Car.blog.br

Pesquisar este blog

Novo VW Polo brasileiro chega ao Chile por R$ 43.350 reais

Categorias: , , 24 Comentários

O Novo Polo brasileiro começa a ser vendida no Chile, apenas com motor 1.6, e opções de transmissão manual de cinco marchas, ou automática TipTronic de seis velocidades.

Nuevo VW Polo 2018 - Chile

O modelo produzido no Brasil chega ao Chile em seis versões, com preços variando entre o equivalente a R$ 42.330 reais, para o modelo de acesso (Trendline MT), e chegando a R$ 69.880 reais no caso do topo de gama, Limited Automático, conforme tabela abaixo.

ModeloPreço em reaisPreço ListaBônusPreço com BônusBônus FinanciamentoPreço Bônus + Bônus de financiamento
Nuevo Polo 1.6 MT TrendlineR$ 42.331$8.990.000$500.000$8.490.000$500.000$7.990.000
Nuevo Polo 1.6 MT ComfortlineR$ 47.629$9.990.000$500.000$9.490.000$500.000$8.990.000
Nuevo Polo 1.6 AT ComfortlineR$ 52.927$10.990.000$500.000$10.490.000$500.000$9.990.000
Nuevo Polo 1.6 MT HighlineR$ 55.576$11.490.000$500.000$10.990.000$500.000$10.490.000
Nuevo Polo 1.6 AT HighlineR$ 60.874$12.490.000$500.000$11.990.000$500.000$11.490.000
Nuevo Polo 1.6 AT LimitedR$ 69.880$14.190.000$500.000$13.690.000$500.000$13.190.000

O motor é o mesmo 1.6 MSI da versão intermediária brasileira, com cabeçote multi-válvulas, ofertando 110 cavalos de potência. Todos os modelos vem de série com ABS, EBD, airbag para motorista e passageiro, airbags laterais, âncoras ISOFIX e imobilizador eletrônico.

Nuevo VW Polo 2018 - Chile

O modelo de acesso, Trendline, vem com quatro janelas elétricas elétrico, fechando com controle, espelhos elétrico, alarme, sistema de áudio com MP3, bluetooth, USB, ar condicionado, computador de bordo, banco traseiro dobráveis, pára-choques pintados e rodas de 15 polegadas.

Nuevo VW Polo 2018 - Chile

O Comfortline mantém rodas de 15 polegadas, mas agora de alumínio, e acrescenta faróis de neblina, descansa braço central na dianteira, alavanca de mudança em couro (apenas automático), computador de bordo II, sistema de som com tela de 6,5 polegadas, App-Connect, volante multifunções ajustável, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro e, no, automático, controle automático de estabilidade e tração e bloqueio diferencial EDS.

Nuevo VW Polo 2018 - Chile

O Highline traz rodas de liga leve de 16 polegadas, estofamento de couro, assistente de partida em rampa, volante coberto couro, ar-condicionado digital, piloto automático, sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, câmera traseira, partida por botão Start, espelho interno fotocromático, pacote exterior cromado.

Nuevo VW Polo 2018 - Chile

Finalmente, o nível Limited traz o sistema multimídia com tela de oito polegadas, painel digital de 10,25 polegadas.

24 comentários:

  1. Logo abaixo teremos um monte de baboseiras escritas, mimimi que no Brasil tem muito lucro, mimimi, besteiras, um monte de orelhada de mané que não entende porra nenhuma de preço, impostos e exportações.
    Então, já antecipo que o preço do Polo no Brasil está incluso os IMPOSTOS BRASILEIROS. E, por conta da Lei Kandir, os IMPOSTOS BRASILEIROS não são incluídos no preço do produto exportado, logo, o preço do Polo brasileiro no Chile e em qualquer outro mercado não tem os impostos brasileiros, e tem os impostos chilenos.

    Então, o fato de o Polo brasileiro ser mais barato no Chile, só mostra que os impostos no Chile são mais baixos que no Brasil.

