Car.blog.br

Pesquisar este blog

Hyundai Creta 2.0 AT 2018: preço, consumo - avaliação

Categorias: , , 41 Comentários

A Hyundai do Brasil sempre se mostrou rápida para entender e sentir o que o mercado deseja, e responder com produtos certos no momento certo. O segmento de hatchs compactos premium é um exemplo: estabeleceu-se como referencial quando há cinco anos lançou o HB20 - hoje o segundo carro mais vendido do Brasil.

Hyundai Creta Prestige 2.0 Automático 2018

Mas no caso dos SUV´s compactos a avaliação do humor do mercado não foi tão rápida. Eles lançaram o HB20X, um hatch paramentado e com suspensão elevada, mas logo ficou claro que precisavam de algo mais para enfrentar o Ford EcoSport e o Honda HR-V. E esse algo mais é o Creta, que avaliamos nesta versão topo de gama, Prestige 2.0 Automática.

Hyundai Creta Prestige 2.0 Automático 2018 - traseira

O Creta chegou ao mercado em 2016 e logo se estabeleceu como um dos SUV´s compactos mais vendidos do Brasil. Fechou 2017 como o 12º carro mais vendido do Brasil com 41.625 unidades emplacadas, ficando atrás apenas do Honda HR-V - o 10º, com 47.775 unidades emplacadas. Nos primeiros dois meses de 2018 já vendeu mais de 7 mil unidades - números que mensuram o quanto este SUV agrada os consumidores.



E isso começa pelo design, que se baseia na filosofia Hyundai Fluidic 2.0 - aplicado também ao Santa Fe. O carro possui linhas suaves e formas abauladas e elegantes - quando necessário. Em geral, o estilo é bem característico de SUV com um porte elevado. A dianteira é marcada por uma grade hexagonal circundada por um elemento cromado.

Hyundai Creta Prestige 2.0 Automático 2018

Os faróis contam com projetores w com um sistema DRL em LED na parte inferior - e contempla também o indicador de mudança de direção. O pára-choque é grande e abriga faróis de neblina horizontais - com função cornering light (direciona o facho de iluminação para a parte interna da curva, ampliando a visibilidade do motorista).

Hyundai Creta Prestige 2.0 Automático 2018

Na lateral destacam-se as rodas com pintura diamantada de 17 polegadas - as quais imediatamente chamam atenção. O conjunto formado também pelos pneus 215/60 R17 está bem ajustado aos arcos de rodas. Arcos estes protegidos por uma moldura plástica que é continuidade das proteções presentes nos para-choques dianteiros e traseiros, e também nas soleiras das portas.

Hyundai Creta Prestige 2.0 Automático 2018

No teto há uma moldura longitudinal em prata - mas é um elemento puramente estético, já que não pode ser usado para montar um bagageiro adicional. Mas esse recurso dá ao Creta alguns centímetros adicionais de altura - ampliando o porte e ressaltando a postura SUV.

Hyundai Creta Prestige 2.0 Automático 2018

Já na parte traseira temos um design minimalista. Pára-choques com formato horizontalizado em preto, com um elemento pintado em prata na parte inferior - similar ao verificado na dianteira.

Hyundai Creta Prestige 2.0 Automático 2018 - interior

Em termos dimensionais, o Hyundai Creta tem 4,27 metros de comprimento (2,5 cm menos que o Honda HR-V), 1,78 metros de largura (1 cm a mais que o HR-V), e tem um entre-eixos de 2,59 metros (2 cm menos que o HR-V).

Hyundai Creta Prestige 2.0 Automático 2018 - interior

O destaque fica para a altura: 1,64 metros - nada menos que 6 cm mais algo que o Honda - e é essa medida que dá ao Creta um porte de SUV quase que intermediário.

Interior

Os interiores dos Hyundai sempre se caracterizaram pelo bom acabamento e precisão de montagem, e isso não é diferente no Creta. Nesta versão Prestige a cor dominante é o marron, com detalhes em preto. No centro do painel há um sistema de entretenimento com tela sensível ao toque de 7 polegadas com navegação e compatibilidade com o Apple CarPlay e Android Auto para integração com smartphones.

