Car.blog.br

Pesquisar este blog

Novo Citroen Aircross 2020 chega ao mercado em outubro

Categorias: , 16 Comentários

O Citroen Aircross, modelo aventureiro derivado do C3, receberá um facelift este ano, mantendo a versão única com motor 1.6 aspirado com transmissão manual ou automática.

Citroen Aircross 2020

Entretanto, segundo a revista Quatro Rodas, a estética terá inspiração na usada no modelo europeu, e será mostrado em outubro deste ano de 2019, já como modelo 2020.

16 comentários:

  1. Muito bom, pensei que tirariam de linha, mas o carro tem muitos adeptos ainda, apesar da carroceria atual ultrapassada.

    ResponderExcluir
  2. E o C3, será que finalmente trarão o modelo europeu? Com novo Aicross e C5 aircross, aliado ao C4 cactus que está vendendo razoavelmente bem, a marca consegue se reerguer para o nível que estava há alguns anos, o que não era grande coisa.

    ResponderExcluir
  3. Por isso peugeot/citroen não vende mais nada. Além de quase não ter concessionária levam 10 anos pra atualizar os modelos. Se estão contentes com os números beleza, mas poderiam 2 3x mais.
    Se continuassem inovando como fizeram com o c3 seriam os melhores mas estão só se acabando.
    Olha a demora de trazer o novo 3008, práticas que fiat/vw faziam e viram que era o motivo de perderem vendas, hoje não tem como esconderem os novos modelos e mostrar que somo meros 3° mundo, que o principal é a Europa.
    A fiat se tornou grande quando inovou com o pálio e trouxe uma alternativa de qualidade contra o gol que era o mesmo há anos, isso que torna campeâ de vendas, inovar e trazer modelos atualizados, isso que o consumidor quer, ser tratado com dignidade.
    Se tivessem atualizado conforme a europa estariam vendendo mais que kicks e jeep, infelizmente não quiseram e passaram a bola pra jeep.
    Mas essa é a política deles, a peugeot já tinha feito isso perto do ano 2000, perdeu até pra citroen e agora as 2 estão remando tudo de novo.
    Parabéns pro gerente, política de desmerecimento e perdas kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E a Ford vai para o mesmo caminho. Enxugam os modelos e concessionárias para ter mais lucro, mas o resultado é um consumidor desconfiado, menos vendas e mais desvalorização do carro e menos vendas de novo.

      Excluir
    2. concordo Luciano.
      A fiat já se acordou com o argo, mas é uma prática que todos fazem.

      Excluir
    3. Palio inovação?kkkkkkkkkkk,essa gambiarra de terceiro mundo na primeira versão tinha motor 1.0 que andava que nem 1.0 e bebia que 1.6.
      O Argo também é outro carro que não inova em nada

      Excluir
  4. Francês não vende nada de carri no Brasil pois francês é bom para fazer queijo, e só. Carro não é com eles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Igual alemão, só sabe fazer chucrute com salsichão.

      Excluir
    2. Não basta ser ignorante, tem que parecer um.

      Excluir
  5. A Citroen faz 100 anos em 2019, qualquer pessoa que procurar saber a história da centenária francesa ira se encantar com Andre Citroen.

    ResponderExcluir
  6. Minha tia tem uma tranqueira dessas,além da desvalorização o carro ainda bebe,ela me disse que precisou trocar uma peça do carro e não demorou pra chegar

    ResponderExcluir
  7. A Peugeot foi a primeira marca a pisar no solo brasileiro...

    ResponderExcluir
  8. Q bom, ficou bem melhor. Finalmente vai sumir o estilo furgão com o pneu do lado de fora. Vlw.

    ResponderExcluir
  9. Sou apaixonado pela marca feancesa. Um primor de acabamento. Xsara Picasso 2.0 deixou saudade. Hoje estou satisfeito com 208 griffe. Estou na expectativa dos novos modelos e design insuperável. Respeito quem pensa o contrário. Uma coisa é pensar, outra é desfrutar.

    ResponderExcluir
  10. Citroën e Peugeot no Brasil são marcas para quem pensa fora da caixinha e da mesmice que acontece aqui. São carros excelentes.Já tive carros de várias marcas, mas a dirigibilidade e conforto dessas são imbatíveis.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.