Car.blog.br

Pesquisar este blog

Novo Corolla 2020 Híbrido Flex: consumo e performance

Categorias: , 54 Comentários

O novo Toyota Corolla 2020 Hybrid Flex chegou ao mercado este mês e já surgem medições de consumo e performance do modelo abastecido com etanol.

Novo Toyota Corolla 2020 Híbrido

O teste da revista Carro com uma unidade híbrida, na cidade de São Paulo, abastecido com etanol, apontou que o modelo tem consumo de etanol em cidade de 14,6 km/l, enquanto em estrada a média é de 14 km/l.


Esses números são bem melhores que os aferidos pelo INMETRO para o Corolla híbrido abastecido com o combustível vegetal.

Novo Toyota Corolla 2020 Híbrido

Segundo o órgão de medição federal, o Corolla Híbrido consome 10,9 km/l de etanol em cidade, e 9,9 km/l em estrada. Ou seja, a medição real da revista carro se mostrou 34% melhor em cidade. Já em estrada a melhora é de 41%.

Novo Toyota Corolla 2020 Híbrido

Em relação à performance, como era de se esperar, o Corolla híbrido não brilha em desempenho: 0 a 100 km/h em 11,33 segundos com etanol é uma marca de mediana para ruim, mas deve-se levar em consideração que o modelo tem proposta de economia de combustível.

Novo Toyota Corolla 2020 Híbrido

O modelo retoma de 80 a 120 km/h em Drive a 9,03 segundos - outro número não muito brilhante, levando-se em consideração que outros modelos concorrentes, como o VW Jetta 1.4 TSI AT faz a mesma prova em 6,9 segundos.

Novo Toyota Corolla 2020 Híbrido

O sprint de 0 a 400 metros foi executado em 18,7s segundos, enquanto os 1.000 metros foram atingidos em 33,2 segundos.

Novo Toyota Corolla 2020 Híbrido

A frenagem a 120 km/h imobilizou o sedã em 54,54 metros, enquanto o nível de ruído a 120 km/h doi de 66,5 dBA.





Conclusão

Novo Toyota Corolla 2020 Híbrido

O novo Corolla híbrido flex mostra-se surpreendentemente econômico com etanol na cidade de São Paulo, mas, por outro lado, o desempenho deixa a desejar para um carro de R$ 130 mil reais.

54 comentários:

  1. Ainda assim, um mico completo. Deveria ser mais econômico para justificar a aquisição do híbrido.

    Além disso, possui desempenho medíocree um design bem questionável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais de 14km/l no etanol 😁😁😁
      Que outro carro faz isso?!? Para quem quer um sedã médio compensa pagar um pouco a mais e pegar o Híbrido

      Excluir
    2. Meu Deus, já era dificil aguentar o Carlota original, agora aparece o cover. Ninguem merece!!!

      Excluir
    3. Fila de espera de 60 dias reflete bem o fracasso da versão Corolla Hybrid...

      Excluir
    4. Ainda assim o Carlos é um chorão completo...
      Mas uma profecia furada do CarlosVW...

      Excluir
    5. Não imaginava uma economia tão alta também. Na cidade ainda.

      Excluir
    6. O Grupo Volkswagen é um conglomerado alemão com sede em Wolfsburgo. Fabricante de veículos, o grupo comercializa seus produtos em 153 países e suas principais marcas são: Volkswagen, Audi, Seat, Škoda, Bentley, Bugatti, Lamborghini, Porsche, Ducati; e para veículos comerciais, Scania e MAN. Wikipédia
      🤠

      Excluir
    7. Ou seja, um verdadeiro império automobilístico capaz de ser referência para os demais.

      Excluir
    8. Como assim mico? Precisa entender a proposta do carro. Normalmente o perfil de compradores de Corolla, não é mesmo o de ficar acelerando por aí, muito pelo contrário. Então acho válida a proposta de apresentar um carro com alto índice de economia de combustível. E quem quiser Corolla com desempenho bom, que pegue a versão à combustão. Meu, o dia que o carro mais vendido do mundo for mico...

