Car.blog.br

Pesquisar este blog

VW Golf GTI não está mais sendo produzido no Brasil

Categorias: , , 69 Comentários

A Volkswagen do Brasil não está mais produzindo o Golf GTI em sua unidade fabril de São José dos Pinhais, no Paraná.

VW Golf GTI

O esportivo era o único que estava sendo produzido no Brasil.

VW Golf GTI

No momento o modelo não chega nem como importado do México, não sendo mais possível encomendar um Golf no Brasil.

VW Golf GTI

O Golf, porém, não sairá de linha no mercado nacional, já que, ainda este ano, chega ao Brasil a versão GTE, híbrido plug-in.



O esportivo elétrico teve apresentação técnica à imprensa este mês, ocasião na qual a montadora confirmou o lançamento do modelo para 2019.

69 comentários:

  1. Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkk nossa o TOP DOS TOPS das naves raladoras e sucesso de vendas sucumbiu kkkkkkkkkkkkkkk e os carros de plastico ? as marcas xing ling ??? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    2. NASCEU MORTO ESSE AI!!!!! EU FALO TUDO Q A VW FAZ NAO PRESTA , NAO DURA.

      Excluir
    3. CARA! VOCÊ ALÉM DE MUITO BURRO, IGNORANTE, ACÉFALO DESPROVIDO DE QUALQUER CAPACIDADE DE RACIOCÍNIO É INVEJOSA, FRUSTRADA E MENTIROSA!
      QUEM DEVERIA TER NASCIDO MORTO ERA VOCÊ E VÁRIOS OUTROS QUE SOFREM DA MESMA DEBILIDADE QUE AQUI COMENTARAM, A HUMANIDADE NÃO PRE CISA DE SERES TÃO DESPREZÍVEIS ASSIM!

      Excluir
  2. Daqui a pouco aparece o bobão da corte para dizer que o Polo faz as vezes de Golf! Kkk

    ResponderExcluir
  3. Esperando o golfao nova geração!

    ResponderExcluir
  4. Os SUVs conseguiram matar todos os hatch médio, só restou o cruze. Daqui mais alguns anos só restará SUV e Corolla

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, realmente só vai sobrar SUV e Corolla.

      As outras montadoras deviam parar de fabricar sedãs por aqui e deixar só o Corolla.

      Excluir
    2. Se bobear, o novo Tracker mata o Cruze hatch também, quem sabe até o sedan.

      Excluir
  5. Quem matou o Golf não foram os SUV, mas simplesmente o fato de brasileiro não entender absolutamente nada de automóveis; falta tradição, conhecimento e cultura. O Golf não é pra esta gente. Grande carro onde só peças e materiais de primeiríssima são utilizados e montagem primorosa, um show de tecnologia. Lamentavel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza. O brasileiro não merece ter um carro como esse. Estes merecem uma boa surra por preferir e pagar 100 mil reais em pseudoSUV de construção boqueta. Parabéns aos novos cidadãos. É rir pra não chocar.

      Excluir
    2. Quem matou o golf foi o preço gado.

      Excluir
    3. Quem matou o Golf foi o preço... só isso... se a VW praticasse um valor mais razoável (mas ela só quer o lucro abusivo) poderia ter mantido o melhor hatch médio do mercado ainda a venda por muito tempo... enfim, lançou o Polo (Golzão) e o povo aceita como se fosse Golf.

      Excluir
    4. Quem matou o golf foi a VW que acha que só pq tem alta tecnologia pode vender por preços que o brasileiro não compra. Afinal o golf no resto do mundo é carro popular

      Excluir
    5. Quem fala que o preço foi quem matou o golf , pode ter certeza, não sabem nada a respeito de construção automotiva, impostos e muito menos de mercado. São comolestos ignorantes. São tão desprovidos de inteligência (burros mesmo) que queriam que um hatch médio com a qualidade de um golf tivesse preço de 80/90 mil reais. Isso é impraticável. Haja vista que temos carros populares, como Fiat argo, beirando os 80. Cara, porque vocês não se matam com tamanha ignorância. A verdade é que o mercado mudou e a ignorância do consumidor Brasileiro aumentou. Pergunte a um consumidor médio que carros ele compraria por 100 mil reais, um hatch ou um "SUV"?. Só quem entende de carro compraria o golf, mas esse público é raro e está desaparecendo. Essa é a verdade.

