês passado o Hb20 ficou em terceiro mais vendido o Up nem está entre os dez. Se a WV tevesse feito com um design mais atraente e tivesse tirado essa cara de caro barato com certeza seria um dos líderes de venda. Porque nos restantes do requisitos ele é um ótimo produto.

      Excluir
    6. Carro popular nenhum, passa requinte ate mesmo alguns compacto premium. Pra mim, o HB20 e tão pobre quanto um gol apenas o desenho que e mais ousado passa uma sofisticação maior mas só a impressão.

      Excluir
    7. Creio que impressão conte muito pra quem não pode ter de verdade. Parabéns às montadoras que souberam perceber e suprir essa demanda.

      Excluir
    8. Acho que o problema do up! (sem querer desmerecer o carro) é a filosofia adotada pela vw (que também é adotada pela fiat) em vender o carro "por partes". Carro que é vendido sem ar e direção de série passa a impressão de carro popular. Além disso, consumidor brasileiro gosta de itens de conforto que virou moda atualmente, como vidros elétricos nas quatro portas e comando no volante, coisa que o up! não oferece nem como opcional.

      Excluir
  4. Me perdoem os fãs do honda, mas comparar um Golf Highline com o compacto Hrv chega a ser injusto. O Golf é muito mais carro em todos os aspectos possíveis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho o Golf mais carro. Porém, o Honda HR-V passa essa impressão de carro grande. E hoje, esses SUV são meio que moda. E o espaço interno, porta-malas são bons. / O HR-V é mais interessante pra quem tem família, filhos. Proposta mais familiar. Pessoas que antes compravam sedans estão migrando para esses SUVS compactos.

      Excluir
    2. Na outra matéria sobre Golf um ex-dono escreveu da dificuldade de se ter um carro baixo nessas estradas lunares brasileiras.
      Isso é algo que conta muito.
      A suspensão é um pouco mais robusta, o carro pode nao andar como o Golf, mas muitos nao vao sentir isso.
      O fato do veiculo ser mais alto e adequado a asfalto ruim já é um grande "plus".

      Excluir
    3. Unknown, isso é verdade. Depende muito do perfil do comprador do carro. O Golf anda muito na estrada, tem ótima estabilidade, segurança, recursos tecnológicos. Mas é um carro com porta-malas menor e baixo para pisos ruins, estradas de terra, interior do país. Vejo o HR-V como um carro mais familiar, porta-malas de bom tamanho, altura do solo encara melhor pisos ruins. Porém, não tem a pegada mais esportiva do Golf.

      Excluir
    4. Isso de suspensão mais robusta é questionável, o Busted terminou o teste de 60 mil kms com a suspensão em pior estado que a do Logan.

      Excluir
  5. Falou tudo, essa eh a receita do sucesso, uma marca muito bem conceituada um carro parrudo e uma sociedade oligarquica. Assim o consumidor de suv tenta passar uma imagem de superioridade e status com seu carro parrudo. So que por outro lado carros desse porte sao a alternativa para as pessimas condicoes d infra estrutura urbana das cidades, principalmente buracos, calçamentos acidentado e alagamentos.

    ResponderExcluir
  6. A grande mancada da VW foi ter aumentado estratosfericamente os preços do Golf, e ao mesmo tempo cortado itens importantes como o brake hold que agora é oferecido até no HR-V. Há pouco mais de um ano atrás um Golf Highline Exclusive com teto importado da Alemanha custava por volta de R$ 95.00,00. Agora o mesmo carro importado do México, pagando menos impostos de importação, com qualidade de construção inferior (falem o que quiserem, mas um mexicano nunca vai montar um carro com a mesma qualidade que um alemão na casa da VW), e principalmente com itens de série importantes cortados, já está custando mais de R$ 113.000,00! Isso significa quase 20% de aumento em um ano! Era para o preço ter caído, já que o carro está pagando menos impostos de importação. Há um ano atrás eu quase fechei um Golf, mas agora com esse aumento e a falta de alguns itens, por mais que o carro seja bom, é inaceitável. Eu particularmente gosto muito do brake hold pois pego muito trânsito, e por tudo isso que falei analisando todos os prós e contras, também vou ter que partir para um HR-V.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Honda HR-V manual parte de R$ 69.900,00 / o CVT, parte de R$ 75.400,00.
      Volks Golf manual parte de R$ 74.300,00 / o DSG, parte de R$ 81.300,00.
      Acho que o preço pesa muito. Acho o Golf um ótimo carro, mas caro para um hatch médio.