    Só isso. Mas, claro, os relinchos e ruminações sobre lucro...mimimi são inevitáveis...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem ta fazendo mimimi é vc carlos4caloi

      Excluir
    2. Porque mimi... não entendi... mesmo com nossos impostos no nosso top tsi entrega muito mais conteúdo pelo preço do 1.6 deles.. Parabéns a vw do Brasil que conseguiu um preço competitivo para o polo tsi aki no Brasil...

      Excluir
    3. É porque os carros 1.0 tem imposto menor no brasil. De qualquer forma o polo 1.0 aspirado deveria ser mais barato. 50 mil num carro 1.0 é muito coisa. Enquanto o argo 1.0 está 43 mil.

      Excluir
    4. Argentina, Chile, Paraguai, etc; todos recebem o que é negado aos brasileiros na versão MSi1.6, ou seja, câmbio AT e os itens de conveniência, como faróis de neblina, retrovisores elétricos, volante regulável e sensosensor traseiro.
      Obrigado VW!

      Excluir
    5. Mas os brasileiros gostam de pagar mais impostos...nunca tem revolta...olham só como os Argentinos descem nas ruas e conseguem barrar as leis...isso não passa na mídia brasileira...

      Excluir
    6. mais uma clara orelhada do carlos, falando que o polo no brasil era o mais barato, chupa essa manga zé roela

      Excluir
  2. Curiosidade : Porque será que a versão 1.0 não é oferecida por lá?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque não tem o inventivo tributário.

      Excluir
    2. Inventivo tributário seria mais uma invenção da sua cabeça?

      Excluir
  3. O Carlos está certo os impostos no Chile são muito mais baixos do quê no Brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Golf GTi lá custa 90 mil e é o alemão.

      Excluir
    2. No Chile não tem fábrica de automóveis. Todos são importados.

      Excluir
  4. A VW falhou ao não lançar uma versão 1.6 automático no Brasil. Mas tem que levar em conta, a capacidade produtiva do Polo pois, ele irá abastecer vários países e pode haver escassez do carro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só que antes de exportar deveria abastecer o.metcado interno.

      Excluir
  5. Ah......
    Ok......

    No YouTube tem uma reportagem com um ECONOMISTA, onde ele separa e explica imposto por imposto, e ainda assim no final, mostra o lucro absurdo! DE TODAS as MONTADORAS ( incluindo ah diferentona VW ).
    Então CARLOTA, para de dar ORELHADA, você como aDÊvogado da VW aqui, não tem credibilidade alguma. E sem MIMIMI por favor....

    ResponderExcluir
  6. Por que os chilenos não são agraciados com a boa vontade e ação social da VW em vender um motor turbo 100 anos a frente dos concorrentes?

    ResponderExcluir
  7. Não compro o Polo por não oferecerem transmissão manual na versão Highline, até no Chile tem Highline manual e aqui não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Higline manual do Chile é com motor 1.6, não é o TSI.

      Excluir
  8. A culpa não é só do imposto do Brasil,aqui no Brasil o preço do carro mesmo sem imposto é mais caro que em qualquer lugar do mundo, o carro feito no Brasil, vai pra outro país mesmo pagando o frete fica mais barato, enquanto o brasileiro tratar o carro como um bem,nunca vão baixar o preço, se o brasileiro trocar o carro só com 5 anos de uso o preço baixava, tem gente que quando o vizinho compra um carro novo o outro troca logo o carro pra não ficar pra baixo

    ResponderExcluir
  9. Não consigo entender pessoal pedindo Polo 1.6 automático. Com impostos mais altos, por não ser 1.0, vai ficar no mínimo o mesmo preço do 200TSI, que é muito superior ao o 1.6 MSI.

    ResponderExcluir
  10. Eu entendo a necessidade de um 1.6 at.
    Nos interiores a gasolina é duvidosa, o 1.6 aspirado ainda é mais resistente.

    ResponderExcluir
  11. Industria deveria oferecer 1.6-aspirado-at6 e 1.0-turbo-at6. Cada consumidor escolhe o que é melhor para ele.

    ResponderExcluir

Comentários que contenham palavras de baixo calão (palavrões),conteúdo ofensivo, racista ou homofóbico serão apagados sem prévio aviso.