A quinta geração do Honda City chega ao mercado mexicano em três versões City Uniq MT, de $ 306.900 (R$ 82.300); City Sport CVT, a $ 337.900 (R$ 90.500) e City Prime CVT, 369.900 pesos para o topo da gama City Prime CVT (R$ 99.100). O modelo chega ao mercado mexicano importado da Índia, e será vendido no Brasil no 2º semestre em duas configurações de carroeceria - sedã e hatch.
Novo Honda City 2022: preço parte do equivalente a R$ 82.300 - México
O novo Honda City 2021 traz a grade cromada mais longa nas versões Uniq e Prime, além dos acabamentos esportivos em preto na versão Sport. As rodas bicolores recentemente projetadas têm 15 polegadas de diâmetro para o Uniq e 16 polegadas para o Sport e Prime. Os detalhes de orientação desportiva continuam no painel frontal, com a presença de novos kits de luz de design 3D em forma de LED “Z” para todas as versões. Os espelhos podem ser dobrados eletronicamente nas versões Sport e Prime.
Novo Honda City 2022: preço parte do equivalente a R$ 82.300 - México
Em termos de dimensões, o novo City 2021 mede 4,56 metros de comprimento, 1,74 metros de largura e 1,47 metros de altura, além de 2,60 metros de distância entre eixos. O porta-malas tem 519 litros de capacidade.
Novo Honda City 2022: preço parte do equivalente a R$ 82.300 - México
O motor é de 4 cilindros com tecnologia VTEC, 1,5 litros de cilindrada e oferece uma potência de 119 cv a 6.000 rpm e um torque de 14,5 Nm, acoplado a uma caixa manual de seis velocidades na versão Uniq com um consumo (segundo estimativa da Honda) de 21,8 km / l na rodovia. Já a transmissão CVT é para as versões Sport e Prime com consumo aproximado de 24,1 km / l de consumo na estrada.
Novo Honda City 2022: preço parte do equivalente a R$ 82.300 - México
Em termos de segurança, possui Assistência à Estabilidade do Veículo (VSA), Sistema Antibloqueio de Frenagem (ABS), além da Assistência ao Arranque em Subida (HSA). Para a versão Prime, inclui o monitor Honda LaneWatch Lane Change Assist (LWC), bem como a câmera reversa.
Novo Honda City 2022: preço parte do equivalente a R$ 82.300 - México
Há também cintos de segurança de três pontos em todos os assentos com fechadura, estrutura corporal Advanced Compatibility Engineering (ACE) II, travas traseiras com proteção para crianças e airbags dianteiros do motorista e do passageiro (SRS), airbags laterais (SRS) para o motorista de passageiro e airbags de cortina (SCAB) para passageiros dianteiros e traseiros, em todas as suas versões, segundo a Honda em comunicado.
Novo Honda City 2022: preço parte do equivalente a R$ 82.300 - México
Em termos de tecnologia, o equipamento é composto por chave inteligente com botão de arranque, volante multifunções forrado a couro (varia consoante a versão) e um novo sistema de infoentretenimento com tela táctil de 8 polegadas compatível com Android Auto e Apple CarPlay. Além disso, o sistema HandsFreeTelephone oferece mais segurança graças à sua conectividade eficiente para fazer chamadas.
Novo Honda City 2022: preço parte do equivalente a R$ 82.300 - México
O ar condicionado também varia dependendo da versão entre automático ou manual. Está disponível nas cores "Platinum White", "Lunar Silver", "Steel" e "Radiant Red".

8 Comentários

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

  1. Simplesmente perfeito, será meu terceiro city.

    ResponderExcluir
  2. Motor 1.4 de 14,5 kgfm...kkkkkkkkkk que piada. Design do século passado. motor do século passado. preço nas alturas.
    Um carro irrelevante no Brasil. Chega para continuar a ser humilhado pelo Virtus e Voyage.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Posso te dizer como ex-usuário desse carro: em termos de desempenho o Virtus sobra, mas em termos de economia e conforto, coitado do Virtus.

      Já usei os dois, o Virtus Comfortline e o City EX. O Virtus, em viagens de 300km você sai cansado, com vontade de deitar na cama e se esticar todo por uma meia hora.

      No City, andei 720km num dia, sai do carro inteiro. Sem dores, sem incômodos e por aí vai.

      A compra vai pelo perfil, mas pelo espaço, conforto, silêncio, acabamento e economia, vou de City sem pensar duas vezes...

      Excluir
    2. Virtus ganha em algumas coisas sim. Agora quem é Voyage na fila do pão mesmo?

      Excluir
  3. E as Rodinhas de velocípede... No geral um carro apenas razoável com um Design ruim.

    ResponderExcluir
  4. fraquinho fraquinho...motorzinho de dentista

    ResponderExcluir
  5. Só quem já teve um Honda sabe a qualidade dos seus carros. Esse será meu terceiro City também, com certeza.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diego
      Carros da Honda, Toyota e Nissan são bons, o que acho pesado neles, principalmente no Nissan é o custo de algumas peças.
      Dificil dar defeito, mas quando dá defeito muitas peças são caríssimas e dificil acesso. Na Toyota tive trabalho com embreagem do Etios e do Corolla, Nissan acabamento e Honda com atuadores da embreagem e radiador.

      Excluir

Postar um comentário

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.

Postagem Anterior Próxima Postagem