      Excluir
    2. Mrc Rod,
      Item importante para mim são os 7 airbags (que são oferecidos até em um New Fiesta Titanium PowerShift de R$63.490,00) não um Brake Hold. Segurança para mim vem em primeiro lugar, depois posso até pensar em alguns itens de conforto. Enfim, por mais que o preço do Golf tenha subido, por mais que o carro seja caro não tem como comparar ele com o HR-V, o Golf é extremamente superior.

      André Poa,
      O preço pesa muito? Os itens de série pesam ainda mais, um Golf Comfortline de R$ 74.300,00 já oferece 7 airbags, bloqueio eletrônico do diferencial EDS e XDS, controle de estabilidade, controle de tração, espelho retrovisor interno antiofuscante, espelhos retrovisores externos eletricamente ajustáveis, aquecíveis, com Side Blinker e função Tilt Down, faróis de neblina com luz de conversão estática, freios com sistema Multicollision Brake, limpador do para-brisa com temporizador, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, alerta de perda de pressão dos pneus, assistente de partida na subida Hill Assist, sistema Start-Stop com recuperação de energia de frenagem, vidros dianteiros e traseiros elétricos com função "one touch", sistema infotainment "Composition Media" com tela touchscreen de 5,8", sensor de aproximação e Bluetooth, 4 alto-falantes e 4 tweeters, cabo de interface para iPod/iPhone, CD-Player e um leitor de cartão de memória (SD-Card), porta-luvas refrigerado, volante com revestimento em couro, sem falar no motor turbo com injeção direta de 140cv e 25,5 kgf.m, no ótimo acabamento, no consumo de combustível, no desempenho, na segurança e no comportamento dinâmico. Já um HR-V LX manual é extremamente mal equipado, o Golf é extremamente barato pelo o que ele oferece se comparado a outras aberrações do mercado brasileiro tal como HR-V e Corolla.

      Excluir
    3. Acelera, menos fanatismo por favor.
      O Golf não é extremamente barato pelo que oferece, ele já foi quando era importado da Alemanha e era padrão alemão, hoje cortaram itens e aumentaram absurdamente o preço comparado com o que era cobrado antes de vir do México. Ou seja, a própria VW engoliu a redução de preço para poder lucrar mais e como consequência, está vendendo um pouco menos que o Focus que é Ó... Uma droga, antes da versão Titanium Plus.
      Sobre o HR-V, no momento da onda dos altinhos, ele está sendo a ostentação do povo "rico", motivos para se comprar um SUV não há, pode-se pegar o mesmo que se paga por ele e comprar coisas melhores, mais eficientes e até com mais espaço, se comparar na categoria em que ele está, ele está OK, agora se comparar com outras categorias... Ai é que ele não vale a pena mesmo.
      A jogada é que a Honda tem todo um mistico em volta dela que foi criado com o Civic, no trabalho uma certa vez falando de carro, o cara soltou algo como "Caramba, se eu tivesse em um New Civic eu estava patrão, aquilo é um Honda cara, Civic é muito TOP! As mina ia pula tudo encima se eu tivesse um", ou seja, ostentação pura + o mistico da Honda = Qualquer coisa com um "H" no capô vende, essa é verdade, a Honda só não está melhor por que não tem um carro carro de entrada a marca, como um Nissan March, do contrário, seria até um dos mais vendidos.

