Car.blog.br

Pesquisar este blog

VW Voyage 2019 Automático - impressões ao dirigir - vídeo

Categorias: , , 27 Comentários

A chegada da transmissão automática ao Voyage 2019 eleva a categoria deste sedã compacto a um nível que ele nunca esteve - com um rodar refinado e confortável ao ser conduzido. Neste artigo relacionamos nossas impressões ao dirigi-lo.

VW Voyage 2019 Automático

Esta é a primeira vez em mais de 30 anos de história do Voyage que este modelo ganha uma transmissão automática. Entre 2009 e 2017 ele ofereceu o câmbio automatizado I-Motion, que também dispensava o pedal de embreagem, mas sempre foi alvo de críticas sobre seu funcionamento, sobretudo em relação aos trancos entre as trocas de marchas e manutenção onerosa; hoje, o i-Motion é passado e foi aposentado.

VW Voyage 2019 Automático

Agora, o Voyage finalmente tem uma transmissão automática de verdade, com conversor de torque, seis marchas, juntamente com um novo motor 1.6 16V de 165 Nm de torque e 120 cv quando abastecido com etanol.

VW Voyage 2019 Automático

O resultado desse novo conjunto mecânico, na prática, é que há um "Novo Voyage", tamanha é a evolução em relação aos modelos automatizados e também aos equipados com transmissões manuais (que continuam a ser oferecidos nas configurações com motor 1.0 e 1.6 8V). O vídeo a seguir mostra um longo test-drive com o Voyage Automático.



Assim como o Gol, o Voyage Automático é dono de um passeio digno de carro de categoria superior. Ele é macio e silencioso; o câmbio funciona de forma magnífica, trocando marchas de forma tão suave e imperceptível ao motorista, que os mais desavisados podem achar que se trata de uma transmissão continuamente variável.

VW Voyage 2019 Automático - interior - painel

Esse passeio refinado do Voyage Automático surpreende: mesmo quando se exige o motor a fundo, operando a transmissão em modo "S" (Sport), o Voyage se mantém silencioso. E mesmo com o motor operando perto da faixa vermelha do conta-giros (por volta de 6.000 RPM), o nível de vibração dentro da cabine é zero, evidenciando um bom trabalho de isolamento acústico e vibracional. Andando a 120 km/h, a rotação fica em 2.649 RPM.

VW Voyage 2019 Automático

Apesar de ser notável observar um carro de "acesso" (o preço do Voyage Automático parte de R$ 59.990 reais) com um funcionamento tão macio como este Voyage, esse resultado é até esperado em face do know how que a engenharia da marca tem com essa caixa. A Volkswagen do Brasil já usa transmissões automáticas AISIN em seus modelos desde o final dos anos 90 do século passado. E essa experiência em afinamento desses powertrain´s pode ser sentida nesta nova versão do sedã.

O câmbio automático AISIN nos Volkswagen

Os primeiros Golf GTI Mk4 fabricados no Brasil usavam uma caixa AISIN de 4 marchas, trocada posteriormente por uma de seis marchas (veja aqui), e desde 2009, pela atual caixa automática de seis marchas.

VW Golf GTI 2002 Automático AISIN 5 marchas
VW Golf GTI 2002 Automático AISIN 5 marchas
Mais recentemente essa transmissão foi usada no Golf GTI de 2008 a 2010, e depois no Jetta 2.0, Golf 2.0 de 2010 a 2014 (veja aqui), Golf Highline 1.4 TSI Automático, Golf MSI Automático, Golf Variant, Polo 200 TSI Automático, Virtus 200 TSI Automático e também no Polo e Virtus 1.6 MSI Automático.



No caso específico do Golf MSI, até mesmo o motor é o mesmo do usado neste Voyage, ou seja, o quatro cilindros EA-211 1.6L 16V de 120 cv com a transmissão AISIN de seis marchas. Dessa forma, fica claro que a Volkswagen tem uma vasta experiência não só com essa transmissão AISIN, mas também com esse câmbio associado com o motor 1.6 16V MSI.

VW Voyage 2019 Automático - AISIN

Mesmo assim, o powertrain do Voyage e do Gol automáticos adotam seu próprio ajuste fino, para que se harmonize com as características técnicas desses carros. No Polo, por exemplo, esse motor debita 117 cv, enquanto neste Voyage ele oferta 120 cv  - a mesma potência do Golf 1.6 MSI.

