Car.blog.br

Pesquisar este blog

Fiat comemora 20 anos de lançamento do Brava no Brasil

Categorias: , , , 24 Comentários

Há 20 anos, em 1999, a Fiat lançava, em setembro de 1999, o hatch médio Brava no mercado brasileiro. O modelo foi o primeiro Fiat ser vendido na internet.

Fiat comemora 20 anos de lançamento do hatch médio Brava

O Fiat Brava adotava um design exótico, com não convencionais e se destacava pelo bom espaço interno. Além do visual mais arredondado, exibia conjuntos óticos muito característicos do modelo, com faróis estreitos e lanternas traseiras divididas em três partes.

No interior, o Brava adotava o mesmo painel do Marea, com comandos de som e climatização incorporados, o que melhorava a ergonomia.

Fiat comemora 20 anos de lançamento do hatch médio Brava

Em relação aos equipamentos, o Brava trazia, na versão de entrada SX, de série direção hidráulica, regulagem de altura do volante, ajuste elétrico dos faróis e limpador traseiro. A configuração de topo ELX ainda incluía ar-condicionado automático, vidros elétricos dianteiros, sistema de som com toca-fitas e imobilizador. Os principais opcionais eram os air bags frontais e laterais, faróis auxiliares, toca-CD, alarme e rodas de liga leve.

Fiat comemora 20 anos de lançamento do hatch médio Brava

O modelo recebia o motor de 1,6 litro e 16 válvulas do Palio, que rendia 106 cv de potência e 15,1 kgfm de torque.

Fiat comemora 20 anos de lançamento do hatch médio Brava

No ano seguinte, o hatch ganhava uma versão esportiva HGT, inaugurando essa sigla entre os Fiat no país. Um Brava mais “bravo”, com propulsor 1.8 de 132 cv e 16,7 kgfm. Outros diferenciais eram defletor traseiro, rodas de 15 polegadas e interior revestido de tecido especial. O Brava HGT ainda contava com suspensão recalibrada, mais firme, para melhor comportamento dinâmico.

Fiat comemora 20 anos de lançamento do hatch médio Brava

Em 2001, era a vez de o Fiat Brava receber o motor 1.6 Corsa Lunga (“curso longo” em italiano), em referência ao curso maior dos pistões em relação ao motor anterior. O propulsor tinha mais 0,3 kgfm de torque e melhor distribuição da potência por todas as faixas de operação, mantendo os 106 cv. Com isso, ele pedia menos trocas de marcha e tornava mais agradável a dirigibilidade. Junto ao novo motor vinham rodas de aro 15” na versão ELX e opcionais como bancos de couro e teto solar na HGT.

Fiat comemora 20 anos de lançamento do hatch médio Brava

O modelo foi comercializado em vários países ao redor do mundo. Até no Japão, onde foi rebatizado de Bravissima, porque já havia outro modelo com o nome Brava por lá. Totalizando 43 mil unidades, o Fiat Brava foi produzido no Polo Automotivo Fiat, em Betim (MG) até 2003. O Brava, na prática o hatch do Marea, acabou abrindo caminho para o Stilo que, por sua vez, foi seguido do Bravo, que agora tem o espaço ocupado pelo Argo.

24 comentários:

  1. Um dos maiores micos da história automotiva. O brava durou pouco em linha. No mercado de usados, ninguém queria nem de graça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. https://g1.globo.com/carros/noticia/2019/09/27/volkswagen-convoca-recall-de-mais-de-9-mil-unidades-do-tiguan-jetta-e-golf.ghtml

      Volkswagen convoca recall de mais de 9 mil unidades do Tiguan, Jetta e Golf.

      Chamada acontece para substituição das molas de suspensão traseira. Empresa já tinha anunciado recall dos modelos em julho e ampliou número de unidades

      Excluir
    2. A matéria é sobre o Fiat Brava. Vocês não conseguem esquecer a VW, a marca é assunto o tempo todo.

      Excluir
    3. Até hoje esse blog não divulgou o recall mencionado acima. Por que será? Rsrsrsrs

      Excluir
    4. O recall foi chamado antes da merda acontecer

      Excluir
  2. vai ter fogos de artifícios na comemoração?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que vai!!!!!!!
      É só enfileirar alguns desses aí.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    2. O mais difícil é encontrar um Brava rodando. Vai ver os donos que tentaram vendê-lo cansaram de ficar anos e anos anunciando o carro e resolveram entregar para um desmanche qualquer hehe

      Excluir
    3. Na vdd existem muitos,eu inclusive tenho um que uso pra trabalhar,o problema e que grande parte dos brasileiros são querem ser experts em alguns assuntos onde na vdd são completos ignorantes,pois a linha sx e elx são melhores do que muitos carros atuais,consumo baixo,alto desempenho e manutenção dentro do normal.

      Excluir
    4. Aqui em SP tem vários abandonados,Brava inteiro é difícil ver

      Excluir
  3. A Fiat tá comemorando onde? Tem festa? 😂

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os fiateiros devem tá comemorando nos grupos deles no Facebook

      Excluir
  4. Essa materia é uma piada do blog com a Fiat já que foi um modelo de pouco sucesso.

    ResponderExcluir
  5. Um amigo meu tinha um brava tentou vender por dois anos e não conseguiu, se converteu a religião evangélica e doou para o pastor ! Só que o pastor devolveu kkkk

    ResponderExcluir
  6. Carro dos sonhos que virou pesadelos

    ResponderExcluir
  7. 1 milhão e 300 mil acessos em 2 semanas no site da GM para obter informações sobre novo Onix.
    Já tem fila de 6 meses de espera.
    Vai ter R$ 15.000,00 de ágio se continuar está procura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corolla também com filas de 30 a 60 dias de espera dependendo a versão. Como diz a Carlota, um case de sucesso a ser estudado kkk

      Excluir
    2. Híbrido tem fila de espera de 60 dias

      Excluir
  8. Chama a GERDAL que resolve o problema do brava na hora kkkkkk

    ResponderExcluir
  9. Quem não teve este carro não sabe o que é se incomodar com um carro de tudo que é jeito.

    ResponderExcluir
  10. Quando esse lixo foi lançado na Europa em 1995 com o Bravo falavam que eles iam desbancar o Golf.

    ResponderExcluir
  11. Tive uma Brava SX 1.6 2002, comprada 0 Km, por 6 anos. Rodei mais de 60 mil km sem que o veículo apresentasse defeito algum. Troquei apenas óleo, bateria, pneus e pastilha de freios. Quando fui vender, negociei por valor muito próximo ao da tabela FIPE e a agência conseguiu um comprador num curto espaço de tempo. Depois dela veio um Sentra, por 7 anos, e por fim, um Golf Tsi 2014, que agora está com 47 mil km. Fui feliz com todos estes carangos.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.