A Peugeot, marca do Grupo Stellantis, registrou crescimento de 133,5% na comercialização de veículos de janeiro até novembro desse ano, na comparação a igual período de 2020. Com 26.043 unidades vendidas, a montadora emplacou 93% mais carros do que todo o ano passado, e se posiona como a marca que mais cresce no mercado brasileiro em 2021.
Novo Peugeot 208 2022
Em novembro, foram emplacadas 3.042 unidades, um crescimento de 65%, em relação a igual mês de 2020, alcançando 1,9% de participação de mercado no atual mês.
Novo Peugeot 208 2022
A PEUGEOT apresenta melhor resultado, mesmo na comparação ao período pré-pandemia. Foram emplacados 62% mais veículos, em relação a 2019, quando em igual período totalizou 1.877 unidades comercializadas.
Novo Peugeot 208 2022
O PEUGEOT 208 segue na liderança como o modelo que mais cresce no segmento B-Hatch acima de 1.0.
Em novembro, o 208 cresceu 8,7% em relação ao mesmo período de 2020 e já representa 11% desse segmento. Um resultado importante, uma vez que o segmento B-Hatch com motorização acima de 1.0 vive um momento de contração de 25,6% em comparação ao mesmo período de 2020.
Novo Peugeot 208 2022
Em 2021 foram vendidas 14.518 unidades do 208, um aumento de 338% em relação a 2020. Apenas no mês de novembro foram emplacadas 1.640 unidades do modelo, impulsionadas sobretudo pela ação LION DAY, quando vendeu 800 carros em apenas 24 horas, sendo 600 unidades do hatch. O evento realizado no dia 20 de novembro foi a maior ação de vendas da Marca envolvendo todas as concessionárias da rede PEUGEOT no Brasil.
Novo Peugeot 208 2022
Já no segmento B-SUV, o SUV 2008 teve um crescimento em volume de 54% na comparação a igual período do ano passado.

15 Comentários

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

  1. [OFF] Proprietários de automóveis Jeep e Fiat equipados com motor flex e câmbio automático têm relatado o mesmo problema: após algum tempo de uso, a transmissão deixa de funcionar e precisa ser substituída ou reparada, por meio de serviço que chega a custar mais da metade do valor do próprio carro....
    Veja mais em UOL Carros "Donos de Jeep apontam falha que destrói cambio e custa fortuna para arrumar".
    Veja também em Notícias Automotivas "Fiat-Jeep: problema de corrosão gera orçamento de até R$ 49 mil"
    ou no site da Quatro Rodas.

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Foi líder número 1 quando o Audi A3 SubPremium tinha um valor aceitável

      Excluir
  3. Fiat vendeu 400 000, e Volks bem atrás

    ResponderExcluir
  4. Se a Peugeot tivesse trazido o novo 2008 tinha subido mais.

    ResponderExcluir
  5. Tendências é oq importa,
    Portanto se a Peugeot tivesse mais carros em seu line up, a tendência era jogar a SHITwagen para 5o lugar.

    Fatos e apenas fatos.

    ResponderExcluir
  6. Quem dirigir o novo 208 vai ter uma ideia do motivo do crescimento. Mesmo com um motor antigo, o carro demonstra solidez e uma dinâmica mais apurada, é gostoso de dirigir, além de um design atual com um acabamento diferenciado e de bom gosto, muito a frente de outros concorrentes.

    ResponderExcluir
  7. É o reconhecimento do mercado para a melhor montadora da atualidade no país. Fatos, apenas fatos.

    ResponderExcluir
  8. Se com o antigo 1.6 subiu tudo isso imagina quando receber o Firefly turbo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom,o povo gosta de tranqueiras

      Excluir
    2. Exatamente por esse motivo a jacwagen é vice no Brasil. Carros mal acabados, a acabamento porco de carros de entrada em modelos que passam dos 100.000. Tampão de plástico no lugar da central multimídia.

      Excluir

Postar um comentário

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

Postagem Anterior Próxima Postagem