Car.blog.br

Pesquisar este blog

Novo Ford Ranger 2020: fotos, preços, consumo e versões

Categorias: , , , , 41 Comentários

A Ford do Brasil lança a linha 2020 da picape Ranger, que chega às concessionárias em agosto, com facelift, maior de equipamentos e tecnologias de assistência ao motorista inéditas. Os preços não sofreram alterações.

Novo Ford Ranger 2020 Limited

Uma novidade é o sistema de frenagem autônoma com detecção de pedestres, o reconhecimento de sinais de trânsito e os faróis baixos de xênon com luzes diurnas de LED. Piloto automático adaptativo e sistema de permanência em faixa também fazem parte do leque de itens da picape.

Design

No design, as principais mudanças da Ranger se concentram na frente, incluindo grade, para-choque, faróis principais e de neblina redesenhados e nova pintura na roda de 18 polegadas, além do acabamento e materiais na cabine.

Novo Ford Ranger 2020 Limited

Na parte de engenharia, a picape ganhou uma nova suspensão que melhora a dirigibilidade e o conforto tanto no asfalto como fora de estrada, entre outros aprimoramentos. Outra novidade é a tampa da caçamba com assistente de abertura e fechamento, que reduz de 12 kg para 3 kg o peso equivalente na sua movimentação.

Novo Ford Ranger 2020 Limited

A linha ganhou uma nova cor, azul Belize, e dispõe de outras seis opções: vermelho Bari, branco Ártico, prata Geada, vermelho Toscana, preto Gales e cinza Moscou, sendo esta última a cor de lançamento global.

Vídeo: Ford Ranger 2020




Motores

A Ranger 2020 conta com dois motores diesel da família Duratorq, o 3.2 de cinco cilindros, com 200 cv, e o 2.2 de 160 cv. Toda a linha já vem de série com o AdvanceTrac, composto por controle eletrônico de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, controle automático de descida, assistência de frenagem de emergência, luzes de emergência em frenagens bruscas, controle de oscilação de reboque e os exclusivos sistema anticapotamento e controle adaptativo de carga, além de diferencial traseiro blocante eletrônico.

Preços

Todas as versões da Ranger mantém o mesmo preço praticado na linha 2019.

Ford Ranger 2.2 XLS: 4x2 Automática - R$128.250, 4x4 manual - R$147.520, 4x4 automática - R$154.610.

Novo Ford Ranger 2020 XLS

Essa versão traz agora ar-condicionado digital de duas zonas, central multimídia SYNC 3 com tela de 8 polegadas, painel configurável com duas telas de 4,2 polegadas e novos faróis de neblina. Tem ainda sete airbags, câmera de ré e rodas de liga leve de 17 polegadas.

Ford Ranger XLT 3.2 4x4 automática - R$176.420.

Novo Ford Ranger 2020 XLT

Além de bancos de couro, ela acrescenta itens como sensor de chuva, monitoramento individual de pressão dos pneus, faróis automáticos, estribos plataforma e detalhes cromados.

Ford Ranger 3.2 Limited - R$ 188.990 reais.

Novo Ford Ranger 2020 Limited


Itens: faróis baixos de xênon com luz diurna de LED, farol alto automático, sistema de acesso sem chave e botão de partida Ford Power, tampa traseira com travamento elétrico e rodas de 18 polegadas com acabamento exclusivo. Pelo preço inalterado de R$188.990, ela introduz também sistema autônomo de frenagem com detecção de pedestres, reconhecimento de sinais de trânsito e monitoramento individual de pressão dos pneus, continuando a oferecer ainda itens como piloto automático adaptativo, sistema de permanência em faixa e sistema de personalização da luz ambiente com sete cores.

Assistência à condução

O assistente autônomo de frenagem com detecção de pedestres funciona em velocidades de 5 km/h a 80 km/h, com o auxílio de duas câmeras e um radar. Ao identificar um veículo parado ou pedestre à frente, ele emite um alerta para o motorista e prepara os freios para uma frenagem rápida. Se o motorista não realizar nenhuma ação, ele aciona os freios automaticamente para evitar ou reduzir os danos de uma colisão.

