Car.blog.br

Pesquisar este blog

Fábrica VW em Taubaté celebra 40 anos de produção do Gol

Categorias: , , , , , 27 Comentários

A Volkswagen do Brasil comemora este ano os 40 anos de produção do Gol. O modelo é o mais produzido, vendido e exportado da indústria automobilística nacional, e teve sua história iniciada na fábrica da montadora no Vale do Paraíba, em Taubaté.

Volkswagen Gol GT 1.8 1985

A fábrica iniciou as atividades em 1976 com a produção de peças para a Kombi e o Fusca. Dois anos depois, a planta começou oficialmente a produção de veículos com a montagem em série do Passat e já contava com cerca de 1.600 empregados.

VW Gol 1980 - produção

Mas foi em 1980 que Taubaté abriu caminho para uma nova fase no setor automotivo com o início da produção do Gol Geração I com motor 1.3.

Volkswagen Gol 1980 1.3 L

Projetado e desenvolvido no Brasil, o Gol foi elaborado levando em conta as condições de uso no País.

Volkswagen Gol Copa 1984 1.6

A primeira versão tinha motor refrigerado a ar e câmbio com quatro marchas. Com carroceria tipo hatch e perfil aerodinâmico, ele era oferecido nas versões S e L, ambas com duas portas porque carros com quatro portas não tinham aceitação no mercado brasileiro na época.

Volkswagen Gol 1981 1.6

Em 1981, o Gol ganhou um motor mais potente, com 1,6 litro, também refrigerado a ar, o que ajudou a fábrica de Taubaté a atingir em 1982 a marca de 100 mil unidades de produção do modelo.

Volkswagen Gol AP-600 1990

Logo em seguida foram lançadas a primeira versão com motor de quatro cilindros em linha, com refrigeração líquida e câmbio de cinco marchas, e a versão com motor 1,6 litro. Em 1984, chegou ao mercado o primeiro Gol GT, com motorização 1,8 litro.

Volkswagen Gol AP-600 1990 - interior

Ao longo dos anos o Gol passou por uma contínua evolução tecnológica que guiou a indústria automotiva nacional e o ajudou a consolidar com um sucesso de vendas. Por exemplo, o Gol GTI, em 1989, foi o primeiro carro brasileiro com injeção eletrônica, com um sistema analógico totalmente desenvolvido no Brasil.

Volkswagen Gol GT AP-800 1986

O primeiro marco de 1.000.000 unidades produzidas em Taubaté acontece em 1990. Já, em 1993, a planta recebe investimentos de US$ 200 milhões para modernização e treinamento para a produção do Gol Geração II e se torna a primeira fábrica de automóveis da América do Sul a receber o Certificado Internacional de Qualidade ISO 9002.

Volkswagen Gol 1000 - produção

Outra grande inovação chega em 2003 quando é lançado o GOL TotalFlex, primeiro carro com motor flex do Brasil.

Volkswagen Gol 2004 Total Flex

No ano de 2008 a unidade ganha novo investimento no valor de R$ 600 milhões e instala a nova armação com 308 robôs.

Volkswagen Gol 2004 Total Flex

Em 2012, ocorre a inauguração do novo e moderno processo de pintura à base d’água, que utiliza 110 robôs para tornar a pintura interna e externa dos veículos 100% automatizada.

Volkswagen Gol 1000 1994

Ela estabelece novos padrões de tecnologia e proteção ambiental, tornando-se referência na indústria automobilística brasileira, pois tornam o processo produtivo ecológico, permitindo reduções de 30% no consumo de energia e de 20% no consumo de água por veículo produzido, em comparação a um processo de pintura convencional.

Volkswagen Gol Trend 2005

Com todos estes investimentos e conquistas, o Volkswagen Gol se tornou o carro mais produzido com 8.532.771 unidades fabricadas no Brasil (8.342.260) e Argentina (190.511), o mais vendido (6.952.153* unidades) e o mais exportado (1.515.305* unidades) para 69 países. Ele é também o veículo nacional que permaneceu por mais tempo como líder de vendas do Brasil: 27 anos consecutivos.