Hyundai Creta Prestige 2.0 Automático 2018 - interior

Em ambos os lados da tela sensível ao toque estão as saídas de ventilação verticais, circundadas por inserções cromadas. Na parte inferior estão os controles para o sistema de ar-condicionado digital automático. Logo abaixo há uma área de armazenamento revestida com um material antiderrapante acoplado com duas tomadas de 12V (180W), um entrada USB (necessária para o espalhamento de tela de celular) e AUX.

Hyundai Creta Prestige 2.0 Automático 2018 - painel

O volante é multifuncional revestido em couro de ótima qualidade e com excelente pega. Sua inclinação e profundidade podem ser ajustadas - o que, associado ao ajuste milimétrico do banco do motorista, permite que biotipos de qualquer natureza possam encontrar a posição ideal de condução.

Hyundai Creta Prestige 2.0 Automático 2018 - painel de porta

Na parte esquerda do volante há os comandos de comando da central de informação e entretenimento, enquanto na direita há os comandos do piloto automático. O cluster de instrumentos adota um grafismo limpo e preciso, com iluminação indireta branca, com dois mostradores analógicos (velocímetro e conta-giros) dominando a visão. Um display LCD central configurável os separa, trazendo informações do computador de bordo, como a distância percorrida, consumo médio, velocidade média e tempo de viagem. O computador informa ainda a autonomia.

Hyundai Creta Prestige 2.0 Automático 2018 - interior

A haste direita da coluna de direção controla os limpadores dianteiros e traseiros. A haste esquerda controla os indicadores de mudança de direção e os comandos dos faróis principais e as luzes de neblina. Ainda no painel, à direita do motorista há o botão de partida, enquanto à esquerda temos os comandos de desativação do controle de tração e de intensidade da iluminação indireta do do painel de instrumentos. Um aspecto notável é o sistema de detecção da chave presencial - realmente inteligente e não só detecta a presença da chave nas proximidades, mas também detecta se está dentro ou fora da cabine.

Hyundai Creta Prestige 2.0 Automático 2018 - espaço traseiro

Você pode acessar o carro por um sensor na porta do motorista. Basta clicar no botão preto - não há necessidade de tirar a chave do bolso. Uma vez no interior, basta pisar no freio e apertar o botão "Start" para ligar o Creta.

Hyundai Creta Prestige 2.0 Automático 2018 - interior

Os espelhos retrovisores externos são controlados eletricamente e ficam recolhidos quando o carro está parado - operação que é feita por meio de um botão na conjunto de controles dos retrovisores posicionados na porta do motorista. Os controles dos vidros estão no apoio de braços da porta juntamente com o controle da trava central.

Hyundai Creta Prestige 2.0 Automático 2018 - interior

O porta-luvas não é iluminado ou refrigerado. Ele é confeccionado de plástico e não há revestimento interno. Na parte superior há um porta-óculos e os para-sóis contam com espelho de vaidade sem iluminação. As luzes da cabine à frente são duas unidades individuais separadas e ainda no teto, mais próximo ao motorista, há um microfone Bluetooth.


Os bancos são revestidos em couro na cor marrom, e são confortáveis. O banco do motorista pode ser ajustado em altura, e ele conta ainda com sistema de ventilação regulável em três níveis de intensidade por meio de um comando localizado ao lado da alavanca de transmissão automática. Há ainda um apoio de braço central com porta-copos e porta-objetos (não revestido).

Hyundai Creta Prestige 2.0 Automático 2018 - interior

O compartimento traseiro traz três apoios de cabeça ajustáveis, três cintos de segurança de três pontos, ganchos ISOFIX para cadeiras infantis e saídas de ar condicionado ajustáveis. Sente-se falta, porém, de um descansa braço traseiro.

Hyundai Creta Prestige 2.0 Automático 2018 - porta-malas

O porta-malas comporta 431 litros. Um volume amplo para as viagens de fim de semana, mas que pode ser ampliado deixando os encostos dos bancos traseiros rebatidos (60/40) - que ficam em uma posição quase plana - facilitando o transporte de objetos de grandes dimensões.