Novo Ford Ranger 2020 Limited

O sistema de reconhecimento de sinais de trânsito usa as mesmas câmeras para rastrear as placas na pista, alertando o motorista sobre os limites de velocidade. O objetivo dos dois sistemas é proporcionar uma direção mais segura e tranquila.

Nova suspensão

A Ranger 2020 ganhou uma nova suspensão que melhora o controle de movimentação da carroceria e a dirigibilidade, aproveitando todo o curso do conjunto para oferecer maior conforto tanto no asfalto como fora de estrada.

Novo Ford Ranger 2020 Limited

Além de barra estabilizadora redesenhada e elementos de coxinização refinados, ela teve as longarinas do chassi reforçadas e adota dois ajustes diferentes de molas, amortecedores e buchas, de acordo com o peso de cada versão da picape. Assim, em vez de calibrar o sistema pela média, foi possível otimizar o seu desempenho para aproveitar os extremos de cada faixa.

Dados de desempenho e consumo

A Ranger 3.2, que equipa as versões de topo da linha, tem cinco cilindros, gera potência de 200 cv (@ 3.000 rpm) e torque de 470 Nm na faixa de 1.750 a 2.500 rpm, com força e elasticidade tanto para rodar na estrada como para superar obstáculos todo-terreno.

Com ele, a picape acelera de 0 a 100 km/h em 11,6 segundos e atinge velocidade máxima de 180 km/h. A versão XLT 3.2 4x4 faz 8,4 km/l na cidade e 9,4 km/l na estrada. A Limited 3.2 4x4 roda 8,6 km/l na cidade e 9,9 km/l na estrada.

O motor 2.2 Duratorq, com quatro cilindros, presente nas versões de entrada e intermediárias da Ranger, tem potência de 160 cv (@ 3.200 rpm) e torque de 385 Nm na faixa de 1.600–2.500 rpm. Com ele, a picape vai de 0 a 100 km/h em 15 segundos e chega a 164 km/h.

A versão XLS 4x2 tem um consumo de 9,6 km/l na cidade e 11,3 km/l na estrada. A versão XLS 4x4 manual tem um consumo de 10,3 km/l na cidade e 10,4 km/l na estrada. Com transmissão automática, faz 9,0 km/l na cidade de 10,4 km/l na estrada.

A transmissão automática é a 6R80 e a transmissão manual é do modelo MT82, ambas com seis velocidades.

A versão flex deixa de ser oferecida na linha, como reflexo da baixa procura no mercado. O segmento de picapes flex vem caindo progressivamente e hoje representa apenas 8% das vendas.


Caraterísticas off-road

A Ranger tem características como a capacidade de imersão de 800 mm. Isso foi obtido com a blindagem do sistema elétrico, tomada de ar em posição superior e o posicionamento do alternador de forma a mitigar o risco numa eventual passagem por água.

Novo Ford Ranger 2020 Limited

O controle eletrônico de estabilidade e tração AdvanceTrac tem sistema anticapotamento, enquanto controle adaptativo de carga, que equipa de série toda a linha.

Novo Ford Ranger 2020 XLS

Há ainda direção elétrica, o controle de oscilação de reboque, o diferencial traseiro blocante, os 7 airbags, o ar-condicionado digital de dupla zona e a central multimídia SYNC 3 com navegação e comandos de voz.

Novo Ford Ranger 2020 XLS

Os ângulos de entrada e saída de 28º também favorecem o desempenho off-road da Ranger, que tem capacidade de carga de 1.001 a 1.168 kg, dependendo da versão.

Nova cor

A Ranger 2020 introduz uma nova cor perolizada, azul Belize, e oferece outras seis opções: as sólidas vermelho Bari e branco Ártico; a metálica prata Geada; e as perolizadas vermelho Toscana, preto Gales e cinza Moscou – esta última a cor de lançamento global.