      Excluir
  2. Provavelmente é o carro mais econômico fabricado no Brasil

    ResponderExcluir
  3. Acerca do desempenho, vale comparar com o 0-100 de alguns modelos:

    Kicks: 11,4
    T-Cross 1.0: 11,3
    Creta 1.6: 12,6
    HRV 1.8: 11,7
    Compass: 11,8
    Ranger 3.2: 11,4
    Sentra: 11,5
    Ka 1.5: 11,9
    HB20 1.6: 12,3

    Entre tantos exemplos. Portanto, as periquitas mais ouriçadas podem começar a se acalmar. O carro é o mais econômico do País e o desempenho está muito bom, anda mais que 70% dos carros encontrados aí nas ruas.

    Exemplos de carros verdadeiramente lentos:
    Virtus MSI AT: 13,9
    Uno 1.0: 14,7
    Polo 1.0: 16,5
    Up! MPI: 15
    Argo 1.0: 15,4
    Toro 1.8: 16
    Mobi GSR: 18

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O preço desse Corolla não justifica seu desempenho manco. Pagar 130 mil numa jaca dessa que não anda porr@ nenhuma é pacabá

      Excluir
    2. Vc deve ter complexo de inferioridade e sentir-se humilhado ao ser ultrapassado na estrada, por isso precisa de um carro que "corre muito".

      Excluir
    3. Vai cheirar o cool dos japa da Toyota, vai...seu Zé ruela

      Excluir
    4. Capadão, pq não vai tirar um racha nos sinaleiros junto com seus mano de boné falso? Pega um Virtus piscininha ;)

      Excluir
    5. Rapaz, Virtus MSI AT faz em 13,9 segundos? Achei muito!

      Excluir
    6. Hater x hater, bora!!! Me arruma um Virtus piscininha, encher de mulé na piscina

      Excluir
  4. O público alvo desse carro não foca no desempenho e sim no consumo.
    É um carro que não sobra e nem falta potência. Um típico 1.5 aspirado.
    Certamente será o maior híbrido de sucesso no Brasil.

    ResponderExcluir
  5. O carro já é um sucesso, as concessionárias Toyota estão com fila de espera de 60 dias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato. Hoje fui conhecê-lo e é esse mesmo o prazo para entrega.

      Excluir
  6. Carro manco pra 130k. Mais um híbrido pros incautos. Carro híbrido necessariamente deve ser plug-in.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Plug-in seria mais caro que só híbrido.

      Excluir
    2. Plug in porque o motor a gasolina passa a ter uso eventual, o que não é o caso do hibrido que pouco se utiliza o motor elétrico. Com o tempo o preço do hybrid plug in vai chegar perto do hybrid.

      Excluir
    3. Carro Plug-in no BR é a pior latada q existe. Nossas reservas de água cada vez mais escassas, e não temos outra fonte de energia renovável para ser substituída tão rapidamente...

      Excluir
    4. Na China tem Corolla híbrido plug-in

      Excluir
    5. "Carro manco pra 130k. Mais um híbrido pros incautos. Carro híbrido necessariamente deve ser plug-in."
      Não sabe de nada, o Brasil não tem estrutura pra acolher carros plug-in. Todos os testes/comparativos feitos por revistas/portais conceituados envolvendo carros que necessitam ser ligados à tomada expuseram o quão atrasados estamos em relação aos outro países no que respeita a infra estrutura para carregamentos de veículos híbridos plug-in e elétricos, isso ainda porque os testes foram feitos em grandes centros urbanos (São Paulo e Rio), imaginem como é nas regiões mais afastadas, tais como norte, centro oeste e nordeste...
      Os carros híbridos estão mais que suficiente para o Brasil.

