Car.blog.br

Pesquisar este blog

Ford volta a G4 em 2018 com boas vendas de Ka e EcoSport

Categorias: , , , 14 Comentários

O Ford Ka registrou crescimento de vendas estabelecendo-se como segundo veículo mais vendido do mercado brasileiro no primeiro trimestre de 2018. As 9.622 unidades do hatch vendidas em março representam um crescimento de 20% comparado ao mesmo mês do ano passado. No acumulado do trimestre o modelo somou 23.559 unidades, 13% mais que em igual período de 2017.

Ford volta a G4 em 2018 com boas vendas de Ka e EcoSpor

O Ka Sedan também subiu no ranking no trimestre. Depois de começar o ano em quinto lugar entre os sedãs compactos e assumir a terceira posição em fevereiro, tornou-se o segundo mais vendido da categoria em março.

Ford volta a G4 em 2018 com boas vendas de Ka e EcoSpor

O novo EcoSport também apresentou uma evolução no trimestre, mostrando que as mudanças fizeram bem ao modelo. O SUV emplacou 6.929 unidades no período, um avanço 23,4% comparado ao primeiro trimestre do ano passado.

Ford volta a G4 em 2018 com boas vendas de Ka e EcoSpor

O desempenho desses modelos contribuiu para a Ford fechar o trimestre com um resultado acima da indústria e 9,4% de participação. As 51.411 unidades vendidas pela marca representam um crescimento de cerca de 17% comparado ao ano passado, enquanto o mercado avançou 15,6%.

14 comentários:

  1. Compensação esse mês tá com a metade do HB20. É isso, quando não tem venda direta aparece a realidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Metade em 4 dias úteis...

      Estatística tão útil quanto a sua conclusão...

      Excluir
    2. Pelo amor de Deus viu... Me poupe!

      Excluir
    3. Ué, só prova que o carro vive de vendas diretas. Se esse mês locadora nenhuma comprar vai ser aquele fiasco. É só pegar o histórico de vendas dele.

      Excluir
    4. Perdeu a chance de ficar calado.

      Excluir
  2. A versão automática em alguns meses começará a ser produzida em São Bernardo do Campo

    ResponderExcluir
  3. Realmente o ecosport deu uma guinada. É possivel percebe-lo nas ruas por causa do face lift e em alguns pontos da cidade (Rio) só vemos o modelo mais novo. No caso dos suv's Hrv, Renegade e Kiks, nao conseguimos ter essa percepcao porque nao houve mudança estetica, logo, nao da pra medir essa sensação de aceitacao. Claro que os resultados pautados em numeros é q sao realísticos, mas deu pra perceber q as mudamcas feotas no Eco surtiram algum efeito. O Kuga/Scape está perfeito pra nosso mercado e nao lideraria se a ford não quisesse... como faz com o fusion. O eco precisa de uma modernização na proposta do veiculo para a proxima geracao, que inclui saida do estepe traseiro, espaco interno e economicidade do motor. Ainda nem é hora de investir em motor turbo, uma vez q nosso combustivel é mt caro e acaba perdendo venda para quem vai colocar gnv q é mt mais interessante q motor que faz 17km/l... Isso é um fato!!!
    A honda com hrv nada de bracadas prq a toyota nao quer matar seu corolla trazendo o CHR q mataria o hrv, mas tbm prejudicaria as vendas do seu sedan. O mercado esta aquecendo e vai chegar a hr da japonesa sacrificar o corolla, só tem q ficar esperta pra nao perder o bonde e deixar a honda se fixar na preferencia do consumidor que até paga mais caro pra nao ter dor de cabeca com produto que quer manutencao toda hora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VC já tomou seu remedinho hoje?

      Excluir
    2. Com esse nome vc tbm teria q tomar remedinho

      Excluir
  4. Esse eco ta show de bola, a mudança no farol deu um ar de novo pra caramba.

    ResponderExcluir
  5. Show a nova Eco e o Ka não precisa mudar por enquanto... Dá para guardar o tapa no visual para o ano que vem... Time que está ganhando não se mexe.

    ResponderExcluir
  6. Tomara que o facelift do Ka não venha acompanhado de preços salgados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem que vir acompanhado de segurança

      Excluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.