      Excluir
    4. Rafael/yashiro,
      Como eu disse, "o Golf é extremamente barato pelo o que ele oferece se comparado a outras aberrações do mercado brasileiro tal como HR-V e Corolla.", Corolla GLi por exemplo custa R$ 69.990,00 e tem rodas de aço com calotas e não oferece um sistema de som, por R$4310,00 a mais o Golf já oferece 7 airbags, um bom sistema de som, controle de tração, controle de estabilidade e outros itens de série. Com o HR-V a história é semelhante, um HR-V EXL de R$ 88.700,00 não oferece 7 airbags, monitoramento de pressão dos pneus, sensor de estacionamento dianteiro e traseiro, porta-luvas climatizado e sistema start-stop, itens que existem no Golf Comfortline de R$14.400,00 a menos oferece. Vai me dizer que você não acha um Golf Comfortline extremamente barato se comparado com um Corolla GLi por exemplo?
      Um colega do meu primo comprou um HR-V EXL branco e pagou mais de 89 mil reais e na minha opinião é muito dinheiro para pouco carro, mas ele comprou o carro justamente pelo motivo que você disse, pelo nome da marca, também foi por que os irmãos dele compraram Honda, um comprou um Civic 2008 e o outro comprou um Fit mais antigo, aí para ele mostrar que ele "ostenta" comprou essa HR-V 0 km. Talvez esse ano ainda eu devo trocar o meu Golf Highline por um Golf GTI, Jetta Highline ou Volvo V40, o HR-V não entra na minha lista pelo preço e falta de equipamentos, sem dúvidas o HR-V é um carro que eu tenho vontade de ter assim como o Corolla mas o preço não ajuda.

      Excluir
    5. Acelera, só esqueceu de por o campo "Assine Aqui" para eu poder assinar o que você disse.
      É exatamente assim que penso, o Golf é a melhor opção no mercado nacional na categoria de preço em que está inserido, pois todo o resto só aproveita de misticismos para vender e é cobrado algo muito acima do que o carro vale. Se é para entrar na moda dos altinhos, eu iria de Renegade, pois ele é bem mais completo que o HR-V no mesmo preço e oferece até mais segurança que o mesmo, pois mesmo que como opcional, tem 6 Air Bags e já tem Crash Test com 5 Estrelas, o motor seria irrelevante pois eu sou um cara muito calmo, então o desempenho seria algo secundário, mas se tivesse um motor melhor eu agradeceria. No final o que resulta na venda de tais carros são mesmo a marca e o mistico em volta delas.

      Excluir
    6. entendi foi nada Acelera, vc tem um Golf tá melhor que um HRV e mesmo assim sabendo que é melhor vc queria um HRV, mas implica com o preço? mano, se vc faz questão de um SUV naipe Golf vai de Q3 seminovo ou Tiguan véio... HRV no way

      Excluir
    7. O estrangeiro,
      Normalmente eu troco de carro de 6 em 6 meses ou anualmente, sei que o Golf é melhor mas eu tenho vontade de experimentar um HR-V somente para sentir o carro, ver suas qualidades e defeitos, depois venderia.

      Excluir
    8. Nossa que rico que você é me dá um trocado aí

      Excluir
    9. 7 air bags muito bem Guarda eles no porta malas enorme do golf.. O dono do Corolla está muito preocupado com a revenda.. Vai perder dinheiro

      Excluir
  7. E o que ninguém escreve: O HR-V tem as revisões anuais baratíssimas.( E o HB 20 tb). Gente, é muita vantagem, não dá nem pra comparar hehehehe

    ResponderExcluir
  8. O acabamento do HRV é muito fraco, o carro é um hatch com suspensão mais alta. Eu acho que ele não tem cacife para ser comparado com qualquer SUV do mercado. É muito inferior a IX35, Sportage, Tracker, Captiva, Santa Fé, etc. O número de airbag é limitado, ausente controle de tração, não possui barras de proteção lateral, em fim ele é um City desfarçado, nem se compara ao honra Civic. Não vale o preço!! A reportagem é clara ele parece mas não entrega nada do que parece...Tinha que custar 20,000,00 a menos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quanta falta de informação.... O carro tem controle de tração, tem barra de proteção lateral.... E vc deu mais um motivo pro sucesso dele: só comparou com carros de segmentos superiores. O HRV vende muito pq em terra de cego, com Ecosport e Duster, quem tem um olho é rei.

      Excluir
    2. aí é q tá ele o City bombadinho com motor de 2002 do Civic... só que um City TOP sai a 72k e ele TOP sai a 90k.... tem algo errado ae...

      Excluir
    3. IX35 é grande coisa onde? Tracker? Captiva? Santa Fé?! Santa Fé nem dessa categoria é!!!

