A Mercedes-Benz divulgou todas as especificações do EQB, o SUV de porte intermediário 100% elétrico, para sete passageiros, que será lançado na Europa no início de 2022.
Mercedes-Benz EQB 2022
O Mercedes-Benz EQB é basicamente o Mercedes-Benz GLB com powertrain elétrico - mesma estratégia técnica usada no EQA.
Mercedes-Benz EQB 2022
O Mercedes-Benz EQB vem de fábrica com cinco assentos, mas com uma terceira fila opcional, destinada a passageiros com menos de 1.65 m. Nessa situação, a segunda fila pode avançar até 140 mm para dar mais espaço aos passageiros da terceira fila.
Mercedes-Benz EQB 2022
O interior é praticamente idêntico ao do GLB, com duas telas de 10,5 polegadas. Há diferenças nos revestimentos.
Mercedes-Benz EQB 2022
Os concorrentes do EQB são o VW ID.4, Volvo XC40 Recharge e Audi Q4 e-tron.
Mercedes-Benz EQB 2022
Em termos de design, o Mercedes-Benz O EQB apresenta uma dianteira e traseira diferente do GLB. Na traseira não há saídas de escape, e a placa de registro foi alocada no para-choques. Além disso, as lanternas são integradas.
A dianteira é mais aerodinâmica e integra faróis e grade em uma única unidade. As rodas também são mais aerodinâmicas.
Mercedes-Benz EQB 2022
O Mercedes-Benz EQB será ofertado em duas configuraçõesão dois modelos, ambos com tração nas quatro rodas: EQB 300 4MATIC, com potência de 168 Kw (230 cv); e o EQB 350 4MATIC, com 215 kW (292 cv). O motor principal está na frente, com eixos elétricos acionando as rodas traseiras quando necessário.
Mercedes-Benz EQB 2022
O EBQ 300 vai de 0-100 km / h (62 mph) em 8 segundos, enquanto o EQB 350 leva 6,2 segundos para atingir 100 km / h. Segundo a Mercedes, a autonomia (WLTP) é de 419 km (260 milhas) para ambos os modelos.
Mercedes-Benz EQB 2022
A bateria tem capacidade de 66,5 Kwh nos dois casos, mas há planejamento para baterias maiores. Em relação ao tempo de carregamento, ele vai de 10% a 80% em uma estação de 100 kW em 32 minutos.
Mercedes-Benz EQB 2022
Versões mais acessíveis do EQB no futuro incluirão versões com tração dianteira.
Mercedes-Benz EQB 2022
O Mercedes-Benz EQB pode ser conduzido em quatro modos de recuperação de energia. Além disso, um “assistente de direção” denominado ECO Assist treina o motorista em modos de operação para ampliar a autonomia.
Mercedes-Benz EQB 2022
Como parte da promoção de lançamento, os compradores do EQB na Europa terão um ano grátis de recarga nas estações da rede Mercedes Me, que inclui 250.000 estações públicas na Europa.
Mercedes-Benz EQB 2022
O EQB é fabricado na Alemanha, e a versão destinada ao mercado chinês será fabricada em Pequim.

29 Comentários

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

  1. Que gambi, heim? Um GLB gambiarrado para elétrico. Piada.
    Enquanto isso, ID.4 com plataforma 100% elétrica.

    https://1.bp.blogspot.com/-XwN_oscobIk/X207U9xHo3I/AAAAAAAAjRM/9uh_LcOWgsU8bTZuSroyHYfdmj0_s2GkACLcBGAsYHQ/s2048/Volkswagen-ID4%2B%25283%2529.jpg

    ID.4 currará esse EQB sem dó. Não é só uma questão de plataforma. O ID.4 tem bateria de 82 kwh, com autonomia de 570 km, enquanto esse EQB com bateriazinha de 65 kwh...kkkkkkkkk
    Hei Mercedes, Que piada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Piada é você falar da Mercedes e esquecer que metade da linha de elétricos da JacAudi tbm é gambi. Tudo gambiarrado da Jacswagen.
      Por isso que a JacAudi não passa de uma Jacswagen de Argolas.
      Por isso que sempre fica atrás da MB e BM.