Motor: consumo & desempenho

O Hyundai Creta Prestige adota um motor quatro cilindros 2.0L Flex com 156/166 cv (G/E) e 19,1/20,4 Kgfm (G/E) de torque @ 4.700 RPM, associado com uma transmissão automática de seis marchas com conversor de torque - não há seletores de trocas de marchas sequenciais no volante, mas é possível operar o câmbio dessa forma na própria alavanca.

Hyundai Creta Prestige 2.0 Automático 2018 - Marron Bronze

Esse conjunto consegue acelerar o Creta de 0 a 100 Km/h em 9,7 segundos, para atingir uma velocidade máxima de 188 Km/h. Esses números traduzem um carro ágil e disposto em qualquer regime de rotação, mas com um motor que entrega torque e potência de forma progressiva e suave.

Hyundai Creta Prestige 2.0 Automático 2018 - Marron Bronze

Os números de consumo, segundo o INMETRO, são os seguintes. Etanol: 6,9 Km/l em cidade e 8,2 Km/l em estrada. Gasolina: 10 Km/l em cidade, e 11,4 Km/l em estrada. Em nosso percurso, em São Paulo - Capital, com etanol, e ar-condicionado funcionando 100% do tempo, obtivemos 6 Km/l em cidade. Em percurso rodoviário na Rodovia Presidente Dutra, a 120 Km/h, o consumo foi de 9 Km/l de etanol.

Comportamento dinâmico

Suavidade é uma palavra que caracteriza o funcionamento do Creta Prestige no motor, transmissão, suspensão e direção. Esses sistemas funcionam de forma precisa, sem espasmos de potência e torque. Basta pisar fundo no acelerador para o motor mostrar seu vigor, acelerando o SUV de 1.400 Kg com competência até nos aclives mais ingrimes. E ele faz isso de forma silenciosa e livre de vibrações.

Hyundai Creta Prestige 2.0 Automático 2018

A transmissão é muito rápida e lê de forma precisa e rápida a circunstância de condução para selecionar a marcha correta. As trocas são praticamente imperceptíveis - de tão macio que é o funcionamento da transmissão.

Aspectos Positivos
  • Alto nível de refinamento e conforto
  • Qualidade de passeio (sólido e silencioso)
  • Agilidade em uso urbano
  • Carroceria com proporções corretas, e visual imponente de SUV
  • Suspensão com excelente ajuste para o piso brasileiro e ótimo compromisso entre maciez e estabilidade.
Aspectos negativos
  • Não há opção AWD disponível - o que limita suas capacidades off-road
  • Precificação poderia ser mais agressiva

Conclusão

Hyundai Creta Prestige 2.0 Automático 2018

O Hyundai Creta Prestige 2.0 Automático é uma opção para quem quer um SUV compacto completo em sua garagem, não precisa de tração integral, e quer pagar até R$ 100 mil reais. Ele é um companheiro perfeito para selva urbana brasileira: sua suspensão isola a cabine do piso lunar das vias brasileiras, o motor é potente, e o passeio refinado não deve para um SUV premium.

41 comentários:

  1. Carro de 100 mil com freio a tambor na traseira!

    ResponderExcluir
  2. Mesmo com tambor na traseira ele percorreu uma distância menor para parar frente a um dos seus concorrentes que tem disco nas 4, segundo o teste da 4 rodas..

    Renegade 17,7/ 30/ 68,9 m

    Creta 16,7 / 28,3 / 64,3 m

    Vindo de 60 / 80 / 120 km/h...nao é pq usa tambor q é ruim assim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso teve mais a ver com o peso, o Renegade é mais pesado que o Creta, o HRV é mais leve que os dois e teve o melhor resultado na frenagem no mesmo teste da Quatro Rodas que você citou. A vantagem do freio a disco é que não tem a redução de eficiência que os freios a tambor tem em uso continuo, quem já desceu muito a serra sabe do que estou falando.

      Excluir
    2. Dirijo a 30 anos nunca tive problemas com freio a tambor descendo a serra. É só respeitar as marchas e velocidades corretas.

      Excluir
    3. Meus parabéns! Mas descer a serra com transito intenso sem usar o freio é impossível, e o fenômeno do Fading existe e é até matéria de revistas especializadas.

      Excluir
  3. Respostas
    1. T-Cross é fale. Não existe a venda no Brasil.

