Car.blog.br

Pesquisar este blog

VW T-Cross obtém nota máxima de segurança no EuroNCAP

Categorias: , , , 53 Comentários

O VW T-Cross em sua configuração europeia obteve classificação máxima de segurança no Euro NCAP (European New Car Assessment Programme). O órgão de teste independente premiou o novo SUV nas pontuações mais altas do segmento de veículos pequenos em todas as categorias. Consequentemente, este crossover atende aos mais rigorosos padrões de segurança.

Volkswagen T-Cross

De série, o T-Cross vendido na Europa possui o sistema de monitoramento da área de Assistência Frontal, incluindo Monitoramento de Pedestres, Sistema de Frenagem de Emergência em Cidade, Assistência de Faixa, Auxílio ao Arranque em Subida e o sistema proativo de proteção dos ocupantes. Este último fecha automaticamente as janelas e o teto de abrir, tensiona os cintos de segurança e aumenta a pressão de travagem em caso de risco de acidente.

Volkswagen T-Cross

O equipamento do veículo inclui assistente de mudança de faixa, monitor de ponto cego e o alerta de tráfego traseiro associado. O Sistema de Alerta do Motorista, o Park Assist e o Adaptive Cruise Control (ACC), como parte da qual o veículo é controlado por um sensor de radar para frear e acelerar automaticamente, estão opcionalmente disponíveis.



O Euro NCAP recria os cenários de acidentes mais comuns como parte de procedimentos de teste abrangentes. O T-Cross completou todas as categorias de avaliação com a melhor pontuação, às vezes até em todas as categorias. Consequentemente, o veículo obteve uma classificação de conformidade de 97% na categoria “Proteção de ocupantes adultos”. Apenas muito poucos veículos marcaram esse valor, demonstrando que pequenos SUVs podem acompanhar modelos maiores.

Volkswagen T-Cross

A classificação muito alta de segurança para crianças de 86% destaca como o T-Cross é perfeitamente adequado para as famílias. Os sistemas de suporte ativo obtiveram uma classificação de 80%, muito melhor do que o padrão anterior nesta categoria de veículo. Além do equipamento de proteção passiva, o veículo também conta com o “Front Assist ativo” para observar a segurança de pedestres e ciclistas. Com 81%, o veículo obteve resultados muito altos dentro dos cenários de avaliação válidos atualmente nesta categoria.

Volkswagen T-Cross

A combinação de todas as classificações individuais resulta na avaliação geral: cinco estrelas! Melhor pontuação para o T-Cross. Consequentemente, o novo pequeno SUV demonstra: na Volkswagen, a segurança dos veículos não é uma questão da categoria do veículo.

Referência importante para segurança veicular

Volkswagen T-Cross

O Euro NCAP tem sido uma referência rigorosa para o nível de segurança de veículos novos na Europa nos últimos 20 anos. O procedimento de teste tornou-se cada vez mais rigoroso nos últimos anos e atualmente inclui diferentes cenários de colisão. Por exemplo, estes incluem o choque frontal em uma barreira de alumínio a 64 km / he 40% de sobreposição, colisão lateral a 50 km / h na estrutura lateral do veículo e uma colisão lateral em 32 km / h. O Euro NCAP também especifica requisitos mais rigorosos em relação aos sistemas de assistência ao motorista padrão.

53 comentários:

  1. Parabéns! Agora têm que vender mais que o Eco Sport!...rsrsrsrs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não vai vender. T-Cross não é carro para o Brasil - carro para o Brasil é Onix, Ka, Gol, etc...

      Excluir
    2. Quase isso.

      Cidades estão querendo proibir os patinetes elétricos porque humanos não sabem usar.

      Excluir
  2. Isto é um SUV dessa categoria. O resto é engodo. O T-Cross é o melhor em design, melhor em acabamento. O que tem a melhor mecânica, o que tem os motores mais modernos, e o mais seguro.

    Renegade, HR-V, Creta, todos com motores do século passado não podem ser comparados ao T-Cross. Este SUV da VW é o novo referencial do segmento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiquei na dúvida ... No Brasil ele tem todos esses opcionais ???

      Excluir
    2. E o T-CROSS Brasileiro tem todos esses opcionais ????