      Excluir
    2. COMPLETANDO. PIADA É ISSO AQ:
      https://insideevs.uol.com.br/reviews/498331/teste-autonomia-eletrico-volkswagen-id4/amp/

      "O Volkswagen ID.4 tem uma bateria de 82 kWh, dos quais 77 kWh são utilizáveis. E a autonomia está avaliada em 402 km por carga, sendo que fomos capazes de dirigi-lo por 370 km, o que representa 92% de sua autonomia oficial."

      https://insideevs.uol.com.br/news/456636/volkswagen-id4-suv-eletrico-autonomia/amp/

      "o Volkswagen ID.4 teve a autonomia de 402 km oficialmente certificada pela agência ambiental norte-americana EPA para as versões edição limitada 1ST e Pro S. Vale lembrar que o SUV elétrico está equipado com uma bateria de 82 kWh (77 kWh utilizáveis)."

      Ou seja, suas informações são todas erradas e mentirosas. A EPA (agência que avalia a autonomia dos eletricos e entre outros) dos EUA avaliou o Jacswagen com apenas 402 km, perdendo pra Tesla, Ford e GM. Todos com porcentagem kwh menor. Jacswagen no cheirinho de novo.

      Excluir
    3. metade da linha de elétricos da JacAudi tbm é gambi.
      MENTIRA. O único Elétrico da AUdi que é adaptado é o e-tron e sua versão e-tron Sportback. Isso pq foi lançado em 2019. Todos os demais são elétricos puros.
      E a Mercedes me chega em 2021 e lança uma gambi. Isso sim é piada.

      Excluir
    4. Quanto a autonomia, WLTP é uma coisa, EPA é outra. Vamos ver quanto vai dar essa gambi do EQB no EPA. Não vai passar de 200 milhas.

      Excluir
    5. "MENTIRA. O único Elétrico da AUdi que é adaptado é o e-tron e sua versão e-tron Sportback. Isso pq foi lançado em 2019. Todos os demais são elétricos puros."

      4 elétricos. Metade de 4 é 2. Ou seja, sim, metade são gambi. E eles foram lançados em 2020 e não 2019. No mais, a MB tem os elétricos mais modernos da década, chamados EQS e EQE. Todos com a maior autonomia do segmento e tecnologias que a JacAudi nem sonha.
      https://www.audi.com.br/br/web/pt/models.html

      Excluir
    6. "Quanto a autonomia, WLTP é uma coisa, EPA é outra. Vamos ver quanto vai dar essa gambi do EQB no EPA. Não vai passar de 200 milhas."

      EPA é muitíssimo mais preciso e real que WLTP. Tanto que no tipo europeu, haverá uma mudança em breve para o padrão parecido com dos americanos.

      Excluir
    7. Véi, elétrico é elétrico, não interessa essa baboseira de "puro" ou não, se ele é funcional é o que importa, papo de mongolóide que não sabe admitir quando vê um produto melhor do que as bostas que a VW faz...

      Excluir
    8. MAIS UMA VEZ A CARLUCHA FOI ENRABADA COM SUCESSO AKAKKA

      Excluir
  2. 4 elétricos. Metade de 4 é 2.

    Mentira. E-Tron e e-tron Sportback são o mesmo carro. Se for contar separado, então tem que contar tb Q4 e Q4 Sportback. Então fica Q4, Q4 Sportback e etron GT (3) contra 2 (etron e etron Sportback). logo, não é metade.
    BUMMMMMMMMMMMMMMMMMM!!!!!!!!!!!!!! Levou BOMBAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ui, que coisa de bicha kkkkkkkk

      Excluir
    2. Conta tudo pra sua mãe Carluxa, fala que o MCS é feio e tem cara de mamão.

      Excluir
    3. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      Excluir
    4. Boatos que seu c* tá igual uma couve flor pq a SHITwagen tá indo de mal a pior no mercado...

      Passou o feriado rasgando o brioco de tanto ódio.

      Excluir
    5. SE A HYUNDAI PASSAR A JACSWAGEN, NÃO SEI SE O PABLÃO RESISTE. INVESTIU BILHÕES DE DÓLARES PRA FICAR EM 3°. ATÉ A FIAT COM SUAS PLATAFORMAS REQUENTADAS VENDE MAIS.