      Excluir
  4. Mais um monstrinho jaspion. Existe gosto pra tudo.

    ResponderExcluir
  5. Respostas
    1. Só Kicks, Vitara turbo e Tracker turbo não bebem no segmento. E desses só o Kicks tem espaço interno semelhante (um pouco menor para quem vai atrás), contudo, por ser acertado para consumo, fica devendo em desempenho.

      Excluir
  6. Eu acho esse Creta horroroso, bem carro de pobre emergente, seria a minha ultima opção, pois é o típico carrinho chinfrim que não tem atrativo nenhum, motorzinho chinfrim, beberrão,sem contar que por esse preço existem um infinidade de modelos muito melhor e mais bonitos no mercado! Mas hoje a Hyundai é o que a Fiat já foi para os brasileiros, pode oferecer qualquer coisa chinfrim assim como o creta que o brasileiro compra e saiu se achando o espertão pelas ruas, é de dar dó!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carro muito bom. Temos um na empresa e está com 89 mil quilometros e nunca apresentou qualquer problema, confortável, acabamento não faz barulhos, o consumo melhora com o tempo. Seu comentário sim é de pobre que vive repetindo o que dizem outros pobres que não tem o carro. Ahahah

      Excluir
    2. Hyundai não costuma dar problema mesmo. Só entra na concessionária pra fazer revisão, nada de imprevistos, luzes no painel, aquecimento de câmbio ou mensagem do PC de bordo mandando parar imediatamente o carro. E ainda tem 5 anos de garantia, com preços na média ou abaixo do mercado, a depender do modelo. Não é o suprassumo da tecnologia, mas entrega confiança ao consumidor.

      Excluir
    3. Trabalhei numa empresa fabricante de empilhadeiras alemã, onde nosso diretor mundial de RH veio da VW. Numa reunião de board, perguntaram a ele o que a VW achava das porcarias da Hyundai...

      A resposta foi enfática: "eles não são porcaria, fazem carros muito bons, bem construídos e com custos operacionais de fabricação assombrosos!!!"

      Moral da história: há muito respeito por parte dos fabricantes para com as marcas coreanas, pois todo mundo sabe que os veículos são bons, para o dia a dia...

      Só fanboys como você que não sabem respeitar e não percebem que no mundo automotivo, não há espaço para amadores...

      Excluir
  7. O creta é bonito, mais se você não precisa de um carro de 7 lugares , não compensa pegar esses suv beberrões por aí de 5 lugares . Sou mais um golf 1.4 fazendo 15 a 16 km/l

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem paga $100k num carro não está preocupado com o consumo.

      Excluir
    2. Se você não precisa um carro grande e tá preocupado com gasto de gasolina pega um UP economiza uns 60 mil de diferença pro Golf...

      Excluir
  8. Outro ponto negativo é o consumo muito ruim, mas na montagem os carros da hyundai são bons, nesse quesito melhor que Fiat, GM, Ford, Renalt e toyota.

    ResponderExcluir
  9. Gosto é gosto e isso nao se discute. Agora, o que se discute é q ele tem sim qualidades, basta ler os testes do longa duração da 4 rodas onde ele participa e recebe elogios. Agora, esses argumentos seu? Dirigiu um? Por que se nem entrou em um desses e fala isso, famoso piloto de computador...

    ResponderExcluir
  10. Excelente carro, penas q no blog os comentaristas chinfrim, pobres. Só falam de consumo, parabéns! vcs nunca andaram em um carro top. Só de gol bola, Palio, celta, UP e por aí vai. Os que falam em Golf TSI, Nunca andaram em um. Parabéns ao blog matéria ficou muito boa, falou bem das características do carro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Consumo é quesito essencial na compra de um carro. Esse Creta ai é muito bom na montagem e acabamento, problema é só consumo, já pensou fazer 7,5km/l de gasolina na cidade, é isso que esse carro faz, não é questão de ser pobre, apenas ser racional. O hb20 é a mesma coisa 9km/l gasolina na cidade, consumo real, muito ruim.