VW Voyage 2019 Automático - shift paddles

O resultado dessa longa experiência da engenharia da montadora com esse conjunto fica evidente quando se experimenta o Voyage e o Gol automáticos - o conjunto todo ficou muito evoluído e maduro, com um passeio excepcional - sem paralelo entre modelos de preço similar. Realmente não parece que estamos a bordo de um dos carros automáticos mais acessíveis do mercado nacional. A impressão é de solidez, ausência de vibrações e silêncio.

VW Voyage 2019 Automático - shift paddles

Comportamento dinâmico

O Voyage Automático é ágil em baixos regimes, e a transmissão é suave e silenciosa. Basta acelerar um pouco mais e o câmbio muda o mapeamento e começa a esticar mais as marchas explorando regimes mais elevados de rotação, ofertando mais dinamismo. Tudo ocorre de forma tão automática e instantânea que parece que o sistema de gerenciamento eletrônico lê a mente do condutor. Se o motorista passa a conduzir mais calmamente, a transmissão volta a operar visando economia.

VW Voyage 2019 Automático - interior - painel

E caso você queira que o carro fique permanentemente mais nervoso e esportivo, basta selecionar o "S" (Sport), e o Voyage vai esticar as marchas até rotações mais elevadas para uma tocada mais nervosa. E, mesmo com comportamento mais esportivo, o carro continua a operar de forma serena e com uma maturidade que só os anos de experiência com esse owertrain são capazes de explicar.

VW Voyage 2019 Automático - interior

O Voyage Automático adota uma direção com assistência hidráulica - muito leve e confortável em cidade, progressiva em estrada. A suspensão tem um compromisso ótimo entre maciez e estabilidade, e mesmo em tocadas mais esportivas, especialmente em tomadas de curvas,  o Voyage se mantém neutro, transmitindo muita segurança ao motorista.

VW Voyage 2019 Automático - interior

E, em tocadas mais animadas, o consumo se mantém contido. No teste-drive que fizemos de cerca de 2 horas, em percurso misto rodovia e cidade, a média de gasolina ficou em 13,7 Km/h - o que consideramos excelente, já que ao longo do trajeto fizemos várias acelerações e retomadas para avaliar o comportamento dinâmico do Voyage.

Consumo e desempenho

Segundo o teste o IMT (Instituto Mauá de Tecnologia), o Voyage/Gol Automático obteve média rodoviária de 19,1 km/l com gasolina - melhor até que o próprio Gol 1.0 MT na mesma condição de uso. O Voyage tende a ser ainda melhor, pois tem melhor aerodinâmica que o Gol.

VW Voyage 2019 Automático

Os números de desempenho do Gol e Voyage automáticos são similares, com vantagem para o sedã em velocidade máxima. Novamente, segundo o IMT, com etanol, o Gol/Voyage 1.6 Automático acelera de 0 a 100 km/h em 11,6s (etanol) e 12,8s (gasolina). O consumo aferido foi de 7,3 km/l (etanol) e 11,8 km/l (gasolina), em cidade, e 14,1 km/l (etanol) e 19,1 km/l (gasolina), em rodovia.

VW Voyage 2019 Automático

Dimensões, garantia e revisões

Em termos dimensionais, o Voyage é um sedã compacto, com 4,21 metros de comprimento, 1,65 metros de largura, 2,47 metros de entre-eixos. O porta-malas comporta 480 litros. O peso em ordem de marcha é de 1058 Kg. E é vendido com garantia total de 3 anos do veículo completo, e de 5 anos contra ferrugem. As revisões são feitas a cada 1 ano, ou 10.000 km, o que ocorrer primeiro.

VW Voyage 2019 Automático - interior

Itens de série e opcionais

O Voyage 2019 vem de série com ar-condicionado, direção hidráulica, banco do motorista com ajuste de altura, suporte para celular integrado ao painel com entrada USB (exclusivo no segmento), travamento elétrico das portas, vidros dianteiros com acionamento elétrico, banco traseiro rebatível, desembaçador traseiro, alerta sonoro de faróis acesos, tomada 12V no console central e para-sol com espelho para motorista e passageiro.

