A Toyota - que já foi uma empresa líder em produção de carros elétricos no mundo, quando lançou, em 1997, o Prius - está sendo acusada por organizações ambientalistas dos EUA de estar fazendo lobby contra metas de carros elétricos no Congresso dos EUA definidas pelo presidente Biden com foco em redução em poluição emitida por carros a combustão.
Ambientalistas acusam Toyota de oposição a carros elétricos nos EUA
Apesar de ser pioneira em carros híbridos, a Toyota se tornou uma retardatária entre os fabricantes de automóveis em modelos elétricos. A maior parte de seus concorrentes, inclusive o Grupo Volkswagen, Ford e General Motors, estão se movendo para reduzir as emissões dos veículos. A empresa está ficando para trás de outras que estão impulsionando a produção de carros elétricos ao mesmo tempo em que endurecem os padrões de eficiência de combustível para carros movidos a gasolina e caminhões leves.

A Toyota se encontra nesta posição porque tomou a decisão de apostar em carros movidos a células de combustível de hidrogênio em vez de carros elétricos de baterias, perdendo terreno para concorrentes que viram o mercado de carros movidos a bateria. Esta é provavelmente a principal razão para a oposição estridente da empresa às propostas históricas para impulsionar carros elétricos agora aguardando ação no Congresso dos EUA.

Em uma carta de 21 de setembro para a Toyota , os grupos ambientalistas - incluindo Environmental Working Group , a Electric Auto Association , a Plug In America e o Public Citizen - também pedem uma reunião com Tetsuo Ogawa, presidente e diretor executivo da Toyota Motor North America, Inc., para discutir o lobby prejudicial da empresa e defender a mudança de direção.

Os esforços da Toyota para fazer lobby no Congresso para afastar-se dessa visão e pressionar os membros do Congresso para reduzir o financiamento e se opor aos créditos fiscais para o acesso dos americanos a carros elétricos com emissão zero estão colocando em risco o futuro climático e de transporte de nossa nação e do mundo”, diz o carta da coalizão.

Infelizmente, a Toyota tem lutado agressivamente contra praticamente qualquer esforço para redução da poluição dos escapamentos de carros a combustão, que é o principal emissor de dióxido de carbono para a atmosfera”, disse o presidente e co-fundador da ONG de vida saudável EWG Ken Cook. “Se a empresa não abandonar sua oposição a esses importantes investimentos em tecnologias automotivas limpas, os consumidores devem parar de comprar seus carros. Um êxodo em massa dos concessionários da Toyota pode ser a única alavanca que resta para mudar seu comportamento e postura ultrajantes quando se trata de combater a crise climática.

Fonte: EWG

20 Comentários

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

  1. E a linha SHIT ID que nem aparece no top 50 da china???

    https://motor1.uol.com.br/news/536758/vendas-china-agosto-minivan-eletrica/

    ResponderExcluir
  2. Como eu sempre alertei, a Toyota ficou para traz nos elétricos, e será engolida pela VW, que está avançadíssima, no mínimo 10 anos à frente, da Toyota.

    Toyota perdeu o bonde da eletrificação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. TU devia estar preocupado com o miCAOS q só vende metade do esperado (1500mês)

      Excluir
    2. era esperado 1500 pra ficar mais claro, mas só vende 750 kkkkkkkkkkk

      Excluir
  3. Quando o blog vai falar sobre as acusações contra a VW tbm?

    ResponderExcluir
  4. A postura da Toyota é politicamente incorreta, mas não é ilegal, nem ilegítima. A Toyota tem o direito de defender seus interesses, e de fazer lobby por eles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas é "non environmental"e minimamemte antissocial

      Excluir
    2. Minimamemte antissocial é criar leis e regulamentos para dificultar a produção de carne bovina (e no futuro proibi-la) em nome da proteção ambiental.

      Excluir
  5. Toyota gigante como sempre. Ela tem todo o know-how do mundo pra construir elétricos. Foi a pioneira. E não precisa ficar pedindo "ajudinha" como certa montadora chinesa faz com veículos comerciais de outra marca (Ford) e com carros elétricos da concorrência e seu CEO (Tesla e Elon Musk).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aonde a Ford pegou dinheiro do governo? Para de propagar fakenews, aliás ela acabou de anunciar um investimento de 7 bilhões de dólares que envolve a produção de carros elétricos, de baterias e de reciclagem e ainda têm uma grande parceria com SK innovations!

      Excluir
  6. Enfim uma atitude boa dessa empresa. Esses ecochatos deveriam informar onde vão descartar as baterias daqui a 15 ou 20, qdo suas vidas úteis terão acabado. Em Marte? Nisso ninguém pensa. Fora que o hidrogênio é uma opção infinitamente melhor que os elétricos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou o desinformado kkkkkk, você acha que carros a hidrogênio não têm baterias iguais aos elétricos? Vai se informar cara, hidrogênio cria energia elétrica e por sua vez move o carro, ou seja, um carro a hidrogênio é um carro elétrico!

      Excluir
  7. Parabéns Toyota investindo em células de hidrogênio já indo contra essa onda de carro a bateria, lutando por um combustível mais barato e sustentável

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais um desinformado, leia a resposta ao comentário do outro desinformado aí!

      Excluir
  8. Mandem este bando de eco-histéricos tomarem no centro de seus orifícios anais.

    ResponderExcluir
  9. A Toyota está certa em privilegiar os híbridos (HEV e PHEV).
    Os puramente elétricos não são sustentáveis atualmente,

    ResponderExcluir
  10. Caraca, em que mundo essa galera vive? A Toyota precisa mudar ou vai virar lembrança como tantas outras empresas que já se foram: Kodak, Nokia... Evolução tecnológica é como água: ou vc aprende a nadar e seguir a correnteza ou morre afogado. Não que as demais estejam salvas, mas pelo menos estão tentando. A vw por exemplo: depois de ficar com os pátios cheios por não ter um carro "pronto" por problemas de software, agora destinou uma parte gigante do seu investimento para resolver isto (https://olhardigital.com.br/2021/02/02/noticias/volkswagen-quer-chegar-ao-nivel-do-google-no-desenvolvimento-de-software/). Além de adotar OTA(https://www.car.blog.br/2021/09/volkswagen-inicia-atualizacao-ota-para.html), que nada mais mais é que o RECALL do futuro. Uma senhora guinada para quem estava acostumando com o modelo de carro como produto "pronto".

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

Postagem Anterior Próxima Postagem