      Excluir
  7. O Golf GtE mostra desempenho quase similar ao Golf Gti, mas a diferença é de mais de $50 mil reais, quem não almeja pegar estrada e andar a mais rápido o Corolla é uma excelente opção, eu vou pegar um assim que eu puder, pq tenho filho pequeno não faço track Day e a velocidade máximo que eu ando em estrada não passa dos 160 km/l

    ResponderExcluir
  8. Se o cara quiser desempenho vai de Corolla 2.0 que faz 9,8s no 0-100. O que não é manco pois só é 1s mais lento que o Jetta 1.4 T.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Errow

      0-100 Corolla (novo): 9,7
      0-100 Jetta 1.4: 9,3

      80-120 Corolla: 6,4
      80-120 Jetta: 6,5

      Corolla (GLi, XEi 2.0) faz uma ultrapassagem com mais segurança que o Jetta 1.4 turbo R-Line, pois é melhor em retomada.

      Fonte: 4R

      Excluir
    2. Obs.: O Cruze é que faz o 0-100 na casa dos 8,8.
      O motor turbo da GM é mais acertado, com entrega de força linear.

      O Jetta 1.4 segue o padrão do Golf 1.4, com explosão imediata do turbo de repente, lembrando os turbos antigos. Esse motor na europa já foi aposentado e substituído pelo 1.5.

      Excluir
    3. Faz mais de 2 anos e meio que o tsi 1.5 entrou cena lá

      Excluir
    4. O Motor1 conseguiu 8,5 seg no 0 100 km/h do Cruze

      Excluir
  9. Não vai ser fácil vender esse Corolla que além de feio e com desempenho duvidoso é caro demais pelo que oferece. Pra terminar, oferece o risco de no futuro se transformar em dor de cabeça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na minha opinião o Corollão terceira idade vai continuar líder, mas que painel esquisito e simples, essa multimídia que mais parece uma TV de tubo ficou muito bizarro.

      Excluir
    2. O cluster mais parece a cabine do VAR !

      Excluir
  10. Carro híbrido é isento do rodízio em São Paulo? Se a resposta for positiva é o público alvo da Toyota. Quem quer economizar no combustível não compensa comprar um carro tão caro a menos que ande uns 100 mil km por ano...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Errowwww.

      Consumo urbano Corolla 2.0 gasolina: 10,6

      Consumo urbano Corolla Hybrid gasolina: 16,3 (Inmetro) a 20,8 (Mauá). Vamos ficar com 18,5 que é a média.

      Preço da gasolina: 4,50.

      30.000 km (2 anos) de Corolla normal: R$ 12.735
      30.000 km de Corolla híbrido: R$ 7.297

      Portanto, uma economia de R$ 5.438.

      Em SP, há desconto de 40% no IPVA, o que, em 2 anos, dá R$ 4.000.

      Se ficar com o carro durante 4 anos, são R$ 20 mil de economia, arredondando, tendo em vista ganhos de poupança.

      Em cidades pequenas, sem vias expressas, o Corolla a gasolina (flex) não faz 10 por litro nem que a vaca voe, aí a economia é muito maior.

      O Prius já fez 25 km/L urbanos em testes reconhecidos (BCWS, QR), denotando que a economia pode ser muito maior.

      Por fim, revende com facilidade, pois após 4 anos ainda tem 1 ano de garantia do carro e mais 4 anos de garantia da bateria.

      Em suma, pra quem quer lucrar R$ 50 mil em 8 anos (contando com ganhos de investimentos do dinheiro poupado), a receita é comprar um Corolla híbrido.

      Excluir
    2. Se o sujeito passar 30 anos rodando de Corolla híbrido em São Paulo - em vez de rodar com um carro 2.0 ou 1.4 turbo -, economizará R$ 223.200.
      É difícil calcular, mas eu diria que isso na poupança corresponderá tranquilamente mais de R$ 350 mil no futuro (pra não errar por exagero).
      Um rendimento mensal conservador, porém melhor do que a poupança, pode te dar uma aposentadoria extra de R$ 1800 garantida.
      Se der uns R$ 400 mil (que eu acho mais provável) já se tem 50% do teto do RGPS garantidos por mês na velhice, simplesmente trocando um vetusto carro a combustão por um híbrido.