Volkswagen Gol Trend 2005

"A fábrica de Taubaté está diretamente ligada à história do Gol. A unidade foi responsável pela fabricação de mais de 5 milhões de unidades do modelo, o que representa mais de 70% do total produzido. Temos muito orgulho de fazer parte desta história de 40 anos e celebramos esta conquista sendo atualmente uma fábrica referência em produtividade no Grupo Volkswagen. São importantes marcos para comemorarmos", finaliza Vilque Rojas, Plant Manager da Volkswagen do Brasil em Taubaté.

Volkswagen Taubaté - linha do tempo:

  • 1973 - Início da construção da fábrica de Taubaté.
  • 1976 - Unidade faz peças estampadas, plásticas, injetadas e de tapeçaria para Fusca e Kombi produzidos em São Bernardo do Campo.
  • 1978 - Primeiros cinco Passat produzidos no local são liberados para venda.
  • 1979 - Início da montagem do Passat em série, de forma quase artesanal.
  • 1980 - Produção do Gol Geração I, com motor 1.3. Veículo inaugura nova fase na indústria automotiva brasileira.
  • 1982 - Primeiras 100 mil unidades do Gol produzidas.
  • 1986 - Início da produção do Voyage.
  • 1990 - Unidade comemora 1.000.000 de veículos produzidos.
  • 1993 - Fábrica é a primeira montadora da América do Sul a receber o Certificado Internacional de Qualidade ISO 9002. Unidade recebe primeiros robôs, para produzir Gol Geração II.
  • 2002 - Fábrica recebe certificado de qualidade ambiental ISO 14.001.
  • 2008 - Novo Gol e Novo Voyage entram em produção. Fábrica recebe investimentos de R$ 600 milhões e instala nova Armação, com 308 robôs.
  • 2009 - Unidade comemora 5.000.000 de veículos produzidos.
  • 2011 - Iniciada a construção da nova Pintura
  • 2012 - Inauguração da nova Pintura com início da pintura em KTL
  • 2014 - Inauguração da linha de produção do Volkswagen up!, com investimentos de R$ 1,2 bilhão para a modernização tecnológica da fábrica.
  • 2015 - Primeiras 100 mil unidades do up! produzidas
  • 2016 - 40 anos de operações e o marco de 6,5 milhões de veículos produzidos
  • 2017 - 200 mil up! produzidos; 1,5 milhão de Voyage e 8 milhões de Gol fabricados pela VWB
  • 2018 - Fábrica inicia produção do Gol e Voyage com transmissão automática; celebra o marco de 7 milhões de veículos produzidos
  • 2019 - Unidade celebra o marco de 300 mil up! produzidos

27 comentários:

  1. Precisa urgentemente investir em uma nova geração do Gol, Voyage e Saveiro, pois a atual geração da família Gol e companhia só vende para locadoras e empresas.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Eu tive o Gol da chamada geração 3 até á 6; um na sequência do outro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 3 gerações:

      i) Gol Quadrado

      ii) Gol GIII

      iii) Gol G5

      Sendo que todos compartilham a seção traseira da plataforma desde 1982 até hoje.

      Excluir
  4. Carro consagrado mais vendido do Brasil, robusto e econômico como deve ser, manutenção mais barata do mercado nacional, história de sucesso da VW na cultura brasileira. 40 anos marcando as gerações. Parabéns Gol.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não esquece tbm de lembrar dos problemas que teve em 2008 no óleo do motor na geração 5

      Excluir
    2. Hoje é dia de lembrar e comemorar e não criticar esse ícone da indústria automobilística.

      Excluir
    3. Não é uma crítica foi uma realidade. Como falei tive um G5 mas o meu era 2010 e não tive problemas com ele, mas isso aconteceu e não há como esconder.

      Excluir
    4. dia de comemorar falecido? esperem pelo dia dos finados.....

      Excluir
    5. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  5. A VW JÁ tem faca e o queijo para ser líder de vendas por mais 20 anos. Isso se chama a marca GOL. Essa marca tem tanto poder no mercado de entrada que supera, com sobras, a fama de Onix, ka, pálio juntas. Se a VW fizer um produto bom, bonito e barato venderá mais que o Onix e se tornará líder com sobras em pouco tempo. O nome GOL é fortíssimo na população.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fazem quase 20 anos que não conseguem o Gol já deu o que tinha que dar e o mercado tem provado isso; desde 2014 não é o carro mais vendido do Brasil.

