Car.blog.br

Pesquisar este blog

Ministério Público avalia ação para tirar Onix do mercado

Categorias: 86 Comentários

O Ministério Público Federal está analisando a propositura de uma ação para proibir a comercialização do Chevrolet Onix no Brasil, em decorrência do fraco desempenho em testes de segurança.

Ministério Público avalia ação para tirar Onix do mercado

O órgão informou que, fundamentando na nota zero estrela do Latin NCAP atribuída ao modelo no primeiro semestre de 2017, deu início aos trâmites para averiguar a propositura de ação. O próximo passo é a realização de perícia mecânica, o que irá embasar o possível procedimento judicial.

Ministério Público avalia ação para tirar Onix do mercado

O Chevrolet Onix é o carro mais vendido no Brasil, com 188.654 unidades emplacas em 2017.



Em maio de 2017 o Latin NCap divulgou que o modelo foi reprovado em teste de segurança. Posteriormente, o Ford Ka também levou zero. Os dois carros não seriam aprovados pela regulação da ONU (Organização das Nações Unidas) UN95, nem pela Norma Federal de Segurança Veicular aplicados na Europa e nos Estados Unidos.

Fonte: Diário do Grande ABC

86 comentários:

  1. Para tirar o Ônix tem que tirar todos os outros.E outra, esses promotores inúteis que deem emprego depois para 10 mil funcionários da GM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, mas só o Onix vende 200 mil por ano. O risco é mt maior.

      Excluir
    2. Aproveita pra tirar o Gol/Voyage também!
      Já leva embora Ford Ka, Fiat Mobi, Chery QQ e cia.

      Excluir
    3. Excelente comentário Djalma, se for tirar o Onix do mercado, também teriam que tirar o Ka ( Apesar de ter tirado 0 estrelas, pelo menos tem ESC, ASR, e Hill Holder ), o Gol ( Que tirou apenas 3 estrelas no Latin Ncap la em 2010, com certeza se o teste fosse feito hoje, nem 1 estrela iria conseguir), o Sandero, o HB20, e por ai vai. Nenhum destes carros iriam conseguir mais que 3 estrelas ( Inclusive o up!, apesar de sua estrutura ser segura), todos por falta de equipamentos básicos de segurança como Controles de Tração e Estabilidade. Não adianta tentar ações no MP para tirarem os carros do mercado, consequentemente se conseguissem iriam tirar empregos de milhares de pessoas e isso não seria bom na atual conjuntura do Brasil. O que é preciso é que as montadoras tomem vergonha na cara e ofereçam carros mais seguros para o consumidor brasileiro e parem de pensar só em custos e lucros.

      Excluir
    4. Consumidor brasileiro nem sabe o que é o Crash-test ! E tem mais, no ano passado de cada 10 carros vendidos 04 eram para as Locadoras ( GM Ford e Fiat ) que não estão nem aí com a segurança dos seus clientes ! É só passar na Localiza e verificar os carros populares para aluguel: Onix ( a vontade ) e Ford KA os dois piores !!!

      Excluir
    5. Sou a favor da liberdade de mercado. Se o público quer isso, porque algum Iluminado acha que tem proibir???

      Excluir
    6. Proíbe pq o custo por uma vítima de acidente de trânsito vai muito além de um simples carro, se o cara sobreviver provavelmente irá necessitar de tratamento médico pra reabilitação, custo que um simples dpvat não vai arcar,aposentadoria por invalidez, mais um pra previdência e menos um trabalhando, não podemos ter a mente pequena, achando que um ato não se reflete nos demais!

      Excluir
    7. Mais um promotor querendo 15 minutos de fama.
      O destino dessa ação é a improcedência. Juiz nenhum vai engolir um delírio desse.
      E se por acaso algum Juiz julgar procedente, com certeza em segunda instância cai.
      Em primeiro lugar, crash test sequer é obrigatório. Muitas marcas nem fazem o teste, então como que a GM poderia ser prejudicada por isso? Totalmente incoerente.
      A única coisa que vejo é um Promotor com vontade de ser legislador. É simples, basta se candidatar.
      Antes de quererem 15 minutos de fama, façam com que o teste de colisão seja obrigatório.

