Car.blog.br

Pesquisar este blog

Mercedes-Benz Classe A Sedan chega ao Brasil em 2019

Categorias: , , 15 Comentários

A Mercedes-Benz do Brasil confirmou o lançamento do novo Mercedes Classe A Sedan no mercado nacional no no primeiro semestre de 2019.

Mercedes-Benz Classe A Sedan

O modelo, que chega para competir com o Audi A3 Sedan, chegará inicialmente importado do México, mas há a possibilidade de que venha a ser montado no Brasil, na unidade da empresa em Iracemápolis (SP).


Mercedes-Benz Classe A Sedan

O novo Mercedes-Benz Classe A Sedan é baseado na plataforma da segunda geração do Classe A Hatch, e ampliará a oferta da marca no Brasil, já que ele não substituirá o CLA - coupé de 4 portas.

Mercedes-Benz Classe A Sedan

O Classe A Sedan tem porte avantajado, com 4.609 milímetros de comprimento, 1.796 milímetros em altura. A distância entre eixos é de 2.789 milímetros.

Mercedes-Benz Classe A Sedan

O modelo é produzido com motor 1.33 Turbo, associado com transmissão automática de dupla embreagem DCT de 7 velocidades.

15 comentários:

  1. Muito mais interessante que o CLA-180. Matador de A3.

    ResponderExcluir
  2. Quem bom que a Mercedes-Benz aprendeu com a Audi e colocou suspensão traseira por eixo de torção no Classe A tanto hatch quanto sedã.

    A mercedes gostou tanto que coloca eixo de torção em todos os Classe A vendidos mundialmente.

    Vemos que a Mercedes é uma aluna bem aplicada da Audi. A Audi ensinou como fazer tração dianteira, câmbio DCT, e agora suspensão por eixo de torção. E a Mercedes, aplicada que é, faz tudo igual.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O motivo da Mercedes fazer isso é redução de custos seu mané, Mercedes não tem nada pra aprender com Audi!

      Excluir
    2. vixi, que despeitada!

      É claro que a Mercedes tem muito a aprender com a Audi. Tanto que aprendeu e copiou as soluções da Audi em todos os seus carros.

      Observe quem inovou no segmento premium nos últimos anos: a Audi, enquanto a Mercedes apenas seguiu.

      Não é só a tração dianteira e a suspensão por eixo de torção.

      A Audi trouxe o Virtual Cockpit em 2014, e a Mercedes chega com isso em 2018.

      A Audi mostrou condução autônoma nível 3 em 2016, e a Mercedes ainda nada. Só tem nível 2, e ainda está tentando chegar na Audi.

      O Audi A8 tomou o lugar do Classe S como modelo que traz as inovações para o mercado.

      Os fatos estão aí. Não adianta as moçoilas ficarem bravas. hoje , entre as 3 marcas premium, a Audi é a maior de todas em inovação, design, tecnologia e qualidade.

      Fatos, o resto é mimimi sem fundamento.

      Excluir
    3. “Você torce pela Audi! Que legal o trabalho voluntário por multinacionais. Elas precisam mesmo de gente como você, que não ganha nada delas, e ainda fica defendendo a marca aguerridamente nas redes sociais, por puro altruísmo!
      Comovente!”

      (Postagem tirada da matéria - Virtus 1.6 MSI)

      Impressionante!

      Excluir
    4. Esse asno acha que a Audi inventou a suspensão por eixo de torção, coitado.

      Excluir
  3. genti...não gostei do designer do classe a novo....sem graça...sem sal...
    audi a3 sedan>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>classe akkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. É Carlos! Dias muito difíceis virão pra sua querida Audi.

    O virtual cockpit da Audi não dá nem pra comparar com o MBUX é você sabe disso.

    MBUX possui inteligência artificial, ambas as telas sensíveis ao toque é etc etc etc.

    Mercedes ainda continua acima de Audi e BMW, sem mais!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pode ser, mas na qualidade de materias no interior a Audi ta bem a frente da Mercedes e BMW.
      Falo isso com absoluta certeza, pois ai no Brasil esses carros sao bem tratados.
      Aqui na Alemanha, aqui usam-se serie 1/3, A3/A4, Classe A/C como se usa um Onix, um Up! etc e tal ai no Brasil.
      Eu como trabalho com carros e passa na minha mão todas as marcas, a que tem melhor qualidade interna de materiais, ganha de longe a Audi.
      BMW e Mercedes com o tempo e uso, muitas peças internas quebram, mancham e no caso da mercedes o Black Piano risca com extrema facilidade.

      Ai no Brasil é dificil ver isso, pois esses carros ate seus 5 anos de idade, segundo dono sao carros caros e que a pessoa preserva bem. Aqui com 2 anos ja passaram dos 100.000km.
      como aqui a realidade é outra, ai você vê quem realmente é melhor.
      A Mercedes tem um câncer que até hoje não resolveram.
      Chama-se Ferrugem.
      Impressionante como aparecem pontos de ferrugem com facilidade. Se andou em regiões onde tem muita neve, meu querido.... é ver contorno de para-lamas e emendas de parachoques com a pintura estufada e am alguns ja com a ferrugem aparente. E isso vi em uma Classe C Perua com 2 anos de idade.
      As mais antigas então nem se fala. Outro dia peguei uma AMG GTR e no suporte do amortecedor do porta malas, ja tinha uma pequena ferrugem. Pra mim, inadimiscivel em um carro com 1900km e 4 meses de uso.
      Audi e BMW é raríssimo achar ferrugem, praticamente nunca vi, exceto Audi's e BMW's com mais de 20 anos.

      Enfim, Mercedes tem muita fama. Possuem carros excelentes. Mas tem essas pequenos detalhes a ficarem atentos.

      Excluir
    2. Fanboy detected...
      Vou pra Alemanha direto e NUNCA ouço alemão falar mal de Mercedes-Benz dessa forma...
      Conta outra que essa não colou!!!

      Excluir
    3. Ferrugem em Mercedes????

      Nunca vi nem ouvir falar.

      Ferrugem só se for em MB 1113 1970 para trás.

      Excluir
  5. Esse motor é da Renault foi feito junto com Mercedes, já é utilizado nesse Classe A, no Duster e vários Renault aqui na Europa.

    ResponderExcluir
  6. Motor Renault-Nissan. O famoso tce130

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.