Novo Ford Ranger 2020 XLT

A versão de entrada XL vem com grade dianteira, para-choques, retrovisores e maçanetas pintados na cor preta. Como diferenciais, a versão XLS tem para-choque dianteiro, retrovisores e maçanetas na cor do veículo, enquanto grade dianteira e para-choque traseiro são pintados na cor cinza Londres metálico.

Novo Ford Ranger 2020 Limited

Nas versões XLT e Limited, a grade dianteira, o acabamento dos faróis, a capa dos retrovisores, as maçanetas externas e internas e o para-choque traseiro são cromados e os faróis têm projetores. Essas duas versões são equipadas também com estribos laterais do tipo plataforma, que além de agregar estilo à picape oferecem excelente apoio para os pés.

Novo Ford Ranger 2020 XLT

A Ranger Limited tem como itens exclusivos o santantônio na cor do veículo, o rack de teto, as rodas de liga leve diamantadas e os faróis com luzes diurnas de LED e luz baixa de xênon.

Versões, preços e itens

Ford Ranger Versão XL 2020 - R$ 132.320

A Ford Ranger 2020 tem como versão inicial a XL cabine dupla, equipada com tração 4x4 e transmissão manual, que chega com o mesmo preço do modelo anterior, de R$132.320. Picape voltada para o trabalho, ela tem foco no custo-benefício.

Vem equipada com direção elétrica, ar-condicionado, trava elétrica das portas, computador de bordo, chave canivete com controle remoto de abertura e fechamento global e rádio com tela de 3,5 polegadas com conexão Bluetooth, USB e para iPod.

Tem também o AdvanceTrac, composto por controle eletrônico de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, controle automático de descida, assistência de frenagem de emergência, luzes de emergência em frenagens bruscas, controle de oscilação de reboque, sistema anticapotamento, controle adaptativo de carga e diferencial traseiro blocante eletrônico.

Três airbags (dianteiros e de joelho para o motorista), aviso sonoro de cinto de segurança e ganchos Isofix para cadeiras infantis fazem parte dos itens de segurança.

Na cabine, a Ranger XL traz bancos revestidos em tecido, ajuste de altura do volante, console central com porta-objetos e descansa-braço integrado, console de teto com porta-óculos, porta-luvas com chave, desembaçador do vidro traseiro, três pontos de força 12 V e tapetes de borracha.

A caçamba dispõe de assistente de abertura e fechamento da tampa, trava com chave e oito ganchos internos para carga. Capô com mola a gás, gancho para reboque, para-barro dianteiro e traseiro, protetor de cárter, protetor do tanque de combustível e provisão elétrica de reboque completam a lista.

As rodas são de aço de 16 polegadas, com pneus 255/70 R16 All Terrain.

Versão XLS

A versão XLS ocupa a faixa intermediária da linha, mas é a que parte do valor mais acessível: a Ranger XLS 2.2 4x2 automática sai por R$128.250. A XLS 2.2 com tração 4x4 custa R$147.520 com transmissão manual e R$154.610 com transmissão automática – mesmos preços do modelo 2019.

Versão XLS

Como novidades, a Ranger XLS agora traz ar-condicionado digital com controle individual de temperatura para o motorista e o passageiro, central multimídia SYNC 3 com tela sensível ao toque de 8 polegadas e comandos de voz, painel configurável com duas telas de 4,2 polegadas, novos faróis de neblina e acabamento do painel, portas e console.

Versão XLS

Além dos equipamentos da XL, vem também com: sete airbags (frontais, laterais, de cortina e de joelho para o motorista), vidros elétricos com fechamento a um toque para o motorista, retrovisores elétricos, piloto automático, câmera de ré, sensor de estacionamento traseiro, alarme, limitador de velocidade, chave programável MyKey, ajuste de altura e lombar do banco do motorista, compartimento climatizado no console e aviso luminoso do nível do lavador do para-brisa.