      Excluir
  9. A Honda liberou o HRV para vendas com isenção( Deficientes Físicos) porém o CVT sai por mais de R$ 75 mil reais e só pode ser feito com isenção do IPI . O comprador perde o ICMS e a isenção do IPVA. Mas fica com direito a isenção do rodízio de placas em São Paulo.

    ResponderExcluir
  10. Acelera,

    Seus comentários são típicos do que lemos por aqui todos os dias; de fanáticos por determinado carro ou marca, e que nao conseguem enxergar defeitos no que defendem. O Golf era sim uma excelente opção há um ano atrás quando era fabricado na Alemanha e custava 20% mais barato, mas agora não é mais uma boa opção, você tem que admitir isso. A VW passou dos limites em querer lucrar com um produto. E eu tenho certeza que o preço do Golf nacional vai continuar MUITO acima do que era cobrado pelo alemão. Isso é totalmente absurdo! Em relação ao que você falou do HR-V, eu como não sou fanático, consigo admitir sem problemas que realmente o ideal seria ter a mesma quantidade de airbags do Golf, mas não é porque o carro tem 4 airbags que pode ser considerado um carro inseguro, pois fora isso ele possui todos os itens de segurança que um veículo deve oferecer.

    Rafael Souto,

    Só para te informar melhor, o HR-V tem sim controle de estabilidade, tração, e barras de proteção laterais, ao contrário do que você disse. Seria interessante se informar melhor antes de fazer algum comentário.

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. Não nego que gosto do Golf e que também gosto da Volkswagen, tanto é que os meus 3 carros são da Volkswagen (Golf, up! e Brasilia) mas nem por isso deixo de reconhecer os defeitos dos meus carros. Não é mais uma boa opção por que? Vou usar o mesmo exemplo que eu sei, Corolla GLi e Golf Comfortline, o Golf oferece itens inexistentes até em um Corolla Altis que chega a custar mais que um Golf Highline, quer outro exemplo? HR-V LX e Golf Comfortline, o Golf oferece itens que nem mesmo um HR-V EXL tem, vale lembrar que o Golf Highline custa praticamente o mesmo preço de um HR-V EXL, não nego que o Golf é caro, isso ele é, mas vir dizer que ele não é uma boa opção eu discordo. Eu entendo a sua critica e o seu ponto de vista e aliás concordo, realmente foi uma mancada da VW ter aumentado os preços do Golf mexicano sendo que o alemão era melhor e mais barato mas o Golf continua sendo uma boa compra. Agora te faço uma pergunta, você disse que o Golf não é mais uma boa opção, me diga então uma compra melhor que um Golf Comfortline de R$74.300, me diga um carro que entregue tanto quanto o Golf Comfortline por até 75 mil. Sim, o HR-V não é um carro inseguro mas pelo preço poderia oferecer mais itens de segurança.

      Excluir
    2. Golf é um excelente carro, fui na volks fiz o test drive e fiquei apaixonado pelo veículo, acabei não comprando depois que fui pesquisar o seguro qui no Rio.
      Primeiro fiz a cotação por um GTI com pacote exclusive e teto, o seguro ficou em R$7.800, depois pensei em pegar o Highline com pacote Exclusive e teto, ficou em R$ 111.900 com seguro por R$ 3.600, gostei do preço do seguro mas 111 mil em um hatch achei meio pesado. Neste caso encontre o Sportage EX por 114 mil com seguro por 2.780. Sei que o Golf tem muito mais tecnologia, tem muito mais motor, mais isso, mais aquilo... porém acredito que para a realidade aqui do Rio o melhor é um carro que consiga pelo menos andar pela ruas esburacadas que temos.

      Excluir
  11. Aí já comecamos a entrar no que cada um espera em termos de itens de série de um veículo; e isso é muito pessoal, pois tirando o que já citamos aqui, no meu caso específico, o Comfortline deixa muitos itens de fora, como o próprio brake hold que já citei, piloto automático (que não é de série nessa versão), lanternas em led, GPS, bancos em couro, e lembrando que o acabamento interno já fica bem mais sem graça que o Highline. Mas como eu disse, cada um tem prioridades diferentes em relação a esses itens. Agora, sem querer criar polêmica, eu sempre admirei muito a indústria alemã, mas até agora eu não consigo me conformar com o ruído do câmbio DSG. Eu sei que esse assunto já foi mais do que discutido, mas como eu disse, eu como um admirador da engenharia alemã fiquei e ainda estou decepcionado por terem criado um câmbio com esse "calcanhar de Aquiles".