VW Voyage 2019 Automático - interior

Entre os itens de segurança ele traz freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EBD), dois airbags, cintos de segurança dianteiros com pré-tensionador, alerta de não utilização de cinto de segurança do motorista, três apoios de cabeça com ajuste de altura no banco traseiro e sistema ESS (Emergency Stop Signal ou Sinal de Frenagem de Emergência).

VW Voyage 2019 Automático

Opcionalmente pode receber o pacote “Urban Completo”, de R$ 3.000 reais, que acrescenta rodas de liga leve de 15”, alarme keyless, chave tipo “canivete” com controle remoto, retrovisores e maçanetas pintados na cor do veículo, grade do radiador pintada em preto ninja e espelhos retrovisores externos com ajuste elétrico, função tilt down (lado direito), luzes indicadoras de direção integradas, sensor de estacionamento traseiro, vidros elétricos dianteiros e traseiros, destravamento elétrico da tampa traseira com controle remoto, travamento elétrico das portas com controle remoto, para-sol com espelho iluminado, faróis duplos (exclusividade na categoria), farol de neblina, lanterna traseira escurecida, 2 luzes de leitura dianteiras e 2 traseiras, alças de segurança no teto e coluna de direção com ajuste de altura e distância.

VW Voyage 2019 Automático - espaço traseiro

Outro opcional para o Voyage 2019 é o “Interatividade Composition Touch” (R$ 2.000 reais) que traz o sistema de Infotainment com 4 alto-falantes, 2 tweeters e "I-System com Eco-Comfort" – computador de bordo e volante multifuncional com comando de sistema de som e do “I-System”. O sistema Composition Touch conta ainda com entradas USB e para SD-card, conexão Bluetooth e permite conectividade por meio do App-connect (Android Auto, Apple CarPlay e Mirrorlink).

VW Voyage 2019 Automático - sistema de informação e entretenimento

No lançamento, a montadora oferece o opcional “Interatividade Discover Media” (R$ 2.100 reais), que traz o sistema mais avançado do Volkswagen – o ‘Discover Media’ permite conectividade avançada com os smartphones por meio do App-Connect (Android Auto, Apple CarPlay e Mirrorlink).

VW Voyage 2019 Automático - sistema de informação e entretenimento

Com tela colorida sensível ao toque (touchscreen) com sensor de aproximação, oferece ampla interatividade, com várias opções de informação e entretenimento, além de visual moderno e tecnológico. Permite conexão Bluetooth para até dois celulares e possui uma entrada USB. Esse sistema de infotainment traz adicionalmente recurso de navegação que se destaca pela facilidade de uso e interatividade com o painel de instrumentos, possibilitando uma condução mais segura e confortável. Esse sistema também contempla o “MapCare”, que permite a atualização periódica gratuita da base de mapas durante toda a vida do veículo. Fotos, vídeos e músicas em diversos formatos são alguns exemplos de mídias que podem ser “lidas”.

VW Voyage 2019 Automático

As ausências mais notáveis são o piloto automático e o descansa braço central dianteiro - itens importantes em modelos automáticos, e não oferecidos nem como opcionais.

Conclusão

VW Voyage 2019 Automático

O Voyage demorou mais de 30 anos para receber uma transmissão automática, mas a espera valeu a pena, pois este sedã compacto ganhou refinamento, maciez, desempenho e conforto com a chegada dessa transmissão automática. E um refinamento de passeio que só é visto e sentido em carros bem mais caros.

27 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Essa traseira e essa frente não se harmonizam, quanta falta de criatividade

    ResponderExcluir
  3. Vou de Ka Sedan, Etios SD ou Cronos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai não, Cronos também é pirraça....

      Excluir
    2. Aprenda a aproveitar as oportunidades na vida.

      Nesse momento é hora de vc ir para um segmento superior. Logo, escolha o Voyage 1.6 16v MSI AT Tiptronic Aisin.

      É sua chance de sair dos carros populares (Ka, Etios, Cronos/Siena).

      O Voyage tem:
      -plataforma baseada no Polo antigo (alta rigidez estrutural);
      -motor multiválvulas em alumínio c/ variador (alta potência e baixo consumo);
      -câmbio fabricação japonesa c/ programação VW (confiabilidade e eficiência);
      -fun to drive (DNA alemão VW);
      -baixa desvalorização e excelente revenda, com manutenção módica.