Versão XLS

As rodas são de liga leve de 17” com pneus 265/65 R17 All Season na versão 4x2 e pneus 265/65 R17 All Terrain nas 4x4.

Ford Range 2020 XLT -  R$ 176.429

A Ranger XLT 3.2 4x4 automática, versão de entrada do topo, mantém o preço de R$176.420. Além dos itens da XLS, vem com: bancos e volante revestidos em couro, abertura e fechamento global dos vidros, sensor de chuva, para-brisa acústico, multimídia SYNC 3 com navegação, faróis automáticos, faróis com ajuste de altura, sistema de monitoramento individual de pressão dos pneus, retrovisores com piscas integrados e rebatimento elétrico, vidros elétricos com fechamento a um toque para os passageiros, faróis com projetor, espelho retrovisor eletrocrômico e para-sóis com espelho e iluminação.

Ford Range 2020 XLT -  R$ 176.429

Como diferenciais externos, além de estribos laterais, vem com grade, faróis, retrovisores, maçanetas e para-choque traseiro cromados. As rodas são de liga leve de 18 polegadas com pneus 265/60 R18 All Season.

Ford Ranger 2020 Limited - R$ 188.990

A Ranger Limited 3.2 4x4 automática, topo de linha, mantém o preço de R$188.990.

Ford Ranger 2020 Limited - R$ 188.990

Ela vem com novos faróis baixos de xênon com luz de rodagem diurna de LED e farol alto automático, chave com sensor de presença e botão de partida Ford Power, sistema de reconhecimento de sinais de trânsito, sistema de frenagem autônomo com detecção de pedestres, alerta de colisão, tampa da caçamba com assistente de abertura e fechamento, além de travamento elétrico, e rodas de 18 polegadas com acabamento em cinza perolizado e diamantado.

Ford Ranger 2020 Limited - R$ 188.990

Como itens exclusivos, a Limited é equipada ainda com piloto automático adaptativo, sistema de permanência em faixa, acendimento automático dos faróis, sensor de estacionamento dianteiro, ajuste elétrico do banco do motorista em oito posições, sistema de personalização da luz ambiente com sete cores, rack de teto, santantônio exclusivo pintado na cor da carroceria e protetor de caçamba.

41 comentários:

  1. Essas picapes perto da Amarok V6 é igual Liga dos Campeões e Copa Sul Americana...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou pouco e falou muita merd@... Desde quando Amarok, por ter motor V6 é superior???
      Se for pra falar de potência, sem a aplicabilidade específica, é jogar dinheiro pelo ralo. Além disso é notoriamente comprovado que, apesar do conforto e estabilidade, a Amarok é um DESASTRE no fora de estrada... E pra seu governo, 90% dos picapeiros usam na terra seus veículos, sempre pra algum fim específico...
      Ranger tem tecnologia que a Amarok não tem com essa eletrônica embarcada e dispositivos de segurança ativa e passiva, tem motor excelente, só peca no pós vendas...
      Mas nisso, a VW infelizmente também não é uma maravilha...

      Excluir
    2. A VW tanto sabe que não tem know-how em camionetas que a próxima geração da Amarok virá da Ford e compartilhará desenvolvimento com a Ranger.

      Excluir
    3. AMAROK A MELHOR.... O RESTO É PURA INVEJA ... Né zacchi

      Excluir
    4. Eu gosto da Amarok V6
      (a 4 cilindros não presta).
      Mas a Ranger 5 cilindros é fenomenal. Em ronco, dá de 10 a 0 na Amarok V6 (embora a Amarok ande mais, principalmente pelo câmbio mais esperto).
      A Ranger 2.2, por sua vez, é excelente para o trabalho. Econômica e com mecânica simples e robusta.

      Excluir
    5. Tão boa até ver o Uno na frente...

      Excluir
  2. Respostas
    1. porque é a melhor entre todas e ponto.