      Excluir
  11. A questao nao é se o cara é dono ou nao de um. O problema é que tem muitos que "acham" demais. Provavelmente nunca chegaram perto de um, e soltam comentários sem fundamento algum. Eu mesmo já cheguei perto de um, entrei em um etc...
    O engraçado que revistas que fazem a avaliação dizem algo, mas o "pilotos" aqui no blog sao mais entendidos

    ResponderExcluir
  12. Sou mais o meu Lifan X60 CVT, confortável e muito mais espaçoso que esse creca aí. Por 79k, um carro que cabe confortavelmente a familia inteira.

    ResponderExcluir
  13. Em relação ao preço sim, problema é a segurança, rigidez da carroceria..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O X60 recebeu nota 4 no C-NCAP, mas além disso, se vc procurar por acidentes em que o carro esteve envolvido, os ocupantes sairam ilesos, quando em algumas carroças do Brasil, os ocupantes poderiam ter saídos sem vida. Recentemente vi um que foi atigido na lateral por um ônibus, não aconteceu nada com as pessoas, nem mesmo com a criança que estava no banco de trás. O carro é robusto sim, infelizmente o preconceito com os chineses ainda é grande. Mas enquanto alguns andam em carroças "seguras" eu prefiro gastar melhor meu dinheiro.

      Excluir
  14. Entendi. 4 estrelas é seguro, mas existem carros ainda mais seguros, basta ver Polo e Virtus. Em relação a rigidez do carro eu discordo. Pois quando esse veículo saiu, a 4 rodas o testou e colocou o mesmo em condições que eles mesmos relataram a estrutura fraca do veículo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Polo e Virtus é outra categoria de carro, estamos falando de SUV compacto, então a comparação tem que ser entre esses. O x60 evoluiu muito, falo isso pq tive um 15/16, rodei 50 mil Km e nunca me deu dor de cabeça e agora estou com o 2018 CVT que é top de linha. Dentre os SUV compactos, é o melhor custo benefício (na minha opinião de usuário proprietário dessa marca e outras que já tive). Uma coisa eu garanto, de quando lançou, para hoje, a diferença é gritante e os novos SUVs que os chinas vão lançar esse ano, vai dar uma mexida nesse mercado.

      Excluir
  15. Sim, concordo. Quando falei de segurança é so para citar que temos modelos ainda mais seguros. Isso do teste da 4Rodas foi quando ele chegou aqui, ou seja, tem tempos...sobre os novos ja nao sei

    ResponderExcluir
  16. PUTZZZZ ... Que bom seria se laçassem este SUV 4X4 À DIESEL ! ! ! Não teria pra ninguem.

    ResponderExcluir
  17. Fiz test-drive em quase todos os carros do segmento e o que mais gostei foi o Creta. Desempenho é bem satisfatório, principalmente porque o pedal do acelerador é bem sensível e disponibiliza bastante torque logo de saída, ideal para uso urbano.
    No mais, tem soluções que me agradam já presentes no Golf (meu carro atual) como os faróis cornering e saída de ar condicionado no banco traseiro. Sem contar o inédito ar condicionado do banco do motorista.
    Só peca realmente no consumo...

    ResponderExcluir
  18. fui ver esse carro essa semana, tenho um golf hl 2015, e ate que achei interessante, MAS nao trocaria nunca, o que mata nesse carro é motor, bebe demais, eu acostumado a fazer ate 20km/l no meu carro na estrada se pego isso dai vou reclamar muito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, nunca cheguei a essa média toda na estrada com o Golf, mas faz uns 15 km/l fácil, sem precisar dosar o pé.
      O Creta com cautela no acelerador não passa de 11 km/l pelos relatos de proprietários.

      Excluir
    2. Nao compre... carro nao é o que falam..

      Excluir
  19. Quero deixar minha insatisfação com o Creta 2.0 - Prestige.. comprei em janeiro de 2018,depois de longa pesquisa com relaçao custo beneficio. Fiquei entre o HRV e o Creta... por uma economia de 10.000 comprei o Creta... infeliz compra... o consumo do meu carro nao atingiu o que descreve o manual - cidade: 6.6 e estrada 7.8... ja levei na Hyundai para analisar o consumo e nao resolveu...enfim, nao gostei do carro e vou troca-lo na primeira oportunidade que puder.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.