      Se quiser ficar no segmento inferior, tudo bem, mas a chance está na sua frente.

      Excluir
    3. Concorre c cruze né? Cada um q vem dize q vw concorre smp c um seguimento acima do q realmente concorre. Cheio de criança q nunca entro em carro, só pode...

      Excluir
    4. É pérola atrás de pérola desse Rafael_

      Excluir
    5. Bom carro.. no futuro deve ter direção elétrica e esp..

      Excluir
  4. Concorrente direto do Corolla GLI e Civic Sport AT. Muito mais negócio o Voyage, mais barato, anda mais, bebe menos, mais bonito, mais equipado. Corolla e Civic, seus dias estão contados, um hecatombe vai acontecer a partir de agora no mercado de sedãs. A nova referência chegou: VOYAGE MSI AT

    ResponderExcluir
  5. Designer ultrapassado, a GM agradece.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Só resta a VW despedir o Designer... Como diz o Carlos, mais uma vítima do sistema educacional brasileiro.

      Excluir
    4. genti...eu gosto de designer do voyage!!!???? como vai despedi o designer?????? kkkkkkk ele tá no carro!!!! afff!!!

      Excluir
  6. As montadoras perdem um tempo danado procurando engenheiros designer, sendo que nesses comentários aqui tem aos montes, nunca mais os carros brasileiros seriam os mesmos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa área de comentários é multidisciplinar em matéria de talentos. É lotada não só de engenheiros e designers competentes, mas também de gênios de marketing, e estrategistas empresariais. E o melhor de tudo: todos dando seus valiosos conselhos gratuitamente para as montadoras!

      Excluir
  7. O carro ficou muito bom para a categoria dele, basta ver os concorrentes. Esse povo tem mania de ficar de mimimi por tudo. Compra quem quiser...

    ResponderExcluir
  8. O Gol e Voyage já tinham os melhores câmbios manuais do mercado, e agora têm o melhor câmbio automático do mercado, o AISIN de 6 marchas.

    Esse novo Voyage e o Gol automáticos tornam concorrentes como Prisma 1.4 AT, Cronos 1.3 GSR e Hyundai Hb20S AT verdadeiras piadas.

    E o Ka Automático, então? Esse será surrado sem dó pelo Voyage. O Voyage Automático é bem superior ao Ka Automático e ao Prisma.

    O Ka e Prisma são zeros estrelas. O Ka Sedan ainda é um projeto pouco maduro, com uma transmissão automática dele não inspira confiança, e é bem rudimentar perto da caixa AISIN que a VW usou no Voyage.

    O KA sedan dá trancos, não tem seleção de trocas sequenciais por shift paddles. O motor do Ka não tem torque em baixa, então ele é lento em cidade. O Ka grita feito uma gata no cio quando acelera? Barulhento! O Voyage Automático, ao contrário, silencioso e sereno!

    O Voyage é o sedã automático mais barato do mercado, e o mais equipado. O Voyage vem com rodas de alumínio, volante em couro, uma CMM Discovery Média com GPS integrado, tela de 7", sensor de aproximação, infinitamente superior a SYNC3 do Ka e Prisma.

    Não dá para comparar. O Voyage Automático ainda é mais ágil em cidade é muito mais econômico. Na quatro rodas ele fez 16,4 Km/l, contra 14,6 do KA Sedan automático.

    No IMT, o Voyage fez 19,1 km/l, e o Ka só 17. O Voyage tem melhor acabamento interno, materiais de mais qualidade, visual mais bem resolvido.

    A qualidade geral do Voyage é superior. Carroceria precisa com bom acabamento, enquanto o Ka é todo desalinhado.

    Enfim, o Voyage Automático é claramente superior ao Ka e ao Prima em tudo em tudo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a unica coisa que faltou ai foi a direcao eletrica e piloto automatico

      Excluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Imagina com gasolina pura dos Hermanos.

    Pois aqui temos dois tipos de Etanol nas bombas.

    E27
    E100

    Um erro, de precificação e estratégia de mercado.

    Isso precisa acabar.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.