      Excluir
    2. Nada a ver.
      Gol hoje é carro de pobre.
      Nas locadoras as pessoas preferem Kwid a Gol, por conta da imagem melhor.
      O Gol está no mesmo balaio do Uno. Não tem mais salvação.

      Excluir
    3. Estou me referindo ao novo gol 2021/22.

      Excluir
    4. Que nem sequer foi desenvolvido.

      Excluir
    5. Que novo Gol MyBalls? Aquele de projeto INDIANO? Foi adiado, modelo 2023 e olhe lá.

      Excluir
  6. O up! é um carro bom, fabricado em Taubaté, mas incompreendido pelo mercado e talvez também pela própria marca.

    Eu teria um up! se a sua faixa de preço se posicionasse na média dos concorrentes diretos, Kwid e Mobi. Mas infelizmente está muito acima dos demais, sem justificativa aparente.

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pelas carroças cheias de plástico vendidos para os volkslove.

    ResponderExcluir
  8. Pode até ter 40 anos de história, mas sua evolução parou nos anos 2000. E posso provar com vários argumentos.

    1º Gol tem uma plataforma antiga e defasada que não pode ter airbag lateral, além de ter apenas 2.46m de entreeixos, o mesmo do Gol G2 (Bola), enquanto seus concorrentes todos estão bem acima dos 2.5m e alguns até 2.6m. Cumpre-se destacar ainda que Gol ainda tem a mesma largura do Gol G2, 1.65m;

    2º Gol só oferece o básico em segurança, até mesmo nas versões topo de linha, enquanto seus concorrentes já oferecem mais que 2 airbags e controles de estabilidade e tração, alguns até mesmo nas versões de entrada.

    3º Esse tópico tem a ver com o 2º. Gol certamente é o carro mais inseguro do Brasil em produção. Basta ver como ele oferece o mesmo nível de segurança dos Onix e Ka que zeraram o teste do Latin nCap, ou seja, não possui controles de tração e e tração, só tem dois airbags e não possui os reforços estruturais que foram aplicados aos hatches GM e Ford pra que melhorassem suas notas. Gol certamente zeraria o teste.

    4º Gol ainda usa direção hidráulica, enquanto seus concorrentes usam elétrica ou eletro hidráulica, todas mais modernas.

    5º Gol não tem opção de motor turbo, enquanto concorrentes como Onix e Hb20 já oferecem. Argo também está prestes a receber essa opção.

    Os fatos estão aí. Tenho certeza que os fanboys loucos não aceitarão, cabeça de retardado não funciona de maneira racional.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade o Gol hoje briga com Mobi, Kwid, Joy, Uno. E é melhor e mais resistente que estes. Só... Se a VW quiser evolução, ela vai precisar mudar o porfólio. Gol, up! e Fox vira carnificina, e se o Gol ganhar nova geração, com motor TSi, adeus pro resto.

      Excluir
    2. Adeus? Hahaha

      Novo Gol e Polo serão igual Nivus e Tcross, muito semelhantes e um irá canibalizar o outro.

      Excluir
    3. Adeus up e Fox dentro da VW... o Gol ficaria como entrada, e o Polo hatch superior. Algo como a Fiat faz... e. GM agora, com Joy e Onix...

      Excluir
    4. Um gol connect e um polo tsi mt resolveriam essa questão e dariam mais lucro que deixar up e fox agonizando.

      Excluir
  9. Sinto falta das versões GT, GTS ou GTi do GOL.

    Sou fã daquelas versões com Bancos Recaro e farol de longo alcance. É um charme à parte, com muita esportividade.

    Espero que na nova geração do GOL 2022 essas versões voltem ao nosso mercado.

    ResponderExcluir
  10. Para comemorar os 40 anos, os fãs podem dar uma olhadinha no configurador do site da vw e apreciar uma variação positiva fazendo com que um gol 1.0 com supercalotas e sem som, na cor branco escada custe mais de 50k.

    ResponderExcluir
  11. Carro ruim e manco 0 em segurança, já deu o que tinha que dar essa merda.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.