    ResponderExcluir
  12. Tive honda desde 2001,fiz teste drive no HRV, cambio barulhento e motor deixa a desejar, iria trocar meu lxr 2.0 por exr, por causa deste site fui a uma concessionaria vw e pedi para fazer um teste drive, ai meus amigos, não tive duvidas , vendi meu honda e comprei o ultimo golf Highline com pacote elegance de Brasilia, o carro é lindo por fora e por dentro , painel lindo, acabamento de primeira , estabilidade nota dez, o motor loucura!!!, o silêncio nota 1000, super economico, pensa em uma pessoa felizkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato o Honda HR-V é bem mais ruidoso que o Golf TSI. O Golf TSI é um dos carros mais silenciosos que dirigir, e no teste da 4 Rodas o ruído interno do Golf TSI foi inferior ao do Mercedes A200 (o segundo melhor). No Honda HR-V ouve-se bem o motor e o câmbio operando, especialmente quando se acelera.
      Já o Golf é extremamente silencioso. O motor praticamente não se ouve no interior e o câmbio é mudo.
      Eu andei bastante em um TSI Highline Elegance DSG e o carro é perfeito. Silencioso, rápido e o câmbio é telepático: faz exatamente o que vc pensa. O Golf é um carro sem defeitos. Motor e câmbio são estado da arte em engenharia.

      Excluir
  13. Carros neste valor serão comprados, em sua maioria, por pessoas de meia idade, pais de família. Portanto, precisam de espaço, sensação de segurança (carro mais alto), e durabilidade. O golf tem motor turbo. Quem garante a durabilidade do motor? Quem está disposto a pagar seguro e manutenção mais caros? Quem está disposto a se sentir enganado nas concessionárias VW? Para que motor turbo se a velocidade média na cidade é cada vez menor? Portanto, neste segmento, as japonesas são as líderes. O produto pode ser inferior, mas a população em geral deseja um automóvel confiável e com bom pós venda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A esposa do meu irmão está bem impressionada com as concessionárias da VW. O Golf 7 dela, pagou R$ 214 reais na primeira revisão, fizeram exatamente o que estava previsto no manual, e executaram o serviço em 1 hora. Não vejo como pode ser melhor.
      Eu também sempre faço serviço do meu carro em concessionárias, com agendamento, e está tudo ok. Resvisões ficam entre R$ 250 e R$ 350 reais.

      Excluir
    2. Fábio, realmente as primeiras revisões do Golf são muito baratas, porém a de 60.000 KM das versões do DSG, são a la Mercedez e BMW!

      Excluir
  14. Bem interessante a matéria, acho uma pena somente não terem incluído uma breve comparação dos custos para manter os dois veículos. Qual a diferença com seguro, com revisões/combustível, cesta de peças. Abs/Kleber

    ResponderExcluir
  15. Acho que o que manda é o perfil do comprador, não os carros em si... Até por que, em termos de recursos, realmente não dá para comparar HRV com Golf... Quando fui ver o HRV para minha esposa, fiquei pensando que ela teria menos segurança, gastaria 100,00 a mais de combustível por mês e ainda levaria um carro com menos motor, conveniência e acabamento interno.

    Se você não levar a versão top do HRV, o rádio é muito feio, destoa do painel... Isso me irrita na Honda... Se você quer um carro da moda, 9 cm maior (mas com praticamente a mesma distância do solo), sua escolha é o Honda mesmo (e sem problema, está bom, o carro é ótimo). Mas se você quer mais controles de segurança, mais motor, mais economia (e menos idas ao posto), airbags também para os passageiros de trás (você tem família?), mais comodidade com sensores de estacionamento completos e mais intuitivos, e um interior com melhor harmonia e acabamento, considere o Golf como uma escolha mais interessante.

    ResponderExcluir
  16. Esse HR-V não é um SUV, é um Crossover.