      Excluir
    8. Então é melhor um carro feito de papel que é mais barato para as fabricantes. Essa é uma das funções do estado: coibir exageros, pois a gana neste setor é alta. O povo, principalmente o nosso, sem esclarecimento precisa desta guarda. Somos um país de ignorantes, infelizmente....

      Excluir
    9. Não acho que deva proibir as vendas do Ônix. Acho que deveriam prender quem comprar o carro.

      Excluir
    10. Perda de tempo tentar retirar Ônix do mercado. Por analogia, praticamente todos os outros compactos do mercado brasileiro, muitos outros modelos médios, dentre outros mais, teriam que ser retirados de circulação tbm. Isso causaria uma crise no mercado automotivo brasileiro, nunca vista anteriormente.
      Acharia muito válida a ação, se fosse para cobrar uma data ao fabricante para corrigir as falhas do carro e efetuar as benfeitorias a favor da segurança, e cobrar uma nova avaliação da Latin NCap para atestar as modificações, aí sim seria uma ação mais racional.

      Excluir
    11. Não é pq um carro pode vir a ser proibido de ser vendido que muitas pessoas irão ser demitidas, Para isso não acontecer é só a GM colocar produtos com qualidade melhor e reforçar o carro, fazendo isso e tendo uma segurança melhor o carro será vendido ainda e todo mundo continuará trabalhando normalmente e pronto

      Excluir
    12. Eu particularmente não gosto do Onix mais não concordo em tirar do mercado, acredito que o correto seria acionar judicialmente a GM para que corrija o veículo na linha de montagem e faça um recall em todos os veículos que já foram vendidos

      Excluir
    13. A essa altura do campeonato todos já devem estar sabendo que o Latin NCap submeteu novamente o Onix com algumas modificações ao crash test e dessa vez ele ficou com três estrelas.

      Até aí tudo bem, as unidades produzidas a partir de 15 de janeiro estão mais seguras. Mas se eu for amanhã em qualquer concessionária Chevrolet e comprar um Onix zero estrela saio de lá sem segurança alguma, é pouco provável que a GM venha a convocar todas as unidades dessa segunda geração do Onix para o recall, tenha mandado suspender as vendas do modelo é tenha mandado recolher as unidades que já estão disponíveis pra venda.
      Acho que amanhã vou dar uma passada numa concessionária, ver se continua tudo normal e se saio com negócio fechado.

      Excluir
  2. Acho que tem dedo do 4patas e VW aí no meio, pra ver se... conseguem a liderança do mercado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carrinho de Brasileiro leigo compra carro bonitinho com internet luzinha mais sem a minha segurança com rebarbas mais o leigo não importa tem muito carro no mesmo seguimento com muita mais segurança à GM não faz porcaria na Europa nos EUA

      Excluir
    2. Concordo plenamente...carro hiper perigoso...só o povo brasileiro que se acomoda com tudo pra deixar uma situação dessa

      Excluir
    3. Só desse jeito mesmo para ver se as concorrentes não levam uma surra tão feia nas vendas como andam levando nos últimos 3 anos. Elas tem que pedir para tirar de circulação para não passarem tanta vergonha com as vendas pífias de seus concorrentes perto do que ele vende. Concordo que ele tem que melhorar no quesito segurança assim como muitos outros no mercado nacional. Agora pedir para proibir suas vendas, isso cheira á inveja das adversárias com o sucesso sem igual que ele conseguiu no mercado nacional e latino americano. Isso chama-se dor de cotovelo simplesmente.

      Excluir
    4. Ricardo, o que deveria ser feito é o seguinte: Deixar visível para o comprador a classificação do carro no Crash-test assim como está disponível o selo do INMETRO de classificação do consumo de energia: A B C D E mas para isso precisa de leis e o politico não quer saber de nada pois eles mesmos andam com carros seguros !!

