Car.blog.br

Pesquisar este blog

Mercedes-Benz GLB 200 chega ao Brasil: preço R$ 300 mil

Categorias: , , 23 Comentários

A Mercedes-Benz inicia a pré-venda do GLB no Brasil, estreando uma nova categoria de produto no país. Disponível na versão Launch Edition, com motorização 200, de 163 cv, o modelo pode ser encomendado na rede de concessionários da marca pelo preço sugerido de R$ 299.900,00, com chegada prevista em outubro desse ano para o mercado brasileiro.

Mercedes-Benz GLB 200: preço de R$ 300 mil - Brasil
O GLB 200 tem sete assentos e um amplo espaço interno, o modelo traz ainda mais conforto aos ocupantes do veículo.

Mercedes-Benz GLB 200 chega ao Brasil: preço R$ 300 mil
O novo produto conta com motor de quatro cilindros, que contém a tecnologia de desativação de 2 cilindros dependendo da necessidade e contribui significativamente para a economia de combustível, além do sistema multimídia intuitivo MBUX e os mais recentes sistemas de assistência à condução com apoio ao condutor.
Mercedes-Benz GLB 200 chega ao Brasil: preço R$ 300 mil
A versão com motorização 200 oferece toda tecnologia mais atual do portfólio Mercedes-Benz, como duas telas digitais de 10’’, acionadas pelo comando de voz “Hey Mercedes”, carregador wireless e assistentes semiautônomos de distância, direção, ponto cego, desembarque, mudança e manutenção de faixa.
Mercedes-Benz GLB 200 chega ao Brasil: preço R$ 300 mil
Os elementos de design robusto e revestimento sofisticado do GLB proporcionam um visual moderno, aliado às rodas AMG de 19’’ e teto solar elétrico panorâmico, que trazem mais jovialidade ao modelo.
Mercedes-Benz GLB 200 chega ao Brasil: preço R$ 300 mil
Além disso, o veículo possui uma fileira de assento ajustável de forma flexível, oferecendo maior espaço e capacidade de carga para os clientes.

23 comentários:

  1. Isso é uma piada. 300 K em SUV tração dianteira...kkk
    O fato, o Nivus detonou as vendas do GLA< e agora a MB quer recuperar o preju vendendo carro mexicano sem imposto de importação a preços abusivos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será que tem trouxa que paga 300.000 nisso aí?

      Excluir
    2. Porta de cadeia?
      Você que tem dinheiro....pode comprar.....Bixo

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. Tem trouxa pra tudo até quem dá 110 mil num Polo.

      Excluir
    5. Volks por acaso tem algum SUV de tração traseira?

      Excluir
    6. O Nivus está acabando com as vendas da Cayenne Coupe com a qual concorre diretamente tirando vendas da Lamborghini Urus. KKK

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. A Mercedes cheirou orégano. Esse carro aí briga com X1, que tá 211mil, 2 lugares a mais não valem quase 90mil...

    ResponderExcluir
  4. kd as fotos da traseira do carro?
    pfv carblog

    ResponderExcluir
  5. isso é q é premium, nao é DAS TROUXA kkkk

    ResponderExcluir
  6. Isso não passa de um Classe A de salto alto. Mesma plataforma, motor 1.6 de 150 pôneis, e os caras cobrando R$ 300 k. Isso que vem do México e não tem imposto de importação. Ganância tá forte na Mercedes. Depois que o Nivus destruiu as vendas do GLA, a Mercedes está em desespero.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua opinião sobre o carro não vem ao caso, é sua, não faz sentido mas é problema seu. Agora, falar que Nivus tirou uma venda sequer da GLA é motivo de piada, pra rir até o fim do ano. Queria saber que doença mental é essa.

      Excluir
  7. Tomará que encalhe tudo, um roubo 300 mil pilas nisso.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Imagina ser burro a ponto de pagar 300k num GLB

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Queria eu ser burro, mas ter 300k pra dar num GLB. Ou no C, D, E, F ... Penso que cada um faz o que melhor lhe aprouver com seu dinheiro.

      Excluir
  10. Os vendedores que ganham 1500 por mês vendendo Voyage piram...

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.