    Esse carro é ridículo, meu avó fez a besteira de comprá-lo, primeiro pagou 4 mil de ágio, segundo, por dentro do carro a simplicidade salta os olhos, o Honda Fit G2 que ele tinha era muito mais moderno, estava pouco rodado 27 mil KM, ele tem dificuldade de estacionar, com esse carro agora é uma agonia.

    Na 4º feira fomos a Petrópolis, região serrana do RJ, eu estava dirigindo, 5 pessoas e ar ligado, muito lento, motor ficou subdimensionado para o carro, consumo ficou em torno de 8km/L, estabilidade deixa a desejar, esse carro tem uma forte tendência a sair de traseira.

    único ponto positivo é o exterior, belo desenho, chama atenção por onde passa, você vira até celebridade, as pessoas vem perguntar sobre o carro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato o Honda HR-V chama muito a atenção, especialmente nesta cor branca. Chega a ser constrangedor, pois parece que você está em uma vitrine: fica todo mundo te olhando, olhando para o carro.
      Chama muito a atenção. Nunca vi carro para atrair a atenção como o HR-V.
      Já o Golf é bem mais discreto. Eu, particularmente, prefiro os carros mais discretos.

      Excluir
    2. Podem analisar que o ajuste do banco sobe muito pouco. Não tem sensor de estacionamento dianteiro e a frente é alta. Ou seja, para pessoas com menos de 1,70, é bom ser bom de estacionar... Minha esposa tem um Idea e mérito para a Fiat em tirar água de pedra e fazer um carro com melhor condição de visão para dirigir e estacionar...

      Excluir
  17. "A Honda conseguir dar ao interior do Honda HR-V um ar de carro premium". Esse carro nem de longe passa a ideia de requinte de um carro premium, principalmente no interior onde se percebe a simplicidade logo de cara com bancos em couro extremamente simples e mal acabado (parece vinil), tapetes de borracha, painéis das portas em tecido etc.

    ResponderExcluir
  18. Honda HR-V: carro poser da moda.
    Golf: carro de quem entende de carro.
    O que interessa são vendas globais. Golf é o 2º carro mais vendido do mundo. HR-V o quê?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ué, Fitão não é o melhor carro do mundo dos universos e poderia custar tranquilamente 20 mil a mais que ainda seria justo?

      Excluir
  19. Não entendi Carlos4carros,

    Você tá a mais de 1 mês defendendo o HRV em todas as matérias deste site, falando que o carro é barato, que ele vai aumentar o preço, que o carro é o melhor do segmento... e agora vc critica?

    Tá paracendo aqueles caras bipolar...

    ResponderExcluir
  20. Carlos4carlos, veja seu comentário do dia 09 de março:

    Este site está cheio de autistas..não é possível.
    "simples" ao extremo, o interior?
    Esse interior do HR-V é um DESBUNDE. Ele humilha todos os seus concorrentes do segmento e acima. Um espetáculo.
    Podre de chic esse interior do HR-V, e tá no nível de BMW, Mercedes e Audi.
    O interior ridículo é o do Renegade...parece um Uno Way....horrível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Leonardo, fico feliz de saber como você segue meus ensinamentos e é atento às minhas opiniões. Eu sei que deve ser trabalhoso ficar anotando todas as minhas mensagens, catalogando-as e estudando-as com afinco!
      E vejo que você é um aluno aplicado e esforçado. Então continue assim! Bom menino!

      Excluir
    2. Realmente, gosto dos seus comentários... inclusive me ajudou a escolher o HRV. o meu chega em julho. Só queria entender pq mudou de opinião... pois na sua resposta, vc não disse. Vlw

      Excluir
    3. Deve ser pq não tinham comparado com o golf, deve ser por isso a mudança de pensamento...