      Excluir
    6. Falou tudo amigo. O pior é ver esses Anos comemorando o fim de produção do melhor Hatch do mundo, no caso do gti é a morte no Brasil do melhor
      Hatch Hot do mundo na sua categoria. Referência mundial e aplaudido pela crítica mundial a décadas.
      O pior que a maioria desse BURROS andam se muito de Onix, Hb20, civic 2010 etc. e se atrevem a dar palpite a respeito de um carro quando o mais próximo que chegaram de um foi nos estacionamentos do nosso Brasil.
      O Golf é mais caro que seus concorrentes no mundo inteiro, mas para os ASNOS tupiniquins é muito mais negócio carros altinhos muito inferiores apelidados de SUV ou concorrentes que são bons carros mas diante de um Golf se tornam verdadeiros lixos.
      Essa é a mentalidade da maioria do povo brasileiro, é por isso que eu sempre digo do mesmo jeito que cada povo tem o governo que merece, CADA POVO TEM O CARRO QUE MERECE! VIDE OS 16 ANOS PASSADOS DE GOVERNO ELEITOS POR ESSAS MILHÕES DE MULAS, ASNOS ETC.
      RESUMINDO ESSES QUE CRITICAM SÃO MUITO BURROS FRUSTRADOS, INVEJOSOS, MENTIROSOS E ACÉFALOS. O PIOR QUE AS PESSOAS SENSATAS E QUE POSSUEM CAPACIDADE DE RACIOCÍNIO UE PERDEM COM IMBECILIDADE DOS OUTROS.

      Excluir
    7. Com certeza Daniel, quem afirma que foi preço, comprava que esse povo não entende nada de carro.

      Excluir
    8. Tem gente que só fala besteira aqui. Bem que gostariam de ter um Golf na garagem, provavelmente o máximo que chegaram perto foi para tirar alguma foto ao lado.
      Só quem tem um sabe a qualidade inquestionável deste carro, tanto
      em dirigibilidade quanto acabamento.
      Lamentável, palmas para a modinha SUV !!!!

      Excluir
    9. Concordo integralmente com você, Eddie. O Golf não é carro para brasileiro.

      Excluir
  6. Lá se vai a razão de vários dos comentários mais bizarros que eu já li. Desde a versão 1.6 anti-multas, 6 mil unidades mensais, melhor que as série 1 com a arcaica tração traseira, etc. Uma pena para o entretenimento nacional.

    ResponderExcluir
  7. Quem comprou, comprou; quem não comprou, perdeu a chance de ter um ícone automotivo mundial. Ele é digno de Honra e de Glória dos auto-entusiastas. Um carro irreparável. Comparável ao Audi A3, BMW série 1 e MB classe A. É rir pra não chocar com esse notícia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. uhsuhsauhsauhsahsuahsuahsuhsuhusahussauh

      Excluir
    2. Verdade, consegui comprar o meu em 2018, de todos, o melhor carro que tive ate agora.

      Excluir
    3. Garanti meu sonho de consumo no apagar das luzes de sua produção. Triste notícia, mas feliz com meu super carro reluzindo na garagem!

      Excluir
  8. A VW está certa. O Golf é pincacle da tecnologia, então não tem sentido um carro desse ser vendido com os obsoletos motores a combustão apenas. O Golf merece e deve ter um motor elétrico, e então nada melhor que o GTE.
    Lembrando que o Golf 8 terá apenas versões híbridas.
    Vida longa ao Golf, e agora mais tecnológico que nunca, GTE. O futuro chegou! e de Golf!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "O futuro chegou! e de Golf!" kkkk... essa poderia ser a propaganda do Golf 8 aqui no BR.

      Excluir
    2. Agora os TSI são obsoletos, eles não eram a vanguarda da tecnologia? Cada dia que passar esse jumento se supera.

      Excluir
    3. Genti!! Se o Golf é tão bom, pq não vendi?? Nem 6 mil por ano??

      Excluir
  9. E é o fim do melhor hatch premium do mercado, muito melhor que Mercedes Classe a, bmw série 1 e volvo v40. Uma pena.
    Espero que a 8 geração venha para o Brasil.

    ResponderExcluir
  10. O T-Cross substitui o Golf com louvor.

    A minha mulher queria um SUV compacto, tentei convencer ela a pegar o HR-V, ela achou muito fraco de acessórios... Renegade muito lento... Não é que ela quis o T-Cross?!

    E como lá em casa é ela quem manda...

    Pegamos um Comfortline 1.0 TSI automático. Eu já tive Golf, e manifesto peremptoriamente: O T-Cross substitui perfeitamente o Golf.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkkk mais pouco kkkkkkkkkk

      Excluir
    2. "E como lá em casa é ela quem manda..."...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk deixar de comprar um Golf pra comprar um "suv" por causa de mulher é dose

      Excluir
    3. Concordo com vc JJ...o TCross montado no Paraná está no mesmo padrão do Golf, mas ainda longe do G7 alemao. O melhor Suv do mercado.