      Excluir
    3. qual referencial? motor 1.0 com desempenho de 1.8?
      o consumo com pé alto é bom, mas com pé baixo é ruim ou pior q de 1.8.
      crash test gabaritado? ahhhhhhh ta
      e os 50 tons de cinza do painel interno? pelo amor de deus..... imagem de carro vagabundo esse painel.... só faltou colocar calotas nele...
      e aquela laterna fake traseira? pra q? pra ser carro de manolo mesmo! ou melhor manola de shopping né!

      Excluir
    4. Consumo com pé alto é bom ? Com pé baixo é ruim ? Que carro andando forte é econômico ?

      Excluir
    5. o 200 e 250 tsi que não são mesmo... só consomem pouco pisando pouco..
      pisando normal e forte são beberroes demais....
      já andou em outro motor turbo por acaso? ande e saberá do que estou falando....

      Excluir
  3. T-Cross já está vendendo muito bem. No primeiro mês de vendas, este, vai superar 2.000 unidades vendidas. E a fama do T-Cross de ser o melhor SUV do segmento está se espalhando.

    A meta de 5.000 unidades vendidas por mês do T-Cross não demorará a ser atingida. Este ano o T-Cross, até o final do ano, chegará a tal meta.

    O carro está agradando muito, pela estética, performance, e bom acabamento. É disparado o melhor. Então nada mais justo que seja líder.

    ResponderExcluir
  4. Nem sempre o melhor e o mais vendido, me perdoem quem gosta de Renegade, mas em termo de desenho acho ele um trambolho, parece uma bota ortopédica, em ternos aerodinâmicos deve ser péssimo também. Brasileiro dá mais atenção ao valor final do que segurança, para 90% dos compradores uma noticia como essa acima não quer dizer nada, simplesmente dizem:Não compro carro pra bater ou capotar, como se acidente fosse controlado pela nossa vontade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Renegade é um engodo. Ele só vende para locadoras e para PCD, porque a Jeep faz ele a 69k em versão megapelada, fabrica um monte como PCD, e tem uns despachantes que conseguem enquadrar até tri-atletas como PCD.
      No preço normal não vende nada. No varejo pessoa física não vende quase nada. Compass é outro engodo. Quem compra, vende, de tão ruim que é carro.

      Não dá para comparar Renegade e nem Compass com o T-Cross. O T-Cross está séculos luz à frente desses dois. basta andar e ver. O Renegade e o Compass flex andam menos que o Up! 1.0 MPI> E não passam de 5 km/l de gasolina em cidade. São lerdos, beberrões, e pesados.

      Umas piadas.E com desvalorização absurdamente alta.

      O T-Cross é muito, mas muito superior ao Renegade e ao Compass. Basta andar nos dois e constatar.

      Excluir
    2. você é uma vitrola travada carlos, troca a agulha, papo chato

      puxa o saco da vw pelas qualidades, não precisa falar mal da concorrência

      vc é mediocre

      Excluir
  5. Até o modelo Europeu é bem melhor que o modelo do Brasil, possui ar de 2 zonas, painel com acabamento de melhor nível,De série, possui o sistema de monitoramento da área de Assistência Frontal, incluindo Monitoramento de Pedestres, Sistema de Frenagem de Emergência em Cidade, Assistência de Faixa e o sistema proativo de proteção dos ocupantes. Este último fecha automaticamente as janelas e o teto de abrir, tensiona os cintos de segurança e aumenta a pressão de travagem em caso de risco de acidente.O equipamento do veículo inclui assistente de mudança de faixa, monitor de ponto cego e o alerta de tráfego traseiro associado. O Sistema de Alerta do Motorista, o Park Assist e o Adaptive Cruise Control (ACC), como parte da qual o veículo é controlado por um sensor de radar para frear e acelerar automaticamente, estão opcionalmente disponíveis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, mas eles não tem o suporte pra celular...

      Excluir
    2. O Renagade que vc tanto fala que é mais lento que o Up, era o modelo de motor mais antigo, desde do modelo 2018 ele foi aperfeiçoado e agora faz em menos de 13s de 0-100, mas quem compra um carro desse nível não se importa com performance, mas sim qualidade e conforto, e o Renagade tem um acabamento bem melhor que o T-CROSS, só não posso posso falar de conforto ao dirrigir pq ainda não pilotei o VW, mas farei isso na quarta feira aí poderei dar minha opinião de dirrigibilidade e conforto.

