Car.blog.br

Pesquisar este blog

Audi mostra seu compromisso com diversidade - Alemanha

Categorias: 30 Comentários

Os membros da rede de funcionários da Audi queer@audi participaram do Christopher Street Day (Parada do Orgulho LGBTQ+) em Ingolstadt novamente este ano, a segunda vez que foi realizado. Após um evento de lançamento no Reduit Tilly no sábado, 12 de setembro, a Parada do Orgulho deste ano culminou em um comício na praça Theaterplatz de Ingolstadt em 13 de setembro.

Audi - Parada do Orgulho LGBTQ+ - Alemanha
Devido ao coronavírus, houve um comício em vez da tradicional procissão. A rede queer@audi faz campanha por maior visibilidade da comunidade queer na marca dos quatro anéis desde 2017. O termo “queer” representa a diversidade de orientações sexuais e identidades de gênero que se desviam da norma de gênero heterossexual.
Audi - Parada do Orgulho LGBTQ+ - Alemanha
Antonia Wadé, da Diversity Management at AUDI AG, explica: “Romper preconceitos e praticar a abertura -essa é a nossa mensagem. Um ambiente de trabalho que é positivo e aberto para queerness deveria ser uma coisa natural agora. Queremos deixar isso bem claro. ” O evento aconteceu sob os auspícios do prefeito Christian Scharpf e foi submetido a rígidos conceitos de segurança e higiene: Todos os participantes foram obrigados a usar máscara facial e observar o distanciamento social.

30 comentários:

  1. Só posso parabenizar a Audi mostrando que não é apenas a empresa mais moderna em termos de tecnologia, mas também em termos de costumes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Vamos parabenizar o fofuca por tais comentários tão relevantes, tão cheios de conteúdo!

      Excluir
    3. O mesmo não serve pra você. Inúmeras mensagens de cunho homofóbico postadas.

      Excluir
    4. Realmente é legal ver a audi se aproximado do público dela.

      Se cada marca fizesse com seu público, teríamos empresas mais humanizadas

      Excluir
    5. Já falou que c4 cactus era carro de bicha, uma série de xingamentos, etc. Agora quer pagar de bom moço

      Excluir
    6. Carlos,larga de ser hipócrita,já vi você sendo extremamente homofóbico com donos de Jeep Renegade.

      Excluir
  2. #somostodosum
    #somostodosvolkswagen

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thieng comemora pois foi representado pela marca que ama!
      Só falta apreender a escrever e arrumar um emprego!

      Excluir
    2. aprender: capacidade de adquirir algum tipo de conhecimento.
      vá treinar sua escrita e concordância ... aproveite que o enem é ano que vem.Deixe de está falando m3rd@!..não vai nem bater 500 na redação desse jeito. kkkkkk

      Excluir
    3. só falta apreender(assimiliar) a escrever??
      uma dica, tente ser simples e linear nas orações, não invente... Será perceptível pelos avaliadores da mesa. Menos é mais!
      trsite viu... maldita inclusão digital.
      boa sorte garoto enem.

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    5. Nooosssa! Eu realmente quis dizer apreender! Mas sabe o que foi? É a pelicula do meu celular!
      Você ficou trsite? É um adjetivo novo? Ou é apenas burrice? Trsite...
      O cara é tão limitado que não consegue distinguir erro de digitação com falta de conhecimento da gramática! Né, sr. "termos pueril"?
      Mas não leve a mal! Sem discriminação! Fico te zoando não por você ser LGBTQ+, mas por você ser burro mesmo!

      Excluir
  3. Bela iniciativa do Grupo Volkswagen.

    ResponderExcluir
  4. Seria bom o Carlos (e os moderadores do blog) começarem a respeitar a diversidade e parar de fazer alusão à genero (chamar todo mundo no feminino) homofóbico, apologia ao estupro e ofensas de baixo calão. Enfim, o padrão VW do Brasil de atendimento tem que seguir o mundial e não ser esse lixo daqui. Os carros também podem seguir a mesma regra.

    ResponderExcluir
  5. Essa iniciativa deveria ser copiada pelas demais montadoras

    ResponderExcluir
  6. Uai mas não era a mini que o Carlos dizia que era carro do público LGBT????

    ResponderExcluir
  7. Bacana. Séulo XXI, todos pagam impostos, colaboram com a vida em sociedade. Todos merecem tratamento igualitário.

    ResponderExcluir
  8. Respostas
    1. O Carlota excluiu todos, e não foi só dessa postagem, de várias, só ficaram as dos puxa sacos.

      Excluir
  9. Fufuca tá de blusa amarela e bota preta na foto do post. Parabéns fufuquinha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Só lamento que o fotógrafo não permitiu que retocasse a maquiagem.

      Bixo

      Excluir
    3. Comentários homofóbicos podem ou não podem?

      Excluir
  10. Tem algum negre aí? No mais não vejo nenhum índio, anão, albino, trans homem, trans mulher, trans binário, trans mulher gay, trans homem lesbico, travesti, transex, pansex, pansex não-binario, assex, assex não-binário, queer, queer não-binário, queer não-cromossômico, vitiligânico, muçulmano, japonês... Levantar bandeira e querer lacrar com carrinho coloridinho é muito mais fácil que contemplar todas as classes realmente diversas do nosso mundo...
    #Militei
    #TodesXsVidesImportam
    #QuerLacrarEntãoLacraDireito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por isso que eu nunca cai nessa.
      Sempre vão criar outro segmento.
      De certa forma,isso é até discriminatório.

      Excluir
  11. Nem repararam no carro. Eu, ninja que sou, logo notei que é um carro da modernidade, sustentável, design limpo e minimalista: Audi e-tron Sportback! O futuro da modernidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com esse monte de demonh@ na frente, atrapalhando a visão, tb né....

      Excluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.