      Excluir
    4. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk mais um pouco kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  11. Esta noticia nao eh nova. A VW produziu um lote maior no inicio do ano e depois parou pois focou no T-Cross...e soh vai ter o q sobrar em estoque. Sorte d quem Pôde comprar o GTI, q nao eh meu caso. Tenho o 1.4 TSI mexicano (DSG +multilink+ acabamento melhor q o nacional) ja ha quase 5 anos. Se nao tiver surpresas, continuarei com ele por mais alguns anos.

    ResponderExcluir
  12. O Golf é um dos melhores carros já fabricados no Brasil.
    O problema dele é o preço: na sua faixa de preço, já entram os SUVS a diesel, que hoje em dia está "mais na moda". Eu não gosto de SUV, mas muitas pessoas estão preferindo eles.
    A própria Volks já está lançando no final do ano o POLO GTS e o VIRTUS GTS, que ambos irão suprir um pouco da carência do Golf. Não é novidade que ele iria sair de linha. É algo natural.
    Assim como o PASSAT ficou caro para o Brasil também, o Golf já nasceu caro.

    ResponderExcluir
  13. Carro popular na Europa, vendido no Brasil a preço de status.
    Uma verdadeira lauça!

    ResponderExcluir
  14. Esse carro aí que o Carlos de 4 diz ser o melhor do mundo? Pq não vende aqui?

    ResponderExcluir
  15. Que besteira culpar o consumidor, por erros primários da VW brasil. A empresa é responsável por manter o padrão do seu produto, por manter o interesse do produto no seu público, por manter a sua divulgação, por manter o seu valor coerente com o mercado, enfim, a culpa é da VW.

    1) Me lembro de apenas 1 comercial do Golf, no lançamento.

    2) Lembro que a VW aumentou absurdamente a expectativa com o Golf, trazendo o mesmo carro disponível para o consumidor. Praticamente o único conjunto na época com 7 airbags, freio eletrônico auto-hold, sensores dinâmicos e completos de estacionamento, motor turbo de alto desempenho e economia, painel soft, tudo de série, enfim, um carro único para o mercado brasileiro na época, com preço dentro da realidade do mercado.

    3) Criou um padrão altíssimo, um expectativa altíssima - e depois começou a decepcionar o seu público. Voltou a alavanca do freio manual, mudou acabamento central, porta copos aberto, suporte do braço menor, forração do porta luvas e outros detalhes. Saiu multilink, versão mexicana, versão brasileira, tentaram motor 1.6, câmbio de 5 velocidades, motor 1.0 TSI, enfim, uma zona.

    4) Uma zona, com os preços subindo ao mesmo tempo. Erraram com versões 10 mil mais cara do que o coerente e o que aconteceu depois? Desconto de 10 mil... Amadorismo no meio da crescente procura por SUVs e Crossovers.

    5) Se a VW não tivesse mexido uma vírgula da versão 2014 (Tá bom: atualizado o software da central para espelhamento e colocado os controles no volante na Comfortline também), não teria carro no brasil, abaixo de 100 mil, para competir.

    6) No brasil é assim: abriu margem para crítica, por mais que seja um detalhe besta, vai gerar insatisfação e perder vendas. A VW brasil morreu com o zap na mão. É a maior derrota história do mercado brasileiro, pois conseguiu perder com o melhor carro da história do mercado brasileiro.

    7) VW brasil é marca pra vender Gol, Voyage, Fox e Saveiro mesmo, a linha antiga que hoje ainda corresponde a praticamente metade das vendas da montadora no país. A verdade é que Golf não combina com a VW brasil, não com o consumidor brasileiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo em tudo. Aliás, ela até poderia ter lançado sim, por exemplo, o 1,6 16V. O motor não é ruim, porém teria que ser desde o lançamento, e não feito isso com o Comfortline. A VW matou o Golf no Brasil, infelizmente. A sorte é que quem tem, sabe o valor do carro, e creio que ele ainda terá bom comércio nos usados.

      Excluir
    2. * Item 2: ...mesmo carro disponível para o consumidor alemão.
      * Item 5: pode subir para "não teria carro no brasil, abaixo de 130 mil, para competir.