      Excluir
  6. Só por curiosidade Sr. Carlos, existe carro bom em sua opinião que não seja um VW?Tá na hora de vc rever seus conceitos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero deixar claro que não sou fã-boy da Fiat ou da Renault. Faço análises frias e baseadas em números e aspectos objetivos.

      Excluir
    2. Sei!!! e domingo tu vai lá chorar pelo Bozo?!

      Excluir
    3. Tão frias quanto uma panela de água fervendo.

      Excluir
  7. Comparar consumidor europeu com brasileiro aí é demais

    ResponderExcluir
  8. Parabéns VW todos carros com plataforma MQB são Nota Máximo em segurança!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkk muda 1cm o teste e vamos ver o q vai ocorrer....

      Excluir
    2. Carros são projetados por engenheiros e testados por outros engenheiros.
      Carros possuem simetria, mesmas medidas nas laterais, eixos e rodas alinhados, idem parachoques, etc. A posição de longarinas, suportes de motor e parachoques, entre outros são considerados em relação a impactos frontais.
      Os testes são criadas e aperfeiçoados de acordo com os estudos de acidentes mais comuns.
      É possível que uma vaca de 500 kg caia de um avião sobre o teto de um carro e que esse teto não resista ao impacto, matando os seus ocupantes.
      Considerando mais uns seis mil acidentes desse tipo ou algum percentual 23% dos acidentes registrados normalmente num período de um ano, acharia provável esse tipo de teste ser incluído.
      Em todo o caso, o cidadão é bem vindo em qualquer ocasião quando manifesta ideia ou sugestão que incorpore mais segurança para si e seus semelhantes.

      Excluir
  9. Enquanto a FIAT LIXO ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ

    ResponderExcluir
  10. Análise que só puxa para um lado e vc diz frias,isso e fanatismo mesmo.

    ResponderExcluir
  11. Tem fêmea q não vai dormir hj , kkkkkkkkkk
    Kkkkkkkkkkk
    Kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  12. Queria saber o preço do tcross lá. No mínimo é a metade daqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o anta, vai lá no site da VW da Alemanha e veja

      Excluir
    2. Avisa que pode acessar usando o google tradutor... Agora uma coisa é verdade, a foto do polo de entrada no site da vw alemã é mais feia do que desastre de trem. Nesse ponto o polo 1.0 msi aspirado ofertado aqui é muito mais bonito.

      Excluir
  13. Antes tinhamos a Golf Variant com acabamento e porta-malas de verdade, mas o brasileiro acha que um carrinho altinho todo de plástico é melhor, então... Fazer o quê, né? A VW está certa. Pelo menos o bichinho é seguro! Aahahah

    ResponderExcluir
  14. Segurança é importante é essencial,com tudo se fosse só o que conta, quem venderia mais era os carros forte!!!

    ResponderExcluir
  15. Parabéns, não fez mais que a obrigação...já não basta o interior que parece ser feito numa fábrica de brinquedos infantis, se tirasse nota baixa em segurança seria f.....

    ResponderExcluir
  16. Muito bom o T Cross europeu. O Euro NCAP segue o mesmo protocolo que o Latin NCAP que pega o modelo de entrada para este teste. Nosso modelo de entrada brasileiro é muito, mas muito inferior em equipamentos de segurança, desta forma, mesmo tendo 5 estrelas do Latin (o mesmo que Renegade e HR-V) não pode ser comparado ao europeu.

    ResponderExcluir
  17. As cores, para-choques, aplique mais fino da traseira e volante do Europeu bem que poderiam vir pro Brasil...

    Mas só veio o preço nível Europeu.

