Car.blog.br

Pesquisar este blog

Volkswagen Passat faz 45 anos no Brasil: história e fotos

Categorias: , , , , , 21 Comentários

O Volkswagen Passat, primeiro modelo da marca com motor refrigerado a água e tração dianteira fabricado no Brasil, comemora 45 anos de seu lançamento no mercado nacional.

VW Passat GTS Pointer 1989

O VW Passat é um dos modelos mais importantes da história da Volkswagen no Brasil em função dessas inovações tecnológica, já que, até então, a montadora adotava os motores refrigerados a ar e tração traseira.


VW Passat GTS Pointer 1989 - interior

O VW Passat é também um dos primeiros modelos da Volkswagen derivados de carros da Audi, já que ele compartilhava a plataforma com o Audi 80 (veja aqui).

VW Passat 1975

O modelo chegou ao Brasil menos de um ano após seu lançamento na Alemanha, trazendo consigo inovações conceituais e tecnológicas inéditas para a época. O design da primeira geração foi assinado pelo carrozziere italiano Giorgetto Giugiaro.

VW Passat 1975

O novo modelo, fabricado em São Bernardo do Campo, lançado em 1974 como modelo 1975, foi oferecido inicialmente em duas versões de acabamento, L e LS, ambas com duas portas – à época, essa configuração era a preferida dos brasileiros. Seu desenho combinava traços de sedã e cupê, com a traseira estilo fastback.

VW Passat TS 1978

Por dentro, o Passat oferecia bom espaço para cinco passageiros, e o porta-malas comportava 450 litros.

VW Passat TS 1976

Entre as novidades tecnológicas, o Passat introduziu no País as juntas homocinéticas, a carroceria com zonas de deformação controlada em caso de colisão, o duplo circuito de freios em ‘X’, acionamento das válvulas por correia dentada, entre outras.

VW Passat 4 portas 1977

O motor da versão de lançamento tinha 1.471 cm³ de cilindrada e gerava 78 cv e 11,5 kgfm de torque. Associado ao câmbio de quatro marchas, ele levava o carro da imobilidade a 100 km/h em 15,3 segundos – um tempo respeitável à época – e a uma velocidade máxima de 150 km/h. O consumo era de 12 km/l na estrada.

Passat TS

O Passat brasileiro ganharia sua versão quatro portas um ano após o lançamento. Mas o modelo mais desejado foi o esportivo TS. Com motor de 1,6 litro importado da Alemanha, carburador de corpo duplo e câmbio de 5 marchas, em sua primeira versão o modelo era identificado pela dianteira com quatro faróis.

VW Passat TS 1978

Contava também com conta-giros no painel (pouco difundido à época), mostradores auxiliares no console e volante de três raios. Em 1976, chegou também a versão 3 portas (hatchback), integrando o porta-malas à cabine.


VW Passat 4LM 1978

Uma versão 5 portas também foi fabricada no Brasil, mas apenas para exportação.

VW Passat Surf 1978

Em 1978 a Volkswagen lançou uma versão despojado, o Passat Surf, visando o público mais jovem.

VW Passat 1981

Em 1978, já como linha 1979, o Passat ganhou um facelift no Brasil, abandonando os faróis redondos por outros retangulares,  enquanto as luzes indicadoras de direção passaram a invadir o para-lama.

VW Passat 1981

Os para-choques também eram novos, agora envolventes.

VW Passat 1981

O Passat TS continuou como esportivo da linha, mas perdeu a diferenciação dianteira que marcava o modelo desde então.

Etanol

Em 1979, o Passat ganhou a opção do motor a etanol. Baseado no 1,5-litro a gasolina e com 65 cv, trazia como principal alteração a maior taxa de compressão (10,5:1), obtida por meio de um novo design dos pistões.

VW Passat LS 1982

Paralelamente, várias medidas foram adotadas para evitar a corrosão causada pelo combustível derivado da cana.


VW Passat LS 1982

Inicialmente, o Passat a etanol foi vendido com exclusividade para órgãos governamentais. As versões a etanol eram as mesmas da linha tradicional, a gasolina.

VW Passat TS 1982


O Passat TS recebeu ainda o motor  1.6 também com opção a etanol.

VW Passat LSE

Nessa mesma época chegou ao mercado o Passat LSE, com 4 portas, mecânica do TS (1.6), ar-condicionado, e uma série de recursos de luxo.

VW Passat 4 portas

Já no final de 1982 o Passat recebeu outro facelift. Esteticamente introduziu-se um grupo de 4 faróis retangulares na dianteira, enquanto o motor 1.6 passou a equipar toda a gama.

VW Passat GTS 1983

Houve ainda reformulação no nome das versões. O LS passou a ser o modelo de acesso, GLS intermediário. O TS passou a se chamar GTS.

O Passat Iraque

Um modelo que marcou época foi o TSE, mais conhecido como ‘Passat Iraque’, por ser especialmente configurado para exportação ao país do Oriente Médio. Os iraquianos compraram cerca de 170 mil unidades do carro entre 1973 e 1988.