      Excluir
    3. Uma pena né Paulo... O meu já está com 5 anos e o material é exemplar. Sério: não há um desgaste sequer em painel, portas, bancos, volante, nada. Vai fazer 65 mil km nessa semana e ainda não troquei uma lâmpada. Obviamente já foram 2 baterias (uma paga pela VW!) e as manutenções da garantia. Faço as revisões a cada 6 meses, mesmo fora da garantia. O consumo ainda é fantástico. Há umas 2 semanas fiz 19.3 voltando de São Paulo, com um pouco de cidade ainda. Acredito que só pista teria feito 20km/l. Sem barulho de suspensão, câmbio, nada.

      Falta espelhamento de celular (quem aí sabe uma central que mantenha a estética original e as funções do carro?) e os controles no volante (mas o carro é tão animal, que, na alavanca dos limpadores, é possível controlar som, telefone e demais funções do carro.)

      Resultado: essa é a primeira vez que vou passar de 5 anos com o mesmo carro. Não encontro um substituto à altura e não o venderia por menos de 2 ou 3 mil ACIMA da tabela. Não vale a pena. Quem tem que cuide e saiba valorizar. Se não vai desembolsar uma grana alta e ainda perder recursos.

      Mais próximos hoje em dia: Civic, Jetta e Compass.
      Forçando o bolso, Tiguan.
      Forçando a amizade: HRV.
      Fechando os olhos para alguns detalhes: Renegade.

      Impossíveis: Polo, PlasTcross, Cruze e qualquer outro SUV ou Sedan.

      Excluir
    4. Imagina o tamanho do prejuízo em investir na produção de um modelo novo e sofisticado e descontinuar a produção em menos de 4 anos.

      Excluir
    5. Faço das suas palavras as minhas, eu comprei o golf 1.4 em seu lançamento, versão manual com pacote elegante, além de valorizarem meu usado, ainda tive desconto no 0km, um ano depois troquei pelo GTI, foi a melhor coisa que fiz.
      Agora ficarei com ele por muito tempo já que agora se tornará item de colecionador. Sabendo o exemplar que tenho, da até ânsia quando tentam comparar o polo a ele, e pior ainda saber que tem suv de plástico acima de 100k.
      É uma pena, e a culpa é 100% da vw Brasil que não soube administrar o que é o golf, resta a ela somente vender carros populares mesmo.

      Excluir
    6. Cara, meu pai comprou um Polo e estou gostando muito, mas não se compara ao Golf. MAs o carro é excelente.
      Hoje nção vejo substituto. Destes citados, somente Jetta e Civic. Não incluo SUV pelo prazer de dirigir, que estes não proporcionam. Renegade então, aí prefiro o T-Cross, afinal, até 100k, plástico por plástico, eu prefiro a mecânica do T-Cross... Mas eu não pegaria, iria de Jetta, tem umas promoções interessantes de Jetta.

      Excluir
    7. Esse Carlos JBS é burro ou se faz? Não sei se ele sabe que as empresas sobrevivem de lucros. Será que sabe??


      Quem fala que o preço foi quem matou o golf , pode ter certeza, não sabem nada a respeito de construção automotiva, impostos e muito menos de mercado. São comolestos ignorantes. São tão desprovidos de inteligência (burros mesmo) que queriam que um hatch médio com a qualidade de um golf tivesse preço de 80/90 mil reais. Isso é impraticável. Haja vista que temos carros populares, como Fiat argo, beirando os 80. Cara, porque vocês não se matam com tamanha ignorância. A verdade é que o mercado mudou e a ignorância do consumidor Brasileiro aumentou. Pergunte a um consumidor médio que carros ele compraria por 100 mil reais, um hatch ou um "SUV"?. Só quem entende de carro compraria o golf, mas esse público é raro e está desaparecendo. Essa é a verdade.

      Excluir
    8. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    9. Daniel, apaga enquanto há tempo, pois quem está demonstrando burrice e incapacidade de leitura e raciocínio é você. Não vou nem contrapor, pois sua falta de educação e coerência o deixa semelhante a um pombo. Você sabe como é discutir com um pombo?

      Tá bom vai, vou tentar te ajudar: Jetta hoje em dia fica devendo 1 airbag e multilink para o Golf, mas a central é melhor e até alguns detalhes de acabamento. Plataforma é a mesma, motor, câmbio, qualidade de acabamento, enfim, deve quase nada para o Golf, o supera em alguns detalhes e ainda tem o freio eletrônico, sensores completos, enfim, passa parelho ao Golf. A versão Comfortline pode ser comprada facilmente por 95 mil. Se um Jetta, Sedan, com praticamente os mesmos recursos, pode ser comprado por 95 mil, um Golf, hatch, provavelmente também poderia.