      Excluir
    5. Com certeza alguma outra marca querendo detonar a liderança do ONIX. Já tive em 2106 e não gostei, mas gosto cada um tem o seu. Quem sabe, não seria uma jogada do vice líder de venda???

      Excluir
    6. Só colocar uma lei de nível mínimo de sugurança exemplo: todos os carros tem que ter no mínimo 3 x3 estrelas , as montadoras serão forçadas a aumentar a segurança dos carros e reforça-los trazendo coisas positivas para todos, pois em acidentes teremos mais sorte caso ocorra.

      Excluir
    7. O carro com potencial para vender mais que o Onix é o Polo, será que já esse ano ele consegue esse feito?
      Será que vende mais que o Onix zero estrelas em 2017? Ou será que só em 2019?

      Excluir
  3. Absurdo isso... quem não quiser comprar que não compre. Se for pensar assim tem que proibir a venda de cigarro, de moto, de bebida alcoólica etc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Absurdo?
      Absurdo é permitir que essas porcarias sejam vendidas aqui.
      O que está no foco da ação do MP é a segurança de vidas humanas!
      Certíssima a iniciativa.

      Excluir
    2. Porque ninguém da sua família morreu dirigindo um Onix...vc iria pensar différente...

      Excluir
    3. Theo, o brasileiro nem sabe o que é Crash-test ! Na Europa os compradores são ORIENTADOS a não adquirir carros com menos de 05 estrelas no Crash-test ! Mas lá é outro nível !!

      Excluir
    4. Mais uma vez o Estado-Babá acha que tem mandado divino pra dizer o que as pessoas podem consumir. To esperando proibirem refrigerante de 2l, salgadinhos e bebida alcóolica....tudo pelo bem das pessoas.

      Excluir
    5. Absurdo nada!! Os caras querem ser de primeiro mundo e com esse tipo de pensamento? Em outros países sérios como EUA, Japão e Europa é exigido sim critérios mínimos de segurança. Carros como esse são caixões em quatro rodas, imagine o custo do estado com pessoas lesionadas, incapacitadas de trabalhar, previdência, etc., sai tudo do nosso bolso, porque as lindezas dessas montadoras não estão nem aí para seu consumidor. Lembrando que brasileiro só compra carro por ser bonitinho, tem telinha, etc.

      Excluir
  4. Se for para interferir, por que não solicitar que seja feito algum tipo de reforço, assim como foi feito com sucesso no caso do kwid?

    ResponderExcluir
  5. Só o Onix? E se o LatinNcap mudar os critérios na próxima leva de testes?

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  7. Tem que tirar mesmo. Por isso que esse país está nesta situação pq vai ter um monte de gente defendendo coisa errada . O mínimo teria que garantir a segurança dos ocupantes, mas Brasileiro merece pq dá valor é crítica os que está dentro das normas segurança.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns gostei João da sua análise

      Excluir
    2. Penso que a cousa mais logica que tais testes fossem acompanhado nas fabricas e com o acompanhamento do MP, afinal ele não é o responsável para o cumprimento das normas e Leis, fazer alarde não funciona, se o MP fosse um órgão fiscalizador mesmo, muito do que estamos vendo aparecer na lambança que o PT e outros que passaram não teria ocorrido. Portanto, é dever do MP fiscalizar afinal esse é o seu papel, mas penso que não é uma so empresa a Chevy que se instalou fechou e agora one esta o MPpara ver isso dos compradores lesados

      Excluir
  8. Não vai dar em nada.
    Infelizmente, o Onix cumpre todos os requisitos solicito na nossa arcaica e antiquada lei de segurança automotiva ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente, tenho que concordar com vc!
      Estamos no Brasil, país que nem ética tem, imagine levar á sério um teste desses.
      É uma vergonha ter essas mortalhas como mais vendidos, em pleno séc. XXI.
      Vc sente a falta de qualidade quando entra no Onix ou no Ka.
      Principalmente, para quem tem os modelos mais recentes da VW.