      Excluir
    2. Por que?
      Leia o texto acima, ouça os proprietários (de todos os modelos), faça um test drive (em todos os modelos), compare os preços, verifique os equipamentos disponíveis e tire você mesmo suas conclusões.

      Excluir
    3. Tudo muito enigmático.

      É a segunda vez que pergunto isso aqui no blog para quem afirma que a Ranger é a melhor picape, e continuo sem resposta.

      Excluir
    4. É que você é muito sem noção, então não adianta lhe explicar o óbvio que você vai continuar não entendendo.

      Excluir
    5. Tente. Eu sou sem noção e você, parece, sem informação para dar.

      Excluir
    6. Mauro, o que eu quis dizer é que não adianta eu ou qualquer outra pessoa tentar te convencer.

      Você tem que ver isso com os próprios olhos. Não só pra picape, mas para qualquer tipo de carro. Opiniões pessoas em blogs não podem balizar a compra de ninguém.

      Na minha percepção pessoal, a Ranger tem o melhor acabamento interno e os melhores equipamentos, possui diferenciais de segurança que não se vê em picapes, como o ACC por exemplo. A estabilidade da Ranger é notável, sem perder desempenho no offroad. O powertrain dá conta do recado. Além do fato do preço ser competitivo. No conjunto da obra é a melhor.

      Hilux tem mais liquides, mas não tem estabilidade e o acabamento não é dos melhores, sem contar o conforto e o preço absurdo.

      S10 é robusta e bonita, mas não tem o mesmo nível de equipamentos e é mais cara.

      Amarok tem conforto e bom acabamento, mas é ruim no offroad, o motor 2.0 sofre um pouco, a V6 corrige esse problema. Manutenção caríssima.

      Frontier também é uma boa opção, mas perde em liquidez.

      Excluir
    7. Ranger tem problemas de confiabilidade mecânica, tem histórico de problemas com esse motor 3.2. Leiam as opiniões de dono e verão diversos relatos de problemas mecânicos. Apesar da tecnologia incorporada, picape diesel tem de ser confiável, isso Ranger não é.

      Excluir
    8. Obrigado, Julio. Na verdade eu não pretendo comprar uma picape. Só queria entender os motivos de você considerar a Ranger o melhor produto da categoria. E você explicou de forma bem bacana.

      Uma pergunta: Salvo engano meu, apenas Hilux e L200 possuem bloqueio do diferencial traseiro, confere? Falo de bloqueio mecânico, não de "bloqueio eletrônico" (via atuação dos freios).




      Excluir
    9. Mauro, a ranger tem o sistema LSD (Limited Slip Diferential), que é mecânico (com embreagem interna) e tem maior transferência de torque que o sistema mecânico convencional (e muito melhor que um simples locker).

      Excluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  4. Respostas
    1. Nem a S10 rivaliza com a Ranger. Somente em preço e categoria. De resto, a Ranger é soberana.

      Excluir
    2. A S10 é muito boa também.
      Mas a Ranger está um nível de refinamento acima.
      A S10 parece um trator.

      Outra picape muito boa é a Frontier 2.3 biturbo. Macia... Mas o desempenho deixa um pouco a desejar (tal qual a Amarok 2.0 biturbo).

      Excluir
    3. Única nada, tem umas 5 concorrentes

      Excluir
  5. Simplesmente a melhor da categoria, a única que vem realmente completa desde a versão de entrada e o melhor de tudo, é bem mais barata que as concorrentes... a limited então, trás itens únicos na categoria e de novo, é a mais barata!

    ResponderExcluir
  6. Já saiu o teste da Ranger Limited 2020 ela fez 11 km/l na estrada, e zero a 100 km/h em 11 segundos.
    Para um veículo que pesa 2.261 kg, está adequado.
    Sobre não ter versões com motor flex, acho que a Ford está errada, se ela tivesse uma versão com o Ecoboost 2.0 flex (que tem 250 cv e 38 kg de torque) duvido que não venderia bem e seria até uma atração a mais para a Ranger. Custaria uns 30 a menos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nos temos na fazenda uma Ranger XLT 3.2.
      Ela faz 8,5 km/L de diesel no percurso misto (cidade/estrada/rural).
      Não é das mais econômicas, a Hilux 3.0 D4D fazia 10 nas mesmas condições.
      Porém, em força, não tem comparação.