      Excluir
  3. EPA é muitíssimo mais preciso e real que WLTP. Tanto que no tipo europeu, haverá uma mudança em breve para o padrão parecido com dos americanos.

    Profetizo autonomia EPA do EQB em menos de 200 milhas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ou seja, vai passar de 200 milhas kkkkkkkkk

      Excluir
    2. Profetiza sim, você é muito bom nisso, passa os números da mega pra galera.

      Excluir
    3. Tudo oq a Carlota profetiza, eu aposto no contrário. Pq nunca acontece (ainda bem).

      Excluir
    4. Tá virando puxa saco de americano Carlota?
      Cara de pau vc hein...

      Excluir
  4. MB é outro nível, acabamento primoroso, carros confiáveis, o supra-sumo da engenharia alemã, não é como Jacaudi, que não passa de uma Jaswagen de argolas.

    ResponderExcluir
  5. Esse carro demonstra que a melhor marca de automóveis do mundo - MERCEDES-BENZ criou plataformas flexíveis, que comportam motores ICE e também sistemas para veículos puramente elétricos, isso torna a transição mais suave, não criando uma aposta desesperada em eletrificação tendo baterias armazenadoras de energia como fonte primária de combustível.

    A montadora não fica refém de uma única fonte, podendo inclusive mudar para células de combustível com hidrogênio.

    E depois vem um lunático aloprado falar de ID.4...

    Que piada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carro a hidrogênio é caro e mais perigoso que um 147 sem freios descendo a Serra.

      Excluir
    2. Não vou mais brigar com você, seja o que for, vc merece respeito, mas vou explicar que não é bem assim...

      O KION Group, multinacional alemã e uma das líderes na fabricação de empilhadeiras a combustão e elétricas com as marcas Linde, Still, OM, Fenwick, Voltas e Baoli já desenvolveu células de hidrogênio que inclusive substituem baterias de íons de lítio.

      Essas células são dinamarquesas e possuem a mesmíssima eficiência energética que uma bateria Li-Íon de alta tecnologia. No lugar de fumaça, sai vapor de água.

      A garantia dessa célula é de 10 anos (!!!). Manutenção mínima.

      Hoje o Hidrogênio consegue ser armazenado com a mesma segurança do combustível de seu carro (seja etanol, diesel ou gasolina) com tanques que estabilizam esse que é o material mais poderoso do universo em termos de eficiência calórica.

      O desafio: extração limpa do hidrogênio (mentes brilhantes, PhD's em diversas áreas estão trabalhando nisso agora).

      Usar o hidrogênio é ser inteligente, é uma substância abundante, poderosíssima, renovável (inesgotável) e não poluente (se devolve H2O em vapor é melhor ainda porque isso é benefício).

      Pode apostar, ele vai ser a segunda fonte (se ainda não for a primeira) de energia e estaremos vivos (se o bom Deus quiser) pra ver ele aplicado em larga escala.

      Onde está o erro da VW: não apostar nas duas fontes como provedoras de energia para seus motores elétricos.

      Mas a VW é grande, competente quando quer e, se souber conciliar as duas fontes, será um player muito importante.

      Esse erro também é cometido pela maioria s das montadoras, mas Toyota e BMW estão na frente com isso...

      Excluir
  6. Genti... Cade o ranking de vendas da quinzena? Carlucha ta com vergonha da Jacswagen ter caído pra terceiro (com A Hyundai colada já)?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já tinha caído no anterior, deve ter caído pra quarto, kkkkkkkkkk

      Excluir
  7. Rapaz, o homem até abandonou o ranking de vendas quinzenal kkkkkk

    SHITwagen ladeira abaixo.

    Profetizo a tesla comprando o grupo Jacwagen e doando a Jacwagen para a toyota.

    ResponderExcluir
  8. GENTIII... EXIGIMOS O RANKING QUINZENAL DE NOVEMBRO. POSTEM O RANKING. POSTEM A JACSWAGEN NO CHEIRINHO.
    #IssoOCarblogNaoMostra

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

Postagem Anterior Próxima Postagem