A Jeep divulgou hoje o primeiro teaser relativo à chegada dos veículos 4xe híbridos plug-in ao Brasil. A marca anunciou que o lançamento ocorrerá no primeiro semestre de 2022.
Novo Jeep Compass 4xe Hybrid 2023 - Brasil
O vídeo (que reproduzimos abaixo) de 33 segundos começa com o plug para carregamento da bateria. O quadro de instrumentos full digital é mostrado inicialmente com uma tela com a informação de que o veículo está recebendo energia, em qual percentual está no momento e qual tempo falta para que o carregamento termine. A seguir, entra outra tela mostrando qual modo está ativado no momento (híbrido nesse caso).



São apresentadas então diversas imagens de paisagens da natureza, alternando com o veículo rodando por diversos terrenos, como asfalto, terra, lama e água de um rio.
Novo Jeep Compass 4xe Hybrid 2023 - Brasil
Há ainda uma visão de dentro do carro para o alto, com o teto solar panorâmico Command View se abrindo para o ambiente.
Novo Jeep Compass 4xe Hybrid 2023 - Brasil
Com o silêncio da possibilidade de condução totalmente elétrica do modelo 4xe híbrido plug-in é possível escutar o canto de pássaros nesse momento.
Novo Jeep Compass 4xe Hybrid 2023 - Brasil
Um zoom é dado no badge 4xe do veículo.
Novo Jeep Compass 4xe Hybrid 2023 - Brasil
Logo depois são mostradas mais cenas da paisagem, do carro, do quadro de instrumentos e da central multimídia com imagens das câmeras do veículo, terminando o teaser com a silhueta de um modelo Jeep.

18 Comentários

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

  1. Nota de falecimento. Convido a todos para o velório do Taos!

    ResponderExcluir
  2. Importado vai custar R$ 400 k para mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E mesmo assim vai vender mais que o Taos que é abaixo de 200k

      Excluir
    2. Mesmo assim vai empurrar até as bolas no SHITaos, do jeito que vc goxxxta.

      Excluir
  3. Então será currado pelo ID.4 que é 100% eletrico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkk, ID.4 kkkkkkkkkk, quero ver quem serão os otários pra pagar 400k num VW de pilha kkkkkkkkk

      Excluir
    2. Kkkkkkkkkkkkk

      Carluxa tá treinando standup agora, vai morrer de fome.

      Excluir
    3. O ID4 virá ao Brasil com um grande desafio... ser um fracasso ainda maior que o Taos...
      Eu acho q o ID4 conseguirá...kkkk

      Excluir
    4. E pq não tem ID.4 no Brasil ainda???????

      Aliás, pq não tem nem um modelo híbrido ainda...

      VW é sempre a lanterninha dos lançamentos!!!

      Excluir
  4. é muita humilhação para a vw e o seu Taos, que é extremamente boqueta, e não pode nem receber eletrificação. Obsoleto.

    O maior mico dos ultimos anos.

    ResponderExcluir
  5. Agora o Compass vai currar o Taroba com choque.

    ResponderExcluir
  6. Cara, como esse Taos é fraco. Como pode a VW colocar no mercado um carro de 200k todo de plástico no mercado?
    Por isso não venda nada! E o compass assistindo de camarote.

    ResponderExcluir
  7. Pessoal, sejamos honestos, o com0ass híbrido é a resposta da Jeep ao Corolla Cross híbrido... e isso tá ok...
    Ficar falando de um lançamento irrelevante e fracasso retumbante como o Taos não ajuda o debate... O Taos nem tá no mesmo nivel, exceto pelo preço.
    Estou ansioso para ver o comparativo de verdade dos SUV hibridos (e a combustão também...):
    Compass x Corolla Cross

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim e não... pois a versão do Compass que concorre com o Corolla Cross Hibrido é a mild-Hybrid, disponível na Europa. No caso ele vem sem o plug-in e com tração apenas dianteira, usando bateria menor tb.

      Provavelmente aqui no BR custaria menos que o Compass TD350...

      Excluir
  8. Quando o assunto for SUV da Cherry, JAC, Great Wall, etc., aí sim é pertinente falar sobre Taos...
    Em tempo, não concordo com essa zoação de RIP Taos, pois o Taos já nasceu morto...kkkkkkk

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

Postagem Anterior Próxima Postagem