      Excluir
  9. Tem que tirar o onix mesmos.. Agora o ka também tem que sair e HB20 tirou quanto? É o gol? Se a lei é para um tem que ser para todos ou só enxerga o onix por que vende mais?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HB20, GOL e Éthios tiraram 3 estrelas, amigo!
      Nenhum deles tirou 0

      Excluir
    2. Só amigo, que o teste deles foram respectivamente a 5,8 e 6 anos atras. Nenhum deles atende as novas normas do Latin Ncap. Com Certeza se refizerem o teste todos vão zerar, pois nenhum tem ESC e/ou ASR.

      Excluir
    3. Só podemos julgar uma ação que já foi executada, amigo.
      Portanto, enquanto não refizerem os testes, vale o último.
      Á partir de 2019, assim como os airbags e o ABS, o ESC será item obrigatório nos modelos do Mercosul.

      Excluir
    4. Mas aí vai trabalhar com dois pesos e duas medidas. Testou, zerou, tira fora do mercado. Tem teste antigo que certamente não atende os requisitos atuais mais não foi retestado, mantém. Não foi testado, mantém.

      Essa é a clássica insegurança jurídica do Brasil. Não defendendo o carro pois jamais compraria um justamente pela questão da segurança mas nenhuma empresa pode trabalhar com a dúvida que seu produto, que hoje, atende aos requisitos exigidos, amanhã vai ser tirado fora de circulação porque mudaram a lei do dia para a noite sem nenhum prazo de adequação.

      Essa é aquelas notícias inúteis que todo mundo sabe que não vai dar em nada pois, literalmente não tem pé nem cabeça. Legal, vão parar de vender segunda feira o Onix. Lindo, salvamos muitas vidas, mas, o que vamos fazer com as centenas de milhares já vendidas até então.

      Excluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Piada falem do Onix que esse mês vai dobrar as vendas, MP gosta de aparecer e na verdade não deveria nem existir esse cabide de emprego.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Devia ter saído de linha logo quando veio o zero

      Excluir
  12. A meu ver, se for tirar o Onix de linha, deveriam exigir que todos os modelos comercializados internamente fossem passar pelos testes de segurança do LatinNcap! Porque a Fiat tem tanto receio em enviar seus modelos para o teste e quando enviam o resultado é BOMBA!!! E não é só a Fiat que tem todo esse receio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiat Mobi ( mais feios que a CUCA ) tem 01 estrela no Crash-test e vende a rodo !!

      Excluir
  13. Tem que fazer ações para tirar todos os carros inseguros, só assim para deixarmos de ter as carroças que temos aqui...

    ResponderExcluir
  14. Quanto mais bate, mais Ônix são vendidos.

    ResponderExcluir
  15. TO VENDO GM DIZER QUE FOI UM GOLPE COMO A DILMA!!!!

    ResponderExcluir
  16. Então retirem tudo que mata. Proíbam cigarro, bebidas alcoólicas, doces, comidas gordurosas, a deixem os carros com limitador eletrônico de 120 km/h afinal não se pode passar disso no país. Cada comentário ridiculo. A GM se quiser vender merda tem todo o direito de vender. Se tem 10000 idiotas por mês que compram a merda é problema deles. Se não quer ser um compre outro carro. Agora achar que se deve proibir de vender merda então proíbam metade de todos os produtos que existem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro, claro!
      Iniciativas para tentar salvar vidas humanas são inócuas, não é mesmo?
      Tentar mudar a mentalidade de um país subdesenvolvido e tentar regular o mercado com produtos mais seguros, é ridiculo, não é?
      Mas olha só que coisa:
      Na Europa e Estados Unidos, não tem carro inseguro!
      Por quê será, não é mesmo?
      Certo estamos nós, que fazemos essas porcarias venderem tanto. Afinal somos todos idiotas, não é?
      Eles, do 1o mundo, não sabem de nada!

      Excluir
    2. Por acaso o Ford Ka não é vendido na Europa ?

