Car.blog.br

Pesquisar este blog

Fiat Argo irá ganhar versão aventureira "Way"

Categorias: , , , , 35 Comentários

A montadora de veículos Fiat costuma sempre aplicar configurações "aventureiras" em seus veículos. Dessa vez, a marca estuda produzir essa versão, no Fiat Argo, com nome de "Way". O projeto, com nome de "X6HX" já foi aprovado e a montadora solicitou peças para montagem.

Fiat Argo irá ganhar versão aventureira "Way"

Tendo em vista de que a montadora já iniciará a produção dos protótipos, há grande possibilidade do modelo aparecer no Salão do Automóvel de São Paulo, que irá acontecer em novembro, do dia 08 ao dia 18.

Fiat Argo irá ganhar versão aventureira "Way"

Assim como todos os outros equipados na versão "Way", o modelo terá modificações apenas na suspensão e estética. Para acompanhar a linha de aventureiros, pode contar com adesivos nas laterais e detalhes no interior. A suspensão é mais elevada do que a normal e poderá ser usado a motorização 1.8 E.torQ.

35 comentários:

  1. Era o que faltava, enfeites para a versão "aventureira"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a fiat nunca aprende ...com esta mania de colocar way .. esta versão nunca prestou sempre estraga os carros que ja estão cada dia mais defasados ....lixo

      Excluir
  2. Se bem que quase todas tem ne, VW tem o Gol Track, Chevrolet com o Spin...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VW tem o Gol Track por 45 mil reais.

      Excluir
    2. Sim, nao estou comparando os carros. So disse que muitas montadoras tem versões assim de seus respectivos modelos

      Excluir
  3. Tem que jogar esse motor 1.8 E.torQ no lixo!! Motor beberrão e ultrapassado. Não condiz com a qualidade do carro.

    O Argo é melhor na versão Drive 1.3, que já vem com bons equipamentos e com o ótimo firefly 1.3, que se não tem desempenho arrebatador, é muito econômico (mais do que muito 1.0 por aí).

    Todo mundo só fala do Polo, mas o Argo é um ótimo carro, subestimado pela imprensa e pelo público.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a fabricante dele já tinha feito isso junto com o thp... mas outros insistem em usar....

      Excluir
    2. E pq a Fiat não cede ele pro crash-test e bota airbags laterais,esp e asr em todas as versões?

      Excluir
    3. A Fiat tinha que fazer isso mesmo, Lro83

      Excluir
    4. Falta um câmbio automático descendente no Argo 1.3. Aí até poderia ser uma opção para carro urbano.

      Excluir
  4. Pegam um carro de linha, enchem de plástico nos para lamas, levantam um pouco a suspensão e cobram 10 mil a mais. Isso só acontece porque tem um monte de trouxas que compram.

    ResponderExcluir
  5. Nie Nie nie... pára tudo! Desespero de causa. Qual o pior Ethios X ou Argo way?

    ResponderExcluir
  6. É para concorrer com Onix activ, HB20X.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alguns são interessantes. Cross Fox era, para mim, bem resolvido. Activ e HB20X aceitáveis. Mas, Spin Active, Ethios X e, só de imaginar, Argo Way são de lascar.

      Excluir
    2. Concordo. Mas de todos os hatchs aventureiros, os únicos que eu acho bem resolvidos são o Crossfox e Sandero Stepway. Mas mesmo assim, eu não compraria pois não é o meu estilo.

      Excluir
    3. CrossFox os primeiros eram novidades. Esses últimos acho que não combinou as lanternas traseiras com o carro. Externamente o melhor é o Sandero Stepway. Vamos ver como vai ficar o argo crossover.

      Excluir
    4. Não esqueça do fox extreme.

      Excluir
    5. Tem o Ka aventureiro também...

      Excluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Desespero de quem não vende e está fraco nas vendas.
    Se o projeto é mais antigo, e já se pagou, como Gol, o próprio Ônix, HB20, Etios dentre outros, as vendas diretas representam uma boa ao projeto.
    Agora um carro recém lançado, aposta de uma fábrica que vem caindo, perdeu Palio e o Uno vem morto, vem sbrevivendo graças a Stradam as vendas diretas de um produto novo, projeto novo como o Argo é um atraso, e agora mais essa...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Argo Drive 1.3 é um bom carro. As outras motorizações não me agradam. eu acho que se a Fiat fizesse como a VW, ou seja, disponibilizar controle de tração e estabilidade e airbags laterais em todas as versões e desenvolvesse finalmente um firefly turbo, o carro venderia mais que o Polo.

      Excluir
    2. Concordo. A Fiat poderia colocar um pacote de opcional com controle de tração e estabilidade e airbags laterais para o argo drive 1.3 manual. Muita gente prefere o pólo por já vir com 4 airbags em todas as versões.

      Excluir
    3. Com certeza leosilva, mas tem a questão do ótimo motor TSI do Polo, que também justifica as vendas maiores do Polo

      Excluir
    4. Muita gente prefere o Polo pq tem airbags?Isso é balela,brasileiro não leva em conta segurança,só ver o ônix vendendo que nem água no deserto

      Excluir
    5. Fiat sempre é no futuro ou na condicional. Se fizesse isso ou aquilo... e nunca vem. Mantém modelos com motores jurássicos com "ajustes", peças de modelos jurássicos (Mille, 147), acabamentos de carros fora de linha (portas do Pálio) e outras gambiarras. O consumidor deseja produtos novos, projetos novos, tecnologias novas. Chega de promessas ou novidades a conta-gotas. Eu já comprei Fiat, hoje não entro numa CSS. Argo somente vi 3 nas ruas ou em exposição na CSS. Vi da rua, pois, como disse, não entro na CSS. Vi e não gostei.

      Excluir
  9. Melhor mesmo é o tal do Ka Trail... SUV robusto, 4x4, pneus para lama, suspensão reforçada ... SQN...kkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Calma... vei aí Kwid Outsider pra completar a "gama"

      Excluir
  10. Mais uma tentativa de salvar o mico (é um mico em vista das pretensões iniciais da Fiat)...

    ResponderExcluir
  11. Naum tem jeito de salvar a gambiarra do argo!!!

    ResponderExcluir
  12. Todas tem. Até a Honda tem a versão "aventureira" do Fit, aquele tal de WRV.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.