      Excluir
  11. Preço das revisões e manutenção?

    ResponderExcluir
  12. Misericórdia... A loucura chegou a níveis alarmantes...
    Agora, ter um Corolla híbrido é plano de aposentadoria...
    Nem o Carlota nos seus momentos de delírio chegou a tanto...

    ResponderExcluir
  13. Vou buscar meu Altis Premium na quinta feira. Saio de um Prius plenamente satisfeiro , IPVA barato , faz em médio 20km/L (nunca fez abaixo de 18) Fiz um test drive no corolla e provavelmente ele vai consumir um pouco mais pela questão da aerodinâmica e também pelo fato de ter rodas 17 contra as rodas 15 do Prius (ganha em estabilidade). O Prius na minha opnião era pra vender no mínimo 1.000 unidades mês , ele era encontrado facilmente por 120.000 0km , ou a Toyota não tinha como trazer mais carros ou foi erro de marketing.
    O Corolla veio pra continuar reinando. Fui ver o Jetta Civic e até mesmo a nova 320i (sua por 180.000) , não tem comparação em termos de tudo. Quer prazer em dirigir vai de Jetta GLI, quer conforto com Performance vai de 320, quer confiabilidade vai de Civic, Agora se você quer tudo isso num único carro vai de COROLLA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. O Jetta 2.0 do Backstage faz 6 km/L na cidade.

      Ele não tá nem aí, mas pra quem tem outras prioridades na vida, um carro mais econômico pode significar um grande impacto financeiro.

      Um Corolla Hybrid Premium, que é da mesma categoria do Jetta e a única - ÚNICA - coisa que ele perde é a potência, faz 18 km/L.

      Ao longo de 50.000 km o Jetta bêbado vai arrancar R$ 37.500 [trinta e sete mil e quinhentos reais] em gasolina.

      O Corolla, R$ 12.500 [doze mil e quinhentos] , ou seja, uma economia de R$ 25 mil.

      E isso tendo em vista que o Corolla já custa R$ 20 mil a menos.

      O seguro do Jetta 2.0 também é impraticável.

      Enfim, tem gente que gosta de desperdiçar dinheiro e jogar suas horas de trabalho suado no ralo das montadoras e no ralo dos postos de gasolina.

      Outros preferem poupar para o futuro.

      Cada um faz suas escolhas. Falta de conselho não é

      Excluir
  14. Heitor... O carlos4carros da Toyota...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que nada, sou fã mesmo da Volvo , tive um S60 fantástico mas os preços hoje são impraticáveis... Cada carro tem seu momento. Adoraria ter um carro esportivo nos dias atuais, tipo um Classe A A45, ou uma 140i , O carlos já falaria que o Golf GTI humilha hahahahaha.... tenho uma filha pequena e as prioridades mudam. Segurança/conforto em 1º lugar e com porta malas

      Excluir
    2. Para ultrapassagens, o Prius manda bem Heitor? Pelo menos no mesmo nível do 2.0 do Corolla da geração anterior? No momento atual, tenho andado mais em cidade, mas acho que no futuro, possivelmente voltarei a pegar mais estrada, o Prius anda bem na estrada?
      Achei o Corolla Hybrid interessante, mas infelizmente, só deverei trocar o meu Corolla daqui a uns 2 anos mais ou menos, vou priorizar a troca do carro da minha esposa, que é mais velho que o meu....

      Excluir
    3. Na estrada eu sempre ando no modo Sport, a resposta do acelerador fica mais rápida. Tive um Civic 2.0 e posso te dizer que são bem parecidos.

      Excluir
  15. Quando será que diminui a fila de espera?

    ResponderExcluir
  16. Muito melhor comprar a versão XEI e instalar um GNV G6. Se comparar os valores, vale a pena. (Minha opinião pessoal).

    ResponderExcluir
  17. Meu cruze turbo faz 12km/l na estrada, não troco é NUNCA por um Corolla com motor manco desse

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.