    ResponderExcluir
  18. Achei interessante o comparativo da 4 Rodas, que o T-Cross HUMILHOU todos os concoerentes, sendo considerado o vencedor inconteste,

    https://quatrorodas.abril.com.br/te...ocamos-a-prova-estes-12-suvs-de-ate-r-95-000/

    Supercomparativo: colocamos à prova estes 12 SUVs de até R$ 95.000

    Fizemos o maior comparativo da história da QUATRO RODAS para revelar quem é quem no segmento de SUVs compactos do Brasil, até R$ 95.000

    Por Paulo Campo Grande e Péricles Malheiros
    15 maio 2019, 08h29


    Nos últimos tempos, não há edição de QUATRO RODAS sem pelo menos um SUV em destaque. Não é para menos. Esse é o segmento que mais cresce no Brasil.

    Os lançamentos não param e cada novo modelo chega em diferentes versões de motor, acabamento e conteúdo, o que nos convida a avaliar os carros em suas diferentes configurações, comparando-os com diferentes rivais.

    Em janeiro, selecionamos os competidores por faixa de preço (SUVs até R$ 85.000). Em abril, foi a vez do VW T-Cross na versão topo de linha encarar concorrentes em versões completas.

    As combinações se multiplicam e cada mudança na lista de modelos produz resultados diferentes.

    O Renegade costuma se dar bem entre as versões mais sofisticadas e ficar em desvantagem entre as mais simples, comportamento oposto ao do Kicks, que se destaca entre as opções mais baratas.

    Agora, convocamos todos os SUVs compactos do mercado, neste que se tornou o mais numeroso comparativo já realizado pela revista. Foram 12 modelos reunidos.

    O único que ficou de fora foi o Suzuki Vitara, porque a fábrica não dispunha do modelo. Nem todos SUVs mostrados nas fotos correspondem às versões consideradas no comparativo (o texto avisa quando isso ocorre). Veja a seguir.

    ...

    Veredicto QUATRO RODAS

    Na amostra considerada, encontramos opções com pontos fortes e fracos em diferentes aspectos. Mas, analisando esses 12 SUVs, fizemos uma radiografia que mostra quais deles têm maiores possibilidades de atender às expectativas dos consumidores.

    Do primeiro ao último colocado, a classificação foi a seguinte: T-Cross, Kicks, Tiggo 5X, Creta, T50, C4 Cactus, EcoSport, Captur, HR-V, Tracker, 2008 e Renegade.


    Melhor SUV até R$ 100 mil: T-Cross


    Sem dúvida alguma, até R$ 100 mil, o T-Cross é disparado o melhor. O que anda mais, bebe menos, o mais seguro e bem acabado. O mais espaçoso, e o mais completo. Melhor custo x benefício.

    https://www.car.blog.br/2019/05/volkswagen-t-cross-10-tsi-tsi.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pagaram bem pra QR.... nada como ser a gigante mundial VW.

      Excluir
    2. Esqueci de mencionar...

      O modelo nacional também perdeu o banco corrediço, no lugar tem a gambiarra pro assento traseiro ficar a 90°, igual o Mobi para ganhar um pouco mais de porta malas.

      Excluir
    3. Vc enche o saco com essas redpistas repetidas, parece o PT que acredita em tudo que inventam e querem que todos acompanhem.

      Excluir
    4. na verdade o T-Cross brasileiro tem uma série de vantagens sobre o europeu. Começa pelo motor. Enquanto o Europeu só oferece versões 1.0 tsi com 95 cv e 115 cv, o brasileiro parte de um 1.0 TSI de 128 cv, e ainda oferta um 1.4 TSI com 150 cv.
      Outro ponto é que no Brasil usa-se câmbio de conversor de torque, que é mais adequado à realidade brasileira que o DSG europeu.
      O T-Cross brasileiro tem também a vantagem de usar motor flex, contra o mono gasolina do europeu.

      Outra vantagem inquestionável do T-Cross nacional é o fato de que aqui temos estepe no porta-malas, enquanto o europeu não tem isso (sem estepe).

      E ainda o T-Cross brasileiro tem espaço interno bem superior, graças ao ente-eixos 9 cm mais longo, fazendo do nacional T-Cross bem mais espaçoso que o europeu.

      E esteticamente o T-Cross brasileiro é melhor resolvido na dianteira, com aspecto mais robusto. Já o europeu usa uma temática mais esportiva.

      Então, o T-Cross brasileiro tem inúmeras vantagens sobre o europeu, como mostrei.

      Excluir
    5. As outras tem dinheiro,porque não pagam né Zé Ruela.