      Também acho que deveria ter Ranger 2.0 turbo flex automática. Substituiria o Fusion, com uma suspensão um pouco mais macia.
      Seria um sucesso, com desempenho superior a Amarok V6 e consumo semelhante.

      Excluir
    2. Obs.:
      (...) o Fusion, desde que tivesse uma suspenão (...)

      Excluir
    3. jude law, imagino que a Ranger 2.2 seja mais econômica, inclusive que essa Hilux 3.0. Infelizmente, nunca saiu um teste da Ranger 2.2.
      Quem opta pelas versões 3.2, em geral, visa mais o lazer do que o trabalho, embora elas sirvam também para o trabalho.

      Excluir
  7. Única com ACC e LDW.
    A Ranger e a Hilux (tenho uma) têm 7 airbags.
    S10 e Amarok creio que apenas 2 ou 4.
    A Ford deveria colocar o motor 2.0 turbo do Fusion nela. Faria sucesso.
    Andaria muito mais que qualquer caminhonete a diesel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tivemos um Fusion
      Faz isso com a Ranger não. A não ser que tenhas um posto.

      Excluir
  8. Ford só nos EUA. Ranger é uma baita caminhonete para aproxima-la da amarok v6 bastaria a ford fazer o seguinte: 1) câmbio: tirar esse mtx por um similar ao zf ou aisin, em termos de funcionamento; 2) atualizar o motor: esse 3.2 5 cilindros esta mais para o v6 vw do que qualquer outra marca. Eletronicamente liberar mais cavalaria para equiparar ao lider da categoria. Ah e resolver os vazamentos. 3) Suspensao traseira, pelo texto parece que a ford o fez, quero ver alguem falar (que conhece) a suspensao de amarok é ruim ou fraca. Muito dura embora mantenha mesma capacidade de carga das outras. E por fim 4) o interior, especificamente o banco traseiro muito inclinado, embora o espaço seja bom. De resto é um excelente veículo, robusto, econômico (ja fiz 17km/lt na estrada) e confiavel. E deixar de viadagens e frescuras de assistente de faixa e cruise adaptativo, isso é coisa pra boiola! Camionete 4x4 é carro pra homem!

    ResponderExcluir
  9. A M A R O K V6 Manda lembranças fordinha...

    ResponderExcluir
  10. Amarok manda lembranças
    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Doente é doente mesmo!
    Kkkķkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenta a sorte.... Conheço e sei do que estou falando ..
      Não te dou liberdade com seus dizeres unknow

      Excluir
    2. Esse Unknown fala mais que papagaio, o cara entende de tudo um pouco e detesta a VW !

      Excluir
  11. O problema de fanatismo é não admitir que está por baixo, se a Ranger não fosse a melhor pick-up, a Volkswagen não iria usa a plataforma da Ranger na próxima Amorok, a Ford Ranger é melhor que Amarok em muitos quesito, atravesse um rio com Amarok pra vê o que acontece, nunca vi Amarok em rally ou nas águas do Pantanal.!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só vê os vídeos....
      Até lá muitas águas vão rolar e a VW não vai fazer as pick-up em conjunto com a Ford.

      Excluir
  12. A versão com motor 2.2 diesel, 4X4 , parece ser mais bem resolvida visualmente, além de mais em conta!...

    ResponderExcluir
  13. A ranger 2.2 não é econômica não. Conheço 3 amigos que tem e afirmam isso. Como ela não tem tanta força tem que lidar mais. Eu já dirigi uma 2.2, achei o acelerador super esperto, mas o giro dela fica meio alto p compensar o torque . Parece que ela é esgoelada toda hora. Eu não gostei da 2.2

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.