      Excluir
    4. Em termos construtivos (acabamento externo e interno) e de adequabilidade à pavimentação lunar do Brasil, de fato o Honda HR-V é um ótimo carro. Seu motor flex, mecânica confiável, estilo SUV e bom espaço interno fazem dele um sucesso.
      Ocorre que quando se compara tecnicamente o HR-V com o Golf TSi, o Hr-V toma uma sova bem dada. O Golf 1.4 TSI é infinitamente superior ao HR-V em tudo: mecãnica, acabamento, segurança, dirigibilidade, o Golf anda muito mais e bebe muito menos. Fora que o Golf não parece uma barca. É um carro mais justo e esportivo, feito para quem gosta de pilotar.
      O HR-V é um carro poser, pois tem pinta de SUV mas não tem capacidade off-road de fato. Então, nesse sentido, o HR-V não é "honesto". Já o Golf entrega tudo e mais um pouco do que seu visual promete.
      Eu gosto muito mais do estilo do Golf. O HR-V é um carro bem construído e com soluções interessantes de espaço interno. Mas tem muitos "truques".
      Mas o Golf é infinitamente superior ao HR-V. Infinitamente. Não tem como comparar.

      Excluir
    5. Realmente, não tem como comparar. Até porque são carros diferentes, para públicos diferentes.

      E notei um padrão curioso neste blog: qualquer carro do Grupo VW é "infinitamente superior" à concorrência. Vai entender...

      Excluir
  21. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mente fechada é complicado.
      Tanto é possível comparar Golf com HR-V e Renegade, que a Car and Driver deste mês fez exatamente esse comparativo, e sabem quem ganhou (de lavada ainda)? Sim. O Golf.
      O Golf foi comparado ao HR-V e ao Renegade e ao Peugeot 2008 THP, e quem ganhou foi o Golf!

      Excluir
    2. Meu amigo, isso é muito relativo. O golf é mais carro pra q? depende das prioridades de quem compra.. ; O golf é mais carro para velocidade e potência? sim. O golf é mais carro para ir na roça visitar a família da patroa sem ficar arrastando nas pedras? Não. O golf é mais carro na estabilidade? sim. É mais carro na imponência e na beleza? não. É mais carro no conjunto de equipamentos? sim. É mais carro nos gastos que o dono terá?(seguro, peças..) não. O golf tem maçaneta traseira embutida e câmbio flutuante? não. kkkk
      então, meu amigo, não compare laranja com banana.
      só quero saber de uma coisa: a mulherada vai gostar mais de qual? certeza que é do hrv..

      Excluir
    3. Que carro é esse que você pode ir na roça visitar a família da patroa sem ficar arrastando nas pedras? HR-V? Esse aí para cada pedra pelo caminho ele ganha 1 bolha nos pneus...

      Excluir
    4. Já o Golf da 4 Rodas ganhou bolhas nos pneus na cidade mesmo.

      Excluir
  22. A verdade é que nossas estradas estão tão ruins, mas tão ruins de pavimentação que daqui a pouco só se venderá crossover e suvs nesse pais, tenho um Golf e já não guento mais ouvir as rodas 17 dele batendo nos buracos, esse pais é um lixo e não dá pra andar com carros esportivos em lugar nenhum, Ferrari então aqui é só pra ficar estacionada na sala mesmo..... lixo total esse pais....

    ResponderExcluir
  23. Acho que o HRV está vendendo bem por ser um bom produto. E pelo pós venda da Honda. O principal concorrente dele, o Renegate, além da incógnita do pós venda, tá pegando a fama de ter um motor flex manco (não digo q é ruim, mas apenas o q tenho lido na imprensa especializada). Compará-lo com o Golf, como dito posts acima, é comparar laranja com banana. Vai do gosto do freguês. Agora, quem já foi espoliado nas ccs VW nas revisões semestrais de valor abusivo, tende a olhar para o Honda com bons olhos, ainda mais pelo modismo dos SUVs e crossovers.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa "manquisse" do motor do Renegade

      Excluir
    2. Concordo com tudo que foi dito/escrito pelo Paulo Eduardo.

      Excluir
  24. Antes de tudo, eu não sou lá muito fá destes SUV's pequenos (menos a Renegade DIESEL), e sou muito mais de comprar um Civic do que um HR-V (se fosse me manter na mesma marca),

    Mas a mania do pais hj são SUV's pequenas, e neste segmento, o Honda dá um passeio de marcha ré na concorrência: o Renegade flex, o motor fiat dele não cativa nem um pouco; o 2008, não fede, nem cheira; Eco só vindo uma geração nova pra tentar voltar a ser o que era, e a duster só pra trouxa que realmente não entende nada de carro (antes um Chery Tiggo ou um Jac J6 do que essa bomba romena muito mal feita).

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.