VW Passat Iraque

Esse modelo era fabricado exclusivamente com quatro portas, motor de 1,6 litro e câmbio de quatro marchas.

VW Passat Iraque
No interior ele trazia bancos de veludo na cor vinho, radiador de cobre e ar-condicionado extra potente e acabou sendo oferecido também no mercado brasileiro, com boa aceitação.

VW Passat GTS

A primeira geração chegou ao fim em dezembro de 1989, passados 15 anos de seu lançamento no Brasil. Esse modelo teve várias mudanças de estilo e aperfeiçoamentos.

VW Passat GTS

Um dos últimos modelos é o Passat GTS Pointer, equipado com o motor AP-800S, bancos Recaro, e câmbio de 5 marchas - mesma mecânica do Gol GTS.

VW Passat Flash 1987

No total, foram produzidos 897.829 carros, dos quais cerca de 221 mil para exportação.

Segunda geração

VW Santana CD 1984

A segunda geração do Passat também foi fabricada no Brasil, mas, por razões estratégicas, teve o nome mudado para Santana. Lançado no país em 1984, o Santana teve versões com duas e quatro portas, além de uma station wagon, a Quantum. Contava com motores 1,8l a gasolina ou álcool e, opcionalmente, câmbio automático. Durante seus primeiros anos no mercado nacional, conviveu com a primeira geração.

Importação

O Passat voltaria ao mercado brasileiro a partir de 1994, já em sua quarta geração, produzida na Alemanha, nas versões sedã e perua (Passat Variant). Desde então, tem ocupado o posto de sedã topo de linha da Volkswagen.

VW Passat 2018

O modelo atualmente vendido no Brasil corresponde à oitava geração e foi o introdutor do Active Info Display (painel configurável totalmente digital). Ele traz também o ACC (controle de velocidade de cruzeiro adaptativo, que mantém a distância do carro da frente), alerta de tráfego cruzado à ré, sistema de infotainment Discover Pro com tela de 9,2”, conexão com telefone celular App-Connect e Media Control, entre outros itens.



Mundialmente, o Passat superou 30 milhões de unidades produzidas desde seu lançamento, colocando-se junto ao Fusca e ao Golf como um dos três modelos de maior sucesso na história da Volkswagen.

21 comentários:

  1. Respostas
    1. Passat 74 anda mais que o carro que é a sua cara, reneGAYde!

      Excluir
    2. primeiro caro que entrou na minha família!

      Excluir
    3. Foi meu primeiro carro ( GTS POINTER 1989 ), quando eu tinha 19 anos. Excelente carro.

      Excluir
  2. Um carro iconico. Se desconhece a história automotiva releia o texto.

    Passat, um vento que cruza a Europa de Leste a Oeste.

    ResponderExcluir
  3. Tive um LS, 1.5 a alcool q na epoca andava muito!!!! Tinha ate os marcadores internos (oleo, bateria e onta giro) do Passat TS. Estes 3 reloginhos eram muito legal!!

    ResponderExcluir
  4. Entre o Passat (R$ 165 mil) e o Civic Touring (R$ 130 mil), eu economizo R$ 35 mil e fico com o sedã japonês.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho os dois.
      O prazer de dirigir em ambos é acima da média.
      O Touring é muito bom. Uma coisa que aprendi. Nunca subestime um Honda.
      Mas o Passat é mais carro, tanto em desempenho quanto em tecnologia embarcada.
      A diferença de preços era até para ser maior. Na verdade, em termos de tecnologia, o Passat está muito mais para o Honda Accord

      Excluir
  5. Carro excelente!
    Ele e o Golf são os melhores carros já feitos pela Volkswagen.

    ResponderExcluir
  6. Isso ai claudio Almeida. Passat e Golf expressam toda a tecnologia e qualidade da VW.

    ResponderExcluir
  7. Mais um grande carro da VWB. Excelente review. Parabéns!

    ResponderExcluir
  8. Indiscutivelmente o melhor custo beneficio no Brasil.
    Sem comparação.
    E ainda tem o DCC. O único que tem o DCC!!

    Inigualável.

    ResponderExcluir
  9. Preciso de ajuda, algum amigo do grupo sabe onde fica localizado a sirene do sensor de estacionamento do Fox 2015 original de fábrica, me informaram que são 2 sirenes uma para o sensor traseiro outra para o sensor dianteiro, mas ninguém consegue descobrir onde ficam localizadas essas benditas sirenes !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. https://www.golfmk7.com.br/uploads/monthly_2018_08/N94-12704.png.550adae063f052fd3b9049f25d226675.png

      Excluir
  10. Aqui em casa tivemos um Passat L cor creme com aquele 1º cambio que as vezes quando engatava a 1ª entrava a ré kkk..saudades,bons tempos.

    ResponderExcluir
  11. Meu sonho de mlk era ter um Pointer

    ResponderExcluir
  12. O Passat não tem concorrente no Brasil. É um carro sem comentários top, de acordo.

    ResponderExcluir
  13. A VW é uma referência em automóveis e suas histórias...!!! Todos os seus veículos acabam se tornando ícones no mercado.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.