      Mas enfim, mesmo se você entendeu agora, o seu conceito de incapaz não muda. Segue no seu mundinho aí e não encha mais o s@co.

      Excluir
    10. Carlos JSB, ficou comprovado que você não entende de construção automotiva, muito menos dos carros da VW. Carro não se resume a itens de série, vai muito além disso. Deixa eu te explicar, a construção do golf é mais sofisticada e refinada que a do Jetta. O Jetta, apesar de ser um excelente automóvel, não chega perto do nível de construção do golf. A VW teve que simplificar o Jetta e baixar seu preço para tentar disputar um mercado dominado pelos pseudoSUVs. Se você não enxergar diferenças de construção entre o golf e um Jetta é problema seu.

      Excluir
    11. Puxa cara, legal saber que você é um dos "engenheiros" da VW... Consegue saber mais do carro (mesmo não o tendo) do que eu (que o tenho há 5 anos e conheço cada detalhe do acabamento aos recursos e às respostas mecânicas). E mesmo o Jetta usando a mesma plataforma MQB (não a encurtada e simplificada de Polo / Virtus) e ter praticamente a mesma variação de texturas e materiais do interior, mesmo motor, câmbio (pelo menos da versão nacional), mesmos controles de segurança e comodidade, enfim, mesmo com toda a linha de identidade e recursos, sim, devem ser produtos muitos diferentes... Ah, já sei: é o forro do porta luvas que faz do Golf um produto diferenciado perante o Jetta... Chega velho, divirta-se aí à vontade. Você, que "manja" muito, deveria ser um consultor técnico da VW.

      Excluir
  16. Essa matéria só confirma o que venho falando há meses. Daqui uns dias tem matéria anunciando o fim da produção da Audi no Brasil também, apesar de o blog ter afirmado o contrário há poucos dias.

    A produção em SJP será focada em modelos mais baratos de se produzir.

    ResponderExcluir
  17. Tem o Civic si q e bem mais bacana!

    ResponderExcluir
  18. RIP Golf. Sobrou o Jetta agora como único VW que presta, pois o resto é tudo carroça!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comentário do sujeito que mais entende de carros, a maioria de suas postagens é tudo copia de outros sites !

      Excluir
  19. Pena. Mas a VW e o mercado fizeram por merecer. A primeira, pela contínua piora do carro após a vinda do modelo alemão. O segundo, por ter adotado a modinha suv.

    ResponderExcluir
  20. Gm pode ter os defeitos que for, mas é a única marca generalista que ainda consegue vender hatch médio no mercado brasileiro. Por isso é a líder de vendas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe porquê? por que o cruze ainda custa pouco para produzir, devido ser um projeto bem mais simples que um golf e um i30 por exemplo. O cruze não emprega tecnologia caras. Talvez com chegada do novo onix sedã as do cruze tenderão a cair e seus destino será o mesmo dos outros médios.

      Excluir
  21. O GOLF está em queda em todo o mundo, assim com a categoria em que ele se encaixa,no Brasil já está sepultado.

    ResponderExcluir
  22. Fiz ano passado test drive no golf 1.6 e ele não me empolgou como o Polo tsi.

    O acabamento do Golf é superior ao polo sim, nem se compara, e o seguro no Rio é caríssimo, experimente cotar.

    Agora, com um pouco de imaginação é possível melhorar a qualidade do Polo e seus equipamentos e acessórios, conseguindo um preço competitivo com os ganhos de escala da família polo (vide a boa quantidade de unidades vendidas nos projetos polo, virtus, t-cross e agora os gts, e possivelmente o cuv do Polo), sem aumento de preço pelos próximos dois anos.

    Com certeza alguns itens podem ser usados na família polo/virtus/t-cross, como: ambient light do t-cross, freio de mão elétrico e auto-hold do jetta, os retrovisores dobráveis e o descansa braço com altura variável do t-cross,( não sei porque nenhum tapeceiro ofereceu serviço pra forração padrão golf dos porta-luvas e nichos de portas), teto solar.

    É o que acredito ser possível com a realidade financeira atual. É até bem possível de acontecer com o pessoal adepto de modificar os carros com customização com peças originais e vcds.

    ResponderExcluir
  23. Nao sou capaz de opinar porqe mal posso comprar um celta 2003 ..... Entao ,se o gti acabou deve ser porqe ninguem qer , pois , se quizesse ainda tinha bastante

    ResponderExcluir
  24. q pena q acabou, acho q o golf g8 só virá nas versões gte

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.