Car.blog.br

Pesquisar este blog

Takata promove um recall de 3,3 milhões airbags nos EUA

Categorias: 5 Comentários

A fabricante japonesa de airbags Takata promove um recall adicional de mais 3,3 milhões de airbags com defeito, expandindo o maior recall automotivo da história dos EUA.


Os últimos recalls da Takata envolveram airbags frontais em modelos 2009, 2010 e 2013 fabricados por Honda, Toyota, Audi, BMW, Daimler Vans, Fiat Chrysler, Ford, General Motors, Jaguar-Land Rover, Mazda, Mercedes-Benz, Mitsubishi, Nissan, Subaru e Tesla.


Os fabricantes dos automóveis envolvidos nesta última chamada enviarão os documentos até o final deste mês ao NHTSA -National Highway Traffic Safety Administration, quando então serão conhecidos os modelos afetados.


A Takata usa o nitrato de amônio químico para criar uma pequena explosão que preenche os airbags rapidamente em um acidente. Mas o produto químico pode deteriorar-se quando exposto a alta umidade e temperaturas e queima muito rápido, causando a ruptura do invólucro de metal e lançando estilhaços de metal quente no motorista e nos passageiros.

Pelo menos 20 pessoas morreram em todo o mundo e mais de 180 feridos em decorrência desses airbags. O NHTSA disse que os recall´s da Takata são sem precedentes em tamanho e complexidade e resultaram em lições inovadoras que ajudarão as montadoras a alcançar seus objetivos de reparo. A agência disse que está monitorando o progresso das montadoras e trabalha para expandir as melhores práticas para aumentar as taxas de conclusão. A agência também tem autoridade para multar fabricantes de automóveis que não fazem reparos em tempo hábil.

5 comentários:

  1. Precisa alguém sofrer antes para consertar o problema, é igual colocar um semáforo somente após vários acidentes naquele cruzamento....como se fossemos cobaia.

    ResponderExcluir
  2. País sério é outra coisa, o governo japonês está bancando a falência da Takata até concluir o recall, já aqui no país da banana, é só mudar a razão social e que se lasquem os lesados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem por ai mesmo, infelizmente. No Brasil o consumidor precisa fazer um estudo extremamente minucioso antes de adquirir certo produto ou serviço, buscando opiniões de outros consumidores, referências, etc., pois, caso contrário, corre sério risco de ser passado para trás, considerando que a minoria das empresas nacionais são realmente sérias e dispostas a resolver os problemas de sua responsabilidade.

      Excluir
    2. O consumidor brasileiro na verdade é um desqualificado. Se nao estou enganado quase 70% dos carros vendidos no Brasil e convocados pra recall nao compareceram. Hoje comprar um carro usado neste pais é uma temeridade. Serviço gratuito e os caras nao comparecem. Lamentável.

      Excluir
  3. Engenharia e P&D é coisa séria. Airbags falhos quebraram o fabricante.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.