      Excluir
    3. É,mas lá ele tem 2 estrelas no euroncap

      Excluir
  17. Daqui a pouco chega um louco falando do up,polo, etc.. já já vem o rei do relincho

    ResponderExcluir
  18. E os carros com mais de 15 anos que rodam por este Brasil a fora? o que fará o MPF?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E por acaso na época já existia o Crash-test ???

      Excluir
    2. O crash test existe há décadas.
      Toda montadora tem de fazer crash test para validar seus produtos.
      Há uma performance mínima exigida pela legislação brasileira para autorizar venda. Se vende no Brasil, com certeza foi avaliado e aprovado.
      O teste NCAP é boa referência, mas não é o requisito legal para isso.

      Excluir
  19. A GM vai lançar em 2019 os sucessores dos atuais Onix e Prisma. Já foi noticiado.

    ResponderExcluir
  20. Não dará em nada.

    É apenas mais um promotor querendo 5 minutos de fama.

    Esse teste não é exigido no Brasil nem homologado.
    Para tirar um carro de fabricação. Todos teriam que passar pelo teste pra serem vendidos. Coisa que não existe....

    Próxima notícia

    ResponderExcluir
  21. ACIDENTES DE TRANSITO NO BRASIL MATA MAIS QUE QUALQUER GUERRA NO MUNDO, CONCORDO QUE TEM QUE TIRAR ESSAS CARROÇAS DAQUI, NÃO SÓ O ONIX MAIS OUTROS MODELOS TAMBÉM, BRASILEIRO E IDIOTA E GOSTA DE SER TRATADO COMO TAL, TALVEZ UMA AÇÃO DESSA MUDA O COMPORTAMENTO DAS MONTADORAS EM LANÇAR ESSAS SUCATAS QUE SÓ VEM PARA AMERICA DO SUL AQUI NO BRASIL POR UM PREÇO ABSURDO, A VIDA AQUI NÃO TEM VALOR ALGUM, ACORDA BRASIL.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Excelente postsgem! Disse tudo!
      Parabéns

      Excluir
    2. Mas não é por causa dos carros.
      É estradas + condutores.
      Colisão frontal de dois carros de mesmo peso 100 km/hr + 100 km/hr, por exemplo, nem Volvo livra da morte.
      Latin ncap é só referência de batidinha a baixa velocidade em obstáculo parado. Diz alguma coisa, mas pouca.

      Excluir
    3. Xandee, poderia ter ficado calado, seria muito melhor !

      Excluir
    4. Poderia mesmo, latinncap simula batidas em obstáculos pesados que são equivalentes a um acidente a alta velocidade.
      Comparar volvo que outro carro comprovadamente seguro por outros organismos internacionais e até mais severos que o latinncap com uma carroça motorizada chamada Onix é de chorar.

      Excluir
  22. Boa! Ainda que judicialmente não venha a resultar em nada de concreto, essa ação do MP terá um caráter pedagógico, pois certamente terá destaque na mídia, servindo para que a GM outras montadoras se movimentem. Por mais que ninguém compre carro achando que vai bater, nunca se sabe quando será abalroado na rua ou estrada.

    ResponderExcluir
  23. Excelente iniciativa. As pessoas não entendem que isso é só um primeiro passo para uma negociação maior, que leva a uma regulação de todo mercado automotivo. As coisas não acontecem do nada, tem que ter um denuncia para se chegar a algum lugar, ou sempre teremos cadeiras elétricas sobre rodas. Assim é qualquer país, o primeiro mundo não veio pronto, foi um processo de conquista, e todos os brasileiros deveriam fazer sua parte ou pelo menos não atrapalhar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato. Será só o começo. Pena que quem compra Onix e outros carros comprovadamente inseguros por pura ignorância não sabem o perigo que correm diariamente nas ruas estradas lotadas de carros e caminhões conduzidos por gente estúpida.