      Excluir
    6. o dia que estepe for melhor que runflat........ e carro flex será melhor que mono combustível (eficiencia, taxa de compressao, etc)

      é cada relincho do carlota pra defender as adaptacoes da vw..... ahh faltou falar da macaneta da tampa traseira do polo que foi capada aqui... aí vieram as adaptacoes e barulhos na tampa né.... (mas isso é outro forum)

      Excluir
    7. Carlos,

      Da mesma forma que a QR, não mencionar os pontos fracos ou deficiências é a prova da parcialidade.

      Mas não adianta, o consumidor é o reflexo do sucesso do produto.

      Jetta ganhou do Civic e Corolla na QR, de nada adiantou. O desconto de 10K esse sim ajudou.

      Pode colar diversas vezes a publicidade paga, mas todo produto precisa ter um bom diferencial, custar mais não é exemplo.

      Excluir
    8. Claudio, a Jeep não pagou para a Quatro Rodas pois tem os desinformados que preferem comprar o Renegade só porque tem painel Soft Touch e se esquecem que o SUV é o que mais consome combustível !

      Excluir
  19. O T-Cross é o que oferece a melhor relação custo x benefício, o que o oferece a melhor relação desempenho/performance, o segundo melhor em performance, o melhor em consumo, o que apresenta o maior espaço interno, o mais seguro, o único com 10 estrelas, e Advanced Award. Então o T-Cross é disparado o melhro, nada mais logico que tenha vencido,

    ResponderExcluir
  20. Nota máxima até Kwid tem.
    Sendo que o máximo dele é 3, por conta do controle de estabilidade ausente.
    Todos os carros à venda têm estrutura confiável hoje em dia no Brasil.

    ResponderExcluir
  21. O brasileiro reclama do carro quando na verdade o problema é dele de não ter condições de comprar ou capacidade de avaliar objetivamente. Em todo o caso é o lado emocional apenas que se manifesta.
    A vw traz lançamentos alinhados com mercados mais exigentes em qualidade e inclusive com normas mais rígidas.
    Infelizmente pra manter o sonho e a mínima capacidade de locomoção de uma parte expressiva de nossa sociedade, pessoas físicas e jurídicas, a VW ainda oferta veículos pra lá de antigos, vendidos sob volume, para atender nossa fraca capacidade.
    Note ainda que o parque industrial instalado (fábricas prontas) não produz ainda nem metade do que podem. Vide o tempo que a Honda levou pra depois de montada fazer operar a sua fábrica.
    Temos que dar graças a Deus dos alemães gostarem daqui e claro ganharem dinheiro aqui, pois as diversas fabricas deles nos dão oportunidade de comprar no mercado interno e ainda de trazer divisas com a exportação.
    Menos ironia e gozação, mais respeito até, seriam muito apreciados.
    Não gostou do carro, então monta a sua fábrica aí espertalhão. O Ford começou a fabricar carros a mais de cem anos.
    Cade o brasileiro aqui empreendedor?
    O sul africano elon musk botou a cara e tá fazendo os carros elétricos deles, algo bem diferente da maior parte da indústria automotiva mundial. Ta seguindo o sonho, o instinto dele. Pega o cheque que você compra fácil as prensas, os robôs, contrata os engenheiros e desenvolve o seu carro. Fica a dica aí.
    E só pra lembrar, só a VW vendeu mais de seiscentos mil veículos nos três primeiros meses desse ano na China. Nosso mercado não é essa coca cola toda não. Por ser montadora é preciso que tenham fabricantes no brasil, com preço competitivo, para que os carros possam ter os equipamentos de segurança que hoje já são quase padrão em outros mercados (américa do norte, europa, japao e australia) muitos deles assistentes de segurança.
    Em um país em que nem pintam as faixas de rolamento é inútil colocar o lane assist - assistente de troca de faixa.
    Alias, aqui no Rio de Janeiro, a cem metros do sambódromo, levou uma semana pra reporem a tampa de bueiro roubada, e graças a um cidadão que colocou um enorme galho de arvore que a mesma foi colocada. Como piadinha de nossa própria condição medíocre podemos sugerir que seja ofertado nos carros brasileiros o assistente de bueiro sem tampa. lastimável...

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.