      Excluir
  24. Que este é um país emergente de 3°mundo todos sabemos, mais acredito que os bons brasileiros e com o pouco de patriotismo que ainda lhe resta,estes, não estão contente , não só com o mercado automotivo mais em geral.
    Li muitos dizendo que infelizmente aqui é o Brasil e é assim mesmo.
    Se não mudarmos a postura do povo para uma postura de um povo de primeiro mundo , qual a chance de evoluirmos ?
    É ridículo este carro é tantos outros oferecidos com mais da metade de impostos , pagamos mais caro que o resto do mundo para termos os piores produtos e os piores serviços.
    Deveríamos sem dúvida boicotar todo o péssimo serviço ou produto jogado pra nós. Esse Onix é só mais uma lavagem que as grandes empresas "jogam" aos porcos, as pessoas tem de saber sim que isso é importante, até nisso vemos a inversão de valores, uma telinha touch ser mais apreciada e valorizada que um produto ou sistema de segurança eficaz.

    ResponderExcluir
  25. Alguns que criticam a proposta parecem com aquele partido que diz que um certo político só será condenado em 2a instância porque ele lidera as pesquisas.

    ResponderExcluir
  26. Quando as coisas ficam feia até para a VW, o carlota nem aparece para relinchar

    ResponderExcluir
  27. Se for pensar dessa forma tem que proibir vendas de cigarros no país que matam muita gente, e outra se os motoristas respeitasse as leis de trânsito andasse na velocidade correta nem acidentes de trânsito mau iria acontecer, me falem qual carro seguro batendo a 200 km/h pode ter 100 estrelas que ninguém escapa

    ResponderExcluir
  28. Pois é muito fácil, proibi a venda de todos os carros que tiram zero crash teste e só volta a vender depois que estiver dentro das normas de segurança, detalhe:
    A GM diz estar dentro da conformidade da legislação Brasileira, é em base nisso, que o melhor Advogado da GM vai rir da cara deles, estamos na bananalândia não esqueçam.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não está dentro de lei alguma, o código de defesa do consumidor diz que os produtos tem que ser seguros. Seguro ele não é.

      Excluir
  29. É inaplicavel a ação da Promotoria mas vem em excelente momento. Os consumidores precisam dar um basta a produtos ruins ou perigosos desde uma geladeira até um carro. Na época do teste do Latin NCAP diretores da GMB vieram público limitando se a dizer que seguem a norma brasileira. Pra mim vira algo muito bom desta ação....se ficar comprovado que houve vitimas em razao da construçao de carros inseguros como o Onix a montadora será acionada judicialmente assim obrigando estas a finalmente a vender carros seguros dentro da norma européia aqui no Brasil.

    ResponderExcluir
  30. Isso é mimimi das outras montadoras que almejam o topo das vendas. Criem produtos de qualidade e acessíveis, pois isso que estão sonhando, não acontecerá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Produtos de qualidade, igual ao Onix. Sqn

      Excluir
  31. Vendo por esta ótima... Vamos tirar bebidas, cigarro e o açúcar. Mata também.

    ResponderExcluir
  32. Matéria sem sentido, assim como seu conteúdo.
    O Onix atende à legislação brasileira para que possa ser vendido em território nacional. Esse teste é válido para entender a situação real de segurança dos carros vendidos por aqui, mas não valem como regra.
    Isso aí é conversa pra boi dormir. A GM vai se mexer por causa do efeito negativo que isso gerou, mesmo não impactando nas vendas.
    E não é só a GM que está se mexendo...

    ResponderExcluir
  33. Duro é ter que ler comentários (possivelmente de compradores) falando em teoria da conspiração de outras marcas e criticando a medida , pra variar nessa pocilga de País tem gente que adora reclamar pra mudar mas desde que continue o mesmo , que comece pelo Onix, depois pelo resto , o importante é começar por algum lado.
    Onix é uma carroça de lata e motor de Corsa 1994 , de todos inseguros é de longe o pior em mecânica e qualidade.
    Depois não encham o saco reclamando que aqui só se vende porcaria , compram essas carroças a preço de Camaro nos Estados Unidos e acham que fizeram o negócio do século

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.